Naruto Revo OnlineConectar-se
Hey... quanto tempo faz que seu personagem não come? Evite as penalidades por desnutrição... visite o Ichiraku com frequência, lá seu personagem pode se recuperar em instantes !
Sempre lembre de remover itens descartáveis de suas fichas quando os mesmos forem usados. Seja honesto consigo mesmo.

Treinos de Uchiha Suzuki

Compartilhe

descriptionTreinos de Uchiha Suzuki

more_horiz
"Encontro com o espelho divino. Parte I"


--filha, você esta me ouvindo?--- murmurou Kaien.

A Uchiha fechou os olhos e suspirou, era inacreditável o que poderia os uchihas escondiam em um ou outro lugar para treinarem e não demonstrarem suas técnicas para os inimigos ou mesmo para os membros de konoha, algo justificável, pois para os olhos da jovem o clã uchiha sempre fora o mais desconfiado dentre os poucos clãs que ela teve prazer de conhecer.

--Sim estou escutando---

Ela acenou com a cabeça e olhou com convicção para o grande corredor de pedra que se estendia até desaparecer da vista da jovem uchiha, estava frio devido a humidade das paredes de mármore puro com uma leve cor acinzentada, nada mais que aquilo, algo estranho para um treinamento que muitos uchihas consideravam “intensivo” de mais para uma genin fazer.

--Sabe, né eu disse para você me ouvir, não apenas fingir...--- suspirou seu pai arqueando as sobrancelhas demonstrando certa preocupação.—

--Me desculpe papai, poderia me contar melhor sobre o que exatamente é esse treino---

--Nem eu sei ao certo, mas sei que sua mãe foi a única a sair desse lugar sem se quer um arranhão...até hoje...---
Suzuki estava perplexa, era impossível que apenas uma pessoa havia conseguido tal feito, e ninguém mais no decorrer de mais de vinte anos, de fato sabia que sua mãe era um grande gênio nas artes ninjas, mas que deveria haver uma limitação para seus tipos de habilidades, porem ela tinha um forte desejo de conseguir um espaço entre o clã, não para superar sua mãe, mas sim para dar orgulho aquela que morreu por ela, mas que ainda vivia dentro do coração dos dois, ela apertou os punhos e semi-serrou os olhos novamente para o corredor.

--Se de fato minha mãe conseguiu chegar até la sem se quer suar então eu obterei o mesmo sucesso--- respondeu a garota firmemente para si mesma e para seu pai.
Ele sorriu e passou a mão sobre o topo dos cabelos negros de Suzuki.

---Apenas de o seu melhor, não precisa demonstrar nada para ninguém---

---Não me enteda mal papai...--- a menina olhou firmemente para ele --- Eu odeio perder, principalmente quando isso significa perder para minha mãe --- mentiu a garota.

Seu pai apenas suspirou.

---Um dia você ira acabar me matando menina--- brincou ele.

Os dois se manterão em silencio profundo, como se estivessem esperando o momento em que i teste começaria, a ansiedade tomou conta da menina, e ela passou a mão sobre uma kunai do bolso e a moveu entre os finos e pequenos dedos.

---Então... vai--- disse seu pai após consultar o relógio em seu bolso---

--Sharingan—

Os olhos da menina se tornaram vermelhos como sangue, seguidos de um tomoe ao lado esquerdo, seus passos curvos sobre o corredfor logo se tornaram mais ágeis conforme ela tomava ciência das prováveis armadilhas, ela queria se tornar forte logo, e a pressa em obter poder acabou por lhe ofusar, deixando que a mesma quase caísse sobre um profundo solo falso de onde ela apenas saiu porque afundou a kunais que estava em sua mão sobre uma das paredes adjecentes, e usando sucessivamente para subir novamente.

--Droga, aquilo era tão profundo que eu poderia ter facilmente ter sido morta... que tipo de jogo sujo--- murmurou a garota antes de respirar novamente e continuar a caminhar.
Havia cerca de quinze minutos que ela estava caminhando por aquele corredor, mas nada havia aparecido até então, nem armadilhas ou solo falso, a jovem no entando se manteve alerta, iria observar qualquer movimento que passasse por seu campo de visão, mesmo mais intriseco movimento, até que ela por fim pisou sobre um botão falso, e algumas shurikens vieram em sua direção, ela olhou firmemente para cada uma delas, seus movimentos estavam lerdos e com um rápido salto seguido de uma pirueta sobre uma das paredes ela conseguiu desviar daquela perigosa armadilha, não demorou muito para que a segunda viesse, uma grande esfera metálica, que possivelmente esmagaria qualquer coisa que viesse em sua direção, e a única coisa que a jovem pode fazer era retroceder para traz e correr o máximo possível, sabia que não teria forças para parar aquela imensa bola, ela continuou a correr até que ficou de frente com o buraco de outrora onde ela quase perdera a vida, havia apenas segundos para que a bola chegasse até ali, e ela precisava pensar em uma plano antes que fosse esmagada ou empurrada para seu provável fim.

--Droga—

Ela então teve uma surpreendente ideia , saltou em direção a uma das poucas vigas de lançou duas kunais sobre o local e se posicionou de forma a ficar o mais perto da parede o possível, por sorte a esfera metálica passou a poucos milímetros de seu corpo e caiu para dentro do abismo profundo.

---Se eu tivesse comido se quer um pedaço de pão eu não teria conseguido passar por aquilo---
Suzuki riu de sua própria sorte, estava feliz que não havia tido tempo de comer nada, o que por sorte ajudou muito para se livrar daquele ”incomodo rolante” .
Frustrada ela continuou a caminhar, até chegar a uma sala completamente vaia, com apenas um enorme espelho que estranhamente refletia apenas a sua própria imagem.

--Que estranho--- murmurou a garota.

Porem logo seus olhos se arregalaram, o espanto foi gigantesco quando percebeu que seu reflexo não se movimentava como ela, mas sim sorria estranhamente antes de dar um passo para fora do espelho em direção da garota que caiu sentada no chão completamente apavorada.

---Ola—disse o reflexo.

---Quem... é você...--- Dise Suzuki após retomar um pouco da coragem e da voz.

--Eu sou você, e não sou você--- disse enigmaticamente.

--Como assim?---

--Continua burra como sempre, esse é um defeito que você deve superar sabia----

--Eu não sou burra--- gritou já nervosa.

--è sim, vive correndo atrás de um sonho impossível...---

--Como assim?--- indagou a jovem.

--Não se faça de tonta, nos dois sabemos que você deseja mais do que nunca ser vista como Suzuki Uchiha, e não como a assassina de uma grande ninja--- Murmurou amargamente o reflexo.

--Eu não a matei--- esbravejou a pobre Suzuki.

A menina apenas sorriu ironicamente.

--Pois bem, me mostre do que é capaz, e assim eu poderei lhe ajudar---

Suzuki não aguardou se quer um instante, furiosamente avançou contra o reflexo, sacando uma kunai com agilidade e destreza, não se importaria em vencer uma pessoa estupida como aquela, que não conseguia compreender os sentimentos de dor que ela passa todos os dias ao ver seu pai olhar nostálgico para o retrato no pequeno altar de sua mãe, ou quando ele vai sozinho ao tumulo e chora amargamente a solidão que sente, aquela “coisa” que estava ali, nunca compreenderia.

--Acerte seu punho e use mais força quando for aplicar um golpe--- disse o reflexo sacando uma kunai e aparando o golpe e logo em seguida revidando i cim um chute no estomagoi da garota.

--Maldita---

--Use melhor suas pernas, e pare de reclamar ---

Ela novamente avançou, iria utilizar toda a velocidade que poderia obter para vencer aquela coisa.

---Seus olhos são tão belos, pena que só serve para enfeite--- Disse sinistramente. –Use o sharingan não foi feito para ficar ao relento como você o faz---

As duas então comeram a batalhar e a batalhar, usando e aprendendo a aumentar a velocidade dos golpes até que por fim as duas
estavam caídas no chão completamente exaustas pelo uso da velocidade constante e do uso do sharingan.

---Quem é você me diga—disse ela cansadamente.

O reflexo sorriu, parecia ainda ter forças o suficiente para se levantar e caminhar até se aproximar do rosto de Suzuki e passar as mãos sobre suas bochechas rosadas, ela por vez não fez sinal de que iria continuar a batalha, e surpreendentemente abraçou Suzuki e olhou em seus olhos, as duas eram idênticas, e por fim o reflexo começou a vagarosamente a desaparecer.

---Eu sei tudo sobre você, por isso eu posso te afirmar uma coisa, “ame a si prorpia e desista de tentar superar qualquer coisa, tudo tem seu ritmo e seu tempo, não apresse as coisas, eu sei tudo isso, porque eu sou você...---

Ela por fim desapareceu e Suzuki com o pouco de força que tinha se levantou e arrastou até a saída, não podia dizer ao certo que tudo aquilo foi realidade, mas agora sabia que deveria conhecer mais a si própria e sobre seus desejos e verdade que estavam oprimidos dentro daquele pequeno coração, se não ela nunca seria caracterizada como uma ninja deverdade, e sim apenas como uma sombra do que sua mãe já foi, depois de um tempo ela descobriu que aquele espelho era uma antiguidade que poderia revelelar alguns defeitos no estilo de luta da pessoa, mas somente com os uchihas por que o espelho funcionava vomo uma ilusão para o sharingan.

Última edição por Suzuki Uchiha em Dom Fev 19, 2012 11:07 am, editado 4 vez(es)

descriptionRe: Treinos de Uchiha Suzuki

more_horiz


"Encontro com o espelho divino. Parte II"

O som de passos ecoou pela pequena escadaria íngreme, para a jovem kunoichi entrar naquele lugar havia se tornado mais que um habito, iria ver a única pessoa que realmente parecia compreender seus sentimentos, aquele ser em forma de espelho que conseguia refletir a alma e a mente do Sharingan que perpassar seus olhos sobre sua fina camada reflexiva, era Kami no kagami ou pelo menos fora esse nome que a jovem havia dado para o espelho, após horas de negociação com o líder dos uchihas havia conseguido permissão para poder descer até lá embaixo e treinar consigo mesma.

Ela desceu as escadarias não havia ainda ativado o Sharingan, portanto, não havia nada em temer de se aproximar dele e passar sua mão sobre a moldura belíssima de madeira, a sala em si era escura com algumas tochas que iluminavam o local, tinha cerca de quatro pilares grossos onde havia desenhos dos olhos uchihas em seus níveis mais diferenciados e um logo a frente completamente apagado, segundo o seu pai aquele era um olho especial que você só poderia obter através da perda de algo muito precioso, abaixo estava um grande livro talhado de pedra com letras ilegíveis para quase todos os humanos existentes, menos para aqueles com olhos divinos.

--Sharingan...---

“Para que haja o verdadeiro poder, é necessário ter um grande coração, preenchido de ódio ou...”
Era apenas isso que poderia ser entendido ali para a jovem menina que apenas tinha um tomoe nos olhos vermelhos e perspicazes.
Ela se voltou para o reflexo, que se mantinha calado e com um olhar irônico para a jovem menina, de cabelos negros.

--Você veio aqui de novo? Não esta cansada de vir sempre em um lugar tão chato?--- disse Kami.

--Não estou nem um pouco entediada, além disso, você parece estar diferente do habitual--- falou Suzuki Uchiha com certa ironia.

--Eu mudei porque você mudou, essa é a resposta e nada mais que isso--- disse Kami.

---Você não se sente entediada aqui dentro?--- disse Suzuki.

---Você não se sente entediada de desconfiar de todo mundo?--- disse o reflexo.

---A isso é trapaça, naquele dia, eu não entendi sua resposta, sobre você ser eu, e ao mesmo tempo não ser eu.--- Murmurou Suzuki.

Kami fechou o cenho e olhou seriamente.

--E dai?, eu sou apenas um reflexo um pedaço selado de algo---

--De algo?---

--Me diga, eu quero conhecer sobre minha única amiga...—

--Eu não sou sua amiga, eu não sou nada além de um espelho--- falou Kami.

---Então em conte de como foi sua historia.---

Kami suspirou, não pensava que iria encontrar alguém que lhe perguntasse sobre seu passado, até aquele momento todos os uchihas que pararam ali apenas desejavam obter poder, chegavam diante do espelho e lutavam contra si próprios a fim de obter a insaciável veracidade sobre si mesmo, mas diante dela agora se encontrava uma menina Uchiha de cabelos negros e olhos gentis, que não estava desejando mais poder, que havia tido uma vida sofrida e triste, ela sabia disso, porque seu dom era obter todas as informações e se transformar na pessoa que olhasse em seu reflexo, sabia que aquela criança desejava de todas as formas ter uma amiga.

--Você é diferente dos outros, lembra muito a sua mãe—sorriu Kami.

--Então me conte mais sobre quem é você--- Disse Suzuki já angustiada.

O tempo se passou, um silencio mortal apenas quebrado pelo crepitar das tochas ao redor daquela sala, segundos que apreciam horas.
Até que Kami sorriu tristemente.

--Quando você for uma linda guerreira e obtiver poder o suficiente... ai sim eu te contarei minha historia, pois bem vamos ao treinamento que nos interessa, esta com dificuldade com seu chacra?---

--Como... a sei você sou eu--- ironizou Suzuki.

--levante-se quero que respire fundo e sinta o próprio poder fugir dentro de você esse é o primeiro passo.---

--Eu já sei fazer isso--- Murmurou Suzuki.

--Não sabe... quero que você tente controlar e sentir seu chakra enquanto esta lutando, pois não será todas as horas que poderá se concentrar para senti-lo, por isso deve por obrigação a aprender a controla-lo instintivamente.--- respondeu Kami.

Ela se levantou, e fechou os olhos para sentir o chakra em seu corpo, porem antes que pudesse imaginar-lo e senti-lo Kami lançou uma kunai em sua direção, que apenas não a acertou porque ela instintivamente desviou.

--Eu já disse, não será fácil conseguir se concentrar enquanto luta, muito menos fazer um jutsu por mais simples que seja---

---Isso é cruel Kami-chan---

--O mundo shinobi é cruel, agora eu estou indo, quero treinar um pouco de nossa velocidade---

Rápida como sempre ela avançou na direção de Suzuki, uma agilidade que se não fosse pelo Sharingan seria praticamente impossível de acompanhar, mas não poderia deixar que aquilo lhe atrapalhasse, ela posicionou seus dedos em um selo, e tentou obter o máximo de chakra para o jutsu, porem teve que desviar de um chute que vinha em sua direção, estava praticamente impossível obter a paz de espirito necessária para tal, porem deveria desviar se não era perigoso acabar sendo surrada por um reflexo, com um singelo movimento, ela desviou de um soco, e apoiou sua perna esquerda sobre uma das pilastras e chutou com força sua inimiga, porem, ela fora mais rápida e com uma das mãos ela havia aparado o veloz golpe de Suzuki.

--Você precisa de pelo menos cem anos para conseguir me vencer--- falou a jovem que avançava com uma sequencia de golpes e chutes.

--Droga é impossível se concentrar assim, o que eu devo fazer? Como posso vencer alguém que não para de atacar... já sei---

Então ela começou a contra atacar com movimentos rápidos no dorso ela já não estava tão preocupada com a luta em si, em suma estava achando tudo aquilo divertido, e por mais estranho que seja ela sentia uma imensa paz dentro de si, os olhos vermelhos das duas se encontraram pela primeira vez, um reflexo dela mesma, uma luta entre amigas, ela sacou uma kunai e a lançou em direção ao alvo certa de que a mesma iria desviar, e com isso ela teve o tempo necessário mesmo que pequeno para poder concentrar chakra e esperar chute que iria atingi-la.

--Te peguei Kami---

Kami elevou sua perna e atingiu em cheio a jovem, porem um leve estalo seguido e um pequeno tronco de madeira caiu no solo.

--Droga ela me enganou com um kinobori---

---Agora é minha vez---

--Ela avançou para as minhas costas?---

A jovem estava segurando a kunai que havia arremessado e agora estava a poucos centímetros do corpo Kami, porem, quando a atingiu o mesmo estalido seguido de uma fumaça dominou o lugar e logo em seguida um pequeno tronco caiu no chão.

--Você realmente aprende rápido Suzuki---

--Você acha?—disse Suzuki ofegante ao ver que sua adversaria estava em suas costas com a kunai em mãos apontada para o pulmão esquerdo dela.

---Porem, ainda falta muito para você conseguir concentrar chakra e ter a agilidade que eu tenho--- Ela sorriu.

--Estou tão feliz.—disse Suzuki com um largo sorriso no rosto.

--Por quê?--- Disse Kami.

---È a primeira vez que vejo você sorrir dessa forma---

Kami ruborizou-se.

--Acho que esta de bom tamanho o treinamento de hoje, agora vá para casa menina, sei que esta cansada---

Kami adentrou novamente dentro do espelho e misteriosamente se dispersou lá dentro.

--Eu quero saber tudo sobre você minha amiga, do mesmo jeito que você sabe tudo sobre mim--- Pensou Suzuki.

Ela então desativou seu Sharingan e o espelho voltou a ser apenas um espelho qualquer velho e antigo, assim ela subiu as escadarias íngremes com um sentimento diferente, um sentimento de alegria e felicidade, um sentimento de que havia conquistado um pouco de si mesma, e um pouco de Kami a misteriosa jovem que era ela mesma e que não era ela.

descriptionRe: Treinos de Uchiha Suzuki

more_horiz
Análise
Ótimos treinos os dois ! Infelizmente não teriam deixado seu pai nem chegar perto daquele lugar Fuck this Shit Os lugares secretos dos Uchihas geralmente são realmente protegidos e eles não deixariam que outro alguém fosse até lá numa boa. Sei que ele de fato não entrou, tudo bem.
A narrativa está ocorrendo bem dentro das normas, espero que não tenha que barrar nada mais pra frente Cool
Não sei o que exatamente esperava ganhar nestes dois treinos mas eu vou dar o que acho mais viável.
Recompensa
3Controle de chakra 4Habilidade com armas.

descriptionRe: Treinos de Uchiha Suzuki

more_horiz
Encontro com o espelho divino parte 3 "Revelaçoes"


O som das correntes fez com que ela desperta-se, Suzuki ainda estava um pouco sonolenta, e sentia uma forte dor em sua cabeça, provavelmente de uma pancada, ela se virou meio atordoada, estava sendo arrastada por dois uchihas, sabia disso pela indescritivel forma de seus olhos enquanto a carregava pelos braços.

--Onde estou---

O susto foi imenso ao constatar-se que aquela não era sua voz, e muito menos o seu corpo, era a de uma jovem mulher com cerca de seus vinte anos de idade, tinha cabelos negros e usava um uniforme dos ninjas de konoha, ela se virou e pode observar que mais alguém andava a sua frente, o que não fora difícil reconhecer como sendo seu avó Uchiha Kusosaki atual líder dos uchihas, por sua notável cicatriz próxima ao pescoço, possivelmente causada em uma batalha.

--Então você acordou Yume uchiha?—disse seu avó com uma voz seria.

--Porque? Porque o senhor esta fazendo isso comigo, eu servi lealmente a Konoha até hoje, segui suas ordens a risca.---

--Mentirosa--- gritou Kurosaki furiosamente a ponto de fazer a jovem estremecer.

--Eu apenas não pude... concluir uma missão, e por isso estou sendo castigada?---

--Essa missão era de suma importância para Konoha em meio a turbulência da guerra, você fracassou como Kunoichi, e também, como Uchiha sinta vergonha de seus atos.---

O corredor de pedra parecia estreito diante da voz daquele homem, seus olhos penetrantes e intensos pareciam adentrar o fundo da alma daquela jovem e Suzuki sentiu-se aquela sensação de estar sendo acuada.

---Nós uchihas somos membros de Konoha... não mais importante que isso, nós somos o clã que inspira medo e confiança diante de todos, por isso somos enviados para missões que normalmente seriam reprovadas pelos outros membros da vila, mas que éde suma importância para que esse pais continua existindo---

A voz do homem parecia cada vez mais arrastada e indignada os dois, Suzuki então percebeu que aquele apesar de um pouco diferente era o mesmo corredor de treinamento que dava de entrada ao espelho de sua amiga Kami.

E depois de um tempo o homem abriu a porta para a sala, porem, ao invés de o espelho estar no centro, havia um grande e fino vidro em uma moldura que ela logo reconheceu como sendo a moldura do espelho de Kami.

---Eu... só... não pude...---

--Cale a boca, suas desculpas não serão o suficiente para se livrar de seus erros---

--O que você pretende fazer comigo...---

--Não posso mata-la, mas também não podemos deixa-la livre, portanto, eu em minha imensa misericórdia...---

Aquele homem era diferente de seu avó, apesar de serem tão parecidos ele tinha um sorriso sinistro e malévolo em seus lábios, enquanto a jovem se debatia diante dos braços daqueles dois Jounins que a soltaram imediatamente e se distanciaram dela.

--Por favor, não... eu lhe imploro... não faça isso...----

--Fuin no kami---

Varias marcas de selamento surgiram no corpo daquela mulher, ela no entanto tentou se desvencilhar, porem estava fraca de mais para tal ato, ou era pelo menos isso que Suzuki sentia, um desespero de alma dominou-a e aos poucos ela sentiu seu corpo ser levado para dentro daquela película fina de vidro.

--Selar--- disse o homem enquanto o espelho se retorcia e voltava a sua forma original.

--Porque?--- disse a mulher dentro do espelho.

---Não se preocupe, aos poucos o espelho ira consumir suas memorias, e assim você poderá ser realmente útil ao clã Uchiha.—

A risada preencheu os ouvidos da Uchiha, e um sentimento de ira, rancor e vingança dominou a jovem, que tentava com todas as forças se libertar de dentro do espelho.
X~~~X~~X~~~X~~~X~~~X~~~X

--Acorde Suzuki, acorde---

Suzuki levantou-se desesperada da cama, um sentimento de aflição e angustia havia dominado seu coração, aquele sentimento de estar sozinha só a fazia entrar cada vez mais em estado de choque, até que sentiu um tapa em seu rosto.

--Acalme-se menina, você esta em seu quarto, acalme-se---

A uchiha olhou para seu pai, suas lagrimas encheram seus olhos e depois disso, sem saber ao certo o motivo ela abraçou seu pai e começou a chorar desesperadamente, nunca havia sentido tal coisa antes, nunca havia visto tantos sentimentos misturados dentro de uma só pessoa, ela nunca tinha sentido em sua vida tanto rancor e tristeza misturados dentro de uma só pessoa.

--Pai... ela esta sozinha... ela esta triste... ela esta chorando por dentro, se amaldiçoando...---

O jovem Kaien não conseguia entender o que estava acontecendo, porem nunca havia visto sua filha tão abalada, mesmo quando era motivo de chacota ou solidão, e por horas ela chorou afinco repetindo as mesmas palavras de antes, e a única coisa que ele pode fazer foi passar a mão sobre sua cabeça e tranquiliza-la até que ela se acalma-se.

A noite havia se passado tão rápido quanto a jovem uchiha imaginara, não havia conseguido dormir a noite, e a única coisa em que ela pensava era em ir até Kami e perguntar se aquela jovem infeliz era ela, portanto antes do sol nascer ela já havia colocado sua mochila de treino e caminhado para um dos únicos lugares em que ela se sentia bem em ser ela mesma, em passos rápidos ela correu por entre a densa floresta, até chegar na caverna de entrada, onde adentrou sem qualquer hesitação estava decidida a conhecer mais de sua amiga e saber mais sobre quem Kami verdadeiramente era.

Ao se aproximar da porta de madeira era hesitou, porem novamente tomou folego e adentrou, sentiu um leve frio na espinha, pois tudo aquilo com certeza havia acontecido ali, naquele mesmo local, e ela ignorava qualquer suposição que aquilo era apenas um sonho qualquer.

---Sharingan---

Novamente de dentro do espelho seu reflexo tomou forma e então sorriu ironicamente.

---Até que enfim você tem um amigo, porem ele é aburame, se fosse você tomaria cuidado com suas companhias—disse Kami.

-- desculpa, mas hoje vim lhe perguntar uma coisa em particular--- disse ela com um olhar serio, que foi retribuído pelo de Kami.

--Diga—disse ela.

--Hoje eu tive um sonho com uma garota, que foi aprisionada dentro de algo semelhante a esse espelho... era você essa garota?---

--Pode ser, pode não ser, faz muitos anos que estou aqui, já não me lembro de todas as coisas que ocorreram antes de eu vim parar aqui--- disse misteriosamente.

--Então tudo aquilo foi um sonho?---

--- Eu não sei dizer, pode ser que nos duas entramos em um tipo de sintonia pelo uso continuo do espelho de deus, por isso você viu coisas que não eram para ser vistas.—

--Entendo—disse a jovem.

--No entanto, mantenha isso em segredo, os uchihas tem muitas historias inacabadas que podem acabar levantando os ânimos de alguns e fazendo outros desejarem silencia-la, não preciso dizer que você não é a pessoa mais amada entre o clã, não, na verdade voc~e deve estar entre uma das mais odiadas--- Respondeu misteriosamente.

O tempo se passou entre as duas o silencio permaneceu por um longo tempo, até que
Suzuki suspirou desanimadamente.

--Assim não tem graça, é impossível descobrir qualquer coisa ao seu respeito---

--Já disse, o dia em que me derrotar, eu direi que meu sou--- falou ela com ironia.--- porem, você já esta aqui, porque não aproveitamos esse tempo para treinar você um pouco, pois quanto mais forte você fica, mais forte eu fico--- falou ela.

Suzuki então sorriu.

--Um dia eu irei tirar esse sorriso irônico dos seus lábios Kami--- disse Suzuki.

--Que tal você calar a boca e começar a “tentar”---

As duas então avançaram no mesmo tempo, A velocidade era intensa, porem era nos jutsus que a jovem estava tentando se aplicar, após uma variação de chutes ela concentrou chakra em suas pernas e esperou o golpe quase atingi la, para então usar o famoso kawarimi e saltar para uma das vidas de sustentação após usar ela então apoiou suas pernas e com a mesma destreza usou para impulsiona-la em direção ao seu adversário, queria aprender a todas as formas unir velocidade com o controle de chakra, porem sua adversaria não era alguém propicio a perder com apenas aquilo, girou o tronco do corpo para tras em uma pirueta deixando a jovem Uchiha perplexa com aquele movimento.

--Isso não é juto--- murmurou ela.

--Esse mundo não é justo—responde kami.

Ela se concentrou, e utilizou uma das técnicas mais conhecidas entre o mundo shinobi.

--bushin no jutsu – disse ela enquanto avançava para sua adversário, o intuito era confundi-la e assim ataca-la, porem não dera tão certo como imaginara, pois um salto rápido por entre as duas e o um chute conseguiu facilmente desfazer o bushin e ainda contra atacar ela que só não foi atingida pelo uso do Shushin no jutsu.

--Você esta usando melhor os seus olhos, parabéns—disse a Jovem

Suzuki não aguardou os elogios acabarem, sacou uma junai e tentou arremeça-la contra a sua adversaria, com o intuito de faze-la perder a concentração, , mas não fora tão simples assim, já que Kami também sacou uma Kunai e arremessou fazendo as duas se chocarem em pleno ar.

Aquilo não parecia ter fim, as duas faziam os mesmos movimentos agiam da mesma forma, e consequentemente nenhuma das duas parecia ter mais stamina para continuar aquela batalha sem fim.

O tempo se passou, as duas continuavam ofegantes, até que a uchha fez seu ultimo movimento, avançou contra ela concentrado chakra em seus pés para tentar aumentar a pontencia do golpe, algo que falhou miseravelmente, já que apesar de cansada, Kami conseguiu facilmente desviar.

--Por hoje chega---

--Kami você parecia um pouco distraída hoje—disse Suzuki.

--Não a nada com que se preocupar, só me sinto um pouco cansada.--- Kami então voltou para dentro do espelho sem dizer qualquer palavra.

A Uchiha ficou alguns segundos perplexa com a reação de Kami, nunca havia acontecido tal coisa desde que as duas se encontravam, porem estranhamente quanto mais o tempo se passava, mais sinais de cansaço Kami demonstrava, o que deixou a jovem preocupada, porem com medo de fazer perguntas de mais ela decidiu sair dali sem qualquer resposta para aquele ocorrido.


[i]

descriptionRe: Treinos de Uchiha Suzuki

more_horiz
O presente sobre lagrimas

--Eu não irei lá hoje—repetiu Suzuki com um olhar triste e cabeça baixa.

--O que foi sua amiga, aquela chamada Kami que você conheceu brigou com você?—

--Não é nada disso, apenas não terei assunto para conversar com ela... E também... --- Ela se lembrou daquele olhar de Kami, a forma triste de seu rosto e deu seus olhos cansados, não queria ver aquilo novamente queria que sua amiga se recuperasse logo, apesar de não saber ao certo o motivo da causa daquele cansaço repentino que a havia atingido, talvez não fosse a melhor hora para poder falar sobre o sonho que havia tido com ela.

--Filha, se algo estiver te incomodando, pode me dizer, eu estou disposto a ouvir todos os seus problemas---.

--Nada pai, é um problema que eu pretendo resolver sozinha, mas para isso preciso ser mais forte do que sou agora, pretendo que meu chakra seja mais refinado, só dessa forma poderei ajuda-la... —

--Eu não consigo entender o que esta querendo dizer, porem, seu pai pode te ajudar em alguma coisa, irei lhe ajudar no chakra e em sua habilidade com um treinamento que eu criei aos dez anos de idade---.

--Incrível, aos dez anos o senhor pode se treinar?—

---È pode se dizer que sim—disse seu pai acanhadamente.

Ela sorriu, sempre havia ouvido que sua mãe era uma grande ninja e que seu pai era apenas mais um entre a multidão, mas ele parecia ter seus próprios métodos de treinamento.

Ela então saltou da cama animadamente, e então, o que será? Uma técnica de luta, golpes que concentram chakra e os libera em alta velocidade?--- disse ela em euforia enquanto seu rosto ficava cada vez mais vermelho.

--Desculpe a decepção, mas não é bem o caso---.

Ele então segurou sua filha pela mão e fez alguns selamentos com a mão, a Uchiha sentiu seu corpo se esticar e depois encolher, tudo ficou escuro por um instante antes de novamente voltar, quando ela se deu conta estava em uma sala empoeirada , cheia de livros e pergaminhos antigos, que não pareciam ser usados há muito tempo, seu pai porem caminhou até algumas folhas onde havia vários desenhos tribais, o que lembrava muito os desenhos de selamento que ela havia visto na academia.

---Onde estamos?--- Perguntou a Kunoichi enquanto tirava a poeira de cima de uma mesa antiga com um quadro retangular com a foto de sua mãe e de seu pai.

--Nossa, a mamãe era realmente bonita---.

--O essa foto era de quando nos havíamos acabado de sair do exame chuunin. —

-- hum, esse lugar precisava de uma faxina--- disse ela colocando a foto novamente sobre a mesa e acariciando a de leve.


--Bom sobre sua pergunta, nos estamos na minha sala secreta de estudos, apesar de estar um pouco empoeirada, ela foi uma sala criada quando havia acabado de me tornar Jounnin, portanto, não conte a ninguém sobre ela, tudo bem?---
A menina apenas confirmou com a cabeça.

--Tudo bem, agora vamos ao que interessa---

Ele estendeu uma grande folha branca com alguns desenhos tribais no chão.

--Isso é o principio inicial para qualquer fuinjutsu. ---

--Fuin... O que?—

--È a técnica de selamentos, muito usadas para quem tem um bom controle de chakra, e também que queria se aprofundar no assunto. ---

--Entendo o que devo fazer? --- Perguntou ela desnorteada com a ação.

--Você deve concentrar chakra sobre a primeira linha e fazer com que seu chakra siga completamente elas, quando completar o desenho inteiro estará iluminado-- disse ele com um sorriso.

--Isso é fácil de mais— disse ela com um suspiro de desanimo, sabia que seu pai prezava a segurança, mas aquilo era exagero.

Ela olhou para seu pai, porem o rosto dele não demonstrava qualquer brincadeira, era mais como se ele estivesse observando sua filha para ver se ela estava realmente qualificada para tal missão, depois sorriu misteriosamente.

--Eu demorei duas semanas inteiras, sua mãe quatro dias não ache que isso será tão fácil quanto você imagina--- disse seu pai.

--Se você conquistou essa técnica em duas semanas e minha mãe em quatro dias... Eu irei conseguir isso em apenas um dia, você vera que sou uma menina que não ficara a sombra de ninguém---.

Aquelas ultimas palavras não eram para magoar seu pai, ao contrario era para mostrar que não iria ficar a sombra deles e que um dia iria superar sua própria mãe e seu pai.

Ela tinha um sorriso no rosto, e um olhar confiante nos lábios, ocultos por uma vontade que mostrava a vontade do fogo queimando em seu corpo.

Seu pai sorriu.

--Consigo ver Midori em seus olhos—Pensou ele.

--Pois bem vamos ver se você é apenas uma sombra ou é um grande feixe de luz—

--Desafio aceito—Murmurou ela.

Seu pai por vez desapareceu e depois de alguns minutos voltou.

--Aqui estão mantimentos para dois dias, assim como agua e um colchão para dormir, volto para ver como você esta quando seu tempo acabar. —
Seu pai fez breves selos com a mãe e desapareceu misteriosamente.

--Vou lá, eu não tenho tempo para perder—.

Treino.

AS mãos desnudas da jovem tremiam aquilo era realmente mais difícil do que imaginava ao tocar dos dedos e concentrar chakra a linha era imediatamente iluminada, porem ao se distanciar criavam-se dois problemas, um era a distancia o outro era os vários caminhos que se separavam, se muito chakra fosse imposto o papel se dobrava e ela tinha que começar tudo de novo, além disso, aqui consumia uma concentração e chakra que ela nunca havia gasto antes.

--Primeiro eu devo me preocupar com as curvas, e depois com a distancia—pensou ela.

Porem ela parecia estar errada, e seu chakra suas mãos tremulas diziam que seu chakra estava quase no fim, assim como sua concentração, ela suspirou e começou a se sentir apavorada e estressada com aquilo.

--Isso é impossível. -- disse ela se jogando para traz e olhando a lâmpada acima de sua cabeça, levantou a mão e ficou pensando em como faria aquilo, até que teve uma ideia, não sabia o certo se iria dar certo ou se apenas estava ficando mais louca que já era, mas não iria desistir antes de tentar, aquele era seu jeito ninja de ser, não iria fraquejar e nem aceitar ser uma sombra.

--È impossível, desista---.

--Essa menina é realmente filha da Midori?...—

---Você não é nada mais que uma sombra... —

--Eu odeio você---

--Se Midori ainda estivesse viva... ---

--Porque um gênio teve que morrer para nascer uma criança como ela---

--Ela possui o Sharingan desde os cinco anos, mas parece que é apenas isso... ---
Aquelas vozes preenchiam sua mente, vozes do clã Uchiha, vozes de amigos e pessoas próximas a ela vozes de pessoas que ela odiava.

---Se acalme--- disse ela para si mesma. – Nada será feito se eu fraquejar---

--Você se parece tanto com ela, mas você deve deixar de querer supera-la, tudo ocorre conforme o seu próprio tempo---.

Aquelas palavras a tranquilizaram, palavras de sua amiga Kami, ela se lembrou de que não havia necessidade de mostrar nada para ninguém, deveria ser uma kunoichi exemplar, passar a vontade do fogo para os alunos que um dia ela teria, e ser apenas ela mesma, não importando com os rótulos que receberia.
Ao se levantar ela percebeu que embaixo do papel havia uma pequena anotação, rasurada e antiga, porem que ainda se mantinha bem legível,

“—Respire e sinta o seu chakra sobre as curvas—“

---obrigada---

A kunoichi não sabia quem havia escrito aquilo e nem quanto tempo estava marcado, porem aquilo era uma possível dica para quem fosse ler aquele papel.

--Vamos lá---

--“Respire”... Sinta o chakra sair de seu dedo tudo tem um tempo pré-determinado... ---
Aos poucos as linhas de chakra foram sendo preenchidas, vagarosamente, como se ela estivesse tecendo uma pequena teia fina, não tinha pressa alguma, quando errava apenas voltava no inicio e respirava novamente, seus pensamentos estavam sendo guiados por seu instinto de kunoichi, não tinha pressa, até que aos poucos desenho foi sendo preenchido e quando chegou ao final ela escutou o som de leves batido de palmas em suas costas, ela se virou e olhou para seu pai, que tinha um sorriso no rosto.

-- Parabéns minha filha, você realmente é um grande feixe de luz, não na verdade, você é uma imensa estrela no céu--- disse ele.

--Obrigada papai—

A jovem então caiu para traz completamente zonza, havia se esquecido de que havia gasto tanto chakra depois de tantas horas de treinamento afinco, mas
sabia que agora estava mais perto de ajudar sua amiga de alguma forma.

--Eu estou tão cansada—disse ela.


--Eu sei disso, mas tenho mais um pedido a fazer, um pedido simples, porem que é realmente importante. —

--Qual é?---

---Quero que você de use o Sharingan e leia o que esta escrita no papel---

---Não a nada escrito lá, apenas desenhos. ---

--Vamos apresse-se e olhe logo---

--Sharingan--- disse ela.

O susto foi enorme ao ver uma mulher muito semelhante ela em pé em cima do papel, não era fisicamente tocável, pois parecia um holograma, mas ela imediatamente a reconheceu como sendo sua mãe, lagrimas escorreram por suas bochechas rosadas, um grande sorriso de se perder completamente o sentido da fala.

--Oi, você deve ser a minha filha não é?---

--Mamãe... Mamãe... É você mesma... ---

--Eu não posso dizer muito, pois isso é apenas uma informação guardada com chakra, mas sei, eu havia feito esse pequeno presente para você... Hoje deve ser o seu aniversario não é... Desculpe-me por não estar ai... Eu---

O holograma começou a soltar lagrima, aquilo era apenas uma gravação, porem aquilo era o mais próximo que chegou de sua mãe, que realmente há era muita coisa.

--Eu te amo minha filha, ali dentro a uma pequena caixa com um laço que eu fiz para você—Ela apontou para uma caixa. — deve estar empoeirado, mas aceite diga para seu pai que eu amo, e que sinto muito por não poder me despedir dele, adeus minha filha, eu te amo muito mesmo, seja você mesma, sempre...

Aquelas foram as ultimas palavras antes que o holograma desaparecesse e a jovem caísse no chão chorando intensamente, como nunca havia chorado em sua vida, seu pai apenas a abraçou, não tinha o Sharingan, não poderia ver a sua amada de novo, mas já tinha sabia que sua filha havia visto tudo havia sido esquematizado por sua esposa, amante e o seu único e verdadeiro amor.

descriptionRe: Treinos de Uchiha Suzuki

more_horiz
"Esse é meu jeito ninja de ser: Protegendo aquilo que é importante."


A jovem Uchiha estava de frente com o líder dos uchihas, seu avô um homem que apesar da idade ainda mantinha seus olhos firmes como a de uma águia, e que fazia qualquer um tremer sobre sua presença, tinha cabelos grisalhos amarrados em um rabo de cavalo, suas roupas eram completamente negras, e em suas costas tinha o grande símbolo Uchiha em forma de leque, ele olhou para a garota que estava sentada, ela era a única que não abaixava sua cabeça e nem demonstrava qualquer medo em sua presença, sabia que não deveria temê-lo, mas sim respeita-lo, mesmo que o odiasse do fundo do seu coração aquele homem, sendo que nem ela mesma sabia o motivo.

Os dois se mantiveram calados apenas se encarando, ela tinha uma feição seria e abarrotada de orgulho, sabia que nada de bom viria daquele velho, toda vez que ele a chamava ali era para que ela fosse humilhada ou mais desprezada, porem algo não estava certo, não havia apenas seu avô ali, mas sim um grupo de outros uchihas sentados sobre o grande dojo.

--E então líder dos uchihas, porque o senhor me chamou--- disse ela em tom respeitoso porem cheio de orgulho.

---Calada menina, não lhe permiti que falasse--- disse ele em tom severo.

---Me desculpe—disse ela sem qualquer arrependimento na voz, realmente não conseguia suportar aquele homem.

Assim se manteve o silencio entre os dois um olhando nos olhos do outro.

--Então se estou aqui para perder tempo estou indo embora---

Ela se levantou fazendo os outros murmurarem uns com os outros, vozes que logo preencheram o lugar.

--Que menina insolente, como ousa se levantar sem ser convidada a sair---.

--Ela realmente merece uma punição ---

--Ser amiga de um aburame e ainda ser arrogante dessa forma, não sei como permitimos que uma menina como essa tenha o sobrenome Uchiha.

---Sente-se---

A jovem sentiu um calafrio em seu corpo, o medo a dominou, aquele homem era diferente de qualquer outro Uchiha, tinha um olhar tão sombrio que ela podia sentir mesmo que estivesse de costas, e ela se curvou mesmo não aceitando aquilo que estava acontecendo, como tivesse um grande peso sobre suas costas.

Ela suspirou, começou a se tornar impaciente com aquela situação em que se encontrava.

--Eu preciso treinar meu querido avô. Se a situação não for de extrema importância estarei perdendo tempo—disse ela em tom severo.

--Em algum momento eu te chamei quando não considerei importante?---

---Eu te odeio, odeio cada um de vocês como se cada um de vocês fossem pragas-- Pensou ela enquanto fechava seus punhos e suspirava.

---Primeiro quero saber por que você foi vista conversando com um aburame?---

--O estão preocupados com as pessoas do meu meio social, que bondade, nunca soube que tinha parentes tão bondosos---.

Ela então sentiu a bofetada em seu rosto, ela sabia que aquilo iria acontecer, nunca soube de uma vez se quer que não houvesse levado uma bofetada em seu rosto, toda vez era assim, desde que havia aprendido a falar e ido pela primeira vez quando tinha cerca de cinco anos, quando foi mostrar uma flor para ele, quando ele lhe esbofeteou falando que aquilo não era um porte de um Uchiha.

---Cale a boca e apenas responda minha pergunta Suzuki Uchiha—

--Como ela é irritante—disse um dos uchihas que ali estavam.

--Sim ele se chama Aburame Tama, um dos poucos amigos que eu já tive e tenho. ---

Disse ela com tom voraz e olhos firmes e punhos fechados, seu sentimento de orgulho não permitiria que falassem de seus amigos nem mesmo o líder dos uchihas, iria protegê-los, ele e Kami, até mesmo de Deus.

O homem olhou desafiadoramente.

--A segunda pergunta é de quem é esse laço em sua cabeça---

---Ele foi dado de aniversario por minha mãe ontem Uchiha Midori---

O murmúrio aumentou de tal forma que toda a atenção do dojo se concentrou na pequena kunoichi.

--Isso é impossível, você assassinou sua mãe há dez anos-- -gritou um deles.

---Mentirosa—disse o segundo.

Porem o murmurou cessou assim que o velho se levantou e foi em direção da Uchiha, passou por ela em direção à porta.

--Se desfaça desse seu amigo aburame e dessa fita de cabelo---

--Não irei---

--O que você disse menina?---

O corpo da jovem estremeceu.

---Eu disse que não irei me desfazer de nada por pessoas que não se importam comigo, nem mesmo se me matarem--- os olhos da Uchiha queimavam de raiva e fúria, --não irei me desfazer de nada que é importante para mim, e mesmo com pouco poder irei protegê-las, esse... ---Ela colocou a mão sobre o tórax--- é o meu jeito ninja de ser. ---
O silencio dominou a sala, de tal forma que até mesmo os pássaros pareciam ter parado de cantar, e as velhas madeiras do dojo cessaram de ruir.

--Então, quer dizer que esse é seu jeito ninja de ser, pois bem---.
O velho abriu a porta do dojo deixando que quatro genins da idade da jovem Uchiha entrassem, todos mantinham um sorriso sarcástico no rosto.

---Então vamos ver ata aonde sua determinação vai te levar, eles são todos genins que escolhi para mostrar o quão insignificante você é diante do resto clã, mas se você se ajoelhar e pedir perdão, talvez eu tenha pena de você—.

---Nunca--- disse ela.

--Pois bem, não diga que eu não fui clemente--- disse ele enquanto se retirava-Podem bater nela o quanto quiser, eu não ligo que vocês a deixem em coma, apenas não a mate, não queremos que denuncie que possam prejudicar o nosso clã chegue à uma hora tão crucial---.

O velho se retirou porem a Uchiha estranhamente viu seus lábios se moverem, e podia jurar que ele havia falado “Realmente você é filha de Midori”.

--Sharingan---

Um colapso de tempo antes que os quatro avançassem contra ela, golpes seguidos de mais golpes, eles eram fortes, e a sincronia quase perfeita para apenas genins iniciantes, ela recebia fortes socos e chutes, porem conseguia desviar de um ou outro com certa dificuldade.

--Acalme-se Suzuki, eles são apenas genins que acabaram de receber o Sharingan, não tem uma toda controle sobre ele como você—Mais um golpe atingiu a face dela, mas agora fora uma kunai que havia cortado seu rosto, deixando que o sangue escorresse sobre sua bochecha rosada e ferida.

--O que foi? O milagre de Midori é tão fraco assim?--- disse o primeiro.

--Fiquei sabendo que sua mãe era uma grande ninja, mas acredito que era apenas uma meretriz qualquer--- disse o segundo ironicamente.

--Não falem assim dela coitada, a mulher já foi assassinada por sua filha—disse o terceiro.

--Sim, temos uma assassina manchando o sangue dos... ---

Nada poderia ser caracterizado como o que a jovem fez, sua raiva a instigou a ir com toda a velocidade que havia conseguido em seu treinamento, e juntou com todas as forças que possuía em seu corpo um soco na boca do quarto que rodopiou com a boca cheia de sangue e com um som seco caiu no chão completamente desnorteado.

---Vocês falam de mais, porque não mostram do que são capazes---.

--Maldita---

O primeiro então avançou contra ela, usando chutes e golpes o que era aparado pelas mãos abeis da jovem Uchiha.

--O que foi? Não consegue acertar um soco? O que você tem entre as pernas por acaso é o mesmo de uma mulher---

Ela estava os irritando, sabia que aquela era uma estratégia valida em combate, irritar seu inimigo e faze-lo perder a sincronização, depois disso, girou o corpo em alta velocidade concentrando toda a força centrifuga em um giro, antes de acertar o meio das pernas do pobre garoto que imediatamente caiu no chão gritando de dor.
Respirava com certa dificuldade porem tentando se acalmar apesar de não ter tanta força quanto um garoto ela podia aparar os golpes e usar a força do contra ataque e tentar vence-los em um só golpe.

--Sua... --- disse os dois ao mesmo tempo enquanto avançavam contra ela com os punhos fechados.

Um segundo antes do choque, tempo que parecia transcorrer bem mais vagarosamente para aqueles olhos vermelhos de pupilas dilatadas, em um pequeno espaço de tempo ela se abaixou e ergueram os dois braços dando um duplo gancho nos dois genins, que foi ainda mais intensificado pela própria velocidade que havia adquiridos.

---Usem seus punhos para falarem com uma kunoichi e não vomitem apenas palavras sem sentido--- ela limpou o sangue que estava em sua boca e em sua bochecha esquerda.

Ela então caminhou até a porta de saída, porem um pequeno bater de palmas fez com que ela se voltasse para dentro do dojo.

--Como esperado da jovem prodígio aclamado como a “A lamina de Deus”, porem, ainda falta um genin de pé---.

A Uchiha se espantou, não havia se dado conta que havia mais um genin, um que tinha ocultado sua presença, e agora estava em pé no centro do dojo e nem muito menos que tinha tal apelido.

--Eu não sinto nada, é estranho esse rapaz parece ser invisível, não sinto hostilidade nem arrogância, suas palavras estão cheias de ironia, mas não consigo sentir absolutamente nada dele. --- pensou ela.

--Quem é você?---

--Proteger seus amigos? Esse é seu jeito ninja de ser? Que tolice, apenas crianças acreditam em coisas como jeito ninja---.

--O que você quer dizer?--- disse ela.

--è isso que esta escutando, essa historia de jeito ninja é tolice para crianças, a única coisa que realmente importa é matar seu adversário e conseguir cumprir sua missão. ---

--Acredite no que quiser—disse ela.

Porem ele apenas sorriu friamente, deixando que seus olhos vermelhos ficassem a mostra e seus cabelos negros ocultados por algumas mechas se levantassem.

---Então que tal você não vir logo lutar contra mim---

--Ela se posicionou em sua posição típica de luta, esticou uma perna para frente para ganhar velocidade, porem ele ainda permanecia com as mãos no bolso, sem qualquer sinal de que iria lutar.

--Você não vai se preparar?--- disse ela.

--eu já estou preparado, apenas venha e me mostre o que a lamina de Deus pode fazer---.

Ela então esticou mais o pés e o friccionou contra o chão, antes de partir com toda a velocidade contra ele, porem ele apenas se moveu para a esquerda e levantou à perna, fazendo com que ela caísse no chão cuspindo sangue, seu esôfago havia sido atingido em cheio, e ela sentia uma imensa falta de ar.

--Ele apenas se movimentou para a esquerda, economizou energia enquanto usava seu Sharingan para predizer meus movimentos, como eu pensava, ele é diferente--- Pensou ela.

--Que chato, achei que você seria melhor que isso, eu achei que realmente suaria nessa luta---.

Antes que ele pudesse, caminhar até a porta ela o segurou pelo tornozelo.

--Nossa luta ainda não acabou---

---Você mal consegue se mantiver em pé, como acha que conseguira me vencer? –

--Eu já disse, não irei cair, não irei ser uma sombra, irei proteger as pessoas queridas por mim—.

Reunindo toda a força que ainda tinha ela se manteve em pé e respirou fundo.

--Desista, vá para casa, queime esse laço branco dado por sua mãe, vá até seu amigo, e diga para ele que aburame e uchihas não se misturam. ---

---Pare de falar, e me mostre do que realmente é capaz de fazer--- disse ela.

--Já que insisti---

Ele continuou a se movimentar velozmente, porem a Uchiha já estava se habituando ao seu estilo de luta, ele sempre usava os pés, e voadoras consecutivas, o que facilitava para a jovem Uchiha, pois o Sharingan era perfeito para aquelas ocasiões, ela sabia que aquele misterioso garoto estava pegando leve, até que um dos golpes atingiu sua cabeça fazendo ser jogada contra uma das paredes.

--Você é boa, porem nada mais que isso, não é um prodígio como alguns insistem em dizer---.

Ele caminhou até ela que parecia estar desnorteada, puxou o laço branco de seu cabelo, e caminhou calmamente até a porta de saída.

--Eu ficarei com isso—

---Devolva-me... Devolva-me... Devolva-me... Devolva-me---

--Eu te amo minha filha... Dentro daquela caixa a um laço que eu iria te dar como presente... Seja você mesma... --- aquelas palavras ressoavam sobre sua mente, palavras ditas por sua mãe, palavras que ela nunca mais iria ouvir, e aquilo era a única lembrança viva, não iria entrega-la ninguém.

--Impossível, ela deveria estar nocauteada agora, como ela pode se manter em pé depois de um golpe daqueles?---

--Devolva-me... ---

A Uchiha havia criado forças para a continuação daquela luta e com um movimento rápido e veloz ela tirou o laço que estava na mão dele e em seguida deu um soco em seu estomago.

--Impossível, ela deveria estar completamente nocauteada... Não, na verdade ela já não
esta mais em seu juízo perfeito, tudo isso por uma fita de cabelo?--- Pensou ele

Ele estava atônito, ela emanava um real intensão assassina, tão forte que ele podia senti-la na pele, ela avançou contra ele, porem ele aparou o golpe.

--Calma Suzu-chan, eu desisto dessa luta—disse ele com um sorriso. --- Pode continuar com sua fita---

Ele então saiu dali seguido de um jovem rapaz.

--Aquela garota consegue ser medonha não acha, no entanto, se você tivesse lutado a
serio ela não duraria se quer um golpe. —disse o jovem. Ao lado do rapaz.

--Eu não pude fazer nada contra uma garota enfurecida--- disse ele.

--E havia aquela aura sinistra ao seu redor, nunca havia sentido aquilo antes, se realmente continuasse com aquela brincadeira, ela realmente iria tentar me matar--- pensou ele.

Após aquilo a jovem Uchiha caiu completamente desnorteada no chão.

Uma semana havia se passado depois daquilo acontecer, estava deitada sobre a arvore da praça quando ouviu o típico assobio de seu amigo logo abaixo do pé de cerejeira.

--Olaaaaa--- disse ela ao aburame.

--Você consegue ser barulhenta como sempre—resmungou ele.

--Que nada, hoje estou de paz de espirito---.

-- oque você fez com seu rosto e suas mãos Suzuki?--- perguntou ele preocupado ao ver que a mão da garota estava completamente enfaixada assim como o ferimento em seu rosto.

Ela sorriu, não sabia o que dizer, mas se lembrou da desculpa que sua sempre dava em momentos como esse, ou pelo menos era isso que a velha dizia.

--Eu caio da escada de manha, sabe quando acordo mal consigo ver o caminho para a cozinha---.

E assim se passou mais um dia na vida da kunoichi, ela não iria desistir de seu amigo Tama e nem de sua amiga Kami, esse era seu jeito ninja de ser.



descriptionRe: Treinos de Uchiha Suzuki

more_horiz
Taijutsu, aumentando destreza e agilidade e o jutsu Hoken

Um chute sobre a arvore fez com que a algumas folhas de arvores caísse sobre lentamente, os cabelos negros caíram sobre a face rosada da jovem uchiha seus olhos estavam ameaçadores para qualquer um que olhasse para ela, sua respiração era pesada, e a arvore já mostrava sinais dos impactos causados pelos consecutivos golpes da Kunoichi, ela estava com raiva pois havia sido espancada por inúteis genins, mas não sentia raiva deles, e sim dela mesma, se tivesse poder para simplesmente “eliminar o problema ela já o teria conseguido, e todo aquele arrependimentos se transformava na fúria para golpear com mais força a arvore.

--Sua maldita... como pode quase ser nocauteada por aquelas pessoas---

Ela chutou novamente a cerejeira, o sol tempo estava nublado e o sol se escondia por de tras das densas nuvens deixando a luz do sol opaca e sem vida, após aquela sucessão de golpes ela pois a mão sobre o tronco grosso da arvore e olhou completamente perdida em seus pensamentos, talvez a melhor forma de se aprender a lutar taijutsu fosse pedindo ajuda ao seu pai, porem isso iria levantar suspeitas sobre o motivo de suas feridas, já que a mesma havia mentido dizendo ser apenas um treino que deu errado, sabia que seu pai ficaria furioso, e tentaria descontar sua raiva nos uchihas, porem ele não teria poder para enfrenta-los e isso só iria humilha-lo.

---O que você esta fazendo filha?---

Uma voz surgiu de repente atrás de suas costas, uma voz tão bem conhecida que ela se virou e sorriu era seu pai, que trajava uma roupa comum, calças largas e camisa preta.

--Você esta de folga?— perguntou ela.

--Sim, fiquei preocupado porque tenho uma filha boba que consegue se machucar com treinos malucos, sabe se la aonde--- disse ele.

A uchiha se lembrou do momento em que socava a cara de um dos quatro rapazes.

--è né,,, como será que consegui me machucar daquela forma.---

---Então me diga, o que esta fazendo?---

--Treinando taijutsu—disse ela --- minha força ainda é muito inferior, e meus golpes são extremamente fracos.—

--Então esta descontando toda a frustração na pobre cerejeira de casa?---

--Não é isso, apenas pensei que era necessário para meu treino uma boa dose de chutes---

--E por isso a pobre arvore esta toda retorcida?—

--Isso é apenas um pobre detalhe papai, ignore—

Os dois sorriram, até que ele se voltou para ela e falou.

--Se quiser treinar sua agilidade e força, bom papai não é o melhor treinador do mundo, porem eu posso te ajudar com uma coisa ou outra—

--Que bom, e então, o que vamos fazer---

--Deite-se e comece a fazer frexissoes---

---Ahn??---

--Isso mesmo, seu corpo está completamente destreinado, portanto, nada melhor do que umas flexões para começar o exercício; faça cem abdominais, inicialmente isso ira te ajudar.

A jovem fez uma careta estranha, fazer cem abdominais era de mais para qualquer um, porem sua determinação em nunca mais perder para ninguém lhe fazia ter forças para continuar mesmo após seu corpo estar no limite, foi assim uma hora e meia de puro suor e flexões, por um momento ela havia percebido que seu pai estava mais para ser um carrasco demoníaco que um bondoso treinador, depois disso os treinos continuaram, ele marrou sacos de areias em seus pés a fez pular corda ou correr continuamente por toda a casa, tudo aquilo enquanto se refrescava com um delicioso suco de limão bem na frente da jovem.

--A determinação dela e algo de se orgulhar, apesar de ainda não ter muita força física---

Uma semana se passou com esses árduos treinos, ela não tinha tempo para se habituar ao peso dos sacos de areia em seu pé, pois quando seu pai percebia que o treino estava ficando fácil de mais ele simplesmente mudava o peso dos sacos de areia e a fazia percorrer cada vez mais voltas em toda a casa, ou em alguns dias ele simplesmente a impedia de retirar os sacos de areia, fazendo com que ela ficasse com eles até se habituar até que no final do sétimo dia ele se aproximou dela e disse.

--Esta bem, creio que inicialmente isso já ajudou a intensificar seus músculos, apesar de ainda não ser o suficiente, pois um bom combatente de taijutsu
treina arduamente todos os dias e sempre procura novas formas de aumentar sua força física e agilidade.—

--Então vamos encerrar os treinos hoje?—disse ela animadamente.

--_Eu não disse que iriamos parar, a proposito, isso esta longe de se ter um fim, primeiro eu quero ver o quanto você avançou nessa semana de treino e exercício físico.

Ele se posicionou em posição de luta, enquanto aguardava a jovem que imediatamente também entrou em posição de combate e avançou contra, seu pai, foi naquele instante que ela percebeu que sua velocidade havia aumentando, talvez fosse pelo fato de estar tão habituada a correr com aqueles pesados sacos de areia que quando os tirou seus golpes se tonaram muito mais fortes e precisos, além da notável agilidade.

--Ainda não esta nem um pouco bom, mas por enquanto, isso é o máximo que conseguirei em uma semana de treino árduo com você---

--Obrigada papai---


--Agora irei te ensinar um jutsu que costumo utilizar em combates corpo a corpo, preste atenção, pois será necessário um alto nível de taijutsu e ninjutsu para que seja realmente efetivo ---

--Um jutsu?---

Ele olhou sorridente, e estendeu a mão para frente, suas feições mudaram, ele havia se tornado serio.

--Hoken no jutsu, um técnica que se utiliza do chakra elemental fogo e de uma boa dose de concentração para ser extremamente efetivo--.

Ele então se posicionou diante de um grande saco de areia que estava em uma cerejeira, e seu braço por um instante entrou em combustão, e ele deu um forte soco contra o saco de areia deixando perfurando pela grande temperatura causada no local.

--Viu é simples---

Em tese era simples, porem na pratica era outra coisa completamente diferente, a jovem tinha uma boa concentração de chakra elemental, porem o maior problema estava na hora do impacto, o jutsu não se expandia tão bem.

--Você esta fazendo errado, quero que se concentre e perceba que a expansão na hora que atingir o saco de areia o chakra tem que estar todo posicionado no punho e depois lançado contra o alvo.---

---Entendo... ---

Mais tentativas fracassadas, ela não conseguia ter um bom time entre o golpe e a técnica em si.

--Esse Sharingan é apenas para enfeite?--- ela se lembrou da frase de sua amiga Kami e sorriu ironicamente, havia se esquecido de ativa-lo.

--Sharingan---

Seus olhos se tornaram vermelhos e suas pupilas se dilataram.

Ela novamente concentrou chakra em su mão ,e com uma velocidade incrível ela se lançou contra o saco de areia, seus olhos viam tudo em câmera lenta, o momento em que o punho se aproximou do saco, e a hora crucial para que ela instintivamente lançasse todo o chakra em direção ao saco de areia onde acabou por ficar completamente chamuscado.

--Muito bem, inicialmente você se saiu bem, porem deve treinar até que seu golpe se torne tão intenso quanto o meu, jutsus de fogo são uma especialidade dos uchihas, portanto, não sera nada difícil para você dominar essa técnica depois de muito treinamento.
E assim s passou mais um dia da uchiha, que depois daquilo caiu completamente em um sono profundo, deixando a cargo do seu pai limpar o local e coloca-la em uma rede para descansar um sono tranquilo e pesado.


Código:

Nome do Jutsu: Hoken
Tipo de Jutsu: Taijutsu\Katon
Selos:
Rank: E
Descrição:
O ninja não precisa de selo, apenas focaliza e emana o chakra Katon na
mão e quando o mesmo entra em choque contra alguma coisa, como um soco
por exemplo, este chakra entra em combustão causando dano extra por
fogo.
[A % do jutsu determina a perfeição da execução do jutsu,
desperdiçando cada vez menos chakra. Sendo que começa gastando 5 a mais
de chakra do que o normal.

descriptionRe: Treinos de Uchiha Suzuki

more_horiz
Treinando Kenjutsu

A chuva caia intensamente sobre Konoha, e aquilo só significava uma coisa para a agitada menina de cabelos pretos e laço amarelo, e isso era que ela iria passar o dia inteiro, completamente entediada, observando o tempo passar enquanto olhava de sua janela as grossas gotas de chuva, ela então suspirou e deixou que seus olhos observasse a estranha figura encapuzada que se aproximava de sua casa e adentrava sem qualquer hesitação.

--Quem será?---

A jovem então saltou subitamente da cama estava vestindo seu típico pijama vermelho e pantufas azul bebe, rapidamente correu até a escadaria de sua casa e quase caiu quando estava descendo, porem ao chegar na cozinha e inclinar seu corpo para frente ela viu seu pai sorrindo enquanto conversava com a pessoa, que logo tirou o capuz revelando ser um homem alto de cabelos vermelhos e olhos castanhos, carregava em suas costas oito espadas finas e leves, e usava uma típica roupa de ninja por traz da capa negra que ele vestia, os dois pareciam se conhecer muito bem, pois seu pai ofereceu uma das cadeiras da mesa e buscou duas cervejas geladas na geladeira e voltou sorridente, até que os dois perceberam a jovem menina que espreitava da escadaria e olhava com os olhos curiosos de uma criança qualquer.

--O... Suzuki-chan, você esta uma moça já--- disse o homem com um sorriso nos lábios, porem ela não o reconhecia, por isso timidamente olhou para seu pai.

--Como o tempo passa rápido não é--- disse seu pai abrindo a tampa da garrafa e tomando um gole, antes de se apoiar na mesa e olhar para a Uchiha que continuava imóvel.

--A ela não deve se lembrar de mim--- disse ele.

--Mas é claro que não, quando nos vimos pela ultima vez essa menina não deveria ter menos de dois anos--- murmurou seu pai.

--Isso só demonstra o quanto estamos ficando velhos não acha?---

Os dois sorriam, enquanto olhavam para a jovem que continuava desnorteada.

---O me desculpe Suzu-chan, meu nome é Uzumaki Hanryu, sou um amigo de velhas datas de seu pai--- disse ele, porem ela continuou imóvel sem dizer qualquer palavra e depois
disso ela praticamente perdeu qualquer sinal de vergonha e correu na direção dele.

---Que incrível, o senhor carrega varias espadas, o senhor é um mestre em kenjutsu não é? Quantos anos o senhor tem? ---

Os olhos da Uchiha brilhavam intensamente, estava grata por ter sido salva do seu tedio, e toda sua agitação se tornou visível aos olhos do Uzumaki, que apenas tocou de leve a testa da jovem e sorriu.

--Agitada como sua mãe, isso deve ser genético não acha?--- disse ele.

--Tenho certeza que sim, mas não se preocupe ela apenas fez duas perguntas ao mesmo tempo, normalmente ela costuma fazer cinco ou seis... ao mesmo tempo...--- disse seu pai enquanto levantava-se e pegava mais uma cerveja.

--O senhor tem alguma dica que possa me ajudar?--- disse ela.

--Com o que?--- perguntou ele.

---Com Kenjutsu, eu sou aprendiz, mas até agora não consegui aprender muita coisa...--- comentou ela tristemente.

--Pois bem, irei te ajudar---

--Ei vocês dois, esta chovendo la fora,e não quero os moveis de minha casa completamente destruídos por duas crianças--- disse seu pai.

--Eu não sou criança--- disse os dois simultaneamente, antes de se entre olharem e caírem na gargalhada.

--Não se preocupe, é um treino que não precisa se movimentar como você pensa.---

--Um treino sem se movimentar muito?---

---O sim, a treinos em que você não precisa correr ou fazer piruetas gigantescas, as vezes algo simples pode fazer desse enfadonho dia um lugar bem melhor que um dojo.---

--Então por favor me ensine—disse ela agitadamente enquanto dava pequenos saltos de alegria.

--Primeiro devemos ter uma goteira em uma área boa e “sem moveis” para o papai coruja não nos matar--- brincou ele.

--Eu não sou coruja, mas não recebo tão bem quanto você para sair ai quebrando tudo e depois pagando o conserto.---

Eu acho que na área dos fundos tem uma pequena goteira--- disse ela agitadamente enquanto segurava a mão dele e o arrastava freneticamente pelo corredor da casa até a área dos fundo, deixando o completamente assustado com a motivação e agitação dela.

--Eu tinha certeza que havia uma goteira por aqui... papai deve ter consertado...---

--Mas é claro, esta me achando com cara de preguiçoso--- disse seu pai com um leve
sarcasmo na voz.

---bom se não tem um...---

--Ei espere Hanryu...---

Não houve tempo de se quer seu pai conseguir impedir seu amigo, em uma fração rápida de tempo havia um pequeno corte causado por uma das katanas, que ele tinha.

--Viu agora temos a goteira perfeita.---

--Espero que minha casa esteja inteira antes do final do dia--- murmurou seu pai com a voz amargurada.

--Eu quero que você corte uma gota de agua enquanto ela cai, e isso sem usar o Sharingan---

Ele entregou uma das espadas a jovem que a segurou e deslizou o dedo sobre o fio.

--Não se preocupe papai, prometo não destruir nada de mais...---
Mal ela falou e preparou-se para tentar a gota de agua que caia quando a espada escapou de sua mão e voou até quebrar uma das janelas da casa.

--Pelos meus ancestrais, vou entrar para dentro antes que eu tenha um enfarto do miocárdio--- murmurou ele enquanto fechava a porta sobre si deixando apenas os dois.

--Primeiro você deve segurar a espada com firmeza e leveza—disse ele.

--è impossível se ter firmeza e leveza ao mesmo tempo--- falou ela.

---Nada é impossível para um espadachim treinado—disse ele.

Ele então pegou outra espada e a entregou em suas mãos.

--Agora se vira, aprenda sozinha--- disse ele.

--Como assim?—

--Isso mesmo, você deve compreender por si só o espirito da espada e a maneja-la tão
agilmente a ponto de ver a gota sendo partida pela metade.---

Ele então a ensinou como segurar a espada com mais firmeza e depois a colocou de frente com a goteira.

--Lembre-se que só existe você e a espada, o resto é apenas detalhe---

Ele então se retirou deixando a jovem completamente confusa e desnorteada.

--Como assim?—

Após aquilo ela ficou perdida tentando cortar a gota de agua, ela não tinha tanta habilidade quanto ele, nem muito menos a agilidade, porem estava disposta a se esforçar o máximo para conseguir bons resultados, pausou a espada tranquilamente e respirou fundo, lembrando-se do treino que teve aquele dia com o seu amigo aburame Tama, já que ele tinha muita mais experiência que ela, para ele não deveria ser difícil conseguir fazer aquele movimento, ela então se lembrou de seus movimentos na batalha- de como havia sido facilmente derrotada e quais eram os sentimentos que possuía, abriu os olhos e viu novamente a lamina prateada da espada, uma lamina que com certeza tinha uma aurea maligna em sua volta, e que deveria ter se alimentado de muito sangue antes que
estivesse sobre suas mãos.

Ela se posicionou e tentou novamente, agra havia errado por questões de milésimos.

--Droga – pensou --- tenho que prever os movimentos da gota antes que ela pense em
cair, além disso tenho que ver se minha posição de batalha esta correta.

Depois de duas horas de tentativa ela estava começando a ficar cansada, apesar de katana que ela segurava ser leve ela ainda sim pesava após duas horas seguidas de constantes erros e frustrações.

--entendo...--- murmurou para si mesma.

Ela então respirou fundo, havia compreendido que a lamina precisa estar ligeiramente encurvada para atingir com mais chance aquele pequena gota que descia do telhado.

Ela suspirou e segurou a espada com a mão esquerda enquanto tentava aumentar mais ainda seus sentidos, até o ponto de ouvir a pequena gpta de agua, que imediatamente foi cortada pelo brilho rápido da lamina.

--Ela realmente é incrível--- murmurou o visitante enquanto os dois olhavam pela fresta da janela. --- Aquilo deveria ser realmente difícil para se aprender, mas em apenas duas horas ela conseguiu compreender parte do espirito da espada.---

Eles então foram para a cozinha e aproveitar o resto do dia, até que a kunoichi veio correndo na direção deles com um pequeno filete da espada molhada.

--Eu consegui—disse ela animadamente.

Ele sorriu e guardou a espada na bainha.

--Ainda lhe falta muito para aprender, porem por hoje já esta de bom tamanho—

Os três então se sentaram na mesa para aproveitar o resto do dia com uma saborosa sopa quente, e aproveitar para se divertir contando historias engraçadas sobre suas vidas ninjas,



descriptionRe: Treinos de Uchiha Suzuki

more_horiz
Análise
Bem o que posso dizer...
O treinos ficaram muito bons, o único problema acho mesmo que foi a demora para conseguir avaliar todos... rsrsrs, mais agora terminei...
Assim adorei os treinos, quero que continue assim e continue a historia esta ficando muito bom.
Recompensas
5 Velocidade + 3 controle de chakra + 2 habilidade + 2 habilidade com armas +15% Hoken + 10% Habilidade passiva com Katana.

descriptionRe: Treinos de Uchiha Suzuki

more_horiz
Aprendendo o Endan e melhorando controle de chakra

--Endan—

Era essa a palavra antes que ela inflasse os pulmões deixando o máximo de ar entrar e depois o liberasse em forma de fogo, mas ainda não estava bom o suficiente, ou pelo menos era isso que Kami falava ao olhar a pequena esfera de fogo sair por dentre os dedos da Uchiha, finalmente as duas estávam juntas de volta, era estranho, toda vez que se encontrava com ela Suzuki sentia a forte sensação de que ela era a única pessoa com quem podia contar.

--Errado, quantas vezes vou ter que dizer, concentre mais chakra, achei que essa fosse sua especialidade. --- resmungou Kami enquanto jogava os cabelos para trás.

---Não é como se eu não entendesse, tenho que concentrar o máximo de chakra nos pulmões e depois libera-los em forma de katon se concentrando ao máximo em sua forma final. ---

Ela olhou de forma rude, sabia que ela estava dizendo que compreender e fazer eram duas coisas diferentes.

---Quero que se acalme, de nada adianta ficar nervosa. ---

--Eu não estou nervosa—

Ela cai de joelhos, já havia exaurido boa parte de meu chakra, mas não era o suficiente, queria poder superar o seu pai, e até mesmo o velho líder dos uchihas.

---Você já esta cansada?—falou ironicamente

--Eu não ficaria tão cansada com isso. ---

Era mentira, havia conseguido fazer o primeiro movimento que era encher os pulmões de ar, o problema estava na quantidade absurda de chakra para aquele jutsu, era algo absurdo de mais para um simples jutsu de rank D, ela fechou o punho e sentiu-se mais zonza ainda.

--Quer descansar?—

--Eu não preciso de descanso, tenho que superar Tama, ele esta muito a minha frente, e não quero ser um fardo na próxima missão. —

Kami sorriu ironicamente.

---Você foi um fardo nessa missão não foi?---

Suzuki mordeu os lábios inferiores, era aquilo que havia acontecido, na ultimam missão ela só fora um fardo, não havia conseguido acender se quer uma tocha, era vergonhoso de mais até mesmo de se lembrar, seus olhos ardiam em pura raiva.

--EU Fui sim... Um maldito fardo admito isso---

Forte tapa na nuca da Uchiha fez com que ela desse alguns passos para frente, colocou a mão aonde havia atingido e começou a massagear.

--- O que esta fazendo?--- Falou ela nervosamente.

---Eu estava apenas tentando fazer você parar de chorar--- Respondeu Kami.

--Eu não estava chorando---

--Se não quer ser um fardo aprenda a ser forte, domine esse jutsu logo---.

Ela olhou para mim e depois colocou a mão sobre os lábios encheu o pulmão com ar.

--Endan---

Uma bola de fogo iluminou o lugar, era bem diferente da Uchiha, a bola incandescente parecia não ter fim era um jutsu perfeito.

--O que você acha que quer com essa porcaria de jutsu—responderam ela impacientemente.

Suzuki e Kami se encararam e logo em seguida começaram a rir.

Suzuki se acalmou, todo o jutsu requer concentração e calma, e dependendo da situação frieza, seus olhos brilhavam com força ela queria usar aquele jutsu contra os insetos dele, e queria aprimorar seu controle de chakra, não queria ser um fardo em qualquer situação, nem mesmo quando estivesse ferida.

---Eu irei supera-lo--- Pensou ela enquanto imaginava o seu amigo em sua frente com as milhares de Kikais.

Ela encheu o pulmão e concentrou a maior quantidade de chakra, iria libera-lo de forma concentrada de forma que a bola de fogo durasse o máximo de tempo o possível.

Fora perfeito, mesmo que por instantes ela havia conseguido algo que a própria Kami já havia desistido de tentar ensinar, porem o cansaço a dominou e ela caiu imediatamente no chão.

---Parabéns, esta longe de ser um Endan perfeito, mas para o começo esta de bom tamanho---.


As Duas se entreolharam e começaram a rir, havia se tornadas amigas em tão pouco tempo que mesmo Suzuki não conseguiria imaginar sua vida sem ela.

Endan (Explosão de Fogo)
Quem usa:
Rank: D
Selos: Nenhum.
Descrição: Sem a utilização de selos, o usuário dessa técnica atira uma bola de fogo da boca, parecida com o Goukakyuu no Jutsu, mas com a bola de fogo menor.
[A porcentagem determina a distancia máxima de alcance do Jutsu sendo 6 metros quando estiver no 100% ]

Treino de controle de chakra e Endan tentando recuperar um pouco do tempo perdido XD ^.^

descriptionRe: Treinos de Uchiha Suzuki

more_horiz
Treinando Rendan e controle de Chakra parte II.

Olhar para o céu azul e observar as nuvens passar, talvez fosse à única coisa que eu poderia fazer, de fato, não havia nada de mais pegar um dia de folga depois de uma boa missão, estava deitada na grama verde e macia, era primavera e como tal as flores de Sakura começavam a fazer com que suas pétalas caíssem vagarosamente, um belo dia para se repousar.

---As coisas estão tão tranquilas—Falei.

Uma brisa suave passou sobre meus olhos, e logo em seguida comecei a sentir uma estranha inquietação, era como se aquilo não fosse para mim, como se a verdade sobre estiver ali deitada fosse apenas uma ilusão passageira, era algo estranho de mais para se disser ou descrever em palavras, eu saltou do chão e fiquei em pé, olhei para espreguicei me e comecei a caminhar em direção a um lugar que conhecia tão bem quanto à palma de minha mão a casa de minha amiga Kami, ou melhor, do espelho Kami, já havia se passado seis meses desde que nos conhecemos pela primeira vez, era estranho dizer que eu era mais amiga de meu próprio reflexo do que já mais fui de qualquer pessoa próxima.

Caminhei pelas ruas de Konoha, um bairro agitado e cheio de pessoas felizes, era bem diferente do bairro dos uchihas um lugar que eu mesma dera conta de que não fora feito para mim, que tipo de pessoas costuma a ser tão sombrias, só de pensar na possibilidade de ficar daquela forma senti um arrepio pela espinha.

A imagem da agitação do bairro logo trocado pelo silencio quase mortal do bairro dos Uchihas, vivia a poucos quarteirões de lá, mas de longe já podia sentir a diferença de ambiente, Os Uchihas eram em suma bem mais reservados e silenciosos que os outros clãs, até mesmo as risadas parecia ser mais abafadas que o normal, não que todos fossem de mal com a vida, mas para mim sempre parecera que eles nunca foram pessoas de muitos sorrisos, eu ao contrario era espontânea e agitada de mais para conseguir ficar ali por mais de dois minutos.

Saltei para um dos telhados de uma casa, como sempre o salto não fez se quer um barulho, mas fora o suficiente para que a dona da casa me olhasse de forma torta, ignorei, e saltei para a próxima, não poderia perder tempo pedindo desculpas.

O caminho me levou até a casa do líder dos Uchihas, como sempre um lugar que parecia ter sido retirado de uma pintura, janelas laterais abertas, um pequeno lago entre o portão e a casa dividido por uma ponte de madeira pequena, arvores que cobriam todas as laterais da casa impedindo a visão de qualquer pessoa normal de seu interior, era sombria, mais bela, fora ali que minha mãe havia passado parte de sua vida e onde aprendera todos os jutsus que conhecia.

---O que esta fazendo aqui. ---

Era a voz de meu avô, ele estava atrás de mim parado no portão, não havia notado sua presença, ou melhor, ele não queria revela-la, eu cocei a cabeça e depois fiz uma breve reverencia, não queria ser sem educação mesmo com pessoas que detestava.

--Eu vim treinar hoje. ---

---Com... Aquele espelho?---

---Sim. --- respondi de forma curta, Kami tinha um nome e não gostava que as pessoas a chamavam daquela forma grosseira.

---Você deveria tentar aprender algo sozinha... Ou acompanhado de seus amigos... ---

Eu realmente fiquei surpresa, ele nunca havia falado daquela forma preocupada, e a única coisa que pude fazer foi tomar o folego e falar vagarosamente.

--Eu só tenho Kami e um amigo chamado Tama, mas você não quer que eu me envolva com os aburame não é?--- falei de forma um pouco grosseira estava perdendo a paciência.

--Entendo, pois bem, eu irei treinar você hoje... ---

Existem certos momentos da vida em que você fica tão surpreso que não consegue se quer falar, e esse era um daqueles momentos, fitei-o com apenas um pequeno feixe dos olhos negros passando pelas pesadas pálpebras.

---Me desculpe, mas eu recuso o senhor nunca quis nem olhar na minha cara desde que eu nasci, porque iria querer me ajudar agora?---
Ele suspirou, parecia mais cansado que o normal.

--Eu não preciso dar motivos, isso é uma ordem, ou será que esta querendo me desobedecer. ---

Apesar de não entender os motivos sabia bem que tentar desobedecer a uma ordem direta era querer enfrentar novamente um bando de genins que me daria uma surra, e sinceramente não queria isso, acompanhei pelo jardim, até chegar aos fundos da casa, um lugar completamente desprovido de arvores, om apenas um lago longo e profundo.

---O que você sabe fazer. ---

--Sei kenjutsu e queria melhorar o controle de chakra... Estou aprendendo o Endan--- respondi de forma automática.

---Vamos tentar um de cada vez... ---

--Primeiro vamos ao controle de chakra, O Endan nada mais pé que um acumula de chakra enviado de seu interior para fora, nós uchihas somos especialistas em
Katon, por isso acho que não será difícil para você. ---

O que estava acontecendo com aquele velho, nunca havia falado de forma tão carinhosa antes, ou melhor, nunca tinha falado nada diretamente para mim.
Enchi os pulmões e concentrei a maior quantidade de chakra o possível, controle de chakra era minha especialidade, e não queria do vexame na frente daquele detestável homem.

--Endan---

Uma bola de fogo de formou entre seus lábios porem era pequena e instável, nada se comparado ao verdadeiro Endan que Kami havia me mostrado.

---Você esta usando muito chakra de uma vez... Lembre-se, o controle de chakra não deve ser só começado nos pulmões, ele deve fluir por seu esôfago até a sua boca e só então ira terminar com uma esfera inteira.

Ele colocou os dedos na frente dos lábios e logo em seguida uma torrencial esfera de fogo saiu de sua boca e fora para o meio do lago onde a agua em sua superfície superior começou a evaporar.

--Concentrar chakra, mas não libera-la de uma vez. ---

Havia me lembrado do antigo treinamento que havia feito, onde o papel facilmente amassava se houvesse mais chakra que o necessário, deveria ser da mesma forma apenas vindo do pulmão para fora.

Senti o chakra se formar, e de forma calma e passiva comecei a libera-lo, e quando dei por mim, o rendam estava saindo de forma fina de mais, não era algo bonito de se ver.

---Não... Não e não... Você deve deixar o chakra fluir de forma mais amena, não tente impedi-lo de sair, apenas não o use de uma vez, é quase como se estivesse assoprando, mas ao invés de ar se usa chakra e quando esta proximo as labios toma a forma de uma esfera. ---
Respirei fundo, não imaginava que seria tão difícil.

O controle do chakra deveria ser mais que perfeito, inspirei, sabia que não era necessário, mas era de fato a melhor forma de se fazer isso.

---Rendam. —

Sentia o chakra fluir de meus pulmões, o Sharingan já estava ativo apesar de não haver necessidade, e senti como então uma bola de fogo saiu de meus lábios e permaneceu assim até que eu me sentisse zonza de mais, aquele jutsu era simples, mas deveria haver um limite de chakra para os iniciantes e sabia disso, era a terceira vez que havia feito seguido, sem contar as tentativas frustradas pela manha.

--Eu Consegui. ---Gritei emocionada.

Sai da Casa dos uchihas não havia entendido o motivo da ajuda repentina do velho da casa, e talvez nunca descobrisse, mas por hora me senti mais que aliviada, pois demonstrei para ele que eu era muito melhor do que ele mesmo supunha.


Finalmente challenge accept consegui escrever em primeira pessoa \o/ apesar deainda ser um saco, fazer o que né meu sonho é ser escritor e tenho que me acostumar com todas as formas e escrever.

descriptionRe: Treinos de Uchiha Suzuki

more_horiz
Treinamento extensivo
O local era fechado e havia pouca passagem de ar, um leve cheiro de mofo causado pela infiltração de agua, as tochas acessas sobre as grossas colunas gigantescas, de fato um lugar onde poucas pessoas pisaram os pés, e muitas poucas ainda iriam desejar voltar, no centro havia um grande e imenso espelho, onde a jovem Uchiha se manteve parada na frente com o Sharingan ativo, sabia melhor do que qualquer um que aquele não era um espelho qualquer, mas sim o melhor espelho de ela já tinha visto na vida, ou melhor, como se chamava o espelho de Deus, onde sua amiga, ou melhor, reflexo vivia, já havia passado mais tempo do que imaginara, até que Kami saiu de dentro do espelho e bocejou, era manha ainda e sabia muito bem que Kami era muito má humorada quando acordava cedo de mais.

--O que veio fazer aqui?—respondeu ela secamente.

--Vim treinar---

--Ainda é de manha garota, alias nem sei se é de manha ou madrugada... Vou voltar a dormir--- resmungou ela.

--O que é isso, você realmente esta sendo má comigo, vamos treinar... ---

Jami revirou os olhos e caminhou na direção de Suzuki que permanecia parada olhando para ela, ela estava com muito sono para pensar em alguma coisa muito agitada, mas não iria confessar isso nem que se valesse a sua vida.

---O que você quer treinar?---

--Quero treinar meu controle de chakra e Kenjutsu... ---

--Não me peça o impossível, os dois são completamente diferentes entre si. —

--Sei que você pode fazer um treino legal, apenas me ajude vai, eu lhe garanto que não te importuno por uma semana inteira--- Falou Suzuki.

Uma semana inteira era mais do que comovente, ainda mais quando não seria necessário fazer treinos para aquela garota de olhos grandes e feições gentis ela realmente não parecia ser filha de uma Uchiha, apesar de conhecer Midori e ela havia puxado inteiramente o jeito de sua amiga.

-- Não espere que eu faça muita coisa, estou com sono, bem primeiro vamos lutar... —

--Como assim?—

---è a melhor forma de se obter força é a partir de uma luta. ---

--Não acha que uma luta é de mais não?---

---Olha se não quero eu posso voltar a dormir então. —

Suzuki nunca havia vencido Kami, ela era de longe uma ninja experiente apesar de estar selada dentro daquele espelho por tantos anos, ela sorriu e sacou a lamina branca da sua bainha seus olhos se iluminaram de felicidade ao perceber que estaria tendo a chance ter mais uma tentativa de vencer.

O primeiro movimento, Kami sacou uma kunai e arremessou contra Suzuki que pode sentir o leve corte em sua bochecha, havia sido mais rápido do que ela pensou, na verdade seu corpo não se moveu na mesma velocidade.

--Não adianta ter olhos que diminuem a velocidade do movimento e de certa forma os prevê se você não pode acompanhar o movimento de uma simples
Kunai. ---

Ela estava certa e Suzuki sabia disso, pegou uma shuriken e arremessou, mas não fora o suficiente já que Kami facilmente desviou e sacou sua espada.
As duas avançaram de forma rápida e singela, com o primeiro tilintar das espadas fez com que varias faíscas saíssem de suas laminas, e de fato aquilo não parecia de nada com um treino e sim com uma batalha real, as duas ficaram se encarando, quando a Uchiha pegou mais uma Kunai com a outra mão vendo isso Kami deu uma pirueta no ar e Suzuki arremessou a kunai que foi em trajeto na direção de Kami que fora rápida o suficiente para segura-la com a mão esquerda e arremessar de volta.

Agora era a hora de ver se havia aprendido corretamente, inflou os pulmões e sentiu o chakra percorrer seu corpo, tudo parecia em câmera lenta, até mesmo a kunai a menos de um metro de seu corpo, era tudo ou nada.

---Endan. ---

A esfera de fogo saiu de seus lábios e foi em direção a kunai, era logico que com seu nível não conseguiria rebater a lamina, mas sim desvia-la de seu trajeto e se enfincar na parede atrás dela.

---Estou surpresa que você aprender algo a mais do que ficar apenas se desviando. --- Respondeu Kami ironicamente.

---Agora é a minha vez---

A lamina das duas voltou a se chocar e os olhos vermelho das duas se encontraram, chakra era precioso de mais para ser desperdiçado, mas aquela era uma chance única, ela olhou para Kami que mais que imediatamente saltou para trás colocando a mão sobre os lábios, um instante fora mais que suficiente para que houvesse a concentração de chakra necessária.

---ENDAN---

As chamas se chocaram criando um som abafado e típico das chamas, não haveria pausa, nem tempo para descanso, as Kami sacou uma kunai com selo explosivo e arremessou, os olhos de Suzuki mostravam a sua surpresa, não havia imaginado que sua amiga usaria uma coisa perigosa daquelas, com a agilidade que tinha ela saltou para o lado e colocou a mão sobre a face a fim de proteger-se, ela havia sido arremessada pela onda de choque, mas não iria cair tão fácil assim.

Era sua vez, segurou sua lamina com as duas mãos e avançou sua amiga também, mas dessa vez não houve a colisão, a Uchiha saltou por cima a fim de ficar nas costas de sua adversaria, ela sabia que não teria tanto chakra quanto queria, mas não iria desistir tão facilmente inclinou seu corpo para frente quando sentiu que havia tocando o chão e concentrou chakra no punho esquerdo Hoken, por sorte sua amiga se virou e colocou a espada na frente, a parte da lamina tocou a lamina e então Kami ela fora arremessada.

Kami suspirou depois de se levantar.

--Até que enfim conseguiu me acertar... Por hoje é só. ---

A Uchiha tremeu as pernas e se levantou também, seu chakra estava quase acabando assim como sua energia.

--Nós podemos treinar um pouco mais. ---

---Cale a boca Suzuki, um passo de cada vez, você é muito nova para se matar por falta de chakra. ---

Suzuki desviou o olhar, e apenas afirmou, sabia que aquele era seu limite, e deveria treinar uma vez um pouco mais, era dessa forma que se tornaria forte, aos poucos, sem pressa, ela sorriu.

--obrigada Kami, não sei como seria minha vida sem você. ---

descriptionRe: Treinos de Uchiha Suzuki

more_horiz
"aprendendo a perder para o vigia"
Olhar pelo céu azul e sentir que sua vida esta desmoronando, esse era o sentimento que Suzuki sentia naquele momento, havia sido obrigado a mudar de casa pelo seu avô e a sensação de ser obrigada era pior ainda do que se mudar daquela casa acolhedora e ir para os recantos infernais do território dos uchihas, sinceramente ela odiava aquele lugar, mas fora ordenada e infelizmente enquanto não tinha poder para recusar ela deveria aceitar de bom grato, o que a intrigava era essa mudança repentina de humor em seu avo depois do treino em que ela havia feito com ele, ele simplesmente forçou a mudar para a casa principal dos uchihas com a desculpa de aprimorar as habilidades de ninja dela.

--Droga--- resmungou ela enquanto chutava a parede do seu novo quarto.

Seus olhos estavam cheio de lagrimas se sentia prisioneira naquele lugar, o quarto era branco e tinha alguns retratos e pinturas, para ela aquilo era um lugar terrível, ela então abriu a porta e saiu para o corredor de madeira até chegar à porta de saída da casa, não ficaria ali nem mais um instante, mesmo que fosse obrigada a ficar treinando em algum canto obscuro.

--Aonde você vai Suzuki-Sama---

Era Ibiki um Uchiha que com certeza havia sido encarregado de ficar vigiando
Suzuki para que ela não fugisse de volta para casa, eram alto cabelos negros e lembrava muito a um mordomo tinha porte atlético e olhos gentis, apesar de que de certa forma só fazia com que ela ficasse ainda mais desconfiada sobre ele.

---Eu vou tomar um ar... --- respondeu Suzuki.

--Eu posso lhe acompanhar?—

---Se eu disse que não, você me seguiria do mesmo jeito não é?---

Ele apenas sorriu enigmaticamente.

Suzuki começou a caminhar e ele logo atrás dela, como se fosse uma sombra, aquilo a agoniava nunca havia acontecido tal coisa antes, e não entendia bem o motivo de ser vigiada.

--Posso ao menos saber o motivo de estar sendo vigiada?--- perguntou ela em um suspiro longo e quase desesperador.

--O mestre percebeu que você tem potencial e não quer que ele seja desperdiçado... ---

--Eu não sei se você sabe, mas ele nunca me ajudou em nada, até hoje tudo que consegui foi sozinha--- resmungou ela.

---Eu continuara sendo assim, a única diferença é que eu estarei vigiando de perto... ---

A Uchiha olhou de canto de olhos, não gostava de ser vigiada nem mesmo quando era criança, gostava de treinar sozinha ou com algum amigo, não com uma sombra de cabelos pretos que apenas sorria de forma macabra.
Ela caminhou até se sair dos portões e entrar nas remediações da vila ela olhou para os lados havia apenas os dois ali, então ela sacou sua espada, e começou a praticar seu kenjutsu, não estava tão ruim quanto começou, mas um pequeno riso a fez perder a concentração.

---Pare de rir... --- resmungou ela.

---Desculpe-me só me lembrei de uma coisa que aconteceu, quando seu avo era jovem... ---

---Parede brincadeiras, é impossível que você se lembre de algo de quando não era nem nascido. ---

--Eu estava lá, sou mais velo do que imagina... ---

Os olhos misteriosos do Uchiha se encontraram com o Sharingan ativo de Suzuki, ela não conseguia entender o motivo, mas não iria perder tempo tentando adivinhar.

--Que tal um treino ao bom estilo luta, sei que deve ser o melhor jeito de aprimorar suas técnicas. ---

---Eu não preciso de ajuda—resmungou ela.

---Sei disso, mas se ganhar eu te dou um presente, eu mesmo conversarei com seu avô para desistir dessa ideia de você ser seguida para todo o canto. ---

A Uchiha sorriu.

Os dois se posicionaram a certa distancia, e ela colocou a espada a sua frente, mas ele continuou sem mover se quer um musculo.

--Você não vai se preparar?—

--eu já estou preparado. —

A Uchiha sentiu a presunção em sua voz, ele estava brincando com ela, e com rapidez pegou um selo explosivo e lançou em sua direção, fora insano, até maluco Suzuki se assustou quando ele pegou rapidamente a kunai e a lançou de volta, ela saltou para o lado, e escutando o som da explosão no lardo esquerdo.

---O melhor ataque às vezes é ser inesperado, e fazer coisas que normalmente ninguém faria... --- respondeu ela.

A Uchiha então saltou em sua direção com a espada, ele pôr aparou o golpe com uma kunai, as duas laminam se chocaram criando um som forte, ela então pegou a outra mão e tentou lançar um soco, e ele tentou aparar com a outra mão, mas rapidamente se distanciou para trás, mas era tarde de mais, para fugir.

--Hoken— respondeu ela enquanto seu punho inflamava em um golpe que o e queimar a mão.

--Obrigada pela dica. --- disse ela.

Ele agora avançou e ela aparou o golpe, e com o Sharingan ativo conseguiu desviar da rasteira.

Ela encheu os pulmões e sentiu o chakra sobre o corpo e lançou a esfera de fogo em direção do adversário, já estava mais pratica com aquele tipo de técnica, e havia sido como haviam falado, Os Uchihas eram realmente experientes quando se tratava de katon gavia treinado aquilo e agora era a hora de usar.

--Entan---

Os olhos se encontraram novamente, um segundo antes que ele jogasse seu corpo para o lado e desviasse da esfera, um contra ataque era isso que ocorreu quando ele deu um forte soco em seu estomago, fazendo ser jogada para trás.

--Acho que já temos um vencedor sorriu ele. ---

Com apenas um golpe ele havia sido capaz de conseguir fazer com que ela caísse nocauteada no chão, realmente aquele não era o melhor dia de sua vida, e assim ela havia sido obrigada a ter um guarda ao seu lado, até que seu avo mudasse de ideia.

Última edição por Suzuki Uchiha em Ter Abr 17, 2012 12:34 am, editado 1 vez(es)

descriptionRe: Treinos de Uchiha Suzuki

more_horiz
Floco de neve

Sentir o vento passar pelo seu rosto e ouvir o gorjear dos pássaros sobre sua cabeça, era um lindo dia calmo de inverno, a neve descia fragilmente sobre suas bochechas rosadas, era o dia em que ela tanto esperava os treinamentos especial que receberia de Kami, ou melhor, um treinamento de inverno, por sorte havia conseguido fugir do vigia dos uchihas e agora podia adentrar pelos corredores frios até a entrada da porta metálica que daria para o salão do espelho, ela sorriu e entrou sem qualquer cerimonia, estava frio e aquele lugar como sempre húmido, mas isso não a impediria de treinar suas habilidades.

---Que frio--- murmurou ela.

Ela desceu com seu Sharingan ativo, era a única forma de poder ver sua amiga Kami, ela parou de frente com o espelho e esperou que a imagem se formasse do reflexo de saísse vagarosamente.

--Mal começou a nevar, quer mesmo treinar?---

A Uchiha olhou de forma firme e olhos confiantes, não tinha tempo para hesitar ou esperar que os outros a ensinassem; queria ser uma shinobi de verdade no menor tempo possível, ela jogou os cabelos negros para trás e sorriu.

--Mas é claro, eu sou Suzuki Uchiha a pessoa que ira superar minha mãe. ---

As duas sorriram, era estranho para qualquer pessoa normal ela não estava fazendo nada mais nada menos do que conversar sozinha ou diante de um espelho.

---tome isso. ---

Ela estendeu a mão e a Uchiha segurou um pedaço de caco frio e gelado de espelho.

--o que é isso?---

--Esse é meu maior tesouro e parte de mim, uma parte do espelho de Deus que se quebrou quando fui selada, essa deve ser a única forma de me fazer sair daqui por algumas horas. ---

Suzuki se espantou se soubesse disso antes ela já o teria levado há muito tempo.

--Porque você não me mostrou antes?---

---Como disse esse é meu tesouro, eu não poderia entregar para qualquer pessoa... --- ela desviou o olhar.

Suzuki fechou o pequeno espelho sobre as mãos, havia ganhado seu primeiro presente de um amigo e aquilo havia a deixado feliz, e ao mesmo tempo triste ao saber que a pequena Kami estar ali acorrentada sobre um espelho.

--Eu prometo Kami, que um dia irei descobrir uma forma de tirar você daqui de uma vez por todas. ---

--Não se preocupe, já estou acostumada a ficar aqui, não é algo que me faça triste ou infeliz. ---

Suzuki percebeu a mentira nos lábios de Kami, deveria ser horrível ficar presa ali por tanto tempo.

As duas saíram de dentro da sala, e quando Kami contemplou o céu nublado ela sorriu de felicidade, deveria ser a primeira vez que ela havia visto algo assim desde o dia de que fora aprisionada.

---Que lindo. --- murmurou ela.

---Eu não gosto de dias de nublados... Eu de alguma forma fico triste com eles. --- respondeu Suzuki enigmaticamente.

--Chegamos de conversa, não é como se tivéssemos o dia todo para ficar comtemplando o céu nubla o e a neve. ---

---E o que você pretende fazer para o treinamento de hoje?--- perguntou Suzuki.

--Hoje iremos cortar os flocos de neve e treinar suas habilidades em ninjutsu. ---

---Não se da para treinar as duas coisas, ou é ninjutsu ou é Ken... ---

--Se não sabe o que esta dizendo então cale a boca--- respondeu Kami rispidamente.

--Me desculpe... ---

---bem para começar você vai usar a lamina de sua espada para cortar o floco de neve... E não diga que isso é impossível, a lamina que você tem é tão afiada e fina que facilmente pode fazer isso, agora é saber se você ira conseguir. ---

--Eu entendi essa parte, mas tenho uma duvida como eu irei conseguir treinar ninjutsu?—

---Iremos fazer um combo, após você cortar o floco de neve você ira usar o katon para desmanchar a neve, de essa forma ira treinar seu controle habilidade e ainda um bônus com sua arma, não acho que seja um treinamento impossível---.

Kami foi para frente de Suzuki e sacou rapidamente sua lamina, a Uchiha pode ver em câmera lenta o movimento da lamina sobre o pequeno floco de neve que praticamente desapareceu ao ser atingido.

---è simples apesar de você ter que controlar a força e a técnica para que corte com precisão, e, além disso, tem que já estar com o chakra em seus pulmões para usar o ninjutsu. —

A Uchiha se posicionou colocando as duas mãos na empunhadura da espada e respirando fundo, a primeira tentativa foi na vertical antes mesmo de atingir o floco de neve já havia sido arremessado pela força da do vento que a espada exercia.

---Droga. --- resmungou Suzuki que agora se posicionava novamente e esperava o próximo descer mais uma tentativa falha, e assim se sucedeu por cerca de duas horas, nada havia conseguido fazer com que ela cortasse o floco, em sua cabeça e ombros já havia um acumulo de neve, ela com certeza iria ficar resfriada, mas não iria aceitar a ideia de não conseguir ter hesito em um treino daqueles.

Kami bocejou entediada e então finalmente depois de varias horas ela se levantou e caminhou até Suzuki.

--Vou te dar uma dica, os Sharingan não foi feito apenas para ficar de enfeite, além disso, você não espera que o floco de neve fique parado não é?---

Kami olhou seriamente, parecia um pouco cansada de mais talvez fosse por estar mais distante que o normal do espelho de Deus.

---Entendi. ---

Os olhos dela brilharam e ela já sabia onde estava errando, se concentrou, e então com rapidez e destreza retiraram a lamina da bainha, seus olhos estavam fixos no alvo e apenas aquilo importava, ela pode ver em câmera lenta quando o floco se moveu para o lado por causa do vento, ela o seguiu com a lamina e finalmente havia o cortado.

---EU CONSEGUI—gritou Suzuki feliz.

---Essa é a primeira parte, a segunda é você usar seu jutsu de katon. ---

Suzuki sorriu e então fez o mesmo movimento de antes e lançou seu ninjutsu de katon em esfera, mas era tarde de mais não havia conseguido atingir o floco partido antes que ele derretesse.

Varias tentativas frustradas, até que ela finalmente compreendeu onde estava errando, ela deveria usar o Endan quase ao mesmo tempo em que a lamina atingia o floco assim poderia parti-lo e derrete-lo quase ao mesmo tempo, mas saber fazer algo e conseguir fazer eram duas coisas completamente diferentes, ao tentar ela atrasava o jutsu e começou a sentir a falta de chakra, já havia passado cerca de uma hora usando-o era o suficiente para deixa-la mais que esgotada, e ela também podia ver que sua amiga estava também cansada.

Ela então respirou funda e então prendeu o ar, com o corte rápido e preciso ela cortou o floco enquanto seu corpo já se movia intuitivamente, o chakra estava preparado e com seus olhos ela pode ver chama destruir o pequeno floco de neve, ela havia finalmente conseguido.

--Até que enfim, bom agora irei descansar por um tempo, deixo o espelho com você Suzuki, assim podemos conversar quando você quiser. ---

Ela desapareceu e Suzuki se deitou na neve, estava realmente difícil de mover, e seu corpo quase não respondia aos seus comandos, ela acabou por fechar os olhos e quando os abriu estava na casa dos Uchihas deitada em sua cama, possivelmente fora levada pelo vigia para a casa dos Uchihas.

Apesar de não houver nenhum capitulo no anime e manga de que possa ocorrer neve em konoha eu tirei de minha locença poetica para fazer um treino diferente, espero que entendam.


Última edição por Suzuki Uchiha em Seg Abr 16, 2012 11:11 pm, editado 1 vez(es)

descriptionRe: Treinos de Uchiha Suzuki

more_horiz
Shinu no Genjutsu
O tapa ecoou por todo o dojo, e Suzuki havia caído no chão e imediatamente colocava a mão sobre o rosto ferido, era o primeiro treino verdadeiro com seu avó e mesmo assim ela podia perceber que ele realmente a odiava, seus olhos diziam isso, porque ela não havia morrido naquele dia com sua mãe, seria bem mais simples se isso acontecesse, ou melhor, seria um alivio, mas agora ela estava presa aquele destino, seu pai não havia dado noticias desde o dia em que ela fora levada para a mansão dos uchihas e da forma que ela via as coisas não veria seu pai tão cedo, havia sido separada e tinha que suportar.

--Um kenjutsu e uma técnica em que os membros do clã normalmente são especialistas, porque você consegue ser tão inútil---
gritou ele.

---Esse Jutsu é muito difícil. --- Gritou ela

--Sua mãe havia conseguido obter esse jutsu com apenas duas tentativas... ---

---Pare de me comparar a minha mãe, eu não sou ela--- Falou Suzuki.

---Tenho orgulho de saber disso, seja é decepcionante de mais saber que tenho uma neta com um nível tão fraco em genjutsu--- gritou ele.

Os dois estavam se encarando, havia mais que ira nas palavras do Uchiha, havia um ódio intenso, algo que ela não havia conseguido compreender, algo que ela talvez nunca entendesse.

--Porque vocês me odeiam tanto? Eu não tenho culpa da morte de sua filha---
Mais um tapa ela fora jogada novamente para o chão, seus olhos ardiam em raiva, ela havia tocado em uma ferida que sabia ser impossível ser curada tão facilmente.

---Fiquei sabendo que você foi derrotada por aquele aburame, como pode desonrar o clã dessa forma? Perder para um aburame... ---

---Nós estávamos treinando, o que queria que eu vencesse alguém mais forte e velho do que eu?---

--Esse é o seu dever como Uchiha, ou melhor, como filha de Midori---.

Os dois se calaram por alguns instantes, e a Uchiha se levantou e bateu a mão nas roupas.

--Eu sou eu, Midori era Midori, comparar as duas é ridículo, minha mãe era bonita, inteligente um gênio sem igual na casa dos Uchihas eu sei disso, mas porque você não insistiu para que ela me abortasse, sabia que havia riscos de morte não sabia?---
Ele se calou, parecia não haver respostas para aquilo, e depois de uma leve tossida desconversou o assunto, Suzuki havia tocado em uma ferida bem mais funda que imaginava.

--- Shinu no Genjutsu em si genjutsu deve por obrigação ter um alto nível te inteligência, e ter um ótimo controle de chakra, além de perspicácia e... (ele pausou) ódio. —

Suzuki não havia entendido, não era necessário ódio para se conseguir criar ninjutsu ou taijutsus ou mesmo genjutsu, mas ele parecia estar falando a verdade apesar dela não conseguir compreender.

--Como assim ódio?---

--Konoha com certeza tem as folhas que atiçam o fogo, mas para isso é necessário que haja algo para abanar e trazer o furor do
vento, e o ódio é o vento, dessa forma, nós Uchihas somos o leque que traz o furor e o ódio, lembre-se disso. ---

--Não faz sentido... ---

---Para uma jovem como você não deve fazer sentido, mas para todos os uchihas o ódio é a arma mais forte que se pode ter, Agora voltemos ao genjutsu, primeiramente você deve ter em base que o genjutsu nada mais é do que uma ilusão, é quando o usuário usa do chakra do adversário na área cerebral para causar alucinações que afetam os sentidos da vitima, em poucas palavras é uma morte limpa, ou ao menos deveria ser... ---

---Entendo... ---

Não havia motivos para se tiver ódio dele, e nem muito menos dos Uchihas, mas ela teria querer muita imaginação para poder criar um genjutsu, e perspicácia para fazer com que o adversário acredite.
Ela se concentrou no seu alvo, seu avo e depois se concentrou, era sua primeira tentativa há algumas horas atrás havia sentido na pele o genjutsu que seu avo havia a feito provar para que ela tivesse ciência de como era.
Seu avo ficou paralisado, e sentiu tudo escurecer a o seu redor, porem havia falhas até que a imagem pareceu ficar mais convincente.

--Isso por acaso pode ser considerado um genjutsu? Você acha que alguém seria enganado por algo tão infantil?--- falou ele.
As criaturas começaram a aparecer e ele continuou parado, não tinha medo ou receio, ele estava em outro nível.

--Agora esteja ciente de que eu irei tentar escapar do genjutsu, você deve força o chakra para que ele continue ativo. —
Na primeira tentativa ele conseguiu quebrar o genjutsu facilmente, tão facilmente que ele se irritou com ela e caminhou na direção dela, iria fazer terror psicológico para conseguir treina-la.

---Quer saber de algo... Se você não conseguir me convencer desse genjutsu, na próxima vez... Eu irei matar... Aquele maldito espelho que você chama como amiga. ---

---Você vai... matar minha amiga...---

Os olhos se preencheram de ira e ódio, era algo diferente do normal, ele já havia visto aqueles olhos no dojo por causa da fita de cabelo, era algo diferente do normal.

---Isso, isso sim são os olhos que queria ver... Olhos de ódio e raiva, se não quer ver sua amiga... ---

Antes que ele pudesse falar a escuridão tomou conta enquanto ele e havia apenas os dois ali, naquela escuridão imensa e vazia.

---Esse nível de genjutsu de novo, acha que pode me vencer com isso?---

Ele foi em direção a ela e tocou em seus ombros, mas o que ele vira não foi uma reação normal Suzuki havia se desfeito em uma massa mole e frágil e logo em seguida metamorfoseado em uma criatura que segurou a sua mão, tinha a forma de Midori sua filha.

--Porque você deixou morrer... Papai... Por que... ---

--impossível... Essa é a intensidade do seu ódio?---

Varias outras criaturas começou a parecer à segura-lo ele forçou o chakra, mas a Uchiha estava colocando todo seu empenho, era a vida de sua amiga que estava em jogo, outras faces de Midori apareceu nos demônios falando a mesmas frases.

---Porque não me impediu papai... Papai por que... ---

O homem então levantou as mãos e com um sinal próprio gritou.

--Kai—o genjutsu se desfez imediatamente.

E Suzuki estava de joelhos havia torrado toda seu chakra para tentar manter o genjutsu.

--Por favor... Não destrua... Kami... ---

---Ela fez tudo isso por aquela coisa?---

---Tudo bem, o seu genjutsu foi aceitável apesar de considerar ele fraco. ---

Ele saiu dali e Suzuki adormeceu no chão mesmo.

---Aquela garota, ela pode ser melhor que Midori... --- ele segurou sua mão que ainda tremia e desapareceu no corredor.

Shinu no Genjutsu
(Genjutsu da Morte)
Quem usa:
Rank: C
Descrição:
Primeiro, o shinobi faz com que toda a região fique em total escuridão.
Quando seu inimigo percebe, já esta no genjutsu. Itachi passa a ter
controle total sobre o que o inimigo vai fazer e também faz com que ele
veja figuras enormes e grotescas que são para torturá-lo, que o agarram,
o jogando num espaço com um dragão. Mãos pequenas podem aparecer no
corpo do inimigo, o agarrando. O golpe de misericórdia é dado pelo
usuário, que aparece e sufoca o inimigo, levando-o possivelmente à morte


Última edição por Suzuki Uchiha em Sex Abr 20, 2012 9:54 pm, editado 2 vez(es)

descriptionRe: Treinos de Uchiha Suzuki

more_horiz




Aperfeiçoando a arte Ninja


Genjutsu, a arte de persuadir o adversário e faze-lo acreditar no que sua mente diz ser a realidade, era isso que ela havia conseguido entender do que era um genjutsu, apesar de que cada pessoa dava um tipo de opinião pessoal sobre o que era genjutsu para ela todas pareciam confusas, até que o vigia deu a ela a sua própria opinião “genjutsu e fazer os outros acreditarem na realidade que você criou”, apesar de parecida com as outras formas que gavia ouvido aquela parecia ser bem mais simples e descomplicada, Suzuki detestava ser seguida, mas pela primeira vez aquele homem se serviu de útil para alguma coisa, além de usar de ironias e sarcasmos.

--Então o Shinu no genjutsu é uma técnica em que você trapaceia a mente... eu compreendi isso, mas da ultima vez meu avõ quebrou facilmente meu genjutsu... não quero que isso acontença em uma batalha...---

Resmungou ela pensativa sobre aquilo, era verdade seu avo com apenas um simples kai havia quebrado um genjutsu que ela havia se esforçado para manter.

--Isso porque seu avo é um mestre em varias artes ninjas, e além disso, você é uma iniciante, não seja muito dura consigo mesma...---

--Não estou sendo dura, mas já pensou se aquilo fosse uma luta de verdade, estaria morta antes mesmo de usar a kunai...---

--Bem se seu avo fosse seu inimigo, tenho certeza de que estaria morta antes de pensar em sacar a kunai...--- respondeu ele misteriosamente.

--Então o que devo fazer para supera-lo, quero esfregar na cara dele que sou melhor que minha mãe...---

---Porque? Você sempre finge não se importar com isso?---

Ela olhou seriamente para ele.

--Minha mãe já esta morta... ela morreu no meu nascimento, e com ela a chance de supera-la... sempre serei sua sombra, e isso me incomoda.---

---Entendo, bom então ao menos vamos fazer sua mãe dar passagem para voc~e brilhar, que tal treinarmos, para aperfeiçoar sua técnica Shinu no genjutsu?---

Suzuki olhou impressionada, nunca havia imaginado que seria capaz de tirar aluma coisa dele a não ser sarcasmo e um belo soco no estomago.

---Desde que você não me bata de novo--- brincou ela enquanto se levanta e ativava seu Sharingan para mesmo sabendo que não iria usa-lo era melhor sempre deixa-lo ativo.

--Então aplique seu genjutsu, lembre-se ele tem que ser tão real a ponto de fazer com que eu acredite nele, depois disso forçarei a saída dele e voc~e deve forçar o fluxo de chakra para que eu permaneça no genjutsu entendeu?---

Ela fez um sunal de jutsu apesar de não haver nescesssidade.

--Então vamos la—

---Para que o sinal de jutsu?—

---ME sinto melhor dessa foma.—

Ela ativou o genjutsu, e de repente tudo se escureceu para ele.

---Isso mesmo, tenho que usar o chakra na região cerebral dele para fazer com que ele sinta o que quero que sinta--- ela então forçou o chakra e se lembrou do genjutsu que seu avo havia usado nela, a forma com que as criaturas surgiam de seu corpo segurando a e a sufocando, e o local que havia sido jogada, ela permaneceu assim até ver que ele estava tentando escapar do genjutsu, ela não iria permitir, se concentrou mais e fez com que uma das crituras que estavam no genjutsu segurar sua mão impedindo o de fazer o selos para o kai, havia conseguido por alguns instantes, mas ele ainda insistia na tentativa.

---Kai...---

--Não vou permitir que voc~e fuja dele.--- falou ela enquanto concentrava mais chakra ainda para manter o jutsu, parece ter funcionado momentaneamente, como havia previsto, genjutsu não era a especialidade do vigia.

---Kai...---

Manter aquele jutsu era difícil, só que mais difícil ainda era aceitar uma segunda derrota, ela concentrou mais chakra ainda e permaneceu concentrada no genjutsu, não iria perder.

---Não irei desisitir...---

Uma terceira vez ele usou o kai dessa vez infelizmente funcionou, ele estava estático olhando para ela, até perceber que havia fugido do genjutsu.

---Você é realmente boa, porque não se especializa em genjutsu? Tenho certeza de que seria uma das melhores nessa arte.---

--Eu pretendo me especializar em ninjutsu... e um pouco em genjutsu... tenho um sonho a realizar quero superar minha mãe naquilo que ela era melhor.

Última edição por Suzuki Uchiha em Sex Abr 20, 2012 10:00 pm, editado 1 vez(es)

descriptionRe: Treinos de Uchiha Suzuki

more_horiz
"Trincar do Espelho"

“Nem sempre podemos ter aquilo que desejamos”, era isso que ela havia escutado de Kami, sua amiga antes que o espelho trincasse, era aquilo que ela temia, o espelho era uma grande arma de selamentos, mas daqui poucos anos estaria em seu limite, e com certeza se espatifaria levando consigo sua única amiga, seus olhos vermelhos continuavam vidrados no reflexo de Kami, que permanecia inalterável mesmo com o primeiro trincar do espelho.

---Eu irei salva-la Kami, proteger as pessoas que amo, esse é meu jeito ninja de ser---.

Kami olhou desnorteada e depois de um tempo riu.

---Você é boba... ---

--Eu vou treinar e enfrentar qualquer pessoa que me impeça de alcançar esse objetivo, não importa o quanto eu sofra pelas consequências, não importa se me odiarem, um shinobi que vê seu amigo morrer e não faz nada para ajuda-lo não é nada mais que um lixo. ---

---Lixo? Bem eu diria que depende da ocasião---

---Pare de desconversar e me diga como você foi selada dentro desse lugar Kami, eu sei que foi um fuinjutsu eu vi isso no sonho... Mas esse jutsu você tem noção de como quebrar esse selo?---

---è claro que tenho, mas isso é impossível para você, foi seu bisavô que criou esse selo, ele era um mestre em selamentos, ou melhor, um gênio. ---

Suzuki olhou ferozmente, odiava ser subestimada principalmente quando isso vinha de algum amigo, ou melhor, de uma pessoa que ela conhecia melhor que ninguém, de seu reflexo.

--Kami, você esta sentindo alguma hesitação proveniente de mim?—

--Não---

--Então eu volto a repetir, se o caso é que foi meu avo a criar esse selo, então eu irei despedaça-lo com meu esforço. ---

O trovão ecoou acima de suas cabeças e a luz do relâmpago invadiu o local, iluminando o rosto de Suzuki por alguns instantes, Kami saiu do espelho e caminhou vagarosamente em direção a ela, onde tocou o rosto vermelho e machucado.

--Foi seu avo que deu essa tapa em você não é?---

--Foi ela esta sendo cada vez mais severo. ---

--Ele veio ontem à noite aqui, e esta tentando me separar de você, disse que eu deveria me manter selada e quieta para o bem da vila. ---

---Aquele maldito. --- Resmungou ela furiosamente.

--Não se preocupe, mas eu preferiria que você não viesse mais aqui, a cada dia mais ele esta cada vez mais violento com você Suzuki, e tenho certeza de que isso é por minha causa, ele quer nos separar sem que pareça estar fazendo isso---.

--Não estou te entendendo... ---

---Não estou te entendendo---

--Não precisa entender, mas se quiser ser mais forte, tente me vencer, se não conseguir fazer isso hoje será a ultima vez que nos vejamos---.

--Então preciso te derrotar hoje... ---

Suzuki levantou a kunai na direção dos olhos e fechou a sobre sua mão, seus olhos ardiam em uma fúria descontrolável, ela não iria permitir que sua amizade fosse afetada por seu avo nem mesmo por sua amiga, não iria deixar que aquilo acontecesse, ela se inclinou e jogou a kunai o mesmo ocorreu as duas se chocaram e em questões de milésimos de segundos forma seguradas novamente, os braços estendidos agora faziam com que a lamina se chocasse criando um estampido rápido e sonoro, o Sharingan como sempre havia cumprido seu papel em diminuis velocidade do objeto.
Ela saltou para trás, enquanto via uma esfera de fogo a acompanhar, colocou a mão sobre a boca, tragou todo o ar que possuía e o expirou para fora, em uma esfera de fogo que se chocou com a que vinha em sua direção.

As falas foram praticamente simultâneas.

--Endan---

O Fogo aumentou o calor dentro da sala, o espelho ficou esfumaçado pelo vapor, e o jutsu desaparecia com a mesma velocidade que fora invocado, elas saltaram uma contra outra, chutes e golpes intensos, todos defendidos com hesito, Suzuki não era a melhor em golpe corpo a corpo, mas estava lutando contra sua própria imagem, então não deveria ser pior do que ela, até que ela concentrou chakra na mão esquerda e foi em direção a El.

--Hoken ---

O golpe foi anulado por outro, os dois punhos se chocaram e imediatamente as duas foram arremessadas pela força do impacto.

--Droga---

Suzuki começou a sentir cansaço, mas não iria ser derrotada daquela forma, não iria perder sua amiga, mesmo que para isso tivesse que vencer a si mesma.
Ela olhou para sua amiga, que sorria, e então pensou que sua única chance seria aquela ela sentiu o chakra fluir por seu corpo e emanar na direção de Kami, iria acertar o sistema nervoso de sua amiga e depois de alguns segundos ela sussurrou.

---Shino no genjutsu. ---

Mais que imediatamente o lugar se escureceu para Kami, ela não havia se preparado para um genjutsu e como Suzuki não havia aprendido a usar o Kai ela não poderia se libertar, rostos apareceram no lugar e mãos começaram a segura-la com força carregando a para um lugar infernal em forma de dragão, em poucos segundos Kami estava sentada sobre as próprias pernas e Suzuki com a adaga em seu pescoço.

--Eu venci--- Respondeu ela orgulhosamente.

No entanto Kami estava com uma lamina apontada para baixo do abdômen de Suzuki.

--Como você fugiu de meu genjutsu--- Perguntou Suzuki assustada.

--Você esta ficando boa nessa arte, mas ainda lhe falta muito para ser experiente, existem certos meios de se fugir de um genjutsu, a boca dela saiu sangue, ela havia mordido os lábios para conseguir fugir.

---Isso não tira a minha vitória—

--Mas te coloca em um empate---

---E o que você fara?---

--Por enquanto continuaremos amigas, e acredito em suas palavras, mesmo achando ser impossível. ---

--ou você acredita ou não acredita... ---

As duas começaram a rir, Suzuki estava exausta, mas não desistiria mesmo tendo em si um forte sentimento de perda e desgraça sobre si, um sentimento de que deveria treinar mais arduamente se quisesse fazer com que suas palavras se tornassem realidade.

descriptionRe: Treinos de Uchiha Suzuki

more_horiz
Treinamento de verão.

Deitar-se sobre a grama verde e sentir a relva da manha tocar-lhe o rosto, era pacifico de mais para Suzuki, odiava ter que esperar alguém, principalmente quando esse alguém estava a um reflexo de distancia Kami gaiva lhe presenteado com aquele pequeno pedaço de espelho onde ela poderia se transportar para lá a fim de ficarem perto de Suzuki, as duas haviam combinado de que ela estaria ali, mas até agora não havia surgido se quer sinal dela e Suzuki começara a ficar impaciente, até que o espelho vibrou por alguns segundos, e uma imagem horográfica surgiu era Kami.

--Oi me desculpe pela demora---

--Esta muito atrasada—Respondeu Suzuki.

Para todos que passassem por ali a cena seria mais que cômica, pois estava uma garota sentada em uma arvore olhando para nada mais e nada menos que um pedaço de espelho quebrado onde conversava sozinha, mas ela não se preocupava estava na floresta em meio a uma clareira, ninguém veria essa cena cômica e perturbadora, e Suzuki se certificava de que isso ia durar por muito tempo, há que ela já era trajada como perdedora fracassada, ela não iria tentar conquistar o premio de “perdedora fracassada e louca”.

--Desculpe, mas não poderei ficar muito tempo aqui, hoje alguns genins irão aparecer para treinar e eu ficarei por um bom tempo ocupado--- Resmungou.

Suzuki havia se esquecido de que no fim das contas Kami para os outros não era nada mais nada menos que um espelho que refletia a própria pessoa e então o usufrui de Sharingan poderia facilmente treinar consigo mesmo.

--Tudo bem, hoje eu posso treinar sozinha--- falou ela de forma triste e arrastada.

--Tenho que ir... Aqueles pivetes irritantes já chegaram aqui---

O espelho então ficou completamente branco e depois se voltou a ser apenas um espelho normal que refletia os imensos olhos vermelhos da Uchiha, aquilo era decepcionante apesar de que era um pouco angustiante, o que será que Kami havia visto ou pensado de Suzuki no primeiro dia em que elas se viram.

--Suzuki-Sama, onde você esta. —

Suzuki reconhecia aquela voz, era a do cão de guarda do seu avo, odiava ser seguida, principalmente por um cara que usava de sarcasmo noventa e nove por cento das vezes, ele era o pior tipo de pessoa, esse era o pressentimento de Suzuki sobre aquele Uchiha.

--Eu estou aqui... --- gritou ela.

O ninja então saltou para a arvore acima de Suzuki e sorriu.

--Suzuki-Sama, você não pode ir saindo dessa forma... ---

--o que quer?—

---Sabe que estou aqui para te acompanhar—

Ela ignorou e se levantou indo para o meio da clareira.

--Eu vou treinar---

Ela então respirou fundo e permaneceu em pé com os sinais de mãos, estava fazendo o exercício matinal, de uma forma diferente das outras pessoas Suzuki acreditava que assim como os músculos do corpo precisava de exercício o chakra também precisava, e, portanto, ela agora permanecia parada, sentindo o chakra fluir por seu corpo era uma sensação agradável e prazerosa, o chakra em si é algo praticamente imperceptível, portanto o silencio era profundo, ela então levou uma das mãos a boca e sentiu o chara fluir para seus pulões e esôfago até os lábios vermelhos.

--Endan---

A esfera de fogo saiu de forma calma e compassível, diferente da outras vezes ela havia conseguido se concentrar melhor, e o chakra não se perturbava como antes, era incrível o quanto o treinamento diário poderia melhorar alguém, ela então se concentrou novamente e lançou mais algumas esferas de fogo, era o ninjutsu em que ela mais tinha pratica e talvez a melhor, ela agora caminhou para uma arvore próxima e juntou chakra em sua mão esquerda, deveria ser mais que perfeito um soco contra a arvore seguido de chamas que espelharam para todos os lados, estava errado, o jutsu precisava ter uma concentração maior de chakra e ser livrado uniformem-te por seu punho até o momento em que ela tocasse na arvore, ela então se concentrou, deveria ficar calma, errar era normal admissível, então ela inclinou o corpo para trás e deu um forte soco na direção da arvore fazendo com que as chamas cobrassem seu punho e atingisse o alvo era mais do que o suficiente o ninjutsu era simples e ela deveria guardar reservas de chakra para o próximo passo de seu treino, genjutsu.

--Ei você, me ajude aqui... ---

--A senhorita quer treinar seu genjutsu em mim?---

--Ao menos seja útil... Ou vai ficar só olhando?---

Ele revirou os olhos e saltou da arvore.

Ela concentrou chakra e respirou o genjutsu para ser mais efetivo precisava de frieza em combate, pois era necessário manter a cabeça em ordem para que pudesse usa-lo com mais força e poder.

---Shino no genjutsu---

As palavras saíram de forma calma e lenta, deveria fazer com que aquele genjutsu fosse tão perfeito a ponto de não dar chances para o Kai, ou mesmo para qualquer adversário ela olhou nos olhos dele e começou a controlar o chakra em seu cérebro, ele ficou paralisado, já deveria estar no genjutsu, mas aos poucos começou a mostrar resistência, ela então concentrou mais chakra e suspirou, para manter a calma, e fazer com que o genjutsu continuasse a agir, e por fim ele caiu respirando fundo, havia conseguido, o genjutsu havia dado certo apesar de ela sentir o enorme cansaço no corpo e na mente, ela sentou-se sobre as próprias pernas, estava evoluindo aos poucos, sabia disso, seu poder e força estavam gradativamente aumentando, assim como Jami havia dito naquele dia, aos poucos o jovem se levantou- o efeito do genjutsu havia passado e com isso aquela sensação ruim.

--Parabéns Suzuki Sama, seu genjutsu foi incrível---.

Ela sorriu com o elogio, mas percebeu que havia certo tom de ironia por trás de suas palavras, então com raiva e enfurecida apenas saiu de lá enquanto sentia seu vigia acompanhando a, e assim havia passado mais um treino em sua vida, passo a passo, rumo à libertação de sua amiga.

descriptionRe: Treinos de Uchiha Suzuki

more_horiz
Reunião dos Uchihas
Acordar pela manha olhar o céu azul pela janela de seu novo quarto, tudo fora tão repentino nesses últimos dias que Suzuki mal teve tempo de pensar no que haviam acontecido, seus olhos voltaram-se em direção à mobília de madeira do quarto, um lugar simples e belo, mas que por algum motivo ela odiava do fundo do coração.
Ela se levantou e abriu a porta, não havia ninguém, de certo todos estavam na reunião de clã que acontecia uma vez por mês a portas fechadas, em si assim como em todos os clãs o clã Uchiha era uma vila dentro da vila tinha seu líder o seu odiável avo e outros membros que resolviam problemas internos e externos do clã, mas para Suzuki nada daquilo importava, pois nunca iria pertencer aquele mundo dos Uchihas, e por mais que ela sentisse vontade de querer mostrar seu valor ante ao clã ela nunca realmente desejou estar lá.

--Suzuki Sama, seu avo esta lhe chamando... ---

Suzuki se espantou ao perceber que o vigia estava parado atrás dela, com seus típicos trajes branco o que fazia o lembrar uma assombração.

---Eu tenho que me arrumar, precisa treinar. ---

--Desculpe-me, mas devo leva-la mesmo que a força---.

--O que esta acontecendo?----

Indagou ela surpresa ao sentir que ele havia a puxado pelo braço e a arrastado até a porta do salão central de reuniões, ou como Suzuki o chamava “boca do demônio” já que a entrada de madeira era ao estilo de um templo com um dragão encrustado na madeira de cor vinho, o lugar era fechado e havia algum tipo de ninjutsu que impedia qualquer som de sair de lá de dentro.
Ela sentiu seu corpo ser praticamente arrastada para dentro do salão, o lugar era enorme e parecia ser maior ainda pelo lado de dentro, o chão de madeira assim como as paredes, em si era um lugar bonito e calmo apesar da áurea sinistra que emanava, principalmente vindo de seu avo que estava sentado à frente de outros Uchihas.

__ me diga o que esta acontecendo agora ou irei embora daqui--- resmungou ela furiosamente.

Não havia adiantado ele apenas fez sinal que ela se aquietasse.

---Agora que estão todos aqui, eu irei dizer o que esta havendo. --- disse seu avo no típico som serio de sempre.
Os outros Uchihas que estavam sentados olhavam apreensivos, outros pareciam ansiosos, na verdade aquela sala parecia mais cheia que o normal para um dia de reunião.

---Então hoje será o dia em que estaremos diante dos candidatos?--- disse um rapaz.

O homem que aparentava ter seus sessenta anos de idade sorriu.

---Vi isso acontecer quando era uma criança, hoje será o dia em que irão apresentar os candidatos... ---

--Hoje quero apresenta-los aos candidatos para o novo líder dos uchihas. ---

Suzuki se sentiu empurrada para frente onde havia uma fileira de outros uchihas, alguns mais novos, outros mais velhos, ela então percebeu que não conhecia nem metade deles.

---EI ESPEREM UM POUCO, ME INCLUA FORA DESSA---- Gritou ela.

Todos se voltaram na direção de Suzuki, agora a atenção estava nela, infelizmente ela tinha um dom natural de falar alto quando não era a hora necessária, porem seu avo não lhe deu uma tapa ou algumas bordoadas na cara, apenas olhou serio e falou.

--Aqui estão os possíveis ninjas que farão parte do conselho dos uchihas, e algum dentre eles se tornara o novo líder, é claro apenas o mais forte... Então se você não quiser participar, é só se tornar uma inútil----.

Suzuki fechou o cenho e começou a caminhar para a saída da porta.

--Suzuki Sama, onde você pensa que vai--- murmurou o vigia.

Ela se virou para seu avo em um giro enquanto estava perto da porta, à raiva subia de forma insana a sua mente, odiava ser escolhida para qualquer coisa da qual ela não queria fazer parte.

--Com licença, preciso treinar para poder me tornar mais forte... ---

Era sua desculpa, e mesmo com o murmúrio alto dos outros Uchihas ela se voltou ate a porta e desapareceu, seu avo contorceu
seu rosto em um estranho sorriso misterioso.
Embora houvesse muitos lugares onde ela podia ir, nenhum deles era melhor do que a cachoeira na floresta, um lugar onde poucas
pessoas conheciam, ou simplesmente não tinham interesse.

--Droga, porque faz coisas das quais eu não pedi. --- disse ela socando a agua da cachoeira enquanto a mesma era encharcada pela agua.

--Se acalme Suzuki-Sama, pense que é uma honra ser chamada para participar daquilo, é como se você tivesse a chance de se tornar alguém dentro dos Uchihas. ---

---Eu não quero ser ninguém dentro dos Uchihas--- gritou ela exasperada.
O vigia apenas suspirou e então olhou para ela com seus olhos negros.

---Você quer ser reconhecida como você mesma, mesmo assim não agarra uma chance dessas? Qual é seu problema Suzuki?---

---Eu só queria ser uma ninja que eu pudesse pisar em cima daqueles que falavam que eu sou uma imprestável---

Os dois se olharam novamente e então ela suspirou funda e novamente se pôs a frente da cachoeira, iria treinar, aquilo era a única
coisa que a fazia se libertar daqueles pensamentos. Ela concentrou chakra sobre os pulmões e o liberou em forma de uma esfera que foi imediatamente devorado pelas aguas correntes da cachoeira.

--vamos deixar esse assunto de lado, que tal treinar seu controle e habilidade de chakra. ---

Ele sabia que tentar força-la a aceitar parte de seu destino não levaria em nada, portanto a melhor coisa a se fazer era treinar ela para que ela tivesse chances de se tornar uma das cadeirantes, esse era um dos deveres dado pelo seu avo, apesar de que Suzuki não soubesse disso.

--Então o que você sugere--- respondeu grosseiramente.

---Essa cachoeira é pequena o suficiente então quer que você use seu katon para que a agua evapore por alguns instantes me mostrando o outro lado dela, simples assim.

--Isso é impossível, mesmo com o Sharingan---.

--Meu Sharingan é um pouco mais desenvolvido que o seu então não se preocupe. ---

Ela então concentrou chakra e liberou o Endan sobre a agua, foi falha, a pequena cachoeira apenas extinguiu o fogo sem qualquer tipo de alteração.

--Droga isso é mais difícil que pensei---

Ela então respirou funda e então liberou novamente o Endan, encurvando seu corpo para trás e depois para frente, a esfera se aproximou da agua e simplesmente desapareceu, não havia tido alteração, Suzuki parou alguns instantes para retomar o folego e se concentrar, a reunião na manha havia feito perder toda sua concentração, ela continuou a tentar, mas inutilmente, até que ela parou por alguns instantes seu corpo já sentia o peso da falta de chakra, aquilo estava sendo mais difícil do que ela havia pensado.

O vigia então caminhou até perto da cachoeira e colocou a ao entre os lábios, uma esfera de fogo saiu de sua boca, mas era diferente, Suzuki podia sentir isso, era a temperatura, brilho e até mesmo a forma da esfera, quando ela olhou para a agua ela havia
praticamente sido evaporada e o som cessou por alguns instantes.

--Essa cachoeira tem um metro e meio, não é alto tão difícil apenas se concentre melhor---.

Suzuki suspirou, como se aquilo fosse fácil, ela sabia que havia maior concentração de chakra do que a dela, mas algo estava faltando, algo que ela não havia percebido até então, a pressão parecia ser diferente entre as duas esferas de fogo a de Suzuki não atingia a mesma temperatura.

--Entendo você concentra chakra e o libera de uma vez fazendo com que a esfera seja mais poderosa e incandescente--- resmungou ela.
Ele bateu palmas e riu.

--Como o esperado de Suzuki Sama---

Ela então foi para frente da queda d’agua e concentrou o máximo de chakra o possível em seus pulmões e ao chegar a seus lábios ela piorou por alguns instantes o jutsu e o liberou com toda a força, a agua por alguns instantes havia sido evaporada e ela caiu sentada no chão ao ouvir o som da agua, estava exausta, e cansada tanto fisicamente quanto mentalmente.

--Parabéns Suzuki-Sama, o Rendam é uma das técnicas básicas para se aprender quase todos os jutsus do mesmo elemento,
continue a treinar e você se tornara incrível. —Falou ele.

Ela sorriu e fitou o céu, queria chegar a ser poderoso o suficiente para poder salvar sua amiga, sabia que restava pouco tempo para que o espelho se quebrasse de vez, e ela não queria perder uma pessoa importante para ela.[i]

descriptionRe: Treinos de Uchiha Suzuki

more_horiz

A Iniciante em fuinjutsu...

---Aaaa odeio esperar as pessoas, principalmente quando essas pessoas prometem as coisas e não aparecem para cumpri-las no prazo. ---

De fato esse era o sentimento de Suzuki, tedio e aborrecimento quanto à promessa quebrada, para ela, o seu vigia havia falado para ela que iria ajuda-la em seu treino de controle de chakra e habilidade, pois esses eram mais que prioridade para conseguir um bom resultado nos fuinjutsu, técnica que requeria uma habilidade e maestria extrema.
O farfalhar das folhas fez com que ela se voltasse para uma do matagal que estava ali próximo, talvez fosse ele, ou um animal raivoso, ela pegou a kunai e se preparou.

--Olá, desculpem-me o atraso, estava ocupado criando o seu treino de hoje---.

Era o vigia, trajava uma calça azul escura e seus cabelos amarrados em um rabo de cabalo, ele sorria de uma forma simples e singela, algo estranho que Suzuki achava que era impossível de ele fazer.

---Você esta ciente de que estou esperando a mais de duas horas. --- resmunou ela furiosamente.

--A calma, não foi fácil achar esse pergaminho... Eu usava quando era apenas um genin, para melhorar minhas técnicas, mas como não me interessei por ele acabei deixando o em um canto de minha casa---.

Suzuki parou por uns instantes, será que ele era um ninja de fuinjutsu? Não parecia ser o caso, até nisso o vigia era misterioso.

---Então como será o treino?---

--Vai ser mais simples do que pensa. ---

Ele então jogou o rolo de pergaminho no chão e o abriu, mostrando um selo completo no chão com um grande escrito em kanji “devorar”, ela olhou perplexa para ele não era um selo que ela havia conhecido, apesar de passar parte do tempo estudando a parte teórica de fuinjutsu.

---Então o que você quer que eu faça?---

Ele sorriu e então olhou para ela.

---Hoje o treino será bem simples, irei fazer você se aprofundar um pouco mais no Fuin, esse é um pergaminho que devora chakra, ele é um tipo de pergaminho que serve para treinos.

---Como assim? Eu não entendi... ---

--Há muito tempo sua mãe havia criado uma forma de treinar onde tinha que se seguir uma linha até fazer um desenho inteiro que era iluminado pelo chakra, esse é uma versão melhorada, onde você deve concentrar um nível de chakra ideal para cada linha, se usar menos o pergaminho ira devorar o chakra e se colocar mais chakra ele ira devorar o chakra excedente mais parte do chakra enviado para o pergaminho---.
Suzuki olhou seriamente para o pergaminho sabia que aquilo era algo que o seu ultimo treino havia a feito ficar quase esgotada, mas esse era diferente, era mais forte e poderoso e com certeza iria dispensar mais tempo.

Ela tocou gentilmente o papel e concentrou chakra, imediatamente ele fora devorado pelo símbolo no centro.

--Eu disse que iria ser mais difícil que seus treinos--- respondeu ironicamente.

--Cale a boca, preciso me concentrar. ---

Ela então impôs menos chakra à palma da mão e começou a percorrer as linhas, mas conforme a distancia aumentava mais chakra era necessário até que infelizmente ela acrescentou um pouco mais de chakra na mão esquerda e pergaminho devorou todo o chakra que estava sobre o pergaminho.

--Droga---

Mais uma tentativa falha, algo estava errado, ela sabia que seria mais difícil que o antigo treino, mas não era de fato o que ela desejava, iria controlar aquele pergaminho.
Novamente impôs chakra sobre suas linhas, respirou fundo e olhou para os símbolos, eram bem mais complexos, e exigiam uma precisam maior e mais calma para atingir, possivelmente ele necessitava de uma quantia pequena de chakra, já que fora feita para se treinar genins.

-Ela concentrou o mínimo e sentiu o chakra se esvair para dentro do mesmo, então aos poucos foi concentrando mais e mais chakra até chegar a um nível que ela não sentisse mais seu chakra se esvair, havia conseguido a primeira parte, agora vinha à segunda parte, conseguir fazer com que todas as linhas ficassem iluminadas, ela então olhou para o selo e suspirou, fazendo com que o chakra percorresse boa parte dele até finalmente finaliza-lo.

---Até que enfim--- respondeu ele de forma brincalhona.

Ela saltou.

---Eu disse que ia... ----

Sentindo as pernas bambear ela caiu imediatamente no chão, não havia percebido que havia tanto chakra sugado por aquele papel.

---Parabéns, para a primeira vez você foi realmente boa... Mas---

Ele então abriu todo o pergaminho, mostrando que aquele era apenas um pequeno pedaço de um rolo de mais de cinco metros.

---Por hoje chega de treino... Mas você deve completar todo o pergaminho antes de ficar feliz---
Ela estava cansada de mais para retrucar o que ele havia dito, mas ele estava certo, para se conseguir controlar o fuinjutsu eram necessários muito mais treinos, e ela estavam dispostos a treinar com todas as suas forças.

descriptionRe: Treinos de Uchiha Suzuki

more_horiz
Análise
Bem o que posso dizer...
O treinos ficaram muito bons, não vou comentar muito, por que sinão teriam também bastantes comentários....
Realmente muita coisa... ta treinando bastante em XD
Recompensas
45% Endan + 45% Shinu no Genjutsu + 25% Hoken + 4 Habilidade + 9 Controle de chakra +2 Força

descriptionRe: Treinos de Uchiha Suzuki

more_horiz
Treinando


O choque das laminas fora tão forte que fez com que as faíscas voassem para todos os lados, era mais um dia de treinamento entre Kami e Uchiha Suzuki, mais um dia em que as duas se encontravam frente a frente para acabar com um acirrado duelo que nunca chegava ao fim, a Uchiha tinha a força de vontade e o vigor, e Kami a sabedoria que havia adquirido pelos vários anos que fora forçada a ensinar outros ninjas dos Uchihas a como se usar uma Kunai.

Suzuki respirou fundo e sorriu, não era um sorriso qualquer, mas sim de um feito histórico até então, sua amiga estava com um pequeno corte na bochecha, possivelmente causado pela investida de outrora, seus olhos grandes vermelhos estavam bem abertos para qualquer movimento sorrateiro, pois ela não podia
perder qualquer movimento de sua companheira.

---Consegui finalmente te ferir... ---

Kami sorriu.

---Um milagre, mas não pense que saiu ilesa. ---

Era um fato, Suzuki sentiu o seu braço arder e as pequenas gotas de sangue descer de sua pele rosada, havia sido atingida e só agora havia notado tal fato.

Mais uma vez as duas corriam enquanto as laminas se chocava de forma feroz, com a espada em punho ela lançou um forte golpe diagonal, que fora aparado por Suzuki com a espada ainda dentro da bainha.

---Não ira usar sua espada?--- Perguntou Kami.

Suzuki sorriu, enquanto levava uma das mãos à boca, precisava-se do máximo de chakra para aquele jutsu, e de uma habilidade inata para conseguir atingir o alvo com perfeição, seus pulmões se encheram de ar, enquanto ela podia sentir o chakra vibrar pelo seu corpo e chegar ao esôfago, onde sentiu o hálito quente sair em forma de uma chama laranja que iluminou todo o local.

--ENDAN---

Kami se posicionou com o pé para traz e girou o corpo feito uma bailarina sobre o próprio eixo, enquanto se abaixava e via a grande torrente de fogo passar por sua cabeça e desaparecer com a mesma velocidade com que fora criada, era sua vez de contra-atacar, e então em sua mão esquerda estava o golpe perfeito para curta e media distancia, o chakra havia se reunido e ela agora tentara atingir Suzuki com um soco no estomago, mas fora em vão os olhos de

Suzuki já haviam previsto aquele sorrateiro momento em que o punho dela se aproximava do estomago de Suzuki, que apenas usou a mão vazia para que pudesse rebater o punho de sua amiga fazendo com que o golpe não a atingisse.

--Esta melhorando. --- Respondeu Kami com um sorriso sarcástico nos lábios, típico de Kami.

Suzuki apenas sorriu as duas estavam a menos de vinte centímetros do rosto uma da outra, e nesse momento Suzuki segurava o pulso de Kami, enquanto a mesma se defendia com a espada ainda embainhada.

--Eu ainda preciso ter mais habilidade e controle de meu chakra--- Pensou

Suzuki, não adiantava o golpe surpresa se o jutsu fosse lento de mais para atingir Kami.

As duas saltaram para trás, Suzuki havia soltado seu pulso e agora estavam a cerca de cinco metros de distancia uma da outra, e com rapidez voltaram a se aproximar o golpe da espada agora fora realmente forte, e em seguida era a vez de Kami que suspirou fundo e lançou uma esfera de fogo na direção dela.

Suzuki mantinha seus olhos abertos, e saltou enquanto via a esfera de fogo desaparecer, por sorte seu sharingan havia previsto o movimento de Kami, e então conseguira desviar-se, porem uma Kunai com selo explosivo se lançou na frente e Suzuki só tivera tempo de concentrar chakra nos pés e trocar de lugar usando o famoso jutsu kawarimi e então finalmente ouvir o som da explosão eclodir pelas quatro grandes paredes daquele lugar.

---Aquilo fora perigoso... ---- falou Suzuki enquanto suspirava aliviada.

---Não foi, sabia que podia desviar de um golpe daquele nível... ---

---Você lançou uma Kunai com selo explosivo... Eu poderia ter morrido---

--Se tivesse morrido quer dizer que não era digna de ser uma Uchiha. ---

As duas então avançaram uma contra a outra, os punhos se chocaram enquanto o fogo do jutsu Hoken acabou por se chocar elas tinham a mesma força e, portanto o golpe acabou se anulando deixando para trás apenas a energia cinética que agora fazia com que o braço das duas ficasse extremamente dolorido.

--Por hoje acho que esta boa... Você esta indo bem Uchiha Suzuki, apesar desse treino ter sido apenas uma previa dos próximos treinos que viram, espero que você esteja preparada, hoje nossa aula foi de como utilizar melhor o controle de chakra, espero que aprenda bem, pois não quero ter que te dar uma surra porque você anda destreinada.

As duas riram, Suzuki se sentia extremamente cansada e deitou-se sobre o salão escurecido daquele lugar.


Código:

Endan (Explosão de Fogo)
Quem usa:
Rank: D
Selos: Nenhum.
Descrição:
 Sem a utilização de selos, o usuário dessa técnica atira uma bola de
fogo da boca, parecida com o Goukakyuu no Jutsu, mas com a bola de fogo
menor.
[A porcentagem determina a distancia máxima de alcance do Jutsu sendo 6 metros quando estiver no 100% ]

Nome do Jutsu: Hoken
Tipo de Jutsu: Taijutsu\Katon
Selos:
Rank: E
Descrição:
O ninja não precisa de selo, apenas focaliza e emana o chakra Katon na
mão e quando o mesmo entra em choque contra alguma coisa, como um soco
por exemplo, este chakra entra em combustão causando dano extra por
fogo.
[A % do jutsu determina a perfeição da execução do jutsu,
desperdiçando cada vez menos chakra. Sendo que começa gastando 5 a mais
de chakra do que o normal.

descriptionRe: Treinos de Uchiha Suzuki

more_horiz
Intrigas


A noite trazia muitas coisas, lembranças queridas do tempo em que ela era uma criança meiga e infantil que não sabia o que o destino havia lhe preparado, os seus olhos fitaram a escuridão sobre o teto do céu abobado por estrelas das mais variadas cores uma lua cheia que iluminava a clareira e a grama fofa de onde Suzuki permanecia deitada, naquele local solitário e escondida, era o melhor lugar para se esconder da loucura de sua vida agitada, e agora que o premio de novo líder dos Uchihas estava em jogo à coisa parecia piorar ainda mais, principalmente porque agora todo dia ela estava sendo vigiada pelos olhos de outros membros que criticavam a ideia dela ser uma das possíveis escolhidas para governar o clã.

--Como se eu tivesse desejado isso para mim--- murmurou ela para si mesma enquanto colocava a mão sobre os olhos e suspirava fundo.

Uma brisa leve tocou sobre suas bochechas molhada por lagrimas vazias, nem ela mesma entendia o motivo de sentir aquele peso no coração, era algo estranho, finalmente havia ganhado certo prestigio entre os Uchihas, mas aquilo se mostrara ser completamente inútil diante das adversidades que ela estava passando, havia sido separada de seu pai, que agora não via há meses, não conseguia mais encontrar com seu amigo tamahone um aburame por causa dos vários conflitos que estavam ocorrendo, e sua amiga Kami estava começando a mostrar sinais de que seu tempo de vida estava acabando, ela sorriu não um sorriso de felicidade ou alegria, mas sim um sorriso triste.

---Eu sou uma idiota mesmo. --- falou.

Ela se levantou e espreguiçou-se preguiçosamente e olhou para as copas das arvores que se moviam conforme o vento o Pio silencioso da coruja e os vagalumes brincando ao redor da jovem, aquilo era realmente espetacular e até divino, por isso ela enxugou suas lagrimas, tinha perfeita consciência de que aquele belo espetáculo da natureza não combinava com lagrimas de tristeza.

--Quem este ai?---

A voz saiu mais como um sussurro inaudível porem uma figura saiu de lá, parecia ser um inuzuka já que ao seu lado estava um pequeno filhote de cachorro de cor marrom e que rosnava ferozmente, ele parecia ser da idade dela e mantinha os olhos fixos na Uchiha.

--Devolva meu onichan--- respondeu o garoto enquanto sacava uma Kunai.

--Seu irmão? Desculpe-me, mas primeiro quem é você?---

O garoto então lançou a Kunai, Suzuki se desviou com perfeição, não precisava de doujutsu para se desviar daquilo, mas fora surpreendida, aquela Kunai estava amarrada a um selo explosivo e se não fosse por sua sorte em ter saltado ela com certeza estaria muito ferida.

---Vocês Uchihas, são os piores... ---

Suzuki estava tão perdida e confusa que apenas fitou o garoto sem entender do que estava falando, mas enfim ela mesma acabou murmurando.

--Eu concordo com você, o clanzinho chato pra caramba---.

Suzuki mantinha o sorriso nos lábios, era seu jeito de ser, algo que estava marcado em sua alma de forma que ela mesma não conseguia mudar, aquele jeito brincalhão e agitado que normalmente confundia o adversário, ou o fazia imaginar que ela estava sendo presunçosa.

---Você... É uma Uchiha, não é?---

O garoto estava confuso, e Suzuki apenas assentiu com a cabeça enquanto movia singelamente seu braço para dentro de uma bolsa, o Inuzuka por vez já havia se preparado para ser atacado, mas ao invés disso Suzuki retirou uma maçã da boca e mordeu e então fez menção de oferecer ao garoto.

--Eu sou sim, mas porque esta fazendo isso? Não me lembro de ter feito nada com seu irmão---

Suzuki se lembrou do garoto que havia dado uma surra e entregado aos regentes, mas descartou a ideia de que ele fosse um inuzuka, já que o mesmo não tinha qualquer semelhança com o clã.

---Se esta falando daquele cara que andou bagunçando e pinchando o muro das casas eu dei uma surra nele sim, mas
convenhamos, ele mereceu... ---

--De quem esta falando? --- Falou ele.

---A então não é? Então me desculpe, mas não conheço seu irmão. ---

Suzuki caminhou na direção do garoto, mas sentiu certa intenção assassina e então recuou alguns passos para trás, o garoto estava realmente falando serio sobre lutar contra ela, já que o mesmo fez um selo com as mãos e seu cachorro se transformou em uma copia dele, algo até então novo para ela.

---Sharingan---

Os olhos dela se tornaram vermelhos com um tomoe negro sobre as pupilas pretas, era hora de ficar alerta, algo de ruim iria acontecer se subestimasse seu adversário, mesmo ele aparentando ser mais novo que ela.

O garoto e seu cão rodopiaram no ar em alta velocidade.

---Tsuga---

Suzuki então saltou para trás, em instinto de proteção, porem não fora suficiente, o redemoinho gigantesco avançou contra ela em espiral, pronto para atingi-la ela concentrou chakra em seu corpo e trocou de lugar com um tronco próximo, kawarimi no jutsu foi à técnica mais utilizada pela gennin.

--Droga. ---

O garoto havia terminado de rodopiar arrancando uma arvore próxima.

---O que esta fazendo, sabia que ali tinha um casal de pássaros vivendo naquela arvore, eles eram meus amigos de soneca.

--O que, você esta dizendo?--- disse o garoto mais confuso ainda com a ação da jovem.

---Ali tinham pássaros que agora irão procurar um novo lugar para morar, adorava ouvi-los cantar nas tardes enquanto dormia. ---

Suzuki olhava ferozmente e então fazia um movimento simples com a mão enquanto avançava contra o garoto.

Lutar contra um inuzuka era praticamente impossível, eles eram mestres em taijutsu e, portanto Suzuki levou vários chutes e socos.

--Droga--- disse a garota caída no chão enquanto sentia o sangue sair de sua boca.

---Vocês prenderam meu irmão, ele nunca iria tentar abusar de uma garota, ele é um bom homem---.

Suzuki havia entendido o motivo, era sobre certo cara que havia sido pego pelos Uchihas por tentar abusar de uma mulher.

--Eu não o conheço... ---- respondeu a garota.--- nunca tive contato com o seu irmão e nem sei se ao certo foi culpa dele ou
não.--- Suzuki sentiu o seu corpo se preencher por ira.—mas você espantou meus lindos passarinhos, destruiu sua casa, não posso permitir que você saia daqui sem pedir desculpas.

O garoto avançou rapidamente, mas Suzuki já esperava por isso, em seu corpo ela já havia acumulado chakra o suficiente para lançar uma esfera de fogo mais conhecida por seu nome “Endan” que atingiu o garoto e o fez recuar.

Ele então lançou uma Kunai com selo explosivo, e Suzuki saltou para o lado enquanto concentrava chakra no punho e avançava o garoto então com a agilidade e perspicácia segurou na mão dela, e mesmo com o Houken ativado parecia não ter surtido efeito sobre aquelas mãos calejadas.

---Eu vou te matar e negociar o seu corpo pela soltura de meu irmão---

Suzuki sentiu novamente aquela intensão assassina o garoto estava realmente falando a verdade.

--Eu sabia que você iria aparar esse golpe. ---

Os olhos dos dois se encontraram e Suzuki concentrou chakra o suficiente para ativar o seu genjutsu Shi no genjutsu, o adversário caiu mais que rapidamente no chão enquanto o cachorro avançara rapidamente em direção a Suzuki que colocou uma Kunai no pescoço do garoto e falou para o animal.

--Se você se aproximar mais ficara sem dono. —

Suzuki não sabia se o animal entendia, mas parece ter funcionado já que ele parou e rosnou.

--Eu estou cansada disso tudo, eu não sei o que esta acontecendo, e também estou cansada de mais para imaginar o porquê de tudo isso---.

Ela então fez um breve sinal com as mãos e desapareceu com um movimento rápido, não tinha motivos para brigar ou matar alguém, por um motivo assim, saiu cansada e machucada, o uso de um genjutsu rank C realmente era exaustivo para ela.

Código:

Endan (Explosão de Fogo)
Quem usa:
Rank: D
Selos: Nenhum.
Descrição:
 Sem a utilização de selos, o usuário dessa técnica atira uma bola de
fogo da boca, parecida com o Goukakyuu no Jutsu, mas com a bola de fogo
menor.
[A porcentagem determina a distancia máxima de alcance do Jutsu sendo 6 metros quando estiver no 100% ]

Nome do Jutsu: Hoken
Tipo de Jutsu: Taijutsu\Katon
Selos:
Rank: E
Descrição:
O ninja não precisa de selo, apenas focaliza e emana o chakra Katon na
mão e quando o mesmo entra em choque contra alguma coisa, como um soco
por exemplo, este chakra entra em combustão causando dano extra por
fogo.
[A % do jutsu determina a perfeição da execução do jutsu,
desperdiçando cada vez menos chakra. Sendo que começa gastando 5 a mais
de chakra do que o normal.

Shinu no Genjutsu
(Genjutsu da Morte)
Quem usa:
Rank: C
Descrição:
 Primeiro, o shinobi faz com que toda a região fique em total escuridão.
 Quando seu inimigo percebe, já esta no genjutsu. Itachi passa a ter
controle total sobre o que o inimigo vai fazer e também faz com que ele
veja figuras enormes e grotescas que são para torturá-lo, que o agarram,
 o jogando num espaço com um dragão. Mãos pequenas podem aparecer no
corpo do inimigo, o agarrando. O golpe de misericórdia é dado pelo
usuário, que aparece e sufoca o inimigo, levando-o possivelmente à morte

descriptionRe: Treinos de Uchiha Suzuki

more_horiz
Um passo de cada vez
Suzuki caminhou até chegar a sua antiga casa, parecia estar mais velha do que realmente era, a sakura em frente de sua casa estava seca e parecia não querer mais dar suas flores a grama estava mal cortado o que indicava que seu pai passara mais tempo em missões do que cuidando dos muros de Konoha, seus olhos perpassaram sobre o pequeno balanço de madeira onde ela se sentou e suspirou fundo, seus olhos e pensamentos estavam tão distantes que nem ela mesma sabia o motivo de estar ali, pois aquela não era mais sua casa, não desde que fora forçada a se mudar para o bairro dos Uchihas, ou melhor, fora ameaçada pelo líder do clã.

--Droga, minha vida esta uma bagunça, e o pior de tudo é que nem consigo resolver metade dos meus problemas antes de me aparecerem mais problemas, ---- suspirou ela.

Suzuki se levantou e caminhou até a porta, como imaginara ela estava trancada e não estava realmente animada para tentar forçar sua entrada na casa, então por fim ela passou pelo portão e começou a caminhar até o fundo do quintal onde o pequeno lago tomava quase todo o fundo da casa, ela então saltou para mais perto dele, não havia mais nada para ser feito ali, então decidiu treinar um pouco suas habilidades e controle de chakra.

Encurvou-se e soltou um poderoso Endan em direção a agua da superfície que mais que imediatamente evaporou, como ela imaginara, estava começando a tomar controle sobre o jutsu, mesmo que ainda faltasse muito para que ela pudesse falar que estava realmente boa, ela saltou para uma das pedras que havia no lago, e se lembrou do ultimo treinamento com seu pai, de onde ela deveria saltar de pedra em pedra e desviar das kunais e shurikens que ele lançasse e decidiu fazer algo semelhante, saltou para uma das pedras e girou no ar tentando manter o equibrio perfeito entre a ponta dos seus pés e a rocha e então se e depois saltou para cima acumulando o máximo de chakra o possível.

--Endan—

O jutsu não estava perfeito, não tinha a “potencia” de um verdadeiro Endan, e vendo isso ela acabou por parando sobre uma das rochas e ficou um tempo parado, apenas pensando em como poderia aumentar seu poder de fogo, mas fora em vão, quanto mais ela pensava mais impossível parecia ser, havia um limite para se concentrar chakra em seus pulmões.

--O chakra para esse Jutsu é como gás que se acumula nos pulmões e sou liberado em forma de esfera, ao menos eu acho que seja isso---.

Suzuki saltou para outra rocha, em vai havia musgo por sua cobertura e ela acabou por no lago, suas vestes estavam encharcadas assim como parte de sua franja que acabou por cair sobre seus olhos ocultando completamente sua visão.

---Ahhhhh que droga---

Ela jogou a franja para trás o lago não era profundo, na verdade era tão raso que não chegava nem mesmo a altura da cintura de Suzuki, então olhou para si mesma através do reflexo.

---Eu, acho que encontrei a resposta---.

Como uma criança que acabara de encontrar um novo brinquedo ela caminhou até a borda e saltou para fora.

--Eu devo concentrar chakra nos pulmões e também na parte do diafragma, assim eu posso acumular mais chakra em uma densidade maior.

Ela então respirou fundo, juntando chakra no diafragma e nos pulmões.

--Endan---

A esfera de fogo fora bem maior e mais forte, mas agora ela tinha outro desafio, aprender a concentrar mais chakra ainda a ponto daquela esfera ficar uniformem-te esférica.
Ela então respirou funda e sentiu a circulação de chakra sobre o seu corpo, sentiu a massa bruta de chakra indo para as extremidades de corpo e depois voltando para seu interior.

---Endan---

A esfera fora mais perfeita do que antes, ou pelo menos mais poderosa, já que o nível de evaporação no lago havia aumentando, o que era um bom sinal.
Ela então foi em direçã oa arvore de cerejeira e começou a golpea-la, era um treino da qual estava habituada a fazer, como aquela arvore era extremamente antiga e velha tinha um tronco centena de vezes mais resistente que a força da uchiha que socava com cada vez mais velocidade, até que finalmente ela ergueu o braço para cima e concentrou chakra.

--Hoken---

O soco atingiu o centro da arvore onde seu tronco ficou levemente chamuscado.

--Droga, ainda não esta bom--

Suzuji havia se lembrado com que ocorrera com o treino de seu companheiro, onde ela havia atingido osoco, mas que infelizmente não havia causado dano algum a ele.
Ela então concentrou mais chakra na mão e golpeu com mais força, em vão apenas uma pequena parte da arvore havia sido atingida menor ainda a que mostrava algum dano, respirou fundo e olhou para o seu punho, e por fim lembrou-se de uma velha soqueira que seu pai costumava usar, era a chave para seu problema, ela concentrou chakra elemental na mão agora tentando deixar cada vez mais concentrado, até que por fim ela dera um golpe decente na arvore que acabou por queimar parte de sua casca, um grande avanço ja que outrora apenas a região atingida havia
mostrado certo dano.

Ela finalmente caminhou em direção ao bairro dos Uchihas, satisfeita com seu treino em sua antiga casa, apesar de sentir cansaço ela estava em suma bem o suficiente para caminhar sem olhar para tras, negando a si mesma a vontade de voltar para seu antiho quarto e viver sua antiga vida como se nada tivesse acontecido, infelizmente, aquilo não era possivel para ela.

descriptionRe: Treinos de Uchiha Suzuki

more_horiz
Recompensa pelos treinos:

+25% Hoken +35%Endan +2 Controle de chakra +1 Habilida com armas

descriptionRe: Treinos de Uchiha Suzuki

more_horiz
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum