Naruto Revo OnlineConectar-se
Hey... quanto tempo faz que seu personagem não come? Evite as penalidades por desnutrição... visite o Ichiraku com frequência, lá seu personagem pode se recuperar em instantes !
Sempre lembre de remover itens descartáveis de suas fichas quando os mesmos forem usados. Seja honesto consigo mesmo.

Campo de treino de Aburame Luks

Compartilhe

descriptionRe: Campo de treino de Aburame Luks

more_horiz
[Hoje faria um aprendizado e um treino de jutsu. Como são um mesmo tema, resolvi colocar em um post só.]
Depois do encontro no bairro Inuzuka, Luks foi pra casa descançar, só queria aproveitar o conforto da vila antes que tivesse que sair outra vez em missão e ter de encarar tudo aquilo novamente, fome, suor, desconforto e claro... o risco de ser morto a qualquer momento.




-[ Um dia antes de Luks sair novamente em missão ]-
Na manha seguinte Luks acordou com a reclamação dos insetos novamente por causa da presença dos passarinhos no jardim. Por algum motivo todas as vezes que eles se aproximavam parecia ser trabalho do Aburame os manter longe dali.

"Sério mesmo ? Droga, eu ainda tinha vinte minutos de sono..."


Sonolento, o Aburame abre a janela de seu quarto e identifica uma dupla de pássaros nativos da região cantando escandalosamente. Ele então vai até a escrivaninha no canto do quarto e pega algo sobre a mesma. Nem viu direito do que se tratava, Provavelmente um peso de papel feito em madeira ou algo parecido; volta a té a janela e mira a árvore onde os pequenos berradores estavam.

*zup*

Ele joga a "coisa" sem muita força e ela se choca contra o tronco da fina árvore, fazendo assim o galho dos passarinhos balançar. Finalmente eles saem voando dali.

"Espera.... o_o .... eu tenho que treinar isso."

Felizmente ele não estava falando de jogar pesos de papel em árvores, mas sim de algo que lembrara naquele momento.
Depois dali, o Aburame se veste, faz o desjejum e então vai até o jardim. Lá ele percebe que tinha jogado o tinteiro de sua mesa e não o peso de papeis.

"Kuso..."

Ali estava o frasco de madeira com a boca virada pra baixo, já sem seu conteúdo, que naquele momento já tinha sido espalhado e drenado pelo chão. Luks o pegou e voltou a fechá-lo.

"Kikai, quero que formem duas pequenas esferas. Um terceiro grupo um pouco maior deve se preparar também."


Quando a quantidade requerida de insetos já havia saído de seu corpo, o Aburame voltou a instruir.

"Quero que vocês, disse ele ao grupo maior, levem este frasco para o alto. Os outros mantenham a formação, quero que acertem o frasco assim que ele for solto no ar."

Sim, como o alvo era muito pequeno, eles teriam de o soltar no ar primeiro, antes de lhe acertar... do contrário bateriam uns contra os outros. Assim o fizeram; levantaram o frasco lentamente no ar até uma altura de três metros e ao sinal de seu mestre, os insetos tentaram fazer o movimento ordenado. Somente uma das esferas conseguiu acertar o frasco antes que caísse no chão.

"Isso... é assim, agora mais uma vez..."


Ele agora faria novamente o esquema, tentando deixar uma pré ordem de movimento para que nenhum dos grupos se atrasassem. Assim eles fizeram, conseguindo um resultado um pouco melhor, pois um grupo acertou o frasco em cheio e o outro ao menos de raspão conseguiu acertar.

[considero que depois disso, não seria mais o aprendizado e sim o treino do jutsu.]

Luks então pensa outra coisa, teria que buscar treinar com um alvo maior talvez um boneco e aí aumentar a quantidade de esferas na técnica.

"Talvez eu consiga alguns bonecos na academia... se não estiverem usando, treino lá mesmo. "

Luks então voltou pra casa, equipou sua bolsa de armas, e então foi para a academia. O dia estava ensolarado e seco. Ele odiava muito aquela época do ano. Pior do que calor, é calor sem umidade.
Luks demorou quase 15 minutos para chegar à Academia Ninja de Konoha; crianças brincavam do lado de fora quando chegou. Ignorando-as, foi direto pra dentro, em direção ao ginásio. No caminho encontrou um instrutor para o qual perguntou se poderia usar um dos bonecos de treino deles. Seu pedido foi aceito, contanto que não demorasse muito, pois uma turma precisaria do lugar para uma aula em breve. O Aburame agradeceu e se apressou em começar o treino.
O lugar era um grande ginásio com chão de tábua corrida, paredes de alvenaria e por todos os lados podia ver as mais diversas ferramentas de treino, como sacos de pancada e alvos por exemplo. Foi encontrar os bonecos que precisava atrás dos alvos. Pegou um deles e levou até o centro do ginásio onde havia a maior área livre.

"Ok, para fora... vamos começar novamente."


Vários e vários insetos começaram a sair de dentro das mangas, da gola, descer pelas pernas e pela cintura do Aburame até que o chão ao redor dele estivesse coberto de negro.

"Agora vamos nos organizar."


Ele se concentra para ordenar que uma certa parte, maior, se separasse do resto e fazer com que todos os outros se agrupassem em nuvens menores que pairaram pelo ar. Depois disso fez com que o primeiro grupo fosse até o boneco que tinha sido deixado no chão e tratasse de levantá-lo no ar o mais alto possível.
Na verdade pediu para que parassem quando chegaram na média dos 7 metros. Depois disso fez com que todas as outras esferas cercassem o boneco e aguardassem. Algumas delas estavam a cima do boneco, outras a baixo, mas olhando do chão pareciam formar um circulo.

"Ao meu sinal, uma a uma comecem a investir com força contra o boneco! "


Agora não precisaria largar o boneco em queda livre, pois as esferas facilmente não acertariam os insetos que o sustentavam. Uma a uma, de acordo com o aval de seu mestre, as esferas investiram contra o boneco e recuaram, esperando sua vez de atacar novamente. Aquele treino durou cerca de meia hora até que os insetos já estivessem esgotados pela repetição. Luks percebeu que nos últimos minutos tinha companhia, estava sendo observado de longe, da entrada. Quando finalmente acabou, simplesmente fez os insetos largarem o boneco, que foi agarrado por ele antes que caísse no chão. O Jounnin o deixou onde pegara e então partiu em direção a porta onde se deparou com dois pequenos garotos, enojados e assustados pela "multidão" de insetos que acabavam de entrar no corpo do Aburame.

"O que será que está passando na cabeça deles. De certo não sabem que os guardo no corpo... devem pensar que se trata de uma invocação..."

Ele se distraiu com pensamentos desse tipo até que tivesse novamente chegado em casa, onde em breve teria de começar a preparar o almoço.


Kikaichuu Shijain (Ataque Aéreo dos Insetos Destrutivos)
Quem usa: Aburame Luks
Selos:Tigre.
Rank: B
Descrição:
O membro do clã Aburame cria uma nuvem de insetos que levanta o inimigo no ar. Então, muitas esferas de insetos repetidamente golpeiam o inimigo antes de ele cair no chão.( técnica similar a um dos golpes do shino nos jogos de PS2)
[Aporcentagem determina a quantidade de esferas que golpeiam o alvo, sendo 1 a cada 10% Dano: 1d6 Habilidade cada esfera.]

descriptionRe: Campo de treino de Aburame Luks

more_horiz
Analise:

Fora um bom treino Luks, aprenderá o jutsu treinado, Parabéns! xD

Recompensa:

Aprende o jutsu com 30% + 3 Habilidade + 3 Concentração de chakra

descriptionRe: Campo de treino de Aburame Luks

more_horiz

-AAgh!

Luks acordava assustado, tinha a respiração pesada e suava. Tirou seus óculos e limpou o suor dos olhos. Tinha sonhado aquilo novamente.

Já haviam se passado três anos e aquele pesadelo continuava a atormenta-lo. Muita coisa já havia acontecido desde a missão em que visitara a "Cidade da Fronteira", mas o que havia presenciado, o que havia feito... aquilo ainda o incomodava de forma torturante.
Não bastasse as primeiras noites mal dormidas, não bastasse todas as outras missões que tivera que fazer depois disso... já fazia quase um mês que não tinha aquele pesadelo. Agora estava sentado na cama, inseguro, parado, desanimado.

"Se ela estivesse aqui..."

O Aburame lembrava de Yamanaka Tenshi, sua parceira de muitos anos. Pensava que se ela estivesse ali ele estaria melhor, ela sempre o confortava, o fazia ver o lado bom das coisas.
A lembrança apertava seu peito; voltara a sentir saudades. Já fazia quase seis meses que ela tinha partido da vila para servir como suporte médico em uma cidade a norte dali. Suas missões e obrigações não o deixavam simplesmente viajar até lá. Lentamente se levantou da cama e foi até o banheiro. Seus kikais "falavam" coisas sobre as quais ele não prestava atenção. Tomou um banho, se vestiu com as roupas de sempre e fez o desjejum. Acabou levando o dobro de tempo que normalmente levava.

"Preciso arrumar algo pra me ocupar =\ "

Ele então pegou suas bolsas de arma e saiu andando de casa. O sol já tinha nascido e as pessoas começavam a aparecer na rua. Algum tempo depois o Aburame chegou ao parque da vila, onde decidiu ficar. Os ventos de outono faziam as folhagens dançarem em um só ritmo. Viu o jardim e as flores dos mais variados tipos e cores. Novamente a lembrança apertou seu peito. Ele caminhou até lá e se sentou no chão ao lado das flores. Tirou da bolsa de armas 8 shurikens e as colocou a sua frente. Uma lagrima se desprendeu de seu olho, escorreu pela lente dos óculos e caiu contra o metal; outras vieram em seguida. Estava sozinho ali, não tinham com o que se preocupar. Ficou ali parado por um tempo que não conseguiu calcular, até que ouviu pessoas se aproximando. Enxugou as lagrimas, limpou os óculos e pegou suas shurikens.

Agora ele estava de pé como se nada tivesse acontecido. As pessoas passaram e ele ficou novamente sozinho. Olhou para cima e viu o céu limpo. Ajeitou uma shuriken entre o indicador e polegar da mão direita, sentiu o vento, calculou mais ou menos como seria o desvio e lançou a shuriken em quase 90 graus. A força foi tamanha que até ficou difícil de enxerga-la enquanto subia. Enquanto ainda não caía, ele passou outra shuriken para a mão direita e se preparou, ia interceptar a queda da primeira lançando aquela.
Não demorou quase nada e lá vinha a shuriken, sendo acelerada pela gravidade. O Aburame calculou a distância, a rota que faria e então lançou sua segunda estrela em direção a onde a primeira passaria instantes depois.

Tíííín, foi o som de quando os metais se chocaram no ar, quando quase sem velocidade contra o chão. Agora o processo seria repetido; mais uma shuriken foi passada para a mão direita, lançada e em seguida interceptada. O Aburame tentou este exercício por mais trinta minutos, falhando algumas vezes e sempre buscando as estrelas no chão quando terminava de usar as 8 que tinha separado.

No fim das contas tinha perdido uma que nem sabia onde fora parar. Sabia que tinha caído no parque, mas como aquilo era a menor de suas preocupações no momento, resolveu voltar pra casa. Já estava com fome novamente.
As flores o ajudaram de certa forma.

descriptionRe: Campo de treino de Aburame Luks

more_horiz
Analise:

Este treino foi mais simple do que você faz normalmente, mas tranquilo xD
Creio que poucos entenderam o motivo para Luks estar.


Recompensa:

5 Habilidade com armas -1 shuriken

descriptionRe: Campo de treino de Aburame Luks

more_horiz
Dérik Kaguya escreveu:
Analise:

Este treino foi mais simple do que você faz normalmente, mas tranquilo xD
Creio que poucos entenderam o motivo para Luks estar.


Recompensa:

5 Habilidade com armas -1 shuriken

Fiz o treino mais com objetivos interpretativos do que de evolutivos. Fuck this Shit tá certinho. Provavelmente só o Aka, Nat e Set entenderão...

descriptionRe: Campo de treino de Aburame Luks

more_horiz
Música de fundo: http://www.listenonrepeat.com/watch/?v=03D4msw5i7I&noredirect=1

Rukisu tinha ficado atormentado com aquilo. Numa noite descobre coisas desagradáveis sobre várias pessoas, na manhã seguinte, Adrian, um de seus primeiros alunos está morto. Ele fantasiava em sua mente como teria sido aquele combate que fora narrado de forma confusa por Dérik Kaguya, o ninja que sobrevivera ao embate.

“Por que diabos eles não saíram  dali imediatamente ? Eles nem sequer tinham motivos pra se deixar cobrir pela fumaça.”

Decidido a esfriar a cabeça e evitar ficar pensando sobre o assunto, Rukisu foi até a Academia Ninja. Lá eles tinham uma espécie de ginásio usado para a prática de lutas e outras técnicas ensinadas no curso, mas o que lhe interessava eram os bonecos de treino. O lugar era abobadado e as paredes eram pintadas de um branco encardido que dava a impressão de sujeira ao lugar. Os detalhes da arquitetura foram feitos no clássico vermelho escuro da vila. Existia uma espécie de varanda elevada cujo o acesso só era obtido por uma escada metálica que partia do chão e a alcançava bem no meio. Não precisaria ir ali. Em um canto, perto de troncos com alvos pintados, pesos e espadas de madeira gastas estavam os bonecos de treino. Só existiam 3 deles ali naquele dia.

Para ter conseguido acesso ao ginásio, Rukisu antes teve de se encontrar com um dos professores que permaneciam na escola e explicado que gostaria de fazer uso do espaço. Depois de lhe garantir que não causaria nenhum tipo de dano à propriedade conseguiu o passe livre.

Pegou o boneco com as duas mãos e o arrastou até o centro do ginásio. Ele era feito com pedaços de madeira ligados por uma espécie de corda ou borracha que o atravessava por dentro, garantindo assim que seus braços e pernas tivessem certa mobilidade sem que necessariamente ficassem dobrados; um pedestal de madeira que se encaixava por entre as pernas do boneco garantia sua sustentação. Largou-o ali “de pé” e deu três pequenos saltos para trás, conseguindo assim se distanciar razoavelmente do boneco.

OK, agora é só começar a concentração. – pensou ele estendendo os braços para frente e dando um comando mental para que os insetos Kikai começassem a sair. O pequeno fluxo de insetos escuros  foi continuo até que tivessem atingido a quantidade necessária para o que Rukisu pretendia. Com um gesto de mão o Aburame fez se arrastar no ar um grupo considerável de kikais que se afastaram dos outros. Em seguida, com a outra mão, esticou os dedos de forma a separa-los e assim fizeram os insetos. Agora ele tinha um grupo maior e três outros grupos menores.

“Vou precisar que vocês avancem e se unam ao meu comando. Se posicionem uns sobre os outros para que o impacto seja o menor possível em vocês. Vocês vão colidir contra aquele boneco de madeira.” ( é claro que estas informações foram passadas aos insetos de forma traduzida para que eles pudessem entender as intenções do Aburame.)
 
“Agora” – ele fez um gesto com a mão esquerda e deu a ordem, fazendo assim com que o grupo maior voasse até o boneco na altura dos joelhos dele e então subissem rapidamente, carregando-o para o alto. Com facilidade ele se soltou do pedestal onde se sustentava e foi erguido a mais alguns centímetros de altura. Com a mão direita apontou para o boneco com um dos dedos, depois com dois e por fim com três – “Batam!” – os três grupos de insetos avançaram um depois do outro e em forma de esferas não uniformes atingiram o boneco em diferentes locais. Com os golpes vindos somente da frente o boneco girou no ar e caiu.
 
“Kuso... tenho que tentar de forma mais espalhada. Numa batalha os golpes tem que ser menos previsíveis do que isso.” – concluiu ele mesmo sabendo que fazer aquele tipo de movimentação coordenada exigia certo esforço.
 
Ele tentou repetir o movimento por mais três vezes e mal viu que já tinha se distraído, não pensando mais nos problemas. Não tinha feito grandes avanços em relação a técnica mas dessa última vez conseguiu evitar que o boneco caísse no chão mesmo tendo sido atingido em cheio por três vezes.  Rukisu praticou o movimento mais uma vez, se dedicando para fazer da melhor forma possível então resolveu tentar algo mais ousado. Com a palma da mão direita para cima ordenou que mais insetos saíssem de seu corpo. O zumbido dos insetos descansados encheu seus ouvidos quando começaram a sair. 

Vocês, se unam ao grupo maior – ordenou ele e em seguida fez com que parte dos insetos deste grupo que carregava o boneco se desprendesse e formasse uma nova pequena esfera. Rukisu estava prestes a tentar executar a técnica novamente quando se deu conta das reclamações que só ele podia escutar.

“Droga, vocês estão famintos... me desculpem, eu me distraí.”

Como forma de desviar seus pensamentos da tragédia da noite passada, Rukisu acabou se empenhando de mais em executar o jutsu que tinha aprendido e acabou negligenciando  as necessidades de seus insetos que o ajudavam na atividade. Chamou-os então e os alimentou lentamente para que o processo fosse o mais indolor possível. Por fim fez com que voltassem a suas posições.



“Agora vamos tentar novamente.”

Instruiu os novatos sobre o que fariam e então começou a dar os comandos. Primeiro o grupo maior levantou o boneco a quase dois metros de altura, depois, as esferas que o cercavam foram instruídas a avançar contra o boneco uma depois da outra afim de atingi-lo por todos os lados de forma ininterrupta até que todas já tivessem feito suas investidas. Agora estava tentando usar 4 esferas e por isso teve de se esforçar mais do que antes. Foi difícil e acabou deixando o boneco cair. O grupo maior foi aparar sua queda quando já estava bem próximo do chão. Tentou executar a manobra mais duas vezes, se dedicando o máximo possível para encontrar a coordenação perfeita entre os 5 grupos.

Rukisu já estava cansado e já começara a suar. Por fim resolveu ir para o Ichiraku almoçar, recuperando todos os seus insetos antes disso. Antes de ir embora catou no chão os kikais mortos durante a prática e os guardou no bolso do blusão. Ele não sabia mas já passara do meio dia.
 
 
 
 
 
 
Jutsu treinado escreveu:
Kikaichuu Shijain (Ataque Aéreo dos Insetos Destrutivos) 30%
Quem usa: Aburame Luks
Selos:Tigre.
Rank: B
Descrição:
O membro do clã Aburame cria uma nuvem de insetos que levanta o inimigo
no ar. Então, muitas esferas de insetos repetidamente golpeiam o
inimigo antes de ele cair no chão.( técnica similar a um dos golpes do shino nos jogos de PS2)
[A porcentagem determina a quantidade de esferas que golpeiam o alvo, sendo 1 a cada 10% Dano: 1d6 + Habilidade cada esfera.]

descriptionRe: Campo de treino de Aburame Luks

more_horiz
Bem explicado como funciona. (gostei da musica).

25% de Kikaichuu Shijain

2 pontos de habilidade

descriptionRe: Campo de treino de Aburame Luks

more_horiz
A noite passada foi mais do que conturbada. Ao por dos sol Rukisu foi ao enterro de Adrian e dos outros ninjas assassinados. Sentiu falta de Natsuke e Hayate, que segundo lhe informaram, estavam fora da vila em missão.
“Melhor assim... Natsuke teria feito um estardalhaço na cerimônia.”
Conseguia imaginar Hayate calado olhando para a foto de Adrian cercada de flores enquanto Natsuke indignado diria algo sobre como é um absurdo  isso ter acontecido dentro da vila e de como tinham que encontrar e matar o responsável por aquilo imediatamente.
Concluindo que teria um pequeno período de folga até que fosse mandado novamente em outra missão ou acabasse preso em algum dos problemas que o perseguiam, resolveu continuar seu treinamento e aprimorar os movimentos que praticara na academia no outro dia.
Saiu de casa carregando somente 10 kunais e shurikens nas bolsas de arma e vestindo seus trajes tradicionais. Usava uma bandana preta longa, o blusão de gola alta verde escuro, a calça preta com bandagens prendendo-a na altura da canela, luvas de couro com uma placa que tem o símbolo de Konoha gravado e sandálias pretas. Já era o início do período da tarde, visto que o Jounnin preferira dormir até mais tarde afim de descansar e evitar pensar em problemas. Fizera isso em vão, já que tivera sonhos conturbados pelo que pareceu ser a noite toda.
Quando finalmente chegou até a academia o período de aulas já havia começado e foi estranho o trajeto que fizera até a diretoria. Algumas crianças aguardavam do lado de fora da sala para serem encaminhados a uma atividade qualquer e o observaram com olhos curiosas. Ouviu comentários sinceros como: Ele não está com calor ? Por que ele não tirou os óculos quando entrou aqui dentro? Tomara que ele não seja um professor novo. Tem cara de ser “dos carrascos”. Rukisu ficou mais incomodado com toda a atenção que estava recebendo do que com os comentários em si. Fechou a porta atrás de si assim que entrou na diretoria. Ali conversou explicando sobre o treino que fizera outro dia e pediu permissão para usar o espaço e o boneco novamente. O diretor explicou que naquele momento o ginásio seria utilizado mas que o boneco estaria a disposição para uso, contanto que não fosse retirado das dependências da academia e nem danificado. Rukisu respondeu afirmativamente, garantindo o cumprimento das condições.  Saindo dali viu que as crianças já estavam sendo guiadas pelo corredor até o lado de fora da academia onde seriam levadas ao ginásio.
“Droga, vai ser uma droga encontrar com elas lá.”
Resolveu então que tentaria ser mais rápido que elas e buscar o boneco antes que elas chegassem lá. Saltou pela primeira janela aberta que encontrou e conseguiu alcançar o ginásio com uma boa vantagem em relação ao grupo juvenil.  Pegou o boneco onde tinha deixado e se apressou em fazer o caminho de volta. Assim que saiu pela porta da frente resolveu contornar rapidamente a edificação de modo a ficar fora da visão de quaisquer pessoas. Se encontrou então entre a parede do ginásio e um muro que separava aquela área de outras edificações próximas.
Liberou um grupo de kikais e outros cinco grupos menores. Instruiu-os a fazer os movimentos do Jutsu. O grupo maior carregaria o boneco para cima enquanto os menores se separariam uns dos outros e atacariam de diferentes ângulos e direções em forma de esferas aladas. Repetiu os movimentos por várias vezes tentando se concentrar em dar as ordens de maneira mais apurada possível para que obtivesse melhores resultados. 
Depois de quatro ou cinco tentativas alimentou os insetos adicionou mais uma esfera de insetos ao grupo, fazendo assim mais 4 vezes o mesmo procedimento, tentando agora se adequar ao uso de um grupo maior. Felizmente sentiu bem mais facilidade no aumento de grupo feito hoje do que no que fez no treino anterior. Talvez isso se deva ao fato de que não praticava a técnica a muito tempo... mas agora já estava se "aquecendo".
Por fim, cansado, foi para casa buscar o que comer e tomar um banho. Já era quase o fim da tarde quando lembrou, em casa, que tinha esquecido o boneco de treino do lado de fora do ginásio. Voltou pra lá correndo e guardou-o. Ao menos parecia que ninguém tinha notado sua gafe.


Jutsu treinado. escreveu:
Kikaichuu Shijain (Ataque Aéreo dos Insetos Destrutivos) 55%
Quem usa: Aburame Luks
Selos:Tigre.
Rank: B
Descrição:
O membro do clã Aburame cria uma nuvem de insetos que levanta o inimigo
no ar. Então, muitas esferas de insetos repetidamente golpeiam o
inimigo antes de ele cair no chão.( técnica similar a um dos golpes do shino nos jogos de PS2)
[A porcentagem determina a quantidade de esferas que golpeiam o alvo, sendo 1 a cada 10% Dano: 1d6 + Habilidade cada esfera.]

descriptionRe: Campo de treino de Aburame Luks

more_horiz
Proxima missão, dar uma palestra de como ser um bom shinobi para a academia :p não me faça esquecer luks XD

treino muito bom, principalmente na parte das crianças, e do fato do boneco ter sido esquecido do lado de fora, d um ar mais humano para o personagem em si (queria que todos os treino que lesse fosse assim)

30% de Kikaichuu Shijain

descriptionRe: Campo de treino de Aburame Luks

more_horiz
Era o quarto dia desde a morte de Adrian. O acontecimento permanecia recente na cabeça do Jounnin que pouco fora importunado com problemas de trabalho durante aquele tempo. Talvez estivessem fazendo isso de propósito... para dar tempo a ele. Não sabiam que o estavam fazendo mal. O tempo que passava em casa geralmente era incômodo pois com frequência se via a pensar no passado, nas coisas boas e ruins. Pensava em como nunca mais veria Adrian. Pensava o que teria sido dele se não estivesse morto. Às vezes saída pelas ruas caminhando sem rumo, apenas para conferir a movimentação na vila; rever todas as pessoas pelas quais lutava. Visitou o garoto. Visitou as casas vazias de seus parceiros que ainda não voltaram de sua missão.
Esta tarde se viu novamente em frente à academia onde resolveu que seria uma boa ideia terminar o esquema de treino que tinha planejado para conseguir bons resultados com a técnica que havia aprendido. Antes de ir até a diretoria requisitar nova permissão para o uso do espaço e do boneco, passou pelo ginásio onde espiou seu interior e percebeu que algumas crianças do último período haviam formado um círculo e praticavam algum tipo de Jutsu. Esperou um instante e percebeu que elas se alternavam indo ao centro do círculo e lá tentavam executar o Henge no Jutsu.

Ele se divertiu um pouco com as cômicas tentativas dos ninjas menos hábeis e então saiu dali. Foi até a diretoria e lá perguntou quando seria o termino da aula para que assim pudesse usar o ginásio vazio. Tendo combinado o horário o Aburame fez uma educada reverencia ao shinobi que o recebera e então partiu. Resolvera que seria uma boa comer um espetinho de queijo no centro da vila enquanto esperava.
Enquanto comia, Rukisu se encostou num poste e observou o movimento. Sentiu um frio na barriga quando ao longe, viu um garoto de cabelos escuros com seus 13 anos, passar correndo com uma espada de madeira presa às costas por fios de barbante trançados. Seu cérebro havia processado a imagem de Adrian naquele menino quando o viu de relance. Só depois percebeu que aquilo era impossível. Sentia como se algo estivesse preso em sua garganta e a última bolinha de queijo desceu com mais dificuldade.

Partiu dali cabisbaixo em direção ao ginásio da academia. Assim como esperado encontrou o lugar vazio. Entrou e fechou a porta atrás de si. Buscou o boneco e posicionou-o longe das paredes. Recuou longamente e então liberou seus insetos. Eles saíam lentamente como se estivessem apáticos, quando na verdade estavam refletindo um pouco das emoções de seu hospedeiro. Ele não ligou, afinal não estava mesmo com pressa. Ele começou com quatro, depois cinco e seis esferas. Neste treino Rukisu optou por refazer o processo de forma gradual, começando com poucas esferas mesmo sabendo que era capais de usar do dobro. Fez isso pois cogitou que se fosse aumentando o número aos poucos estaria se aquecendo de forma a quando chegar no limite do treino anterior, já estar mais preparado para arriscar uma esfera de insetos a mais. Finalmente chegara às oito esferas onde a execução era demasiadamente mais complicada do que com quatro. Ali parou por um instante tentando manter sua mente livre de quaisquer outros pensamentos e então deu as ordens enquanto fazia rígidos movimentos com os braços e mãos. A nuvem de insetos maior levantou o boneco a 3 metros de altura enquanto as oito pequenas esferas se espalharam em diferentes direções e alturas. Ao seu sinal todas avançaram uma depois da outra atingindo o boneco exatamente pela direção para qual ele tendia a girar após o golpe anterior. Alimentou seus insetos com seu chakra e então  os posicionou novamente  para ousar uma nona esfera. O cansaço o provocara enquanto ele moldava mais chakra para executar o Jutsu. É verdade que durante todo o treino o maior desafio não foi executar o Jutsu. Ele tinha habilidade e controle sobre o chakra o suficiente para executar os exercícios que se propôs. O desafio ali era fazer tudo aquilo tentando escapar do luto e dos maus pensamentos.

Deu a ordem e o boneco foi erguido mais uma vez. Sem perder tempo, quase que de imediato a primeira esfera atingiu o alvo, sendo seguida por mais uma que veio quase que da  direção oposta. Em segundos o boneco já tinha sido atingido nove vezes.  Antes que o boneco pudesse cair ou que os insetos da nuvem maior o largassem, Rukisu liberou mais uma esfera que saiu de suas mangas e ordenou que ela fosse com toda a força na direção dele. Os insetos se posicionaram uns sobre os outros de modo a formarem uma estrutura firme mas que ainda assim pudesse absorver o impacto sofrido pelos insetos posicionados na parte mais exterior, visto que suas pequenas patas dobrariam ao tentar manter a posição mas ainda assim absorveriam parte da força de impacto. Os outros grupos foram ordenados a atacar em seguida de forma consecutiva. De acordo com que os grupos fossem se danificando demasiadamente ou se cansando, o Aburame ordenava que voltassem para o interior de seu corpo onde poderiam se alimentar e descansar.  Parou quando se viu arfando, exausto. Lentamente catou todos os insetos mortos no chão, os colocou em seu bolso do blusão e arrastou o boneco até o seu canto. Cansara de treinar, cansara também daquele lugar. Precisava de um banho e de algum tempo de sono. Fechou as portas do ginásio antes de sair e então foi pra sua casa.

Kikaichuu Shijain (Ataque Aéreo dos Insetos Destrutivos) 85%
Quem usa: Aburame Luks
Selos:Tigre.
Rank: B
Descrição:
O membro do clã Aburame cria uma nuvem de insetos que levanta o inimigo
no ar. Então, muitas esferas de insetos repetidamente golpeiam o
inimigo antes de ele cair no chão.( técnica similar a um dos golpes do shino nos jogos de PS2)
[A porcentagem determina a quantidade de esferas que golpeiam o alvo, sendo 1 a cada 10% Dano: 1d6 + Habilidade cada esfera.]

descriptionRe: Campo de treino de Aburame Luks

more_horiz
Um bom treino Luks... Simples comparado ao que normalmente postava... mas também a de se entender o Aburame esta meio pra baixo ainda que um de seus alunos veio a perecer...

15% Kikaichuu Shijain +3 Habilidade +1 Controle de chakra

descriptionRe: Campo de treino de Aburame Luks

more_horiz
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum