Naruto Revo Online


 
PortalInícioRegistrar-seConectar-se
Hey... quanto tempo faz que seu personagem não come? Evite as penalidades por desnutrição... visite o Ichiraku com frequência, lá seu personagem pode se recuperar em instantes !
Sempre lembre de remover itens descartáveis de suas fichas quando os mesmos forem usados. Seja honesto consigo mesmo.

Compartilhe | 
 

 Setima guerra Shinobi

Ir em baixo 
AutorMensagem
Uchiha Suzuki
Gennin
Gennin
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 0

MensagemAssunto: Setima guerra Shinobi   Qua Jun 12, 2013 3:53 am

Prólogo:
Gotas de Sake




A chuva continuava a cair vagarosamente sobre o guarda chuva dois shinobis observavam a lapide fria, abaixo de uma arvore gigantescas que o próprio rapaz tivera o orgulho de criar com parte de seu chakra, não permitiria que ela ficasse sobre a chuva, pegou o saque e então após tomar um gole despejou o resto sobre a lapide de rocha.

“Uchiha Suzuki”

--Se ela nos vesse bebendo ainda diria que somos novos de mais para beber sake--- Respondeu humoristicamente o jovem Chunin Menma ao ver as ultimas gotas serem despejadas sobre o tumulo.

---Provavelmente ela diria que somos idiotas ao despejar saque em uma rocha, desde que a guerra começou, coisas como saque tem aumentado a preços absurdos---

--Avarenta do jeito que ela era, não duvido disso---

Os dois voltaram a sorrir, já se havia passado dois anos desde o confronto na Ponte Grande Naruto, Menma se parecia pouco com o jovem franzino que vivia com o intento de se tornar forte, deixara seu cabelo crescer a altura da cintura sempre amarrado em um rabo de cavalo, com alguns fios sobressalentes na parte frontal da cabeça, cobrindo assim parte do olho esquerdo e escondendo uma breve cicatriz vertical sobre o olho esquerdo, estava bem mais alto do que quando aspirara se tornar Genin, agora com seus um metro e setenta e oito era alto o suficiente para se destacar em meio aos outros de seu batalhão, blusa azul e longa se destacavam sobre o cachecol branco e levemente amarelado que carregava junto ao pescoço, um presente de sua noiva, para, protege-lo do frio das fronteiras do pais do fogo.

“Os mortos não podem voltar a vida, mas eu me manterei firme aos meus ideias e protegerei meus amigos com todas as forças de minha alma, pois esse é meu jeito ninja de ser”

--Ela era realmente uma grande idiota não é---

--Sim---

A chuva voltou a se intensificar, forçando os dois a fazer uma breve saudação para o tumulo e então, com um enorme pesar sobre a mente sair dali.


--Amanha voltaremos para o campo de batalha não é?---

Menma apenas afirmou com a cabeça, no próximo dia voltariam para o campo de batalha, e ele sendo um dos capitães daquele esquadrão sabia muito bem que a probabilidade de morrer era muito maior do que a normal, e que provavelmente se vencessem, não sobreviveria se quer vinte pessoas do batalhão de duzentos shinobi que eles dois comandavam, sabia disso, pois o numero de tropas inimigas beiravam o dobro que eles possuíam e teriam que suportar o ataque até que os reforços vindos do norte chegassem ao local para ajuda-los.

---Preocupado Menma?---

---Não me insulte, Sou Uchiha Menma, lutar em desvantagem é a minha maior especialidade.--

---Se achando como sempre, isso deve ser genético não é---

---Ta querendo brigar é?--- Esbravejou Menma.

E então os dois voltaram a rir enquanto adentravam em uma das tendas de onde receberiam as ultimas ordens do quartel general.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Uchiha Suzuki
Gennin
Gennin
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 0

MensagemAssunto: Re: Setima guerra Shinobi   Qui Jun 13, 2013 2:57 am

Trincheiras

Mais uma explosão, dessa vez ao seu lado um de seus companheiros jazia morto com um semblante triste sobre o rosto, era logico, ninguém queria morrer em uma trincheira de guerra, sem nome, sem identidade, sem ao menos merecer um funeral digno, os outros shinobi dali também demonstravam o estresse e fadiga, já havia se passado três horas desde que começaram a receber aquela chuva de rochas com kibaku fuudas contra eles, era realmente um inferno para qualquer humano.

--O que vamos fazer Taicho?---

O jovem Aburame não demonstrava o mesmo desespero, na verdade ele estava calmo de mais para alguém que estava frente à morte  certa, talvez isso fosse o fato de estar tão acostumado com o sua vida Anbu, arrumou os óculos escuros e deixou que um breve suspiro saísse por dentre seus dentes brancos.

--Se acalmem a vitória é nossa----

---O que esta dizendo, estamos nesse inferno ouvindo essas malditas explosões a mais de três horas, e a única ordem que o senhor nos da é ficar parado esperando... ---

Aburame Luks apenas olhou para ele por de baixo dos óculos escuros, o shinobi havia feito a pior besteira que alguém ali poderia fazer se levantar e deixar a cabeça desprotegida contra os milhares de pequenos pedaços de rocha que vinham contra a sua direção, e antes que pudesse terminar de praguejar suas palavras contra o capitão, seu corpo caiu inerte, enquanto parte de seus miolos e sangue se misturava à barrenta agua da trincheira.

Ele esticou o dedo anelar, havia um pequeno inseto ali e logo os dois começaram a dialogar em um tipo de conversa que possivelmente ninguém mais ali entenderia.

 ---As coisas parecem bastante complicadas---

Murmurou Kaguya Derick, um homem que já passara de tudo um pouco na vida, e que Luks acreditava sofrer de grandes problemas psiquiátricos, sua falta de medo lhe trazia uma vantagem aterradora no campo de batalha, mas também seu estilo de luta beirava a completa loucura, parecia que o mesmo, a cada dia procurava o mais breve caminho para encontrar a morte, em sua mão esquerda unida aos ossos de sua mão uma foice gigantesca lhe era bem vista, cabelos brancos e olhos claros, além de ossos sobressalentes, que lhe protegiam o corpo dos enormes danos causados pelas rochas, e esse era o principal motivo para ele ser o único ali que estava em pé sem se importar com as rochas.

--Já esta tudo preparado, me entregue as Kibaku Fuudas—.

O jovem então lançou uma caixa cheia deles sem qualquer tipo de ciência do perigo de se manipular algo tão perigoso.

--Sabe o trabalho que tive em ter que ir por todo essa trincheira recolhendo isso?---


---Obrigado---

Murmurou Luks sem qualquer tipo de consideração na voz, no momento estava apenas focado em deixar que seus pequenos insetos encarregassem de pegar kibaku fuudas.

---vai fazê-los voar até lá?---

 --Isso seria muito chamativo... E não tenho muito prazer em coisas chamativas---

--Tsc, vocês aburames não sabem como se divertir, mas o que diabos esta fazendo?—
O shinobi então revelou pequenos tuneis escavados por seus insetos, de fato aquilo não tinha se quer dez centímetros de raios, mais era o suficiente para que os kikkauchis pudessem caminhar livremente em fileira e adentrar ao túnel com os Kibaku fuudas.

---Agora eu entendi... ---

Derick sorrira, fechou os dedos sobre o punho da foice, seus lábios se distorciam e um sorriso impactante lhe dava um ar cômico e tenebroso.

 ---Um... Dois... Três---

Fora então uma sequencia de explosões sucessivas nas trincheiras dos inimigos, era claro que o plano de Luks havia dado mais do que certo.

---Agora vá, termine o trabalho---.

Não havia necessidade para uma segunda vez, o jovem Kaguya se lançara velozmente contra o cerco inimigo, destruindo as cercas, ignorando as shurikens da fraca defesa que ainda restava, cortou mais um arame com a foice pulou para dentro da trincheira, ficando ao lado de um dos inimigos, que em questão de segundos jazia sem cabeça, Derick lambeu a ponta da foice de onde escorria um breve filete de sangue.

--sangue fresco pela manha... Nada melhor do que o bom e belo gosto da morte—


---Devemos ir senhor?--- Perguntou um dos shinobi.



---Não precisa se formos até lá é capaz de acabarmos sendo mortos por aqueles dois. ---  Murmurou 
o Aburame enquanto se apoiava para descansar do gasto de chakra.



---Dois?—

O homem então coçou os olhos, e nesse mesmo instante ele vira que não era apenas o Kaguya que havia se jogado em meio à morte certa, havia mais um homem ali.

---Esta atrasado Derick, já matei cinco---.

Derick se virou, com a foice em punhos pronto para golpear, quem quer que estivesse falando aquelas palavras, então sua lamina se chocou contra uma enorme espada.

 --Maldito... Querendo ficar com a diversão apenas para você---

O Uzumaki riu, no lugar da íris haviam duas fendas horizintais além de estranhas formas ovais ao redor dos olhos, sua altura era acima do normal dos shinobi, usava uma capa vermelha e calça de couro preta.

---O que isso? Vai reclamar por ser tão lerdo---

--Se quer brigar então venha, sempre estou disposto a matar mais um---.

Um shinobi se aproximara com uma katana, tentando golpear os dois que pareciam distraídos, porem era apenas uma ilusão, em questão de segundos tanto Derick quanto Uzumaki Dante haviam decepado o pobre homem em duas partes, deixando suas vísceras amostra.

---cale a boca, que seja, vamos acabar com o trabalho aqui---.

---Se ela estivesse viva... --- Murmurou um.

---Provavelmente estaria nos dando sermão sobre como respeitar os oponentes. ---


---Nunca entendi essa filosofia dela, para que respeitar mortos?---
Voltar ao Topo Ir em baixo
Uchiha Suzuki
Gennin
Gennin
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 0

MensagemAssunto: Re: Setima guerra Shinobi   Dom Jun 16, 2013 9:27 pm

Yukari e as más noticias


A noite havia chegado ao acampamento, as nuvens tempestuosas moviam violentamente a copa das imensas arvores, era uma noite tenebrosa e sombria, Dante estava sentado sobre seu saco de dormir, seus olhos se mantinham fixos sobre uma única vela a óleo, porem seus pensamentos estavam distantes e as noites em pesadelos lhe consumia a alma, esse era o preço de ter aceitado ser o jinchuriki da oito caudas, e agora sabia muito bem as palavras da kunoichi naquele dia em que 
Konoha fora atacada “a partir do momento em que sela-lo m você, então deixara de ser humano”, e era verdade, a besta lhe atormentava os sonhos e a cada dia ele se sentia mais e mais atraído pelo 
demônio que um dia lhe consumiria a alma.

---Ei Dante esta prestando atenção?--- repetiu Derik, enquanto meneava a cabeça a perceber o estado de seu companheiro.

---Tenho algo a lhe perguntar, você também é um jinchuriki, como consegue mantê-lo sobre o controle---.

A gargalhada de Derik cortou o ar, ele passou a mão sobre os cabelos brancos e se jogou no saco de dormir.

---Desde que perdi minha mulher, coisas como sanidade não faz o menor sentido, mas entendo o que esta se sentindo, esqueça isso, tenha fortes convicções de seus objetivos, isso já é suficiente. ---

Um breve sorriso dos dois, ante a ouvir uma tossida seca era Rukisu, que olhava para os dois.

---Já esta na hora de dormir, amanha será um novo dia, não temos tempo a desperdiçar. ---

As luzes foram apagadas mesmo assim depois de duas horas deitado o sono não lhe havia atingido e por fim ele se levantou e procurou algum lugar para se sentar, sentindo a brisa leve sobre o rosto, ele olhou para o lado.

---Yukari, sei que esta ai, apareça maldita---.

---Oni-san, não deveria falar dessa forma com a sua prima---.

A voz ecoava ao redor de Dante, ele sabia muito bem que ela o estava vigiando desde a guerra na trincheira, e que ela possuía uma estranha conexão com a morte de Suzuki, sua vida era um imenso segredo, identidade, data de nascimento, tudo sobre ela era cercado de mistério.

---O que diabos esta tramando Yukari---

---Nada, absolutamente nada, desde que ela faleceu, não a nada de muito divertido---.

Então, como se estivesse sendo fragmentada a partir do nada uma mulher, de pele extremamente branca, cabelos loiros e olhos azuis, era estranho o simples surgimento daquela mulher já não era um bom pressagio, apesar de ser uma shinobi de Konoha ela não possuía laços algum com sua vila, possuía consigo um olhar e presença digna de temor.

--Quem é você---

Uma voz dura e seca vindo da porta da cabana era Rukisu.

--Então você deve ser Ruki-chan, já ouvi muito de você, um Anbu implacável que fez varias missões importantes para a vila. ---

---Você sabe muito de mim, mas eu não sei nada sobre você--- respondeu secamente.

---Sou Uzumaki, Uzumaki Yukari---.

Ele fechou o cenho, já ouvira aquele nome, entre os anbus, uma shinobi que parecia simplesmente ignorar as regras ou as ordens, sua força, talvez estivesse ao nível de um kage, era uma lenda viva, que causara grandes massacres nas terras vizinhas a pedidos de Konoha.

---Estou apenas incomodando o meu priminho, ou melhor, o jinchuriki do hachibi---.

--Ei maldita---

Era a voz de Derik, ele puxou o pano que dividia a tenda entre o exterior e o interior, olhou para Yukari.

---Não deveria estar indo para o inferno?---

Yukari sorriu, conhecia aquela voz mesmo estando de costas.

---Derik, como vai a sua família? Bem?---

Uma foice se formou em sua mão esquerda ele olhou para a kunoichi que se virou e entregou um sorriso gentil.

---Quer ir visita-la?---

---A não, não se incomode---.

Os dois se encararam por alguns instantes e então ela puxou seu pequeno leque de dentre suas vestes.

---Yukari-san, porque esta aqui?— Perguntou firmemente o Aburame.

---Vim trazer noticias, talvez vocês gostem, eu particularmente achei bastante divertida---.

---Fale logo---

Ela sorriu, novamente pôs o leque sobre a face deixando apenas os olhos refletirem parte da luz da lua, que por vezes se escondia entre as nuvens, novamente outra rajada de ar atravessou o campo, aumentando ainda mais a tensão.


--Um exercito inimigo de aparentemente dez mil shinobis esta vinda nessa direção, bem vim entregar 
o recado, acho que era só isso, além disso--- Um breve momento de silencio --- Uchiha Suzuki parece ser uma dos capitães dele, espero uma luta divertida entre vocês. ---  

---Esta mentindo--- Disse Dante

---Suzuki esta morta, eu estava na ponte grande Naruto--

---Chegaram a ver o corpo? ao que me parece seu corpo não foi encontrado---

Luks deu um passo a frente, seu pensamento agora estava centrado nos problemas, um exercito tão grande, vindo contra um grupo de se quer mil e duzentos homens, eles não teriam chances se a luta fosse levada a campo aberto, alem disso, se ela estivesse falando a verdade Uchiha Suzuki havia se aliado a kumo o que só tornara as coisas mais problematicas.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Uchiha Suzuki
Gennin
Gennin
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 0

MensagemAssunto: Re: Setima guerra Shinobi   Qua Jun 19, 2013 12:50 am

A guerra havia se estendido, para aquém do que se imaginava, agora ao invés de pequenas tropas localizadas em áreas especificas havia um exercito inabalável que se dividia em duas tropas principais, a fim de cercar as linhas de frente de Konoha e extermina-las, dessa forma trinta por cento do território que antes era do pais do fogo estaria conquistada.



Sobre um dos montes, um shinobi com seu típico óculos escuros, e de coloração verde se camuflava através de uma técnica especial do clã Aburame, dessa vez, seus olhos seus olhos se voltavam para um pequeno inseto que retornara do campo inimigo.


---Compreendo... Então acho que devemos fazer isso---

Deu um sinal com as mãos, e três shinobis que até então estavam escondidos se aproximaram.

As tropas principais já haviam se movido para o campo de batalha, deixando para trás um pequeno contingente de mil homens para fazer a defesa do acampamento, era a hora certa para por seu plano em pratica, e fazer cerca de quatro mil homens perecerem naquele pais.


---Vocês entenderam o plano, o acampamento ainda não fora bem instalado, a comida esta em um balcão de madeira no sul, iremos entrar envenenar os alimentos e sair dali sem sermos observados, estão entendidos? —.

Os outros apenas acenaram com a cabeça, e então, os três retiraram sua bandana ninja e pegaram uma segunda tirada do campo de batalha e que seria útil.



Entraram despercebidos por cima da paliçada, e então, com a ajuda constante dos insetos que indicava o melhor caminho evitando aqueles que estivessem com muitos guardas e dada o tamanho do acampamento isso não fora uma tarefa tão difícil quanto Rukisu imaginara que seria na verdade, devido à confiança alheia de seus adversários e de certa forma a falta de organização no próprio campo, onde as tendas não estavam perfeitamente alinhadas umas com as outras, possibilitando se esconder quando algum shinobi inimigo se aproximava.



 Olhou para Derik que imediatamente fez um selo com as mãos e seu corpo se afundou imediatamente no chão, os kikkais agora voavam para todas as áreas a procura de informações de qualquer tipo.


Finalmente após infindáveis segundos abaixo do solo ele desfez a técnica do peixe subterrâneo e olhou a sua volta, estava dentro da tenda, agora era só envenenar com um que o clã inuzuka havia criado e dar o fora dali, puxou o pergaminho, mordiscou o dedo, deixando com que uma jarra imensa surgisse a sua frente, era só despejar e ir embora dali virou-se e então, seus olhos se espantaram, um frio que há muito tempo não havia sentido se espalhou por seu corpo, a sua frente sentada sobre uma das enormes caixas de madeira estava uma pequena garota, cabelos negros com um enorme laço vermelho sobre o topo, possuía cerca de um metro e quarenta de altura, corpo fino e esguio.


---Acho que não posso deixar que leve seu plano à frente Kaguya Derik-san---


Última edição por Uchiha Suzuki em Qua Jun 19, 2013 9:09 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Uchiha Suzuki
Gennin
Gennin
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 0

MensagemAssunto: Re: Setima guerra Shinobi   Qua Jun 19, 2013 8:09 pm

Trevas no fim do tunel parte 1






Os olhos de Rukisu se espantaram ao ver enormes chamas negras dominarem o grande campo de alimentos, o que diabos haviam acontecido? Ele não sabia dizer, agora um numero cada vez maior de soldados se amotinavam tentando apagar as chamas que apenas crescia cada vez mais, alguns pobres coitados acabaram ficando em contato com a mesma e sendo quase que imediatamente incinerados nelas.

---Não toquem nelas, essa é a chama especial da Suzuki-Sama—.

--Mas os alimentos todos estão lá dentro!--- Gritou um dos soldados.

--Não se preocupe, o que havia ali dentro eram apenas caixas vazias, as verdadeiras estão guardadas no balcão do leste—.

--Cale a boca seu idiota, não sabe se a mais inimigos—.

---É verdade, vamos lá pessoal, procurem por todo o lugar—.

Rukisu imediatamente rasgou uma das tendas, ao ver um numero de guardas vindo à direção de onde estavam escondidos e acompanhado, era uma das maiores que havia coberta de vermelha com cama refinada e um estranha arma dos monges ao centro.

--Mas que merda o que aconteceu com Derik?---

--Não se preocupe, duvido que aquele homem morra apenas com isso, bem de qualquer forma, temos que sair daqui---.

---Parecem com problemas--- Disse uma voz feminina em um breve sussurro.


Os kikkais de Rukisu se levantaram em uma grande nuvem para atacar quem é que estivesse falando aquelas palavras, porem se conteve ao ouvir a surpresa de Dante.

--Yukari, o que diabos esta fazendo aqui?---

--Eu nada, apenas senti sua falta—.

--Não minta sua cretina, como saberia que estávamos aqui?—


A loira sorriu, meneou a cabeça e então voltou a se divertir com a ignorância de Dante, era logico que estava se divertindo com tudo aquilo, se levantou delicadamente e se moveu para perto de uma das fendas das tendas, observando a movimentação ao redor.

---Suzuki me mandou para ajuda-los—

--Mas você não disse que ela havia traído Konoha?—

--Errado eu disse que ela era uma das capitães do inimigo, bem, no momento não posso dizer que ela era a mesma Suzuki—.

--Não se preocupem essa área esta cercada por um fuiinjutsu especial daquela mulher, os shinobis
não irão vir---.

Rukisu se manteve alerta, ela não havia explicado o suficiente para enquadra-la como aliada, os kikkais voavam alertas por toda a área e principalmente se movimentavam perto da jovem de cabelos dourados.


--Então Suzuki é nossa aliada?---

--Eu não diria que ela é aliada—

---Então como ela saberia que estaríamos aqui e que esse seria o lugar de esconder-se. ---

Perguntou Rukisu desconfiadamente.

--Ela apostou na sorte, na verdade fez isso nas três cabanas próximas para ter certeza, sabe segundo ela, a um traidor que trouxe essa informação---.

A mulher se moveu puxou o carpete e fez breve sinais com as mãos onde a terra começara a se mover criando um túnel.


---Você tem mais do veneno? Espero que sim, esse caminho vai leva-los para o lugar certo, de lá e com vocês---.

---Porque Suzuki esta fazendo isso?---

---Vou lá saber, a encontrei a dois anos desolada em uma montanha ao sul do continente, ela estava completamente louca e desolada---.

Rukisu olhou para ela por de baixo da lente dos óculos, seu olhar era serio.

--Porque não divulgou lá informação dessas para Konoha---

---Não achei que seria divertido, se fizesse isso, além disso, aquela mulher estava tão enlouquecida e frágil que duvidei que fosse a mesma Uchiha, e então para que não a assassinassem deixei-a em uma região distante das guerras---.

---Terá que se explicar com o Hokage---

O jovem Anbu então salta para dentro do fosso, Dante novamente olha para ela, que acena com uma das mãos.

----Espero que esteja ciente que um dia irei eliminar você---


A jovem tremeu, mordiscou os lábios carnudos e vermelhos, puxou o leque para perto de si e falou.


---Não sabe o quanto espero por isso—

O jovem saltara para dentro do buraco, enquanto a shinobi fazia selos com as mãos, para que ele se fechasse se virou e desfez a técnica que protegia a cabana, havia um sorriso distorcido e cruel em seus lábios.


--ALGUEM OLHOU NESSA CABANA--- gritou um dos guardas.

--Isso será... Interessante---
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Setima guerra Shinobi   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Setima guerra Shinobi
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Shinobi do Ano 2011
» [Teorias e Curiosidades] #7 Terceira Guerra Mundial Ninja
» [MMORPG] Guerra Imperial
» Jogo Arte Da Guerra
» Naruto Shinobi War Online

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto Revo Online :: Naruto Revo Online :: Bar da Esquina-
Ir para: