Naruto Revo Online


 
PortalInícioRegistrar-seConectar-se
Hey... quanto tempo faz que seu personagem não come? Evite as penalidades por desnutrição... visite o Ichiraku com frequência, lá seu personagem pode se recuperar em instantes !
Sempre lembre de remover itens descartáveis de suas fichas quando os mesmos forem usados. Seja honesto consigo mesmo.

Compartilhe | 
 

 Passeando com os Animais. - Missão Rank D

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2
AutorMensagem
Rangimaru
Gennin
Gennin
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 91

MensagemAssunto: Re: Passeando com os Animais. - Missão Rank D   Dom Jun 17, 2012 6:49 pm

Passeio com o Dogão

Mais uma manhã calma na vida da dupla de gennins, quer dizer, para Touya, como no dia anterior ele havia ido para uma missão extremamente cansativa Aelius deu a ele o dia de folga, chamou Rangimaru e lhe entregou dois pergaminhos, no primeiro 37-D e no segundo Kori Shinchuu no Jutsu, lhe disse que esse jutsu seria bem útil na missão e o aconselhou a usar Batto para o treinamento, Batto estava em sua cabeça dormindo, no caminho para o prédio dos regentes foi lendo o pergaminho que continha o jutsu, dessa vez estava tudo em silêncio, menos a floricultura que parecia estar vendendo como nunca, como não era nem dia dos namorados nem algo parecido logo deduziu que haveria um enterro na vila, pesquisando mais a fundo descobriu que seria de um tal de Aburame Tama, a principio ignorou o fato e continuou caminhando, nada de Batto acordar, chegou no prédio no exato momento em que terminou de ler o pergaminho pela terceira vez, parecia ter decorado o seu conteúdo, dentro do prédio em cerca de alguns poucos minutos achou o pergaminho com a missão e o seu conteúdo e entendeu porque teria que aprender esse jutsu antes de iniciar a missão, passou pela mesa do regente avisando-os, do lado de fora foi até a praça e sentou-se debaixo de uma arvore que tinha em seu galho cerca de 5 passaros já capazes de levantar voo, eram as cobaias perfeitas para o seu pequeno e rápido treino, os pássaros cantavam alegremente quando Rangimaru fez alguns selos encobriu a corda “sol” com chakra e a dedilhou, a vibração feita com o chakra de Rangimaru misturado nas ondas sonoras atingiu não só os passarinhos assim como Batto que estava dormindo em sua cabeça, a principio nada aconteceu, então em seguida fez o mesmo processo com todas as cordas, uma por uma, ao chegar na última corda olhou para o alto e viu que dois dos pássaros estavam voando em círculos no ar ao redor da arvore, outros dois voavam desengonçados pelos ares, Batto acordou e avistando os pássaros sem rumo tentou partir em direção a eles para almoçar, mas não sabendo da existência do jutsu ao levantar voo acabou indo em direção ao chão, sempre que tentava ir para cima ia para baixo, tentava ir para a direita e ia para a esquerda, estava sem nenhum senso de direção, Rangimaru continuava a dedilhar a sua lira, nota por nota, mantendo assim os animais em seu novo genjutsu por alguns minutos, comprovando a potência da técnica ficou no parque por mais algum tempo.

Quando o relógio marcou 10 horas ele se levantou, chamou Batto e começou a caminhar até a casa indicada, chegando lá uma simpática senhora atendia, ao revelar suas intenções de forma simpática, a senhora pediu alguns minutos e entrou para a casa, pouco tempo depois saíram de lá um garotinho e um cachorro super-desenvolvido, alimentado a super-Toddynho, a missão era simples, levar o cachorro para passear, Rangimaru pegou na coleira do cachorro enquanto começavam a andar e conversar, Batto havia voado e agora estava em cima da cabeça do cachorro, Rangimaru e a criança conversavam sobre o futuro, a criança havia mostrado interesse em se tornar um ninja assim como Rangimaru, a cada passada o cachorro forçava mais e mais a coleira querendo correr, quando avistou um gato pulando o muro foi o ápice, desandou na corrida, Rangimaru por ter quase força nenhuma tentou forçar os pés contra o chão para freiar o animal, mas nada adiantou, ele foi arrastado e parecia estar em uma aula de esqui, suas sandálias eram o que fazia ele deslizar pelo chão de terra, depois de alguns minutos dessa corrida insana do animal e do garoto atrás deles, a ferinha finalmente parou de correr e voltou a andar, estavam perto da praça então Rangimaru decidiu ensinar um truque ao garoto, pediu para ele segurar a coleira enquanto fazia alguns selos e concentrava seu chakra cobrindo as cordas da lira, com alguma certa dificuldade, mas nada muito grave, e começou a tocar, o cachorro acabou sendo pego no jutsu e agora andava circulando a arvore dos passarinhos, que novamente voavam sem rumo pelos céus, Rangimaru e Batto não sofreram nenhum efeito sobre o genjutsu, o cachorro parecia mais calmo então Rangimaru sentou-se no banco enquanto o garoto passeava em círculos com o animal, manteve-se concentrando em continuar o jutsu, “se escondeu” atrás de outra arvore para que nem o garoto nem o cachorro o vissem e assim poder manter o jutsu, alguns bons minutos depois se aproximou deles, o garoto estava com um enorme sorriso no rosto por ter finalmente conseguido levar seu cachorro para passear sem ser arrastado ou puxado para longe, Rangimaru pegou a coleira do animal novamente e explicou ao garoto o que havia feito, prendeu-os em um jutsu onde acreditariam ter andando por muitos metros, mas na verdade quase não saíram do lugar, Batto se manteve ocupado de tirar as distrações da redondeza para que nada chamasse a atenção do cachorro, o garoto ficou tão impressionado com isso que Rangimaru resolveu deixar de presente com ele o pergaminho do Kori Shinchuu no Jutsu para que ele pudesse levar o cachorro para passear por conta própria, seria um modo de aumentar a ligação dono-animal sem prejudicar ninguém fisicamente, Rangimaru levou os até em casa passando um pouco do tempo mínimo da missão, depois de os deixar em casa e conquistar um novo amigo foi até a sala do regente e lhe avisou sobre a missão, voltando para casa encontrou Touya de terno preto e outro terno sobre a cama, era outra missão para eles, mas dessa vez algo informal, deveriam estabelecer contatos e possíveis alianças com os outros clãs da vila, Rangimaru tomou um banho e vestiu o seu terno, antes de saírem de casa seu pai conversou com eles um pouco e deu um rosa branca para algum deles por em homenagem ao gennin Aburame.

Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Dérik Kaguya
Chunnin
Chunnin
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 250

MensagemAssunto: Re: Passeando com os Animais. - Missão Rank D   Qui Jun 21, 2012 4:25 pm

Recompensa:

15% Kori Shinchuu no Jutsu + 250 ryus + 250 xp
Voltar ao Topo Ir em baixo
Akimichi Onog
Gennin
Gennin
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 10

MensagemAssunto: Re: Passeando com os Animais. - Missão Rank D   Seg Jul 09, 2012 10:24 pm

A terceira missão ninja: perigo constante!


A sala do Hokage estava cheia, Ken estava bastante ocupado. Vários Gennins e Chunnins estavam do lado de fora, esperando. Dois ANBUS faziam a segurança da sala, um em cada lado da porta. – Onog Akimichi – Disse um, finalmente, abrindo a porta para que o gorducho passasse.

Ken, sentado em uma mesa de madeira quase no fundo da sala, estava absorto em papéis. – Hm, Onog Akimichi? – Disse ele – Temos uma missão para você, talvez a mais perigosa que já fez.

Og engoliu seco – Certo senhor. Eu... Estou pronto.

Surpreendentemente Ken riu e olhou nos fundos dos olhos do Akimichi. Seu olhar era perfurante, enxergava a alma. Por um momento o Gennin corou e se sentiu nu. – Mas não é motivo para preocupações. Eu disse que era a mais perigosa que você já fez; não a mais perigosa que um gennin pode fazer. Sua tarefa será levar o cachorro do filho de um dos ex-regentes da vila, para passear. O próprio garoto poderia fazer isso, mas o cachorro é grande e desobediente demais para ele levar sozinho. Ah, sim, e lembre-se: não machuque o cão. Dispensado, e tome aqui o endereço.

Og fez uma reverência e saiu da sala. Por quase dez minutos caminhou, até encontrar a casa. Bateu palmas uma vez e um garoto saiu, sendo arrastado por um cão enorme: seus pêlos eram cinzas, e seu focinho enrugado. Os olhos negros eram ameaçadores, e os caninos expostos deixavam cair uma grande quantidade de saliva. – Olá! Deve ser o gennin eviado para me ajudar com o Futsy. – Disse o garoto – Tome aqui a coleira. Cuidado com o Fut-Fut, e passeie até ele ficar cansado.

- Certo.


O cachorro leva Onog para passear.


Era difícil controlar o cão, ele arrastava Og todo o tempo. Apenas quando Futsy parava para fazer as necessidades nos postes e nos muros, é que o gorducho tinha tempo de aprumar-se. – Espere... erhm ... Fut-Fut.

Tudo ia bem, até agora. Já andara – ou melhor, fora arrastado – por dois quarteirões. Porém, ao longe, Fut-Fut avistou uma cadelo, e disparou. Og foi arrastado e tropeçou, caindo de rosto no chão, soltando a guia. – Kuso! – Rosnou ele – E agora? Ele é bem mais rápido que eu! Espere...

- Humpft, Futsy! – O ninja fez um único selo com a mão direita e desaparecia em borrões negros. Em instantes apareceu na frente do cachorro e agarrou a coleira, um movimento simples de Shunshin no Jutsu. – Hoo! Te peguei, cachorro mal. Uops!

Og foi esperto, mas o cachorro não se deu por vencido: continuou arrastando o ninja. Com um puxão, Futsy se assustou e caiu, o Akimichi tropeçou e se arrastou no chão, com isso, atropelou seu lanche, que se espalhou pela rua. – Quieto cachorro mal! Agora você me paga! Hooo! – Fut-Fut apenas choramingou e se sentou diante da fúria Akimichi depois de perder o lanche. – è o seguinte: você vai andar como um cachorro bom, ou vai me pagar!

Sob ameaça, Futsy se comportou pelo resto do passeio. Depois de meia hora andando, Og o deixou em casa, nos braços do garoto e voltou para casa, com as vestes sujas e esfoladas pela queda. Por um momento riu de pensar em sua própria face diante da perda do lanche. E assim concluiu sua terceira missão.




Citação :


Shunshin no Jutsu (Técnica do Movimento Rápido do Corpo)
Quem usa: Ninjutsu básico
Rank: E
Descrição: O ninja desaparece em um local e aparece rapidamente em outro lugar. Para mascarar a fuga ele pode deixar névoa, areia,fumaça ou algo do tipo.



Voltar ao Topo Ir em baixo
Nert
Gennin
Gennin
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 0

MensagemAssunto: Re: Passeando com os Animais. - Missão Rank D   Ter Jul 10, 2012 7:30 am

Passeando com os cachorros

Apresentação

Após receber a missão, parti em direção a casa da senhora que requiriu o favor, ficava a em media, 2quarterões da li, demorei uns 4minutos andando em macha lenta até lá, quando cheguei percebi a simpática mulher que me aguardava em uma cadeira de rodas, ela usava uma calça comprida nas pernas, que pareciam debilitadas, usava uma camiseta comum de passeio vermelha, por baixo de um avental um pouco sujo, ela se cumprimentou, me disse seu nome, era Sra. Kylen, me apresentou seu cachorro, era uma raça bem intimidadora, ela dizia que se sentia segura, com ele por perto, seu nome? "Tin", depois ela me mostrou oque eu iria precisar me deu uma coleira e um pacote de bolachas, era á única coisa que precisava no momento, com uma certa dificuldade consegui amarrar o Tin com a coleira, me despedi da senhora e disse que em 30 minutos voltaríamos ou quem sabe não.

O passeio

O cachorro era muito violento, tive que o amarra-lo em alguma coisa sempre que avistava um gato por perto, ou talvez um cachorro menor, fora a força do animal, eu não conseguia guia-lo, ele é que me puxava, embora ele parecesse gordo, ele era um cão de busca e oque se esperar, realmente foi difícil, não conseguia acompanhar o animal nem por 1 Instante, e se descuida-se ele me arrastava como husky siberianos na neve, o cachorro parecia enlouquecido, chegou a hora de voltar, quem disse que esse cachorro me obedecia, acho que ele num passeava a muito tempo, por isso quando saiu, sentiu essa vontade de conhecer as coisas, como a gente em aldeias turística, eu amarrei a coleira do animal em um poste e por talvez loucura da minha cabeça comecei a dizer coisar pra ele, mias parecia que funcionava, eu lhe disse que 1vez no mês eu traria ele para passear se ele se comporta-se e me obedecesse, mais eu senti que ele não estava prestando muita atenção já que estava passando um cachorro menor do outro lado da rua, achei que eu mesmo estava sendo idiota e que um cachorro jamais falaria de volta "Tudo bem amigão" mais assim que ele me olhou de volta, senti que era como um sim ou sei lá, ou olhos dele rilharam, eu tirei uma bolacha de minha bolsa de armas, que havia ganhado da Sra Kylen, entreguei-las ao pobre cachorro, ele as devorou por completas, olhei para frente desamarrei-lo, e senti que era hora de volta.
-Bem amigão vamos então-- Disse ao cachorro--Já está na hora

O retorno

O cachorro de certo modo se conscientizou, e começou a me obedecer, não parecia tão raivoso, só quando avistara outro animal, consegui leva-lo em segurança para a dona, e ele ao chegar, pulou sobre ela com muita alegria, parecia que os dois se amavam muito, parecia que um completava o outro, senti que tinha feito a coisa certa, e que tinha uma promessa de leva-lo á passear todo mês, mais eu vou cumprir, tenho consciência de meus atos, recebi como gorjeta da senhora um lindo sorriso, me despedi e parti em direção a minha velha casa, apesar de estar um pouco cansado por tanta bagunça aprendi uma grande moral com tudo, que nem sempre força física ajuda, se você não tem um bom coração!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Dérik Kaguya
Chunnin
Chunnin
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 250

MensagemAssunto: Re: Passeando com os Animais. - Missão Rank D   Qui Jul 12, 2012 11:57 pm

Anelise:
Não tenho muito a cometar sobre a missão dos dois... no final tudo correu até que bem xD

Recompensa:
Nert: 300xp + 350R e +2 de força
Onog: 350xp + 300R e +2 de força
Voltar ao Topo Ir em baixo
Endo Hyuuga
Gennin
Gennin



Ficha do personagem
Honra Honra: 10

MensagemAssunto: Re: Passeando com os Animais. - Missão Rank D   Qua Ago 01, 2012 8:21 pm

Segunda missão "Passeando com Animais"

Estava passeando pelas ruas de konoha quando um Jounnin apareceu e falou simplesmente
Jounnin:-Endo,você precisa ir urgente a sala do Kage,você tem uma missão nova para cumprir.Se quiser esteja la em menos de 20 minutos
Eu:-Ok.
Corri para a sala do Kage,ao chegar lá bati na porta e ouvi um "entre".Entrei olhei para ele,vi que ele lia atentamente toda sua papelada,demorou 10 minutos até que terminasse tudo.Finalmente ele olhou para mim e falou.
Kage:-Você deve ser o Endo hyuuga não ?
Eu:-Sim senhor.
Kage:-Sua missão sera simples.Você tera que ajudar um menino,ele não tem força suficiente para segurar seu cachorro,e a corrente que ele usa é muito fraca e corre riscos de rebentar a qualquer momento,e ele não tem velocidade para alcança-lo.
Eu:-Ok.
Kage:-A casa dele fica na parte Norte da vila.Ele atende pelo nome de Nakamoto.Pergunte aos outros,Você tera informação suficiente para localizar a casa dele.
Eu:-Sim senhor !.
Kage:-Dispensado !.
Eu:-Ok.
Me virei e sai da casa do hokage,andei por 20 minutos,quando cheguei a parte sul comecei a perguntar,a todos se conheciam o Nakamoto.Todos diziam que não.10 minutos depois finalmente um me respondeu que sim e me disse que a casa dele fica a proxima esquerda.Segui as suas orientações.Bati na porta de uma pessoa ela me atendeu.
Eu:-Você é o Nakamoto ?
Ela:-Não,ele mora ali na fre
nte.
Eu:-Então ta,muito obrigado.
Ela fechou a porta e eu fui chamar na porta da outra casa,uma mulher me atendeu.
Ela:Olá,você é o gennin que veio ajudar meu filho ?
Eu:-Sim senhora !
Ela:-Que bom ! Ele está la encima,vou chamar ele.EEEEEEEEI NAKAMOTO ! AQUELE GENNIN QUE VEIO AJUDAR ESTÁ AQUI !
Nakamoto:-Já vou mãe !
Quando ele desceu olhei atentamente os olhos dele,ficamos ali parados por 5 minutos,ele parecia fascinado com minha incrivel expressão de nada.
Eu:-Garoto,está viajando ?
Nakamoto:-Não,vamos até os fundos,vou te apresentar ao Rex.
Eu:-Ok.
Fomos até o fundo da casa onde me deparo com um cachorro enorme.
Nakamoto:-Olá rex,esse é Endo,o gennin que vai te levar pra passear.
Ele com uma expressão de bravo respondeu um AU! Como se quisesse me matar.
Nakamoto:-Ele gostou de você !
Eu:-Sei não ele está com cara de quem quer me matar.
Nakamoto:-Nada,ele é assim com todo mundo ! Vem vou soltar ele pra você poder leva-lo.
Ele soltou e me deu,a força daquele cachorro era tremenda,começei a passear mais fazendo muito esforço,Inuzukas,Uchihas e varias outras pessoas de clãs ou não riam do meu tremendo esforço para segurar este cão.Um inuzuka falou.
Inuzuka:-QUE VERGONHA, NÃO CONSEGUE SEGURAR UM CÃOZINHO !
Eu fingi que nem escutei e continuei a passear,o cão fazia muita força,tanta que a corrente rebentou *Essa não !* Pensei,comecei a correr o cão corria em uma incrivel velocidade mais eu conseguia chegar perto.Vi um beco e tive uma ideia
Bunshin no Jutsu !
Apesar de não interferir no meio fisico espantou o cachorro para um beco sem saida.
Olhei para o cachorro e falei.
Eu:-Fim da linha.
O cachorro tentou passar pelo lado mais agarrei ele.Amarrei as duas correntes e ainda concentrei chakra nela pra não rebentar.Denovo fazendo muito esforço levei o cachorro pra casa Nakamoto me atendeu.
Eu nunca pensei que um cachorro daria tanto trabalho mais finalmente conclui minha missão e fui comemorar no ichiraku

Voltar ao Topo Ir em baixo
Aburame Rukisu [ADM]
ANBU
ANBU
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 210

MensagemAssunto: Re: Passeando com os Animais. - Missão Rank D   Qua Ago 29, 2012 3:56 pm

O garoto gamou em você. Cereal
+2 força +1CC +300Ryous
Voltar ao Topo Ir em baixo
Uchiha Menma
Gennin
Gennin
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 0

MensagemAssunto: Re: Passeando com os Animais. - Missão Rank D   Qui Ago 30, 2012 4:17 pm

Passeando com os Animais

*DIN DIN DIN DIN*
Menma acorda com o soar do despertador e pensa: Hoje vou treinar muito!
Bota sua camiseta do clã Uchiha, sua bermuda branca e seu All Star azul marinho. E desce para tomar café.
Menma pega o copo e enche de leite, pega uma colher pequena e pega o nescau. Bota três colheradas, mistura e bota no microondas e deixa 30 segundos. Pega um pão de sanduíche, bota margarina nos dois lados e uma fatia de queijo e de presunto. Comeu o seu sanduíche, e tomar seu leite, escovou os dentes e usou seu Listerine.
Quando ia sair de casa, viu que tinha um envelope em baixo da porta, escrito nele ''Missão''.
Menma pegou o envelope, abriu e começou a ler a folha que tinha dentro dele.
''Menma, você recebeu uma missão, tem uma criança que não consegue levar seu PitBull para passear, então você foi escolhido para levar o Pitbull para passear, depois leve devolta para o menino. *Mapa de onde é a casa do menino*
Menma seguiu o mapa até a casa do menino, como se fosse uma busca ao tesouro, pois o menino morava no outro lado da vila.
longos 15 minutos depois, Menma acha a casa do menino, e bate na porta.
E uma jovem mulher bem atraente, com cabelos negros, olhos verde penetrantes, atende:
-Olá jovem menino, o que faz aqui?
Menma fica fascinado em olhar para a mulher, pois era muito bela, e começou quase a babar. Menma fica olhando para a mulher, e a mulher pergunta:
-Eii!Ei!! EEEEEI!!!
Menma se assusta e exclama:
-Desculpe-me senhora, eu sou o ninja contratado para levar o PitBull para passear!
A mulher grita bem alto:LUCY!!!!!!
O menino desce as escadas e pergunta:
-O que houve, mãe?
A mulher sorri para o menino e diz:
-Esse é o moço que levará o Growlithe para passear.
O menino fica fascinado com o menino, pois adorava ninjas:
-Ele é um ninja mamãe?
Mulher:
-Sim filho, não está vendo o protetor dele?
O menino exclama bem alto:
-Ninja! Ninja! Ninja! Ninja! Ninja! Eu adoro ninjas!
Menma fica meio corado, mas diz:
-Menino, você gosta tanto de ninjas, não quer ver minha nova técnica incrível?
O menino fica com os olhos brilhando e diz:
-Siiiiiim!!!
Menma fala para a mãe do moleque:
-Já venho buscar o cachorro, vou apenas mostrar uma técnica que aprendi pro menino, tá?
A mulher responde:
-Sim! E vê se não demora.
Menma fala com o menino:
-Lucy, esse é seu nome, né?
Lucy responde:
-Sim!
Menma:
-Me siga então.
Do outro lado da casa do menino tinha uma pequena floresta, o menino disse:
-Não vou ir aí, tem animais selvagens aí!
Menma ficou tipo ''aff'' e disse:
-Eu sou um ninja! Não tem com o que se preocupar!
O menino confia no Menma e entra na floresta.
Depois de 15 minutos caminhando floresta a dentro, Menma diz:
-Vai para trás! Vou usar minha técnica!
O menino se escondeu atrás de uma árvore. Menma ativa seu sharingan, e pronuncia
---Endan---
E sai uma bola de fogo, como o planejado.
O menino:
-Incrível! Menma! Não teria como eu aprender isso?
Menma:
-Claro que você pode, mas tem que ser um ninja para isso!
Lucy:
-Ok! Vou pedir para minha mãe me botar na academia. Hehe.
Menma:
-Tudo bem! Agora vou levá-lo para casa, e levar seu cãozinho para passear.
No meio do caminho, Menma ouve um barulho, e ativa seu sharingan, e olha para o lugar do barulho e pensa: Tem fluxo de chakra, então é um humano. Menma ficou esperando atacar.
...
Quando saíram da floresta, Menma entregou o garoto são e salvo em casa, e disse para a mãe dele:
-Moça, eu já vou vir pegar o cachorro, só que preciso verificar uma coisa que achei estranho na floresta.
Mulher:
-Volte logo!
Menma começou a entrar na floresta quando disse:
-Essa é velha.
Tinha um fio de linha nos seus pés, uma armadilha. E ligou seu sharingan, e viu aonde estava o inimigo. E disse:
-Gotcha!
E tocou uma kunai no alvo, e o acertou, quando foi lá olhar, viu que tinha desaparecido, procurou com seu sharingan em todas direções e não achou nada. Mas notou que tinha uma madeira com a kunai tocada. Menma pegou a kunai, desarmou a armadilha e foi lá pegar o cachorro.
Menma:
-Daqui a 2 horas eu estou de volta!
Menma saiu no passeio com o grande e forte cão.
O cachorro era muito grande e desobediente, pois sempre tentava escapar da coleira, ou puxar o Menma junto com ele em uma corrida. O PitBull começou a correr, e Menma teve que acompanha-lo. Menma escorregou e deu de cara no chão, ficou tão furioso com o cão, e ouviu um..
*RONC*
O estômago do cachorro roncando. Pensou: Vou fazer uma ração bem gostosa para ele! Levou o cachorro até a biblioteca, e deixou-o amarrado em um ferro que tinha no lado da biblioteca. Menma disse:
-Growlithe! Não saia daqui! O cachorro olhou para o lado como se nada tivesse acontecendo.
Como Menma não sabia Kage Bushin ou Bushin, ativou seu sharingan e ficou cuidando o cachorro.
Menma entrou lá, e pegou o livro ''Saciando O Seu canino''
E depois foi olhar o cachorro e ele fugiu. Menma gritou bem alto:
-GROWLITHE!!!
E saiu correndo atrás do cão.
Procurou no centro da vila, procurou no Oeste, Sul, Norte e Leste da vila e nada, e pensou:
-Ele só pode ter voltado para casa.
Menma foi correndo com toda sua velocidade para a casa do menino, quando chegou lá, viu o cachorro deitado bebendo água. Foi logo chegando de fininho e foi pegar o cachorro quando a mãe de Lucy perguntou:
-Menma? Aonde está o Growlithe? Lucy estava chorando de saudade do cãozinho.
Menma se sentiu aliviado, pois se a mãe do menino reclamasse, a missao dele ia para os ares.
Menma começa a gaguejar em quanto fala:
-E-E-E Ele está aqui. Pegou o cachorro pela coleira e mostrou para a mulher com um sorriso forçado. A mulher logo pediu para ele levar o Growlithe para o quarto do Lucy:
-Que ótimo! Leve ele logo lá para cima! O Lucy quer logo ver ele!
Menma entrou na casa, pegou o cachorro no colo e levou lá para cima, quando o Growlithe lati:
-AU! AU!
E Lucy abre a porta do quarto e vê o Growlithe e da um forte abraço nele:
-Growlithe! Pensei que tu não iria voltar!
Menma ficou com uma cara tipo de ''aff'' (denovo)
Menma e Lucy ouviram a mesma coisa que antes
*RONC*
E Lucy disse:
-Menma, se está com dor de barriga, vá ao banheiro.
Menma deu um soco na cabeça do menino e disse:
-Seu retardado! É o cachorro que está com fome.
Lucy desceu as escadas e pegou um saco com a ração do canino e botou no 'pratinho' de comida do Growlithe. Growlithe deu uma cheirada na comida, era como se dissesse: Não gostei. E Lucy chama a mãe:
-MÃÃÃÃE! Growlithe não quer comer a ração.
A mulher chega perto da ração e diz:
-Essa é a oitava ração que eu compro e ele não gosta, o que vamos fazer?
Menma tira o livro da sua bolsa, e mostra para a mulher:
-Era exatamente isso que eu ia fazer, eu passei na biblioteca para pegar esse livro e fazer uma ração para ele, mas ele fugiu, e veio até aqui, aí eu tive sorte que você estava com saudade dele, Lucy.
A mãe de Lucy disse:
-Humm, ''Saciando O seu canino'', você sabe cozinhar, Menma?
Menma respondeu com confiança:
-Sim! E muito bem!
Menma pegou o livro das mãos da mulher e começou a ler o livro:
-Ração de galinha, Ração de peru, Aqui! Ração de carne de gado!
Ingredientes que você irá precisar:
Uma ração qualquer;
Pedaços de carne de gado;
Cebola;
Tomate;
E água:
Modo de preparo:
Bote a água e a ração, pedaços de carne, cubinhos de cebola e de tomate. 15 minutos depois, use alguma coisa para poder separar a água da ração(aconselhável um escorredor de massa).
a mãe do Lucy ficou impressionada:
-Menino, você é um ótimo cozinheiro, sabia?
Menma responde:
-Obrigado ^^
Menma botou tudo no pratinho de comida do canino, e ele devorou, como se nunca tivesse comido na vida.
A mãe de Lucy ficou surpriendida com o resultado, e pediu o livro para Menma, pegou folha e caneta e começou a copiar as receitas.
15 minutos depois, a mãe de Lucy copiou todas as receitas, Menma se despediu dos dois, e o Lucy disse:
-Obrigado por cuidar do Growlithe, Menma, e esteja com novas técnicas incríveis como aquela!
Menma diz:
-Pode deixar!
E Menma foi andando de costas ascenando para os dois.
Menma foi para casa, tomou um banho, jantou e foi dormir
Voltar ao Topo Ir em baixo
Aburame Rukisu [ADM]
ANBU
ANBU
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 210

MensagemAssunto: Re: Passeando com os Animais. - Missão Rank D   Qui Ago 30, 2012 6:59 pm

+2 Controle de chakra
+10 na habilidade passiva: Culinária.
+300 Ryous
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Passeando com os Animais. - Missão Rank D   Seg Set 03, 2012 2:28 pm

O cão rebelde.



--- Não importa o que os outros pensam, já cansei de ser tratada como nada tivesse acontecido. Parem de tentar mandar em mim. Está bandana que está sobre minha testa, é o reconhecimento que vocês deveriam ter por eu ter passado no Teste e estar me tornando uma Kunoichi. --- Disse ela com um semblante sério e arrogante.

--- Só acho que não seria a hora certa para está missão. --- Disse seu pai.

--- O senhor não tem que achar nada, alias, é só um cachorro desobediente que precisa ter modos e eu irei ensina-lo. --- Disse ela com total certeza.

--- Está bem, não irei lhe interromper. --- Disse seu pai.

--- Eu ficarei bem. Alias, eu ainda participarei de missões perigosas e se for preciso, darei minha vida de Kunoichi, por está vila maravilhosa que fez eu me tornar como sou. ---

Seus pais abriam a porta de casa e Sayuri saia com seus equipamentos, sua roupa tradicional de Shinobi.

--- Como ousam tentar me prender ... já basta serem falsos consigo mesmo e ainda comigo, e agora fingir que se preocupam comigo .. --- Disse ela fechando seus punhos fortemente.

Sayuri caminhava até o Gabinete do Hokage que haveria uma lista de missões que poderiam ser útil para ela, já que estava precisando de ryus para comprar sua katana mestre.
Em poucos minutos, chega por lá. Adentra-se na sala ampla e começa a ler os papeis de missões rank D.
Uma missão lhe satisfez e foi então que ela pegou o papel e assinou em seu nome, assim confirmando a missão.

--- Aqui está. Eu irei fazer está missão senhores. --- Disse ela.

Um dos regentes avaliam e fazem um sinal positivo, assim entregando novamente o papel à garota.

--- Traga este papel assim que concluir a missão Kunoichi. --- Disse um deles.

--- Está bem senhor, eu trarei-o. --- Disse a garota saindo imediatamente pela porta em que entrou.

O dia estava ensolarado, era por volta das 10:00 AM, a garota alvejava o lindo sol em que clareava a linda vila. Caminhando por alguns minutos, podia se ver um garoto na porta de casa tentando manusear seu cão que por fim, parecia nervoso e não obedecia os comandos de seu dono que estava totalmente desorganizado.

Sayuri andou mais rápido e assim que chegou, segurou a corrente do cão com força e o mandou parar.

--- Pare! -- Disse ela com firmeza em sua vóz.

O cão de imediato, parou-se.

--- Você deve ser a Ninja que vai passear com meu cão, certo? --- Disse o garoto com os olhos brilhando.

--- É sou eu. Trarei-o assim que acabar o passeio e provavelmente, ele será um novo cão. --- Disse ela.

" Esse garoto está me secando? Ou meu deus, não pode ser. Tão pequeno, tão infantil .. isso só pode ser uma brincadeira. " - Pensou ela enquanto se distanciava da porta de casa do menino.

O cachorro voltava a ficar atiçado, pois um gato havia passado ao seu lado e isto fez com que ele ficasse mais rebelde.

--- Pare já cachorro! --- Disse ela puxando a corrente com força.

O cachorro voltava a permanecer calmo, e ambos saiam da vila de konoha indo direto para os arredores, onde encontraria a floresta que por fim, seria um ótimo local para o passeio. Todos olhavam Sayuri e o cão passeando, assustados pelo comportamento daquele cão que já era conhecido como " Cão Rebelde ", as pessoas se assustavam ao ver seu comportamento totalmente diferenciado das outras vezes. A maioria das pessoas começavam a coxixar e Sayuri não estava a gostar disto, por isto começou a andar rápido assim saindo rapidamente da vila onde iria para a floresta.

--- Você tem fama de um mal cachorro, você deve mudar. --- Disse ela.

O cachorro não esboçava nenhum sentimento sobre aquilo que a gennin dizia, mais parecia entender um pouco seus comandos e suas palavras firmes.

--- Wolf! --- Latia o cão.

Sayuri puxou a corrente com força, mostrando quem comandava por ali. O cachorro parava imediatamente de latir e venerar os bichos que passavam próximo de ambos.

--- Você tem que se comportar como um cão normal e demonstrar as pessoas que você é um bom cão. --- Disse sayuri.

Alguns gennins que estavam nas árvores brincando de pegar fruta, olhavam e davam risadas.

--- O que estão rindo bakas? --- Disse ela com sua voz firme.

As risadas pararam-se rapidamente e ela continuava o percurso. O cão parecia uma mangueira, não parava de mijar.

--- Como você mija heim garotão .. --- Disse ela.

" Eu não sei porque estou a falar com um cachorro, mas tudo bem. Deve ser a falta de ter alguém fiel à mim. " - Pensou ela.

Ambos andavam tranquilamente, sayuri deu uma grande volta com o cachorro. Assim que o cão parecia aliviado de suas vontades alheias, a gennin resolveu voltar para a vila onde entregaria o cão novamente ao seu dono. O percurso não demorou muito. Em poucos minutos já passavam-se pelo portão extenso de Konohagakure no Sato e um pouco longe, se via o garoto acenando para Sayuri.

" Oh meu deus! Eu estou cega ou ele está acenando para mim? É um pirralho. " - Disse ela se achando a dona da verdade.

Ela um tanto envergonhada pelo fato de o menino estar gritando e acenando, tentava não demonstrar isto e entregar o cão, o mais rápido possível. Ao chegar na porta do garoto, ela entrega o cão, estendendo a corrente à mão do garoto e acenando.

--- Tchau garoto. Creio que de agora em diante, será mais fácil de você sair com seu cão. --- Disse ela se afastando.

--- Obrigado. --- Os olhos brilhavam do pequeno garoto.

Sayuri continuou acenando por alguns instantes e logo aumentou seus passos em direção ao Gabinete do Hokage. Assim que chegou por lá, entregou o papel da missão concluída e logo foi dispensada, recebendo sua recompensa e indo diretamente para sua casa onde descansaria.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Aburame Rukisu [ADM]
ANBU
ANBU
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 210

MensagemAssunto: Re: Passeando com os Animais. - Missão Rank D   Seg Set 03, 2012 6:19 pm

+2 força +300 Ryous.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Hyuuga Eiko
Gennin
Gennin
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 140

MensagemAssunto: Re: Passeando com os Animais. - Missão Rank D   Qui Set 06, 2012 2:22 pm

A manhã era fria, o frio que se fazia naquela floresta em algumas noites era incomensurável, meu corpo teimava em continuar deitado, mas tinha que levantar, precisava ir até a Vila para procurar por mais algumas missões, os poucos ryus que elas me rendiam eram oque estavam a me sustentar. O banho rápido no lago, e arrumação de meus pertences na bolsa e estava pronto para partir, a caminhada era relativamente curta, uns 30 minutos andando pela trilha.

Ao chegar na Vila, fui direto ao mural de missões... infelizmente neles não havia o valor das recompensas, somente a tarefa a ser cumprida. Uma me chamou a atenção pela sua simplicidade

" Procuro alguém que passeie com meu cachorrinho... Pago bem!"


No mesmo instante, peguei o papel e me direcionei ao endereço marcado "nossa, mais simples impossível" em alguns minutos cheguei ao local, era uma casa próxima o centro comercial da Vila, antes de bater na porta um garoto veio em minha direção

- Pois não ??

- Vim por causa da missão- retirei o papel do bolso

- Sim sim !! Venha, é comigo mesmo.

O entusiasmo do garoto era eminente, logo pegou em minha mão e me arrastou para dentro da casa, passando pela sala, cozinha e copa chegamos a um quarto nos fundos do aposento, a porta estava fechada. O garoto parou por um instante a olha-lá, me entreolhando de lado fez uma feição estranha de receio... Achei estranha a atitude do garoto

- O seu cachorro está ai ?? - O garoto respondeu que sim, com um leve balançar de cabeça - por que não abri a porta??- o menino retirou de seu pescoço um cordão que em sua extremidade possuía uma chave prateada, logo me entregou e recuou um pouco, o olhei estranhamente sem entender sua atitude.

Peguei o objeto metálico e o coloquei na chavasca, assim que rodei a chave a maçaneta rangiu e logo em seguida dois latidos altos ecoaram pela casa além de duas batidas fortes na porta, o garoto recuou mais dois passos para longe de mim, respirei fundo e dei mais uma volta para soltar a tranca "ora, esse cachorro não deve ser tão aterrorizador assim" quando puxei a porta o animal voou em cima de mim, me derrubou e com os dentes amostra me olhou,o animal era enorme, podia jurar que era um daqueles lobos enormes dos Inuzukas, mas para minha surpresa o animal me deu uma lambida no rosto... uma lambida nojenta e molhada, muito molhada, mas que demonstrou que ele era bem afável.

Saindo de cima de mim, o cachorrão saiu correndo pela casa, me levantando secava o rosto e olhava o pequeno menino e percebi o medo estampado em sua face, mas ao mesmo tempo a vontade brincar com o seu cachorro, o seu olhar o seguia por toda a parte de forma tão complacente e amorosa que me fez a té sentir compaixão dele.

- Agora entendo o porque do anúncio, fique tranquilo cuidarei bem dele.- disse já me levantando do chão

- Então acho melhor se apressar Hyuuga - me entregando a coleira apontava para porta onde o bichano já saia correndo em direção a rua, apanhei a coleira e saindo em disparada até a porta gritei

- Até o fim da tarde estou de volta !!

Nem havia dado tempo de perguntar ao garoto o nome dele e muito menos o do cachorro, ao qual fiquei impressionado com tamanha velocidade, como podia ser tão grande e tão rápido?? Correndo pelas ruas o cão ajá havia se despistado no meio da multidão que se concentrava ali no centro comercial, continuei a busca. Já haviam se passado uns vinte minutos, eu já tinha percorrido toda a aquela área, "quer brincar cachorrinho, está certo vamos brincar..."

Ativei o Byakugan e comecei a vasculhar com o olhar todas as áreas no alcance do meu campo de visão, eram muitas pessoas rondado por ali,isso difcultava um pouco, continuando a caminhar depois de alguns minutos o encontrei, estava bem longe em uma rua deserta, no mesmo instânte sai correndo até seu encontro o, cão percebeu minha presença e logo começou a fugir. A perseguição se pronlogou por entre as ruas de Konoha e quando me aproximei ele entrou novamentte entre multidão obrigando-me a dimunuir a velocidade, dando voltas e mais voltas pelas ruas já um pouco cansado resolvi mudar a minha estratégia.

Subi em uma área mais alta atráves de uma pequena cerca de um terreno abandonado, o espreitei escondendo atrás de uma árvore que se erguia a partir da frente de uma casa, pulei para a copa dela e aguardei o melhor momento para surpreender o cão, ele vinha caminhando como se estivesse me procurando, como uma criança que fica em alerta quando está brincado de pega-pega... era isso, para ele aquilo não passava de uma simples de brincadeira de criança. Assim que se aproximou, saltei da árvore na frente dele, no susto o animal se virou e começou sua fuga novamente comigo bem próximo, a velocidade dele não era sperior a minha, mas sabia que passaria apuros no momento de apanha-lo, ainda correndo posicionei minhas mãos e fazendo o Kage Bushin no Jutsu formei dois clones, um em de cada lado, mapeando as ruas a minha frente percebi que a saída da rua a minha frente se dividia em duas, enviando os clones antecipadamente para as duas formaria um cerco e cão não teria para onde fugir.

Assim foi feito ambos clones adiantaram a corrida e se posicionaram nos locais onde havia previsto, se esconderam e esperaram o momento certo para surpreender-lo, o cachorro já esava ofegante, essa brincadeira haviase estendido por quaseuma hora inteira, logo o cachorro se deparou com as duas saídas, antes tomar a decisão de para qual lado seguir teve uma surpresinha, mais dois Hyuugas surgiam a sua frente repentinamente, rodando em círculos procurando uma saída percebeu que estava cercado e que não havia saída, puxei a coleira de dentro do kimono e lhe mostrei agintando-a levemente:

- Hora de passear !


***

O restante da tarde foi mais tranquilo, tirando a parte de quando o cão resolveu entrar na quitanda derrubando boa parte das mercadorias, os dois sorvetes derrubados das criancinhas na praça e quando ele achou que realmente era um "cão Inuzuka" e resolveu encarar dois Chunnins com latidos e rosnados... fora isso tudo ocorreu na mais tranquila paz. No fim da tarde, como prometido levei o cachorro de volta para casa, o garotinho já esperava ancioso na porta, me aproximei:

- Aqui está seu dinheiro, muito obrigado!

Recolhi os ryus e os guardei em meu bolso, olhei para o menino e Vendo ainda o receio dele firmei a coleira em minha mão dando duas voltas em meu pulso:

- Pode acariciá-lo, ele está bem seguro...

O garoto lentamente aproximou a mão até o animal, assim que tocou seu rosto o cão deu uma lambida em sua mão o fazendo dar risada e aos poucos perder o receio, depoois de uns minutos o garoto já até estava abraçando o seu enorme cachorro, sem ele perceber soltei a coleira e deixei ele sozinho com seu amigo.


_______________________________________________

Citação :
Habilidade: Byakugan

Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Dérik Kaguya
Chunnin
Chunnin
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 250

MensagemAssunto: Re: Passeando com os Animais. - Missão Rank D   Sab Set 22, 2012 12:56 pm

Analise:

Muito boa a missão, mesmo sendo algo simples conseguiu criar uma boa historia
Mais ainda ciaria melhor se colocasa a zona que o cão fez mais a tarde Smile


Recompensa:

2 Força +5% Kage Bunshin no Jutsu +300 Ryus + 250 xp
Voltar ao Topo Ir em baixo
smart uchiha
Gennin
Gennin
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 0

MensagemAssunto: Re: Passeando com os Animais. - Missão Rank D   Sex Out 05, 2012 2:53 pm

Em busca de missão
Smart acorda cedo, por que hoje ele teria que arranjar dinheiro para se manter.Se levanta com muito sono, anda arrastando os pés até o banheiro, lava o seu rosto com bastante água, vai até a cozinha arruma o seu leite, se senta na cadeira e começa a tomar bem devagar, por tanto sono que estava. Vai para o seu quarto começa a arrumar a cama, e derrepente se joga em cima dela, depois de um bom tempo se levanta e escova os dentes.E vai até o prédios dos regentes.
Nova missão
Smart chega no prédio muito mais disposto, quando ele chega no quadro de missões, Smart lembra qua não arrumou a cama, ele sorri e fala baixinho para si mesmo:
_ À, agora que eu estou aqui, eu vou deixar, sem arrumar mesmo, e também que já é bom que quando eu chegar não vou prescisar dessaruma-lá!
Smart para de rir e começa a ler o quadro de missões e acha um papel escrito o sequinte:
"Missão Rank D – Passeando com os Animais.
Uma criança da vila precisa
de alguém para levar seu cão para passear, entretanto ele é muito
grande e desobediente então o cliente simplesmente não tem força para
acompanhar o cão.
Leve-o para passear e depois devolva em segurança."
Ele então rapidamente pega o papel e se dirije para a sala dos .
Chegando, Smart bate duas vezes na porta e entra pedindo com licença.
O regente sentado em frente a uma pilha de papel, olha para o Smart que rapidamente mostra o papel e pergunta se poderia fazer essa missão.O regente responde que sim e continua mexendo na pilha de papéis.Smart então curva a cabeça em sinal de respeito, Smart rapidamente deixa o regente trabalhando.
Reconhecimento da missão
Smart chega no endereço marcado, e bate na porta da casa simples, que na mesma um garoto pequeno o atente, Smart fala:
_olá, eu sou o Smart, vim aqui para levar o seu caozinho para passear!
Garoto:_Oi, a okay entre, que eu vou levalo até o Dog!
Smart entra na casa, e logo avista uma senhora colocando as roupas no varal, Smart fala para essa senhora:
_Olá, meu nome é Smart eu estou aqui para levar o Dog para passear!
Senhora:_Olá, tudo bem eu já estava esperando!
Smart continuando a seguir o garoto, começa a ouvir um latido muito forte, então avista um cachorro muito grande amarrado em uma corda pequna.Smart começa a chegar perto do cão que não parava de latir, então ele pega a sua correira e começa a fazer carinho no cão, que havia parado começado a para de latir, Smart fala:
_ Agora nos podemos ir!
Smart começa a andar com o cão em direção ao portão, nesse momento o cão estava aparentemente calmo, ao sair do portão e o garoto se despedir e fechar o portão, na mesma hora o cão dá um tranco muito forte, que sem querer Smart deixa-o a sair corrrendo.
A persequição
Smart começa a correr atrás do cão, que estava correndo muito rapido, Smart tem a ideia de concentrar o seu chakra nas solas dos pés, ele então faz o selo do tigre, mas sem para de correr, Smart começa correr muito mais rapido, que conseque até alcançar o cão,Smart pega a coleira e para não deixar cão sair novamente Smart concentra o seu chakra nas mãos para segurar mais forte a coleira do cão.
Segunda parte da missão
Smart depois de andar cerca de quinze minutos com o cão, para em frente a uma loja de bolinhos de arroz, Smart com fome amarra o cão em um poste e vai rapidamente comprar três bolinhos de arroz, dois para ele e um para o cão.
Mas quando smart, vai pegar o cão novamente, ele consegue novamente escapar, Smart rapidamente guarda os bolinhos de arroz , junto com as shurikens, concentra o chakra nas solas dos pés e começa a correr atrás do cão.Que leva uns outros dez minutos para consequir pega-lo. Smart olha os bolinhos de arroz junto com as shurikens, que para a tristeza do Smart os bolinhos havia se despedaçados todos.Smart deixa os bolinhos despedaçados, e volta para a casa do dono do cão, para entrega-lo.
O trabalho final
Depois de entregar o cão para o garoto, Smart vai para o prédio dos regentes.Smart bate na porta e entra pedindo com licença, então Smart fala que acabou a missão e o regente que estava ainda na frente de uma pilha de papeís, o entrega um envelope,Smart agradeçe e saí rapidamente, por que ainda tinha que arrumar a cama e lavar todas as shurikens, que estavam cheio de bolinho de arroz
Voltar ao Topo Ir em baixo
Dérik Kaguya
Chunnin
Chunnin
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 250

MensagemAssunto: Re: Passeando com os Animais. - Missão Rank D   Sab Out 06, 2012 1:48 pm

Analise:

Bem tranquila a missão, mais como sempre vai tentando melhorar e ir cada vez descrevendo mais o que vem acontecendo em meio aos fatos.
Outra coisa, quando for usar algum jutsu, no final sempre poste o jutsu usado, para facilitar a avaliação.


Recompensa:

1 Força +1 Controle de chakra +300 Ryus + 250 xp
Voltar ao Topo Ir em baixo
[GM] Akemi Haru
Gennin
Gennin
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 190

MensagemAssunto: Re: Passeando com os Animais. - Missão Rank D   Dom Dez 02, 2012 1:31 pm

Passeando com animais

Akemi estava passeando pelo centro de Konoha, quando avistava o prédio do Hokage. Ela quase nunca entrava naquele lugar... Resolvia entrar lá somente para verificar o mural de missões. Vai que encontrava algo legal pra se fazer – e atualmente andava precisando de dinheiro para comprar as armas que desejava. Logo estava avaliando o mural de missões que havia pregado ali. Queria uma que não gastasse muito tempo, tipo o dia todo, e que não fosse muito chata.

Então uma lhe chamou a atenção. Ela devia passear com o cachorro de um garotinho, que era grande e desobediente.
Pokerface. Apesar de não ser algo que Akemi tinha prática – aliás, a menina adorava animais, porém nunca teve um, ela resolveu encarar. No mínimo ele iria lhe dar muita dor de cabeça e exigir um pouco de sua força (da qual ela não tinha).

Ia para sua casa, colocar um vestido verde florido com bolsos que sua mãe fez questão de comprar pra menina. Apesar de não gostar muito, era muito bom para caminhar.
“Lembrar de pedir pra Yukio queimar esse vestido também....”

-x-


Logo a menina saia andando na direção da casa em que o endereço estava escrito. Não demorava muito e chegava. Akemi batia na porta e uma mulher aparecia.

- Oi, sou Ab... Akemi! - Akemi iria dizer que era uma aburame, mas quando via que a mulher tinha traços Uchiha preferiu não dizer mais nada. Ainda mais porque ela estava sem a roupa típica aburame, por isso não corria tanto o risco dela desconfiar que a menina era uma aburame. Tudo isso graças a rixa que estava ocorrendo entre Aburames e Uchihas.

- Akemi? Olá, em que posso ajudar?

- Ah não, é eu quem irei ajudar... Vim passear com o seu cachorro...

- Ah, o Thor? Pois bem, ele está brincando no quintal, mas, tem certeza que aguentará?

- Sim, senhora. Pode não parecer, mas eu sou uma kunoichi...

A mulher examinava Akemi e dava de ombros. Pedia pra Akemi acompanha-la e logo, estava no quintal da mulher. Quando viu o cachorro, a gennin quase caiu para trás. Ele era grande... muito grande... e, aparentemente, pesado. Ele, nas quatro patas, chegava a ficar quase no meio da coxa de Akemi. A gennin engoliu seco, e andou até o monstro canino.

Ele era dócil, muito dócil. E agitado. Seu rabo movia-se para lá e pra cá, querendo brincar. Depois de carinhos atrás da orelha do cão, Akemi se levantou, pegando a coleira dele que estava pendurada ali perto.

- Então, daqui umas duas horas eu volto com ele, sim?

- Tudo bem, até lá meu filho ainda já chegou da escola... Bom, qualquer coisa, me procure...

- Sim senhora.

Akemi colocou a coleira dele, com certa dificuldade já que Thor estava pulando, e rodando e abanando o rabo todo feliz, pois sabia que iria passear.

-x-

Foi difícil segurar Thor, para ele não sair em arrancada pelas ruas. A menina percebia que ele queria brincar, porém era muito ameaçador e também idiotice deixá-lo brincar nas ruas de Konoha. Ele provavelmente faria um belo estrago. Até que a menina teve uma ideia. Levaria-o para brincar nas áreas de campo que havia na floresta de Konoha.

Então, seguiam até um campo que conhecia e era ali perto, e Akemi, como sempre, com certa dificuldade em manobrar o cão, porém, nessas horas mantinha o pulso e a fala firme, e ele, relutante obedecia. Isso realmente era de se estranhar, já que haviam falado que ele era desobediente... Talvez ele tivesse melhorado.

Ao chegarem a um campo, Akemi o soltou, que saiu correndo pelo campo todo. Notava-se a felicidade de Thor. A menina seguia andando até umas pedras que havia ali, e assobiava para ele, que vinha correndo de encontro com a menina. Akemi já teve contato com alguns cachorros na academia, porém todos eram de ninjas inuzukas, por isso, ela tinha costume de falar com eles. Fazendo carinho atrás da orelha dele, ela dizia, olhando-o nos olhos.

- Olha, vamos brincar um pouco aqui, mas depois, quando formos embora, é pra você se comportar, agora vai!

Thor, como se tivesse entendido, voltava a correr pelo campo. Agora era uma festa para ele, que corria de um lado pro outro, rolava na grama, pulava tentando morder as borboletas que voavam por ali, em alguns momentos insistia em morder plantas ferozmente, até levar bronca de Akemi, e por ai vai. Parecia que ele se divertia muito. Até mesmo Akemi entrou na brincadeira e começou a correr com ele, brincando e pulando.
Porém, o tempo passava, e rápido por sinal. Já estava chegando a hora do almoço, e ela deveria voltar com ele para a casa.

-x-

Akemi saia andando com ele ao lado até o amontoado de pedras, aonde havia deixado a coleira dele. Thor deitava-se na grama, cansado de tanto brincar.

- Divertiu-se, Thor? Que bom, agora vamos embora...

Quando Akemi pegou a coleira, Thor, mais que rapidamente, levantou-se e começou a correr para longe. Akemi suspirou e começou a correr atrás dele, gritando-o.

- THOR, VOLTA AQUI! THOR, VOLTAAAAAAA!

Mas ele era esperto demais, sabia que se voltasse, eles iriam embora.

Depois de uns 10 minutos correndo atrás do cão, Akemi percebeu que não adiantaria muita coisa continuar aquilo. Por isso, voltou ao amontoado de pedras, se sentando lá para descansar da breve corrida.

Thor voltava a brincar superfeliz com as borboletas.

-x-


Akemi escondeu a coleira, e fez num pedaço de galho que havia ali no campo quebrado, o henge da coleira. Então ela saiu andando até Thor.
Ao perceber a chegada da menina, ele ficou em alerta. Porém, ao vê-la apontando para a coleira no amontoado, entendeu que ela não viera prender ele. Ele não percebeu que a coleira era um henge. Akemi começou a fazer carinho nele e furtivamente, ia tirando a coleira de dentro de um bolso do vestido.

Thor estava muito ocupado em receber carinho que só notou que estava preso á coleira quando ouviu o plick que ela fazia quando se prendia.
O cão resolveu se debater tentando soltar a coleira, e Akemi estava sendo chacoalhada de um lado para o outro, sem muita força para domar o monstro canino. E depois de um tempo e vários gritos, conseguiu parar Thor, que percebia que nada adiantaria para se livrar daquela coleira. Agora Akemi seguia com ele de volta para a casa dele, sempre puxando ele com muita força – já que muitas vezes ele empacava.

-x-

Chegaram um pouco mais tarde que o previsto na casa de Thor, e seu dono, já havia voltado da escola. Quando Thor o viu, saiu correndo até ele, quase que arrastando Akemi junto. Com o latido do cão, a mãe do garoto veio ver na porta o encontro dos dois. Abraços e lambidas para todo o lado. A felicidade dos dois era mais que visível.

- E então? Como foi?

- Ele me deu um olé para voltar, porém eu consegui domar um pouco...

A senhora sorriu e disse pra levá-lo de volta ao quintal. Akemi fez isso, puxando Thor para lá, com mais facilidade, pois seu dono seguia junto.
Depois de Akemi soltar o cão, ele dava algumas corridinhas pelo quintal de felicidade por estar livre da coleira, e voltava, lambendo a mão de Akemi. A menina abaixava-se ao lado dele, fazendo carinho em sua orelha.

- Outro dia eu levo você para passear de novo, agora, comporte-se...

Após o ultimo carinho, Akemi saia andando, despedindo-se do garotinho, que agora voltava a brincar com o seu cão. Na saída, ela se despedia da mulher, que agradecia, antes de fechar a porta.

-x-

Akemi agora seguia para sua casa, a fim de tomar um banho e trocar de roupa, antes de voltar ao Prédio dos Regentes. Estava toda suja de terra, com patas de Thor marcadas por toda sua roupa, além de baba pelas lambidas inesperadas do cão.


* Gasto: 5 de chakra (Henge)
Voltar ao Topo Ir em baixo
NPC | Setsumaru
Chunnin
Chunnin
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 120

MensagemAssunto: Re: Passeando com os Animais. - Missão Rank D   Seg Dez 03, 2012 9:10 am

AVALIAÇÃO[b]

Uma ótima diversão, divertidíssima de ler. Me senti dentro da cena.

[b]RECOMPENSAS

1 Força, por segurar o Cão o tempo todo.
1 CDC, por ter usado um pouco do henge.
1 Habilidade, por manter o Cão sobre controle.

+250 XP
+300 Ryus
Voltar ao Topo Ir em baixo
Saito Senju
Gennin
Gennin
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 22

MensagemAssunto: Re: Passeando com os Animais. - Missão Rank D   Qui Dez 06, 2012 4:29 pm

Passeando com os animais

A procura da missão

Era uma manhã de sol quente, o dia estava seco. Estava caminhando para o prédio do hokage. Ao chegar ao mural de missões, encontro uma boa missão, de levar um cachorrinho para passear. Entro na sala e encontro o hokage escrevendo algo em alguns pergaminhos.
-Hokage-sama. Será que eu poderia fazer essa missão? – Digo em quanto mostro o papel com a missão.
-Sim Saito, pode sim! – Respondeu o hokage sorrindo para Saito.
Agradeço e saio da sala sorrindo com o papel em mãos.


Encontrando a fera

Depois de dez minutos andando em direção Sul, chego no endereço da marcado no papel, uma casa amarela de dois andares, janelas pequenas e brancas. Aproximo da porta e toco a companhia.
-Olá jovem, o que você deseja? – Perguntou uma velhinha, de cabelos brancos, usando um avental branco, com flores vermelhas.
-Olá, você que pediu para levar o seu cão para passear?
-Sim fui eu sim, você que vai levar o Dog para passear?
-Sim sou eu sim, mas onde ele está?
-Está lá no quintal, venha comigo.
A velhinha chega até o outro lado da casa, um quintal com muita grama baixa e um cachorro de aproximadamente um metro, sem contar a cauda, de cor branca com pintas grandes e pretas.
Aproximo do cão, o mesmo já corre até mim, dando um salto no meu peito, colocando as suas grandes patas sujo na minha roupa. A velhinha aparece ao meu lado com uma corrente de aproximadamente um metro e meio de comprimento, com muito esforço a senhora consegue pegar o cachorro, que havia começado a correr no quintal para não colocar a corrente. Após colocar a corrente, seguro com firmeza o cão pela corrente,
-Vou indo... Daqui meia hora eu trago o Dog de volta, são e salvo!

O cão que não comporta

Após sair da casa, jogando o meu corpo para trás, forçando muito a mão, para o cachorro não escapar.
“Que cão forte, mais forte que eu até! Ou eu sou muito fraco?”
Penso, concentrando um pouco de chakra para aumentar um pouco a minha força. Na primeira esquina que passamos, foi o tempo que fiz mais força no braço, para não deixa o cão escapar.
Infelizmente depois de quatro quadras segurando o cão, o mesmo consegue escapar, após pular em cima de algumas caixas, que estavam na rua, ao lado de um pequeno mercado, obrigando eu soltar a corrente ou cair em cima das caixas.

A entrada desagradável

Depois de cinco minutos de grande perseguição ao animal, cinco minutos de grande corrida, adicionada chakra nos pés. O cão entra no banheiro feminino, dentro do Ichiraku, o cão faz várias mulheres saírem correndo do banheiro. Ao ver o cão espantando as mulhes, uma senhora de idade, usando um longo vestido verde florido, entra no banheiro e trás o cão novamente para mim.
-Obrigado senhora, obrigado mesmo!
Pego o cão e saio correndo do restaurante pensando:
“Eu vou ficar um bom tempo, sem entra no Ichiraku por causa desse cachorro desobediente”
Aumento em muito a quantidade de chakra nos braços, consigo controlar o cão, vejo que ele não é desobediente e sim imperativo, levo então ele para um campo grande, próximo do bairro senju.

Domando a fera

Ao chegar, pego um graveto no chão e solto a corrente do cão ao mesmo tempo que jogava o graveto e falava:
-Busca cãozinho, vai lá buscar!
O cão em uma velocidade assustadora corre atrás do graveto. Repito esse jeito por vinte cinco minutos. Depois pego a corrente e vou para a casa do cachorro entregar ele novamente ao dono.
“Acho que me dou bem com animais”
Consigo levar o cão tranquilamente para a casa, sem fazer muita força, devolvo a fera em segurança.

Vou para o predio do hokage novamente para falar que acabei a missão. Entro na sala e o hokage fala:
-Olá Saito, acabou a missão? Por que eu tenho umlugar que você vai se interessar.
-Acabei sim, mas que lugar é esse?
-Um galpão no norte, na floresta, um galpão que eu treinava quando era pequeno, lá é um bom lugar para treinar, acho que você vai gostar. Tome o mapa e aqui o pagamento da missão! Obrigado.
-Obrigado, Ken por falar o lugar.
Pego o pergaminho e volto para casa, pra descansar de ter feito muita força e concentrar muito chakra nos braços.
Voltar ao Topo Ir em baixo
[GM] Akemi Haru
Gennin
Gennin
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 190

MensagemAssunto: Re: Passeando com os Animais. - Missão Rank D   Ter Jan 01, 2013 8:36 pm

Senju Saito: Só tem uma coisa que eu quero comentar - acho que concentrar chakra na mão pra conseguir mais força pra puxar o cão não é algo que aconteça. Mas não sei muito bem sobre isso... bom perguntar pro ADM.

Recompensa: 250 XP - 200 Ryus + 1 For + 1 CdC
Voltar ao Topo Ir em baixo
Uchiha Seishiro
Gennin
Gennin



Ficha do personagem
Honra Honra: 0

MensagemAssunto: Re: Passeando com os Animais. - Missão Rank D   Qua Fev 13, 2013 11:51 pm

Passeando com animais...

Acordei cedo como era de costume e decidi que ficar de luto para sempre e isolado do resto do mundo não mudaria nada e nem traria minha mãe de volta..Fui para a torre que ficava a sala do kage e comecei a procurar uma missão no quadro de missões e percebi uma que seria muito fácil e quem sabe eu ganho uma recompensa boa com ela ? A missão tinha um nome muito patético no papel e uma descrição que me fez escolhe-la na hora pois tinha uma recompensa que daria para eu comprar o almoço por pelo menos 5 dias e sobreviver apesar de meu pai também fazer missões e ganhar seu dinheiro,mais eu decidi que seria bom para ajudar com as despesas e aceitei.Fui a sala do kage e obtive o maior numero de informações possíveis e para minha sorte eu possuía uma memória fotográfica (pelo menos eu achava isso)

Depois de um curto período de tempo andando por konoha finalmente achei a casa do garoto que eu teria que ajudar.A cara dele era mais patética do que a própria missão que ele pediu mais ele era somente uma criança e na hora eu só pensei no dinheiro que ganharia completando a missão mais fácil de minha vida e isso era o que eu achava até ver o tamanho do cachorro..Ele em pé dava 3 de mim,nunca vi cachorro maior.Por um momento eu fitava aquele animal pensando se ele era um cachorro ou um cavalo mutante,o garoto do nada passou na minha frente e me olhou com aquela cara de besta que ele possuía.

--Ai meu deus !--

Tomei um susto pois fui interrompido em meio as minhas viagens por aquela rostinho pequeno que olhando direito mais parecia um bulldog,ele conseguia ainda ser mais feio que o seu cachorro.

--Que foi,vai me dizer que se assustou com meu lindo rostinho ?
Arqueei a sobrancelha por uns segundos e pensei se aquela figura era macho ou fêmea.
--Não,claro...Lindo rosto o seu *para não dizer o contrário*--
--Eu sei disso não precisava me falar..Enfim vai levar o Mike para passear ou vai ficar ai com cara de tacho--
Lancei um olhar para ele que passou uma mensagem parecida com "quer morrer garoto ?" e falei
--É..Vamos logo antes que alguém saia machucado--
--Se você machucar o Mike eu te mato--
--Não será o Mike que sairá machucado se você continuar me perturbando.--
Deduzi que a "mensagem" foi captada com sucesso após ver a sua expressão assustada e olhando para frente bolando um plano para fugir de mim.
--Não fique com medo..Não sou um assassino,não ainda.
Fiquei com uma cara de psicopata e olhei para ele e vi que estava quase chorando e seu short estava molhado por um "liquido" desconhecido.
Quando finalmente sai de casa carregando o Mike vi ele correr para o banheiro assustado e pensei para mim mesmo.
--*Acho que assustei ele um pouco*--
Do nada o cachorro começou a correr e ia me levar junto..Fiz de tudo para resistir e vi que a corrente estava quase quebrando..Concentrei chakra nela para ficar um pouco mais difícil (Quem eu estava enganando..Muuuuuuuito mais difícil) dele fugir e agora eu precisaria fazer muita força para segurar a fera.

------------------------------------------- ------- 20 min depois--------------------------------------------------------
Depois de Mike terminar de fazer todas as suas "necessidades" eu levei ele de volta para sua casa em segurança e chegando lá o garoto ainda estava no banheiro..Ri um pouco e levei o cachorro para sua casinha e deixei ele lá preso..Cheguei na porta do banheiro e falei.

--Pode sair,não vou te matar.--
Ele abriu a porta e viu o cachorro em segurança,em seguida retirou uma quantia em ryous de sua carteira e me entregou como recompensa.
--Obrigado--
E voltei para minha casa devagar aproveitando um pouco o dia em konoha.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Uchiha Sayaka
Gennin
Gennin
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 0

MensagemAssunto: Re: Passeando com os Animais. - Missão Rank D   Sab Fev 14, 2015 10:50 pm

O cão "Lobo", o inestimável Dogão

O dia já havia amanhecido em Konohagakure no Sato, o despertador apitava consecutivamente. Sayaka acordava toda chata, com uma cara não muito boa. Seus braços estavam doloridos do treinamento de ontem, fora o seu corpo que estava todo "pesado" e cansado. De certa forma ela se esgotou, o uso do Sharingan deixava-a sempre assim, cansada. Por mais que houvesse esse mau-humor e esses pretextos, ela sabia que deveria procurar fazer algo para arrecadar um dinheiro, pois estava com pouco, bem pouco no bolso. A katana fora sua compra mais cara até agora, mas valeu apena, só que a deixou com os bolsos praticamente vazios.
O sol iluminava seu quarto fortemente, sua mãe sempre tem a mania de abrir a janela bem cedo, assim que acorda e isto deixa a garota mais injuriada do que já é por natureza. Enfim tomou coragem para levantar, colocou o seu antebraço na testa para diminuir a luz que deixava seus olhos como de japoneses, levantou-se da cama ainda sonolenta, colocou suas pantufas e foi diretamente para o banheiro logo em seguida fazer o de sempre, como sempre.
Assim como todas as outras garotas, Sayaka se cuidava bastante e por mais que ela seja ou pareça ser durona, tem sentimentos como todos os outros, só prefere ser fria por precaução.
Após arrumar o seu belo cabelo, tomar um banho gostoso, escovar os dentes, fazer suas necessidades e colocar seu vestuário, voltou ao quarto para pegar sua katana e sua bolsa de armas. Colocou a katana na cintura e a bolsa de armas no outro lado da cintura, depois desceu as escadas de sua casa, indo em direção à cozinha para tomar um copo de leite e ir fazer algo da vida além de dormir e ser chata( Razz ). Assim que terminou de tomar o seu leite que sua mãe sempre deixava na geladeira, pegou uma maçã e foi caminhando lentamente com as mãos nos bolsos até o gabinete do Hokage, ver se tinha alguma missão rank D para arrecadar uns trocados.
Andando pela vila fora vendo tudo o que se passava nela, por um momento teve aquelas "brisas" passageiras. O vento soprava forte, um vento bem gostoso daqueles que fazia os belos cabelos de Sayaka voarem junto à ele, as plantas e flores balançarem, como também suas roupas voarem.
A caminhada durou em torno de dez minutos. Assim que chegou ao gabinete, olhou o quadro onde estavam as missões de rank D disponíveis e uma lhe chamou atenção, essa era: Passeando com os animais; Uma criança da vila precisa de alguém para levar seu cão para passear, entretanto ele é muito grande e desobediente então o cliente simplesmente não tem força para acompanhar o cão.
Assinou com uma caneta o folhete com seu nome. Depois um papel com o endereço e caminhou até onde localizava-se o tal do cachorro grande.
"Não deve ser tão grande e muito menos algo impossível de se levar para um passeio comum..."
Chegando ao endereço, bateu palmas e aguardou alguém atendê-la. Estava entediada e as horas pareciam demorar para passarem. Não demorou muito até que um garotinho bem pequeno fosse atendê-la.
-Olá, o que deseja?-
"Ganhar um dinheiro fácil!" - Pensou para si mesma, mas é claro que ela não diria isto.
-Vim levar o seu cachorro para passear, pode ser?
-Claro, vou pegar ele, espere.- - Concluiu sorrindo.
Em alguns minutos lá estava o cachorro. Os olhos da garota engrandeceram, de fato ficou assustada e pasma com o tamanho do cachorro que realmente poderia se chamado de "Dogão". Parecia como um lobo Inuzuka, era quase tão grande como estes. Pelos lisos e preto, olhos castanhos escuros e um focinho como todos os outros, fora o porte "bombado".
-Espero que ele não lhe dê tanto trabalho como dava para mim, boa sorte!-
A garota rapidamente sorriu e respondeu logo em seguida.
-Pode deixar que ele será bonzinho, não é mesmo Dogão?!-
O garoto sorriu, acenou e logo em seguida fechou o portão de sua casa. Sayaka pegou-o firmemente pela corrente, o cachorro era bem forte e gigante,  ela de fato nunca tinha visto um cachorro desse porte.
-Seja bonzinho e não teremos problemas, tudo bem?!- - Disse como se fosse receber uma resposta de um cachorro.
Começou a caminhada e logo um gato passou à frente do cachorro que em seguida começou a correr, a garota praticamente estava sendo puxada e tentava disfarçar a força que estava fazendo para tentar parar o cachorro.
-Pareeeeee! Baka!
As pessoas e os ninjas da vila olhavam, desacreditando do que estavam vendo. Alguns riam, outros ficavam pasmos. Sayaka tentava disfarçar.
-É brincadeira dele, ele sempre faz isso e eu deixo.- - Rindo logo em seguida.
Ela já tinha perdido todo o controle do cachorro, era como se não tivesse segurando a corrente. Em pouco tempo já estava na floresta e foi aí que o cachorro começou a se acalmar, pois o gato tinha desaparecido faz tempo, só ele que não tinha entendido isto.
"Cachorro idiota, me fez passar mico na frente de todos(as) na vila!"
A Uchiha estava brava, seu rosto estava fechado. O suor escorria em seu rosto, suas mãos estavam vermelhas de tanta força que usou para conseguir manter as suas mãos na corrente do Dogão. Por incrível que pareça, na floresta o cachorro estava calmo. Sayaka já tinha ganhado o "controle" dele novamente. O cachorro urinava em quase todas as árvores, a garota desacreditava de onde saía tanta urina.
-Vamos, ande logo! Faça tudo o que quer e vamos voltar para a sua casa, pensei que seríamos amigos, mas você me desapontou.
A garota ainda estava brava e impaciente. Estava se sentindo num tédio devastador. O que lhe aliviava era o vento que soprava gostosamente em seu rosto, aliviando todo o corpo quente e todo o suor que estava escorrendo pelo o seu corpo. O barulho das plantas e flores balançando era adorável, isto a acalmava um pouco e lhe fazia se sentir melhor, pelo menos um pouco.
Já tinham se passado pelo menos 20 minutos de passeio, o Dogão estava quieto e andando calmamente. Cheirando a maioria das coisas, urinando e cagando em quase tudo.
"Tenho pena dessa floresta, esse cachorro já urinou e defecou tanto que só de pensar me dá náusea..."
Estava tudo tranquilo até que um coelho resolveu passar logo à frente do cachorro que já de se esperar, foi correndo atrás do pequeno coelho branco.
-Nãaaaaaaaao!- - Gritou desesperadamente, como se já tivesse previsto o que iria acontecer.
Novamente o cachorro começou a arrasta-la, mesmo vendo que o coelho já havia desaparecido, ele continuou na esperança de encontra-lo e devora-lo(sqn).
As mãos de Sayaka estavam doloridas e vermelhas, pequenos cortes começavam a aparecer devido à corrente ficar raspando na palma de suas mãos.
-Dogãaaaaaaaaaaao, pareeeeee!- - Um grito devastador, concluído com um eco.
Por incrível que pareça o cachorro pareceu ter entendido e parou de arrasta-la. As duas orelhas do Dogão subiram, ele parou e sentou, olhando fixadamente para a garota. Sayaka tentava arrasta-lo e ele não parecia querer andar, então ela resolveu descansar com ele, pois de fato teve que utilizar muita força para não ser arrastada no chão pelo grandão.
O cachorro parecia cansado, ficou sentado em cerca de dez minutos e decidiu voltar a andar. Sayaka foi acompanhando o cachorro que parecia estar com bastante sede até o lago mais próximo. Cerca de poucos minutos chegaram ao lago e o Dogão bebeu bastante, mas bastante água mesmo.
-Tava com sede né amigão?!
O cachorro abanou o rabo e continuou a caminhar. O tempo fora passando e as coisas foram mudando. Cada vez mais ela tinha controle sobre o cachorro, até estava andando à frente dele, como um cão adestrado respeitoso seu dono.
-Você deveria respeitar o seu dono, ele é tão pequeno, mas você deveria respeita-lo. - Por incrível que pareça Sayaka estava conversando com o cachorro.
As orelhas subiram, ele olhava atentamente para a garota que por fim sorriu. As horas foi passando, o tempo já começava a fechar. Grandes nuvens pretas tomavam o grande céu azulado, tornando-o cinzento e escuro, mas fora isto, o vento gelado ainda soprava gostosamente, ainda mais na floresta plena de árvores.
Sayaka fora saindo da floresta com o Dogão que não deu mais trabalho daí em diante. Coelhos, gatos e outros animais brotavam na frente do cachorro e ele parecia não se importar, talvez acabou que se acostumando e se adaptando com o passeio juntamente com Sayaka, que por incrível que pareça, se deu bem com o cachorro.
"Preciso de amigos como estes, pois nem em meus pais posso confiar, muito menos naquele baka do Setsuko..." - Seus olhos estavam cheio de lágrimas, se sentia um pouco sozinha contudo que vinha em seus pensamentos constantemente.
O Dogão parecia sentir o que a garota estava sentindo e de repente ele começou a lamber sua mão.
-Bom garoto! Agora está na hora de ir pra casa, venha, vamos!-
Segurou na corrente firmemente e andava à frente do cachorro que de fato aprendeu a passear civilizadamente. Saindo da floresta, Sayaka fora até o endereço entregar o Dogão. Em aproximadamente 15 minutos, chegou à casa do garoto, batendo palmas logo em seguida.
O garoto logo apareceu e Sayaka antes de entregar o cão, abaixou-se acariciando a cabeça do cão e dando um beijo logo em seguida. O Dogão sem perder tempo, dá uma bela de uma lambida em seu rosto com sua língua toda molhada.
-Eca! - Disse, rindo logo em seguida. -Ele não é um péssimo cão, aliás, ele é incrível! Me deu trabalho no começo, mas logo nos acostumamos. Dê muito carinho à ele, ele merece! - Concluiu com um sorriso colgate lumious white esplêndido.
-Eu sei que ele é um bom cão, muito obrigado moça! Pode deixar que eu dou muito carinho para o meu grandão, aliás, ele é um amigo em tanto e é praticamente tudo que me restou... - Os olhos encheram de lágrimas. -Tchau! - Concluiu com um sorriso falso para segurar o choro.
Sayaka se sentiu um tanto emocionada, mas não demonstrou isto. Apenas acenou e deu um leve sorriso ao canto da boca, voltando para a sua casa logo em seguida numa caminhada lenta e com as mãos nos bolsos como de costume.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Passeando com os Animais. - Missão Rank D   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Passeando com os Animais. - Missão Rank D
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 2 de 2Ir à página : Anterior  1, 2
 Tópicos similares
-
» [Missão Rank A] Estranho Dojo (Exclusivo ANBU)
» Missão RANK D - Hiperactividade
» [Missão Rank D] Redes Estragadas
» [Missão Rank D] Passeando com os pacientes
» [Missão Rank C] Caçar Javalis

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto Revo Online :: Vila da Folha :: RPG Zone :: Missões-
Ir para: