Naruto Revo Online


 
PortalInícioRegistrar-seConectar-se
Hey... quanto tempo faz que seu personagem não come? Evite as penalidades por desnutrição... visite o Ichiraku com frequência, lá seu personagem pode se recuperar em instantes !
Sempre lembre de remover itens descartáveis de suas fichas quando os mesmos forem usados. Seja honesto consigo mesmo.

Compartilhe | 
 

 Assaltantes. - Rank C - Natsu e Never.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Aburame Rukisu [ADM]
ANBU
ANBU
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 210

MensagemAssunto: Assaltantes. - Rank C - Natsu e Never.   Sab Jan 09, 2010 2:59 pm

Assaltantes.

Alguns ladrões estão assaltando várias fazendas em uma vila aliada próxima de Konoha roubando dinheiro e prejudicando a colheita de arroz que pode causar problemas a vila e a Konoha.

Ao que se sabem eles se escondem em algum lugar bem próximo da vila atacada, investigue e elimine os criminosos.

Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
[GM] Inuzuka Never
Chunnin
Chunnin
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 100

MensagemAssunto: Re: Assaltantes. - Rank C - Natsu e Never.   Sab Jan 09, 2010 3:30 pm

Never fica sabendo por um mensageiro Gennin durante a noite que foi chamado para uma missão.
rank C, aparentemente alguns ladrões estavam roubando causando enormes problemas para a colheita de arroz e os fazendeiros pagaram a Konoha para que resolvessem o problema ELIMINANDO a fonte dele.
Ele, Hatsumi e Koori Natsu viajariam algumas horas até essa vila, ele não gostava da idéia de caminhar por “algumas horas” e torce muito para que alguém possa dar uma carona para eles de carroça ou coisa assim.

No dia seguinte ele encontra Koori Natsu na entrada da vila preparado para a missão.
-Uããããããããããããããããããããããããããn... (bocejo) bom dia... Está parado?
Após uma pequena conversa Never comenta sobre a missão com Natsu.
-Aparentemente esses ladrões se escondem em algum lugar perto da vila porque eles conseguem ir e voltar dela para seja lá onde eles se escondem com uma certa facilidade... Nós vamos investigar um pouco ao redor da vila para encontrar pistas e depois planejamos como matar eles pode ser?

Never se lembra de algo e diz:
-É uma boa idéia que nem todos soubessem que somos ninjas, porque se os ladrões acabarem sabendo eles podem fugir ou nos atacar de surpresa.
Never abre o zipper da jaqueta e mostra que a bandana da vila estava amarrada entre o pescoço e debaixo do braço como se fosse uma alça.

Never e Hatsumi antes de saírem da vila começam a procurar pela entrada da vila procurando por alguém que estivesse de carroça ou coisa assim e encontra um comerciante que estava de saída e força a mente para lembrar do nome da vila que estava indo.
-Com licença senhor nós precisamos de carona para a Vilaaaaaa... Kuitonai, uma vila bem pequena próxima da vila se o senhor for passar por ela poderia nos levar?

-Depende vocês são Gennins certo?
O comerciante estava com medo de possivelmente ser atacado por causa deles, pois acabava de deduzir que estavam em missão, pois Natsu ainda estava com a bandana.
Never usando sua lábia e sem variar sua expressão facial diz de forma convincente.
-Sim, mas nossa missão não se trata de lutas só vamos ajudar um fazendeiro... E se for dar muito trabalho nós pagamos vejamos... 50 ryus?

O comerciante olha para Never e então para Hatsumi que estava sentada do lado dele.
-Esta bem, mas esse cão não vai na minha carroça.
A expressão de Never muda de imediato de calmo para muito irritado.
-Ela vai comigo e se ela fizer algo de errado eu pago mais pelo prejuízo.
Então surpreso com a virada de humor o comerciante responde.
-Uh... Está bem, mas você VAI pagar se ela quebrar alguma coisa ou sujar a carroça.

O grupo sobe na parte de traz da carroça que estava repleta de jarros vazios que foram utilizadas para transportar seja lá o que for que o comerciante tenha vendido.

Era uma carroça que ao menos não era desconfortável com um pano em cima que não deixava o sol bater diretamente nos produtos que havia ali tinha espaço suficiente para que o grupo se sentasse sem ter que se espremer apenas.
Never podia sentir que o comerciante estava preocupado com o que estava lidando o que surpreendia o gennin.
“se ele está tão tenso porque ele nos deu carona? 100 ryus não é tanta coisa...”

Então o Garoto começou a conversar com Natsu enquanto Hatsumi dormia no seu colo para passar o tempo e fazer o condutor ficar um pouco mais tranqüilo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Natsu
Chunnin
Chunnin
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 16

MensagemAssunto: Re: Assaltantes. - Rank C - Natsu e Never.   Sab Jan 09, 2010 9:25 pm

Recebo a mensagem que farei uma missão com meu parceiro Never, eu me animo e vou dormir para poder acordar cedo e estar pronto. Ele acorda muito cedo, e se arruma para ir para a missão pega seus equipamentos sem deixar nada e sai para o portão da vila.

Natsu chega um pouco mais cedo do que devia e vê que o sol estava acabando de nascer, ele espera pacientemente Never encostado em uma parede da entrada da vila de Konoha, depois de um bom tempo Never chega Natsu não fica bravo, pois sabia muito bem que tinha acordado muito cedo, então ele cumprimenta Never com um sorriso, e Never começa a contar um pouco mais sobre a missão , vendo isso Natsu presta muita atenção e Never fala que os ladrões estavam bem escondido e Natsu fala.
-Bom,com seu faro nos estamos feitos. Bom então vamos, acho então que devemos primeiro ir as fazendas que estão sofrendo ataques e tentar achar alguma pista.
Never faz um gesto concordando com a idéia.

Caminhando um pouco mais pela entrada da vila, Natsu pensa “Por que agente não sai logo”, Never me fala para tirar minha bandana de konoha para não espantar os ladrões ou deixar que vejam para nos fazerem um ataque surpresa Natsu pensa “Não acho isso necessário, pois Never possui um olfato muito bom, nos botando na vantagem se nos atacarem, pois pouparia nosso tempo, fazendo com que não tivéssemos que procurá-los, mas eles podem fugir então Natsu enrola um pouco para tirar”. Quando Natsu para de viajar vê que Never havia parado de andar pela entrada da vila e começara a falar com um comerciante da vila que possuía uma carroça, ai Natsu pensa “Ahhh... ele estava tentando arrumar uma carona para não termos que andar assim gastando energia a toa”, depois de Never conversar com o comerciante Natsu percebe que o comerciante tinha olhado para sua bandana em seu braço, então Natsu decide parar de enrolar e coloca sua capa de viagem cinza para escondê-la. Ouve toda a conversa de Never com o comerciante e concorda em pagar 50 ryus pelo transporte. E vê que Never se estressou com o comerciante quando falo que Hatsumi não poderia ir então Natsu fala.
-Cuidado com o que você fala sobre a Hatsumi. Não quero nem ver se meu parceiro ficar irritado.
O comerciante olha com certo medo para a cara de Never depois do que eu havia falado, e aceita levá-los, contanto que Never pagasse se Hatsumi quebrasse ou sujasse algo.

Bom a carroça ate que era confortável, não tivemos que ir exprimidos e descansamos um pouco mais caso precisássemos lutar. Never continua conversando com Natsu no caminho sobre outros assuntos para não falar sobre a missão para o comerciante, pois Natsu percebeu que Never não confiava nem um pouco no comerciante, então continuamos conversando sobre a vida. Passado uma hora chegamos ao campo alvo de ataques dos bandidos.

Natsu pega o dinheiro de Never e junta com o dele e paga o comerciante, o comerciante pega o dinheiro e sai em direção de volta para a vila. Depois disso Natsu começa a analisar a propriedade, bem grande, então Natsu pensa por isso o rank dever estar ate que alto se continuarem a destruir a plantação de arroz konoha pode ate ficar sem arroz. Com isso começa a caminhar em direção a casa vendo quatro das dez áreas das plantações de arroz estavam totalmente destruídas, caminhando para a casa do fazendeiro para conversar com ele sobre esses ataques Natsu percebe que Never já estava tentando fazer uma busca bem detalhada dali da estrada, Natsu fala
-Calma, ainda tem muito tempo para fazermos uma busca bem detalhada, vamos primeiro tentar conversa com o dono para ver se ele sabe alguma coisa sobre os bandidos e se há algum ninja por trás disso.
Never concorda fazendo um sinal coma cabeça, e eles continuam a andar. Chegando lá Natsu bate na porta e é recebido por uma criança então Natsu fala em um tom calmo para a criança não se assustar.
-Ola. Seu pai esta?
A criança sai correndo para chamá-lo. O pai já sai com uma foice de cortar capim na mão caso fosse um bandido, então Natsu mostra sua bandana de konoha levantando seu braço esquerdo retirando-o de debaixo de sua capa. O Pai da menina já se acalma um pouco mais depois de ter visto a bandana, ele abaixa a foice e convida os para entrar em sua humilde residência. Natsu e Never entram a mulher dele trás um chá quando Natsu se apresenta e apresenta seu parceiro para o fazendeiro.
-Eu sou Natsu e esse é Never meu parceiro, somos de konoha e fomos enviados para acabar com o seu problema dos bandidos .
-Que bom já não agüentava mais ver meus campos sendo destruídos por arruaceiros. Sem contar que minha família estava em constante risco de ser atacada.
-Você poderia detalhar mais como os bandidos andam atacando sua propriedade como anda acontecendo os fatos.
-Bom nos fomos atacados por bandidos comuns, acho não tenho certeza eles vinham aqui e começaram destruir tudo em sua frente e a roubar o arroz que produzimos. Eu só consegui ver isso, tive medo de sair e acabar não voltando para minha família.
-Mais alguns de vocês foram atacados? Ou algum de seus empregados?
-Não. As pessoas que me ajudam na colheita morram, numa vila próxima daqui, então elas nem viram tal acontecimento.
-Bom isso já é o suficiente senhor, muito obrigado. Com sua permissão começaremos nossas investigações para achar os culpados e acabar com esse problema.
Natsu vê que o fazendeiro se sente ate mais calmo depois de ver que os jovens estavam bem empenhados nisso. Com isso feito Natsu e Never saem para começar suas investigações.
Voltar ao Topo Ir em baixo
[GM] Inuzuka Never
Chunnin
Chunnin
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 100

MensagemAssunto: Re: Assaltantes. - Rank C - Natsu e Never.   Dom Jan 10, 2010 12:32 am

Após conversar com o fazendeiro Never fica pensativo sobre o como encontraria pistas sobre eles, sua primeira tentativa foi os campos queimados onde os ladrões haviam passado.

Ao chegarem Never manda Hatsumi farejar o que conseguisse em busca de algum rastro até que Never dissesse para parar.
-Natsu, vamos vasculhar os campos por algum tipo de pegada ou objeto que eles possam ter derrubado, qualquer coisa já ajuda, vai para o campo do lado e eu verifico esse.
Never estava apontando para o campo mais próximo, não era dificil investigar pois a terra estava humida e compacta por uma chuva recente e a queimada havia deixado o solo bem descoberto.

Uma hora depois quando Never e Hatsumi haviam verificado suas areas Natsu aparece com um pedaço de metal queimado e semi derretido. (hatsumi verificou dois campos queimados)
Never deixa Hatsumi cheirar e ele mesmo faz uma análise visual do objeto.
-Parece ser um pedaço de equipamento barato feito de algum material muito ruim para ter derretido nas chamas de temperatura baixa... mas infelizmente não há mais nada de util a dizer.

Então Never pensa e diz:
-Quem nos contratou foram os fazendeiros mas se esse grupo de ladrões atacaram os campos nada impede que eles tenham atacado a vila próxima... a vantagem para nós é que se eles fizeram alguma coisa lá existe uma pequena chance de um pequeno grupo de arruaceiros não tenham sido vistos, vamos dar uma olhada por lá Natsu.

O grupo caminha até a pequena vila e chegando lá dava para ver que não devia ter mais de 500 pessoas alí a cidade era repleta de pés de bamboo enormes e muitas partes das construções locais usavam o mesmo como material.
Após pedir informações eles se dirigem até uma pequena pousada que parecia mais uma casa de dois andares de tamanho mediano, ao entrarem percebem que na entrada havia uma cantina onde os viajantes alugavam quartos ou pagavam por refeições feitas em casa.
Era um bom lugar para se perguntar pois se haviam bandidos atacando certamente a movimentação do lugar foi prejudicada, eles cooperariam.
Logo eles são recebidos por uma jovem que aparentava ter 21 anos.
-Boa tarde, bem vindos a pousada Fubatsu o que desejam?
A expressão séria de Never muda para um sorriso simpático e uma atitude muito simpática e aberta, Natsu percebe que Never é um bom ator.
-Nós gostaríamos de fazer algumas perguntas se a senhorita não se importar e mais tarde se precisarmos, de um quarto.
Never abre o zipper rapidamente e mostra a bandana de Konoha, então a recepcionista um tanto tensa diz.
-Vamos para um quarto livre, não quero falar sobre isso aqui.

Eles entram em um quarto simples e modesto com lugar para bagagem e um colchonete tradicional Japonês.
-Meus pais estão ocupados desculpe-me se os donos de verdade do local não puderam atende-los.
Never sentado de forma que lembrava um cão tomba a cabeça pro lado e diz muito simpático.
-Sem problemas, podendo nos atender está ótimo, ah e eu sou Never essa é minha amiga, companheira e sócia Hatsumi e esse é meu parceiro Natsu.
Natsu concorda e Never começa com as perguntas dessa vez.

-Esses tais bandidos, eles estão atacando a cidade também?
-Sim, na verdade eles põem fogo nas plantações apenas por diversão o alvo real deles é a vila, eles entram aqui fazendo um estardalhaço roubam nosso dinheiro, algum objeto de valor, bebem e fazem bagunça... Um deles engravidou a vizinha que mora ao lado da pousada.
Never fica vermelho e com uma expressão furiosa dizendo em voz alta contendo um grito.
-BANDO DE... ISSO É COMPLETAMENTE DESNECESSÁRIO!!!
A recepcionista vendo a reação de Never sorri tranqüilizada com alguém que se importa tanto, enquanto Natsu encara Never sem saber se era real ou encenação. (Never na verdade estava irritado, mas não a esse ponto)

Então Natsu continua:
-Existe alguma testemunha que falou com eles?
A garota humildemente responde:
-Não... todos simplesmente correm, eles são violentos e espancam todos que se aproximam.

Então Never pensa e diz:
“Se eles são tão violentos e bárbaros como ninguém não conseguiu ver para onde os caras foram?!”
-Vamos ser um pouco mais diretos, se eles fazem tanta bagunça sem nenhum cuidado vocês devem ter visto pelo menos para que direção eles foram, você não tem nenhuma idéia de onde eles podem ter ido?

A jovem pensa por uns momentos e fala:
-Não, mas o único lugar onde eles poderiam se esconder aqui perto seria na grande floresta de bambu que tem aqui perto.

As perguntas continuam e quando terminaram a jovem diz:
-Bom acho que vocês precisam de um lugar para ficar eu tenho muitos quartos sobrando por causa desses crimionosos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Natsu
Chunnin
Chunnin
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 16

MensagemAssunto: Re: Assaltantes. - Rank C - Natsu e Never.   Dom Jan 10, 2010 4:01 pm

Natsu ainda estava pensando sobre ir investigar a grande floresta de bambu quando ele decide perguntar a Never.
-Bom, eu acho que não se necessita de mais investigações acho que somente manter vigília em algum lugar, pois pelo que todos contam que eles apressem de noite, e de costume fazendo um estardalhaço.
Never olha pra ele e balança a cabeça e concorda e complementa
-Então vamos armar vigília em algum local onde consigamos ver esta vila e a plantação do fazendeiro.
Natsu concorda e vê dois morros que dão para uma passagem estreita para esse vilarejo e bem no meio havia a estrada. Natsu fala.
-Vamos armar vigília por lá, concerteza conseguiremos ver se alguma coisa acontecer por aqui ou por lá.

Never concorda e arma vigília na colina da esquerda, enquanto Natsu fica na colina da direita, o que separava essa colina era um espaço de mais o menos cinco metros, somente uma estrada então Natsu e Never mantinham contato visual sem nenhum problema. Com o cair da noite Natsu vê luzes vindo da grande floresta de bambus, Natsu chama atenção de Never e aponta para o local do acontecimento, Never vê e começa a se preparar caso tenhamos que lutar. Depois de um tempo saem onze homens da grande floresta de bambus, eles estava com katanas bem enferrujadas e alguns com umas foices também bem enferrujadas, eu olho para Never e nos saltamos na estrada que levava para a plantação de arroz que ficava próxima a vila. Antes de eles chegarem eu preparo minhas seibons e preparo minha #AS# para alguma emergência. E eu falo.
-Nem mais um passo se não quiserem arrumar confusão.
Os bandidos dão risada e falam
-Veja duas crianças da vila vieram nos impedir.
E continuaram a dar risada, eu dou alguns passos e falo “então experimente’’, dois cara com katanas vem correndo com suas katanas logo acima de suas cabeças, para os dois darem um golpe mortal em Natsu. Quando eles estão prestes a bater Natsu usa sua #AS# logo eles vem um kawarimi, eu me movimento rápido e logo apareço atrás deles enfiando uma seibon na nuca dos dois, eles caem me xingando, mas estavam completamente imobilizados, pois eu acabara de acertar um ponto de pressão vital, que mandava informações para corpo, eles somente conseguiam mexer do pescoço para cima. Logo vindo mais três em direção de Natsu, eu logo lanço minhas duas ultimas seibons acertando dois bem no pescoço fazendo com que não consigam mais respirar logo caindo mortos asfixiados. Eu olho para o ultimo usando uma foice e falo” vai querer mesmo continuar com isso”, eles grita e vem correndo em minha direção, Natsu consegue desviar do ataque do bandido com facilidade rolando para o lado, logo em conseqüência ele retira duas kunais e lança uma no pescoço desse ultimo bandido e a outra bem em sua cabeça ( na parte de trás). Vendo Never se divertir com seus bandidos Natsu pega suas kunais e a limpam na blusa do bandido e fica com elas em sua mão caso haja necessidade de dar um assistência para Never. Bom não há, como esperado Never finaliza seus oponentes com a mesma facilidade que Natsu. Natsu aponta para os dois que ele havia imobilizado com suas seibons na nuca e falo.
-Quer fazer as honras do interrogatório?
E Natsu ressalta.
-Só não os mate.
Never concorda e começa o interrogatório para ver se haviam mais bandidos, e onde era o esconderijo e quem os comandava.
Voltar ao Topo Ir em baixo
[GM] Inuzuka Never
Chunnin
Chunnin
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 100

MensagemAssunto: Re: Assaltantes. - Rank C - Natsu e Never.   Dom Jan 10, 2010 5:08 pm

Never e Natsu haviam montado uma vigília em duas colinas estrategicamente posicionadas e depois de anoitecer 11 homens grandes e com armas em más condições aparecem falando junto e em voz alta.

Natsu fica na frente deles e diz.
-Nem mais um passo se não quiserem arrumar confusão.

#AS#

Never caminha calmamente do ponto em que estava com as mãos nos bolsos para uns dois metros de Natsu dizendo.
-Eu acho que esses caras não vão te dar ouvidos de jeito nenhum, o que nos deixa apenas a opção divertida.

Os primeiros bandidos atacam Natsu que são imobilizados com duas senbons.

Então Never se vira para frente e três estavam vindo de uma vez ele diz sem nenhuma animação.
-Bom... Isso é inconveniente...
O garoto saca sua Kunai Gigante e faz uma pequena série rápida de golpes fazendo os oponentes brecarem e se afatarem, então ele continua por alguns segundos os pequenos movimentos todos em direção de suas cabeças sem acertar nenhum, então com um giro da arma rápido e com pouca força ele faz um corte nos tornozelos de dois deles cortando o tendão e fazendo eles caírem urrando de dor, o terceiro surpreso é acertado com um soco no nariz seguido de três golpes de Kunai no ombro, um deles perfura uma artéria do pescoço fazendo o sangue espirrar e matando-o em poucos segundos.
Outros três viram para correr, mas Never usa um Shunshin para ficar na frente deles bloqueando a fuga.

Como animais encurralados eles fazem uma série de golpes furiosos com suas foices, mas muito mal pensados por isso Never desviava de todos com relativa facilidade como se estivesse dançando e começa a recitar uma pequena poesia que era utilizada para ensinar crianças a não brincar com a sorte com um sorriso macabro.
-Jack é ágil, Jack é Rápido...
Os Bandidos continuam a gastar todas as suas forças tentando acertar com golpes imprecisos e aleatórios facílimos de desviar.
-Jack pula o candelabro aceso...
Dois continuam tentando acertar Never enquanto um pega uma pedra grande para arremeçar no garoto que passa entra os dois que estavam atacando ficando de costas por um momento enquanto a pedra acerta o pé de um dos homens.
-Jack pula alto, Jack pula baixo
Os dois tentam acertar Never ao mesmo tempo.
AS Ativada.
Eles acertam o toco do Kawarimi com muita força prendendo suas armas no chão e ficando curvados e Never aparece de pé em cima das costas deles.
-JACK PULOU A VELA E SE QUEIMOU TODO!!!
Com um movimento em arco Never faz um corte profundo na nuca dos dois que caem no chão paralisados, o ultimo que atirou a pedra faz menção de correr mas Never o acerta com uma Shuriken na garganta antes que desse tempo.

Never se aproxima de Natsu e diz.
-Esses caras não devem ser os mais fortes, do grupo são apenas gorilas mal armados.

Então Natsu deixa o Interrogatório para Never que aceita e se aproxima de um dos homens sentando do lado deles.
-Bom, ninguém disse que vocês devem ser bonzinhos com seus coleguinhas?
O homem assustado não responde.
-Onde é o esconderijo de vocês? É na floresta de Bambu né?
Ele continua não respondendo e Never pega a Kunai e encosta na garganta dele que estava encharcada de suor.
-Nós temos dois de vocês para nos dar às informações eu não tenho nada a perder matando um.
O homem ri e diz com uma voz rouca.
-Se nós fizermos isso o chefe vai nos matar mesmo fedelho.
Never ri um pouco mais e diz.
-Certo, mas eu vou fazer demorar e doer bem mais.
O homem diz um palavrão para Never e leva uma pancada com a chave de fenda de Never no meio da caixa toráxica causando uma falta de ar e uma dor na área mais frágil das costelas enorme.
-Acho que você não entendeu, vocês vão nos levar até o esconderijo deles nem que eu tenha que te castrar com essa sua foice enferrujada.

O homem engole em seco e concorda dizendo para eles seguirem a trilha de pedras retangulares então Hatsumi que estava vendo tudo aquilo coloca a boca aberta e cheia de dentes perto do rosto do homem e diz:
-Eu tenho um ótimo senso de direção se você estiver mentindo minha parceira vai comer um naco do seu braço.

O Inuzuka se levanta e volta a ter sua expressão facial calma deixando claro a Natsu que ele estava interpretando.

O pequeno grupo encontra uma trilha com pedras retangulares disfarçadas e a seguem com a ajuda de Hatsumi que farejava o lugar.
Em 15 minutos eles chegar ao esconderijo, era uma casa ao estilo japonês tradicional enorme, luxuosa, abandonada e deteriorada.
Never se vira para Natsu e diz em voz baixa.
-Isso é perfeito, vamos subir no telhado sem ninguém perceber esse tipo de casa tradicional geralmente tem um sótão, nós entramos nele entramos furtivamente matando os guardas um por um sem que percebam nossa presença ok?
Hatsumi que estava concentrada farejando da um latido baixo e Never traduz.
-10 homens e uma mulher.
Natsu estranha que dê para perceber isso com o cheiro e Never diz com simplicidade.
-Não é todo homem que usa perfume de rosas certo?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Natsu
Chunnin
Chunnin
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 16

MensagemAssunto: Re: Assaltantes. - Rank C - Natsu e Never.   Dom Jan 10, 2010 10:24 pm

Natsu e Never depois de entrarem pelo sótão, já se precavendo Natsu prepara as seibons no caso de necessitar matar algumas pessoas no caminho. Never desse primeiro do sótão continuando farejando , Never aponta para um lado falando que tinha dois guardas ali, Natsu se move silenciosamente ate que vê um do guarda vindo em sua direção, de imediato Natsu tira um seibons , assim que o guarda vai virar para entrar no quarto que dava acesso ao sótão Natsu da um soco com a parte debaixo do punho usando a seibon para matar o guarda e logo em seguida cobrindo a boca do guarda com sua mão na boca do guarda para não fazer nenhum barulho, ate que ele morresse. Natsu fala “me ajuda a colocar esse cara no sótão, Never ajuda Natsu com essa tarefa e voltamos a nos mover silenciosamente pela casa, quando Hatsumi começa a ficar inquieta novamente, Never aponta novamente para um quarto,e fala “ dessa vez tem dois guardas sentados tomando sake pelo que parecia” Natsu tira mais duas seibons e fala assim que eu arremessar essas seibons você corre para dentro da sala e cuida para que os guardas não caiam fazendo barulho, Never acena com a cabeça e Natsu se prepara para executar tal ação ia ser uma ação arriscada mais eu tenho que me esforçar para não chamar a atenção e não dar chance para que eles sobrevivam. Então Natsu se concentra e vê que no quarto do sótão havia um espelho e ele volta rapidamente e busca-o, era um espelho pequeno então Natsu usa o espelho rente ao chão para eles não verem e começa a ver o que estava acontecendo na sala pelo que parecia os dois homens estavam de costas vendo a mulher nua e tomando sake, Natsu aproveitando isso entra em silencio sem eles perceberem, e enfinca as duas seibons com muita força na nuca dos dois sujeitos, passando o ponto de pressão e atingindo traqueia, com isso Never entra rápida e segura um cara enquanto Natsu segurava o outro, eles não conseguiram fazer nenhum ruído por estarem sem conseguir puxar ar, morreram asfixiados. Natsu vai ate a mulher que era um tanto bonita.
-Somos ninjas de Konoha, viemos aqui para acabar com o problema desses bandidos, então não grite nos vamos te ajudar a sair daqui.
Natsu desamarra a boca da moça e ela agradece cobrindo suas partes intimas, logo Natsu tira sua capa cinza e entrega para moça usar ate arrumarmos alguma roupa, então Natsu pergunta.
-Eles te fizeram algum mau?
-Não vocês chegaram a tempo, só Buda sabe lá o que fariam comigo.
-Então fique por aqui, nos tentaremos acabar com o resto dos guardas, mas você sabe quantos mais tem nessa casa ( mesmos sabendo que haviam mais sete pessoas na casa, só para saber se consegui alguma informação sobre o resto dos sujeitos.)
-Tem mais sete homens, sendo os lideres dois ninjas.
Natsu olha para Never e os dois olham com uma cara um tanto de preocupado, pois missões que continham inimigos ninjas eram de costume rank B e eles estavam fazendo uma de rank C, Natsu pensa “vamos ter que ser mais cautelosos daqui para frente”.
Natsu pede desculpa por não se apresentar e fala.
-Meu nome é Natsu e esse é meu parceiro Never, como você se chama?
-Meu nome é Matsumoto, sou filha de um líder de uma pequena vila do país da Cachoeira. Esses dois ninjas fugiram de nosso país me raptando no caminho, vindo aqui para o país do Fogo.
Never olha para Natsu, e Natsu pensa “se conseguirmos capturarmos eles com vida deve dar uma boa recompensa junto com essa moça ^^, sem contar que vamos fazer um favor para o país vizinho”, Natsu leva Never para um canto onde a moça não os ouviria e fala.
-Se prepara que agora o negocio vai ficar serio, vai indo na frente e rastreie os outros guardas temos que tentar eliminar todos eles antes de tentarmos capturar os ninjas.
Never concorda e manda-me continuar em silencio, enquanto ele rastreava o resto, eu viro e pergunto a moça mais sobre os ninjas.
-Esses ninjas que você falou que são de seu país eles são fortes?
Ela faz um movimento com a cabeça falando que não e responde.
-Eles só fugiram de nossa vila, pois usaram suas habilidades de ninja para saquear, ate que nosso líder descobriu e mandou irem prender eles. Ai eles fugiram, mas são os piores ninjas que eu já vi vocês nem vão conseguir recompensa com eles se estão pensando, e se conseguirem vai ser muito baixo.
Natsu para e faz um sorriso para a moça e pensa “como ela sabia que eu queria a recompensa, mas bom pelo menos não vai ser difícil prender eles, se só são ladrões inúteis”. E Never volta falando que acaba de matar mais três que estavam em outra sala, ele disse que estavam dormindo então não foi complicado o que nos deixa com dois ninjas babacas e dois gorilas burros, quando Hatsumi se agita novamente, e ouvimos barulho de passos a moça começa a ficar com medo, quando Never fala que são dois homens e grandes vindo para cá, Natsu faz um sinal com a cabeça e se posiciona, os dois um de cada lado da porta esperando que entrassem para ver a moça e não deu outra entram de imediato conversando um com o outro quando o primeiro vira e vê seus parceiros mortos antes de conseguir fazer qualquer movimento Never pega o homem e quebra seu pescoço, Natsu vê o outro se afastando para tentar fugir e logo taca a sua seibon acertando o homem na nuca, Natsu corre e segura o homem não deixando ele cair, logo retira sua kunai e bate em sua seibon na nuca do cara para matá-lo sem fazer sujeira ou deixar ele fazer algum barulho.E falo “Never me ajuda a levar o homem para o quarto e vamos levar a moça para o sótão onde ninguém irá encontrá-la”, então Natsu começa a conversar com seu parceiro.
- Bom vamos armar uma tática, pois são dois ninjas, vamos ter que tentar lutar junto combinando nossas habilidades, e não podemos abrir brechas para eles não nos ferirem.
Never olha para mim pensando em que fazer até que Natsu o interrompe e fala.
-Vamos fazer assim, para não corrermos riscos vamos pegar um deles desprevenido, assim que imobilizarmos um, a luta ficara a nosso favor dois contra um, assim não correremos risco. Só que agente tem que pensar em como pegar um por trás antes que eles nos vissem.

Natsu vê a cara de Never e percebe que estava prestes a discordar. Logo Natsu fala antes de Never falar alguma coisa.
- Eu não quero nem saber eles são renegados, temos que capturarmos eles de qualquer jeito. E sei muito bem que você prefere lutar de igual, mas são ninjas de outra vila e não sabemos suas habilidades, não podemos bobear.
Natsu percebe que Never concordava com ele, mas se sentia um pouco triste, pois estava ate que animado para lutar com outros ninjas. Natsu pensa um pouco e fala.
-Bom vamos usar a moça, pedimos para que ela faça algum tipo de barulho e reze para um só deles subir eu ficarei escondido na sombra do teto desse quarto. E quando ele entrar eu caio sobre ele.
Never responde.
-Bom que tipo de barulho peço para que ela faça especificamente?
-Peça para ela gemer alto, pois tinha um monte de bruta monte, um deles vai acabar se irritando e vindo aqui ver só que apague as luzes do quarto, assim que ele entrar ele vai ter que entrar um pouco mais no quarto para enxergar alguma coisa nesse escuro. Assim que isso acontecer eu pego ele de surpresa colocando uma seibon em sua nuca.
Never fala que é uma ótima idéia, mas temos que ter sorte. Natsu pensa “mesmo que não tenhamos agente ia acabar tendo que lutar com os dois não custa tentar”
Matsumoto começa a fazer os barulhos e ouvimos um dos dois dando um berro, “VAMOS PARAR DE FAZER TANTO BARULHO AI, NÃO ME FAÇAM SUBIR ATÉ AI SEUS IDIOTAS”, e Matsumoto continua a fazer barulho e começamos a ouvir passos no corredor, Natsu já prepara suas seisbons, quando ouvimos uma voz dizendo “cara como esses caras são estúpidos não conseguem nem ficar em silencio”, ele abre a porta e vê que esta escuro e entra mais um pouco e logo em conseqüência a isso para não perder a chance Natsu cai logo atrás do ninja e fala “boa noite” e enfia sua seibon na nuca do ninja fazendo com que ele fique imóvel da cintura para baixo, logo cobrimos sua boca com algo para que não faça nenhum barulho. Com isso eu dou um sorriso, e falo.
-Bom com isso nos sobra somente um idiota, pelo visto não vamos ter problemas.
Eu e Never começamos a discutir sobre como lutaríamos com o próximo ninja, para não ter erro na hora para nenhum de nos se ferir.
Voltar ao Topo Ir em baixo
[GM] Inuzuka Never
Chunnin
Chunnin
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 100

MensagemAssunto: Re: Assaltantes. - Rank C - Natsu e Never.   Dom Jan 10, 2010 11:33 pm

Assim que o Ninja foi imabilizado Never o amordaça com a própria bandana e diz para Natsu.
-Vou usar o Henge para entrar na sala e atacar ele do nada deixando ele surpreso e exposto.

Natsu usa o Henge no corredor e entra na sala em que o outro ninja estava tomando chá com uma expressão irritada.
Ele se senta e toma dois goles de chá na mesa e o outro calmamente diz.
-...Então?

No final da ultima letra como em um estalo never desfaz o henge criando uma pequena nuvem de fumaça e acertando o ninja com a kunai gigante e logo percebe que este usou um Kawarimi.
#AS#

O renegado aparece atrás de never com uma Katana muito bem cuidada e Never se agacha fazendo com que a lamina passe por cima dele, então ele gira e tenta acertar com e cabo da Kunai gigante no estomago do oponente.
Este bloqueia o golpe e tenta perfurar o ombro de never com a Katana, mas o garoto bloqueia.

Natsu atira duas seibons no criminoso que abre a guarda e Never o acerta com um impacto do cabo no rosto.
O ladrão é empurrado para traz e atira uma Kunai com Kibaku fuuda no chão perto de Never que salta para trás escapando da explosão por pouco.

Os movimentos eram contínuos e mal havia tempo entre eles, quando Never cai no chão rolando o ladrão corre em sua direção com a Katana, mas é parado por Hatsumi que estava mastigando sua canela.
-CACHORRO DESGRACENTO!!!
Natsu aproveita e atira uma seibon no pé do cidadão que agora teria dificuldades em andar e nisso Never grita.
-ESSE CACHORRO DESGRACENTO VALE MAIS DO QUE A SUA VIDA!!!

O ninja sem poder sair do lugar em um movimento de desespero faz alguns selos e usa o Suijinheki (Libertação da Água - Barreira de Água) fazendo uma enorme coluna dágua envolver ele protegendo-o e atirando Hatsumi longe.
Never grita:
-NATSU AGUA!!!

O Gennin corre até a torre da água e com uma descarga de Chakra Hyouton Never vê um brilho azul no pilar de água que para e deixa a vista o Ninja parcialmente coberto por uma camada de 3 centímetros de gelo muito rígido no torço.

Então com um Farukon Kick Never atira ele contra a parede batendo a cabeça no impacto e deixando-o inconsciente.

O Inuzuka verifica se estão todos bem, Natsu estava cançado depois do ultimo movimento e Hatsumi estava zonza por ter sido atirada longe.
-Bom trabalho gente...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Natsu
Chunnin
Chunnin
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 16

MensagemAssunto: Re: Assaltantes. - Rank C - Natsu e Never.   Seg Jan 11, 2010 10:15 am

Com o ninja imobilizado e o outro também, eu muito cansado decido ir para casa com algum meio de traspor porte, pois nos dois vamos demorar muito para chegar a konoha carregando esses dois e levamos Matsumoto conosco, para ser escoltada para casa por ninjas mais graduados que agente com isso tendo mais proteção, Never carrega o ninja que ele nocauteou, eu viro e faço um sinal de ter lembrado algo, eu vou ate direção de Never e coloco uma seibon na nunca do ninja que fora nocauteado, e falo.
-Ele pode acordar uma hora, nunca se sabe.
Never concorda e continuamos andando para a vila, chegando lá estava amanhecendo, então o comercio estava abrindo, eu viro “então Never vamos mostrar quem somos”, eu levanto a manga e mostro minha bandana de konoha, Never bota sua bandana à mostra e eu falo.
-Acho que com isso vamos conseguir uma carona de graça. ^^
Chegando lá, todo mundo ficou encarando agente, também com dois caras nos ombros e uma moça com minha capa (xD), nos vamos novamente na pousada da moça que fizemos algumas perguntas ontem, sentamos no restaurante lá em baixo, ela foi no atender novamente, para surpresa dela ela viu agente com alguns machucados mais to de leve e ela pergunta.]
-Vocês conseguiram?
Eu e Never dizemos que sim.
Ela da um salto e um grito de alegria e sai, avisando a todos que os bandidos foram derrotados, e que não tínhamos que se preocupar mais, que dois ninjas de konoha nos salvaram. As pessoas da vila começaram a vir ver quem nos éramos. E eu aproveito essa chance e pergunto.
-Alguém aqui pode nos dar uma carona para Konoha, pois temos que carregar esse dois bandidos.
Demora um tempo e um rapaz jovem fala
-Eu tenho uma carroça, da para vocês levarem eles nela se problemas.
Eu olho para Never, ele já estava com um sorriso. E penso “que bom que conseguimos uma carona eu estou esgotado”. Saindo lá para fora eu vejo uma loja de chapéus e vejo o chapéu que procurava. Vou ate a loja e começo a conversar para comprar o chapéu (pois não havia achado na vila então...)
-Moça, quero estes chapéis aqui, quanto estam?
Citação :

-Estava 200 ryus, mas como vocês salvaram nossa vila vou fazer um preço especial para você, 100 ryus.
Eu alegre pago a moça a agradeço saindo, colocando meu chapéu, vejo Never o rapaz já havia arrumado a carroça então entrego lhe o chapeu e falo "toma um presente pra voce se acalmar =D, muito chave né?" , colocamos os ninjas um pouco para frente e falo.
-Sobe Matsumoto, vamos para konoha depois de lá, te levamos para seu país.
Ela balança a cabeça concordando, Eu mando Never Hatsumi subir, eu fiquei um pouco apertado, pois tinha muita gente, mas bem melhor que andar nas condições que eu estava e falo para o rapaz.
-Tem como você para naquela plantação de arroz.
Ele acena dizendo que sim, chegando lá eu falo
-Never pode deixa eu aviso a ele que a missão foi completada.
Chegando lá eu bato na porta novamente, e quem aparece na porta era o próprio dono da fazenda, eu tiro meu chapéu e falo.
-Nossa missão foi concluída, bandidos eliminados, com sucesso só que da próxima vez tente se informar mais sobre o que você quer que nos ninjas façamos, e quem são os inimigos, pois havia dois ninjas, missão com ninja é rank B... Então, se fossem dois ninjas novatos poderiam ter morrido nessa missão.
Ele faz uma cara de desapontamento, e se desculpa, e pega nossa recompensa e fala, “por ser uma missão rank B, vou te pagar por isso”, eu pego nossa grana agradecendo o homem, voltando para a carroça entregando a parte de Never, e falo.
-Parece que a janta via ser farta hoje.
Never da risada, e o jovem rapaz segue caminho para Konoha, depois de uma hora nos chegamos a konoha, eu havia dormido um pouco na viajem para recuperar um pouco de energia, chegando lá eu agradeço o rapaz e ele sai em direção de volta a sua vila, eu pego um dos ninjas e Never outro e peço para Matsumoto me seguir, ela faz sinal que sim. Com isso vamos a nossos superiores entregamos os dois ninjas vivos, e pelo visto acordados, eu desamarro a boca dele e falo.
-Aqui, eles estão paralisados por uma seibon minha então faça o que quiserem, mas são dois ninjas do país da Cachoeira. E estamos com uma moça aqui que é filha de um líder de uma vila pequena do país da Cachoeira, acho que temos que arrumar um lugar para ela tomar um banho e roupas para ela. E eu acho que essa missão era rank B
Meu superior concorda, e fala que nossa missão havia acabado por aqui, e que iria avaliar se seria rank B, eu agradeço e falo isso para Never, e ele vai para sua casa descansar como eu.
No outro dia eu acordo e vou da uma volta pela vila quando vejo a moça, com outra roupa e dois ninjas mais graduados indo levar ela embora, ela corre até mim e me agradece me entregando minha capa de volta, falando que não iria esquecer-se do que nos fizemos por ela e vai embora.

BOM E COM ISSO TERMINA MAIS UMA SAGA NATSU


Última edição por Natsu em Seg Jan 11, 2010 12:18 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
[GM] Inuzuka Never
Chunnin
Chunnin
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 100

MensagemAssunto: Re: Assaltantes. - Rank C - Natsu e Never.   Seg Jan 11, 2010 11:43 am

Ao chegar à vila com um dos bandidos Natsu tem a idéia de espalhar pela vila quem somos e que derrotamos os bandidos para conseguir carona e parou na rua principal com a bandana exposta e falando sobre o como matamos todos os bandidos.
Aquela atenção era um inferno para Never.
“Isso mesmo diga para o resto do mundo que somos mercenários, se tivesse um Ninja inimigo no meio dessa multidão poderíamos estar explodindo agora com uma fuuda.”
-Natsu, vai com calma...

Apesar do desconforto era fácil perceber que a vila estava em clima festivo e aparentemente os moradores já estavam começando a fazer planos.

O Koori super animado por ter conseguido compra dois chapéus de palha e dá um para Never.

Ao receber o chapéu Never se lembra de algo importante e começa a vasculhar os bolsos dos Ninjas em busca de armas e dinheiro.
No bolso de um ele acha uma Kibaku Fuuda e de outro uma Kunai de duas pontas que seria útil porque Hatsumi poderia utiliza-la com a boca.

Depois de arranjar carona Never se senta com a Kunai Gigante na mão de forma que poderia fatiar um dos Ninjas se conseguissem fazer algo, mesmo imobilizados pelo ponto de pressão da nuca eles estavam amordaçados com suas próprias bandanas.

Então Natsu para a carroça e pega o dinheiro de uma missão de rank B do fazendeiro por causa dos Ninjas e Never pensa.
-Coitado missões de Rank B são caríssimas e nós não sabíamos se a missão seria considerada rank C ou B.

O resto da viagem foi tranqüila e Natsu havia conversado muito com Matsumoto de forma que Never estava quieto simplesmente por preguiça, e encarando os Ninjas.
Um deles começa a abrir e fechar a boca chacoalhar a cabeça para tentar tirar a mordaça e Never coloca a ponta da Kunai Gigante no pescoço dele enquanto rosna.

Ao chegar Never e Natsu encontram Luks e Tenshi e explicam a situação,
Tenshi parecia para Never pelo menos aprovar que os garotos não tenham voltado para a vila depois de saberem que poderia haver Ninjas, Luks era inexpressivo e Never não sabia se ele o aprovava ou se estava chingando mentalmente de irresponsável.

No dia seguinte Never descançou um pouco e após procurar saber o que aconteceu a Matsumoto o garoto descobre que ela acabara de sair da vila acompanhada por 2 ninjas mais experientes por Natsu.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Aburame Rukisu [ADM]
ANBU
ANBU
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 210

MensagemAssunto: Re: Assaltantes. - Rank C - Natsu e Never.   Dom Fev 28, 2010 5:43 pm

Análise
*No inicio o comerciante deveria ter adorado o aparecimento dos ninjas e dado a carona sem pestanejar, pois os ninjas seriam proteção e não perigo.

*Seria mais funcional não ter escondido a bandana... pois só te-la mostrado para o dono da casa quando chegaram poderia ter lhes causado danos ( o cara ja chegar batendo)

*missao nao tem AS

*Encontrei algumas falhas na narração dos combates... como certos movimentos "abusados" e outros que pela descrição seriam quase impossiveis.

* Hatsumi previu os dois gennins da chegada de dois caras grandes e os dois não a ouviram. ( isso foi forçado demais.)

* nao foi possível entender os movimentos de quando natsu congela a água levando em conta esta ilustração do jutsu suiton
http://www.dailymotion.com/video/x12uy2_suiton-suijinheki_creation

* vou jogar um dado de sorte pra ver se voces ganham o desconto nos chapeus.
par=sim impar=nao.

* quem da o dinheiro são os regentes e nao o contratante.
Recompensa
1.200 Ryous pra cada.


Última edição por Aburame Luks [ADM] em Dom Fev 28, 2010 5:57 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Administrador
Admin
Admin
avatar


MensagemAssunto: Re: Assaltantes. - Rank C - Natsu e Never.   Dom Fev 28, 2010 5:56 pm

O membro 'Aburame Luks [ADM]' realizou a seguinte ação: Lançar dados

'Sorte' : 1
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Assaltantes. - Rank C - Natsu e Never.   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Assaltantes. - Rank C - Natsu e Never.
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» [VIDEO AULA] Sistema de Rank com PHP + Mysql
» Novas imagens de rank.
» Sistema de Rank Online
» era pro natsu namorar com a lissana
» Missão de rank C - Aula de Ninjutsu!

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto Revo Online :: Vila da Folha :: RPG Zone :: Missões-
Ir para: