Naruto Revo OnlineConectar-se
Hey... quanto tempo faz que seu personagem não come? Evite as penalidades por desnutrição... visite o Ichiraku com frequência, lá seu personagem pode se recuperar em instantes !
Sempre lembre de remover itens descartáveis de suas fichas quando os mesmos forem usados. Seja honesto consigo mesmo.

Campo de Treino - Aburame Harumi

Compartilhe

descriptionRe: Campo de Treino - Aburame Harumi

more_horiz

Campo

Harumi chega andando normalmente pelo seu campo. O tempo estava bom: ensolarado, não muito quente, com uma pequena massa de nuvens e sem vento. Harumi adorava este tipo de dia.
Ela anda até o amontoado de pedras, joga sua mochila encima de uma e sai andando até uma árvore a sua frente.

Treinos e mais treinos!

Ao chegar à árvore, ela percebe que tinha cortes nela, e se lembrou:
“Ah... treino de Juuha Shou! E não é uma má idéia treiná-lo...”
A menina tinha pensado em treinar o Mushi Yose, mas agora iria treinar o Juuha Shou. Então, ela anda até ficar uns quatro metros da árvore.
-Primeiro, tenho que me lembrar de como foi o último treino... Ahn... A ta!-

Harumi pensa por poucos segundos e já se lembra. Ela tinha uma boa memória. “Com base no outro treino, acho que vou tentar concentrar mais chakra que antes, para o Juuha Shou ficar mais potente...”
E foi que ela fez.

FAIL

Harumi começa a concentrar chakra fuuton em seu braço direito intensamente e demoradamente. Passado algum tempinho, ela concentrou chakra á mais em seu braço. “Agora deve ficar mais forte...”

-Juuha Shou!!-

Harumi faz o movimento de ataque na direção da árvore, esperando que uma lâmina bumerangue bem forte, corte o ar e faça um corte significativo na árvore. Porém em vez isso, houve um vazamento de chakra e o ar se dispersou,em vez de formar uma lamina, explodindo. Harumi cai no chão por causa do impacto.

Descanso

“Bom, acho que concentrei chakra demais...”
Harumi deita no chão e fica olhando o céu, pensando se deveria tentar, novamente, fazer o Juuha Shou com um tanto maior de chakra. Porém, ela teria que ter muito cuidado com isso.
Mas após muito pensar, ela chegou à conclusão:
“Acho melhor concentrar e mesmo tanto que antes, pra eu não morrer sem chakra...”
Depois de uns dez minutos, ela levanta-se e volta a treinar.

Juuha Shou!

Harumi, ao levantar, começa a concentrar chakra fuuton em seu braço direito, como fazia antes. Depois de algum tempinho, tendo tanto que ela julgava necessário de chakra, que era o mesmo tanto de antes, ela fazia o movimento de ataque em direção á arvore.
A lâmina bumerangue se forma e sai com velocidade e pressão superior que a do treino anterior. Não era muito melhor, nem dava pra notar a diferencia, mas a menina notara.
Quando a lâmina chega até a árvore, ela faz um corte no tronco e depois se dissipava.
Harumi andou até a árvore pra ver como estava o corte. Era mais profundo que o primeiro, e tinha a mesma espessura.


Distancia

Harumi ficou feliz por estar progredindo. Então, ela anda até o amontoado de pedras, pensando. “Qual será a distancia que a lamina percorre...” Ela para no meio do caminho, vira-se para o lado. Não tinha nenhuma árvore a menos de vinte metros. Ela prepara-se na posição, concentra chakra fuuton em seu braço, como concentrou antes, e depois, faz o movimento de ataque.
A lâmina se forma e percorre uns dez metros e depois se dissipa com o ar.
“Bom, já é um bom começo...”

Fim

Harumi anda até o amontoado de pedras. Ela estava bem cansada. A menina olha para o céu e vê que estava escurecendo. Ela, que já estava cansada por causa do treino, começa a ficar com sono.
Então ela sai do seu campo, andando tranquilamente e vagarosamente, e foi para sua casa.

descriptionRe: Campo de Treino - Aburame Harumi

more_horiz
AvaliaçãoMuito bom seus dois últimos treinos Harumi!Ambos os treinos apresentando muitas palavras, além alto nível de RPG e uma ótima escrita.Realmente muito bom, parabéns !
Recompensa50% no Ninjutsu Juuha Shou
Você deve acrescentar isto naquela ficha grande que você fez logo quando entrou na NRO

descriptionRe: Campo de Treino - Aburame Harumi

more_horiz
Treino

Harumi chega andando tranquilamente ao seu campo de treino. Como sempre, a menina anda até o amontoado de pedras e deixa sua mochila lá, sem demora. Harumi queria começar logo a treinar. Fazia muito tempo que ela não treinava. “Ai ai, eu devo estar enferrujada...”

A árvore

Harumi sai andando até a árvore que estava perto dali. Ela estava marcada por cortes em seu súber (hsuahsua – aula de bio! /caule...). Enquanto andava, Harumi pensava e relembrava de seus treinos de Juuha Shou, já que iria treinar justamente esse jutsu. Parando a mais ou menos dois metros e meio da árvore, Harumi se prepara na posição de ataque, e, logo, vai concentrando chakra fuuton em deu braço direito. Após alguns segundos, mais ou menos 35 a 40 segundos, Harumi concentrou chakra suficiente para o Juuha Shou.

Corte

Harumi faz o movimento de ataque. Uma lâmina bumerangue se forma e está indo na direção da árvore. Ao se encontrar com a árvore, ela faz um corte profundo nela e dissipa-se no ar. A menina anda até a árvore para conferir e comparar o corte recém-feito com os outros. Ele continuava fino como sempre, mas um pouco mais profundo. Harumi ficou satisfeita com o resultado.

Fome

A Aburame sente sua barriga roncar. Harumi anda até a macieira mais próxima e colhe uma maçã. Poli-a com o blusão e sai andando até o
amontoado. Sentou-se encostada em uma pedra e ficou pensando enquanto terminava a maçã.

De volta ao treino

Harumi depois de ter terminado de comer, volta a treinar. Mas desta vez, ela queria ver a distância que o Juuha Shou percorria. Harumi se distanciou cerca de seis metros da árvore que ela treinava. Depois, ela se pôs na posição de ataque, enquanto ia concentrando chakra no braço. Depois de ter chakra o suficiente, Harumi faz o movimento de ataque em direção da árvore. A lâmina bumerangue se forma, ‘voando’ na direção da árvore. Porém, a mais ou menos um metro antes de chegar a árvore, a lâmina se desfaz no ar. “Uhm, percorre mais ou menos cinco metros...”

Mais uma vez, antes de ir embora

Harumi anda mais ou menos um metro e meio para frente, para voltar a fazer o jutsu. Ela volta a concentrar chakra em seu braço, enquanto se punha na posição de ataque. Depois de terminado de concentrar o chakra, Harumi faz o movimento de ataque. A lâmina bumerangue se forma e está indo na direção da árvore, e quando nela chega, corta seu caule e se dispersa. O corte foi igualmente profundo, e com a mesma espessura. Nada tinha mudado. Harumi, satisfeita, vira-se para o amontoado de pedras e sai andando até ele.

Fim de treino!

A menina senta no amontoado. Ela estava com fome e sono, agora. Ela fica enrolando ali sentada, pois seu corpo pesava por estar com pouco chakra. Depois de alguns minutos, ela levanta-se e sai andando para casa. Lá era poderia comer e dormir o quando quisesse...


Só pra num esquecerem... Eu fiz este treino no dia 31 ás 01:30, ou num horario parecido! Tá contando como o treino no evento! =X


Última edição por Harumi em Seg Nov 02, 2009 10:33 am, editado 3 vez(es)

descriptionRe: Campo de Treino - Aburame Harumi

more_horiz
Treino

Harumi chega andando vagarosamente em seu campo, pensando em um treino para fazer. “Acho que vou treinar um jutsu.” Ao chegar ao amontoado de pedras, ela abre o compartimento de sua mochila, onde ela punha os pergaminhos dos jutsus que ela aprendia/sabia. O primeiro que saiu foi o Kinobiri. Harumi suspirou e guardou o papel. “Bom, eu acho que vai ser o Kinobiri mesmo...”

Kinobiri

Harumi anda até o começo da floresta e procura o velho carvalho de treinamento. “Ah... está ali... achei!” Harumi anda até ele e se prepara para fazer o jutsu. A menina coloca seu pé na base da árvore e começa a concentrar chakra em seu pé direito (que estava na árvore). Depois de um breve momento, ela coloca o outro e concentra, também, por um breve momento.
Com os dois pés na base, a menina começa a andar na árvore até um galho grosso, a mais ou menos três metros de altura do chão.
Ela não estava tendo nenhum problema com o jutsu. Chegando lá em cima, ela anda pelo galho. Na ida para a ponta do mesmo, ela vai com cuidado e com um pouco de medo, mas na volta ela anda de boa. A menina desce da árvore normalmente, e só quando está no final, ela sente seu pé escorregar. “É melhor eu tomar cuidado...”

Idéia Mirabolante

Ao alcançar o chão, Harumi anda até uma macieira, colhe uma maçã, poli-a e começa a comê-la. Na volta ao carvalho, ela tem uma idéia um tanto estranha. A menina vê que tem muitas folhas no chão. Ela começa a juntá-las, assim como fez num treino de Daitoppa, embaixo do galho que ela tinha andado. Depois de ter juntado uma montanha boa o suficiente, ela descansa encostada na árvore, terminando de comer a maçã.


Tudo ao contrario

Terminado de comer, Haru levanta-se e vira-se para a árvore. Ela começa a concentrar chakra nos pés, como fez nas vezes anteriores. Depois de concentrado, ela ‘escala’ a arvore, andando até o galho mais grosso, um pouco rápido. Chegando ao inicio do mesmo, ela concentra mais um pouquinho de chakra, deixando o pé bem fixo na árvore. Ela andou até a metade do galho e deu meia volta para baixo.
“Ainda bem que eu não tenho nada no bolso...” Harumi estava de ponta-cabeça no galho e a única coisa que a prendia a árvore era o jutsu.
Logo abaixo de sua cabeça, o amontoado de folhas para amortecer a queda de três metros de altura, caso acontecesse. Haru ficou assim por algum tempo, um minuto no máximo. Ela queria ver até quando o chakra agüentava. “Que jeito estranho de testar o chakra...” A menina deu meia volta para cima, e voltou andando até o chão.

Fim de treino

Harumi senta-se encostada na árvore. A sua adrenalina estava a mil. Ela olhava para a montanha de folhas e lembrou-se de algo. A menina levanta, vai até a montanha de folhas, e chegando perto da mesma, Harumi faz o Fuuton Daitoppa. As folhas levantam violentamente, e ficam pairando no ar.
Harumi senta-se para observar a nevoa de folhas e poeira, até tudo voltar ao normal. Depois de dez minutos, ela levanta-se e anda até o amontoado de pedras.

Indo embora

A adrenalina da garota ainda estava alta. Seu coração ainda palpitava forte, mas ela estava bem melhor, bem mais calma. Ela pega sua mochila, e sai andando em direção a sua casa, ou quem sabe, ela não passaria pelo Ichiraku.

descriptionRe: Campo de Treino - Aburame Harumi

more_horiz
AvaliaçãoÓtimos treinos Harumi!Ambos apresentando um bom RPG, uma boa escrita e idéias bastante criativas.Tudo muito bom, meus parabéns!
Recompensa1º treino:
*35% em seu ninjutsu Juuha Shou
*2 pontos em habilidade

2º treino:
*20% no ninjutsu kinobiri
*2 ponto em controle de chakra

descriptionRe: Campo de Treino - Aburame Harumi

more_horiz
Treino

Harumi chega andando no seu campo de treino tranquilamente. Ela estava animada para treinar, por isso decidiu fazer algo diferente. A menina vai até o amontoado de pedras, coloca sua mochila em cima de uma e anda até a orla da floresta. Ela procura o velho carvalho usado no aprendizado de Kinobiri, e ao encontrá-lo, anda até ele.


Arremesso de kunai?

Ao chegar à frente do carvalho, Harumi tira uma kunai do bolso e faz um circulo na casca do carvalho, no centro do mesmo e na altura da cabeça da garota. Depois disso, ela se distancia do carvalho e fica olhando-o, mais ou menos seis metros dele.

“Hunf... Vamos ver como anda minha mira...”

Harumi coloca todas as suas kunais na bolsa de armas para facilitar o treino e amarrou-a na sua coxa, onde dava pra pegar sem ter que abaixar. Então, ela pega uma e mira no meio do círculo na árvore. Ela arremessa com bastante força. A kunai sai rodando e prende-se na árvore do lado do carvalho. Haru suspira.

“Bom... péssimo...”


Exemplos na memória

Harumi pega outra kunai, mas ela ‘ajeita’ seu braço corretamente para o lançamento.

“Acho que tenho que colocar o braço desse jeito... Era assim quer vovô fazia para lançar kunais, quando eu era pequena... e é assim que a maioria das pessoas faz...”

O braço dela estava esticado, fazendo só uma pequena curva para não forçar os músculos, seu punho estava ‘destravado’ permitindo ela girá-lo com flexibilidade e facilidade, e sua mão segurava firmemente a kunai, mexendo somente o punho. A kunai segue fraca, e caiu bem perto da árvore.

Medindo força

Harumi pega outra kunai e refaz o movimento, só que agora com mais força. A kunai vai com tanta força que bate na árvore e cai no chão. Harumi pega outra kunai e tenta outra vez, e vai fazendo isso, sucessivamente, alterando a força. Depois de ter lançado todas as suas kunais, pegando-as e relançando-as, Harumi encontra a força ‘ideal’ para acertar. As kunais tinham pegado todos os lados e até outras árvores, mas nenhuma tinha acertado o meio do circulo. Porém, depois que ela ‘descobriu’ a força e o jeito exato de se jogar, ela começa a acertar nas proximidades no circulo, e dentro do círculo.

Acertos e acertos


A Aburames agora estava pegando prática em acertar a árvore com kunais. Muitas delas acertam o centro do circulo, mas nada demais. Depois de tacar e retocar umas dez vezes, Harumi deixa as kunais no chão e anda até uma macieira. Ela corre duas maçãs e sai andando para o carvalho. Enquanto comia, ela ia guardando todas as kunais na bolsa de armas, em sua coxa. Depois ela sentou-se encostada no carvalho e descansou por uns dez minutos.

Kunais

Harumi se levanta e volta a treinar. Lançava as kunais sem parar, acertava perto do centro na maioria das vezes, e algumas, ela acertava bem no alvo. E foi assim, repetidamente: tacava kunais, pegava-as, voltava a seu posto, tacava kunais...
Depois de treinar assim por umas 10 vezes, o braço dela começou a doer. E estava escurecendo. Harumi pegou de volta todas as armas e sentou-se encostada na árvore, comendo a segunda maçã. Ela fez uma análise do seu treino e percebeu que tinha melhorado bastante, comparando o começo com o final do treino.

“Acho que só não fui péssima porque tenho algum senso de direção...”

Embora

Harumi sente o músculo de o seu braço doer. Ela levanta-se e anda até o amontoado de pedras. Pega a sua mochila e sai andando para sua casa, pensando em tomar um banho bem quente e colocar bolsa de água quente no seu braço. Quem sabe a dor não melhoraria...

descriptionRe: Campo de Treino - Aburame Harumi

more_horiz
Avaliação
Muito bom treino Harumi. Fazendo um excelente trabalho em questão de RPG, ortografia, criatividade, tudo muito bom mesmo. Continue assim, parabéns!
Recompensa
Pelo treino, você ganha:
* 2 em habilidade com armas
* 1 em habilidade

Já mandei MP pro Luks add na ficha rápida


Última edição por Yamanaka Tenshi em Dom Dez 20, 2009 5:06 pm, editado 1 vez(es)

descriptionRe: Campo de Treino - Aburame Harumi

more_horiz
Treino

Harumi chega andando tranquilamente. Ela estava perdida em seus pensamentos. A menina gostava de ir ao seu campo de treino para pensar. Ela colheu uma maçã e foi se sentar na grama, encostada numa pedra do amontoado de pedras (antes de sentar, ela joga sua mochila no amontoado, numa pedra grande). Enquanto comia, ela olhava para a grama, analisando-a - não que ela seja louca, mas porque estava com tédio – e viu alguns insetos andando.

Lembrança

Aqueles insetos fizeram Harumi se lembrar de Aburame Luks. “De repente a imagem do Luks veio na minha cabeça... Mas, por que será?” Ela ia tentando se lembrar porque aqueles insetinhos lembravam o Luks. “Não tem nada a ver com kikais... É sobre um jutsu... ahn... Mushi... Mushi alguma coisa...”
Ela abre sua mochila e procura algum pergaminho falando daquele jutsu, mas não tinha nenhum. A menina forçou a memória mais um pouco.
“Mushi Yose... É, isso mesmo... Mushi Yose!!”
Ela termina de comer e anda até uma pedra solitária mais próxima.


Mushi Yose no Jutsu


Harumi tenta se lembrar de como faz o jutsu, e, segundo sua memória, ela tinha que fazer o selo do bode. “Bem, vamos tentar com esse selo mesmo...” Harumi faz o selo do bode e coloca a mão direita em cima da pedra. Nesse momento, linhas de chakra saem de cada um dos seus dedos, e entrecruzando formando uma teia. Os insetos mais próximos começaram a juntar em torno de teia. Era um grupo pequeno, e a maioria tinha saído de debaixo da pedra.
“Uhm... pelo menos deu certo!”
Harumi mantém o jutsu por mais algum tempinho, para poder atrair os insetos mais distantes. Pouco a pouco eles foram chegando. Alguns pela terra, outros voando. O grupo de insetos atraídos estava aumentando. A menina ficou um minuto e meio, mas ou menos, mantendo o Mushi Yose. Então, ela fecha a mão, rompendo a liberação das linhas de chakra. Os insetos atraídos começam, a se dispersar, voltando á rotina deles.

Curiosidade

Harumi fica satisfeita. Ela tinha se lembrado do jutsu e conseguido fazê-lo certo. Ela anda até outra pedra, que estava a mais ou menos 2 metros de onde ela estava e abriu os braços. Fechou-os, fazendo o selo no bode e, logo em seguida, colocou a mão na superfície da pedra. As linhas de chakra saem de seus dedos se entrecruzando em formato de teia. E os insetos mais próximos começaram a ser atraídos, e lentamente foi se formando um grupo de insetos em torno da teia. Harumi ficou observando os insetos chegarem, e tentou se lembrar deles. Tinha muitos insetos familiares, como besouros e formigas. Também tinha uns que ela nunca tinha reparado, como um besouro preto-azulado que chegou voando. A menina manteve o jutsu por um minuto e meio, mais ou menos. Ela até manteria por mais tempo, já que aquela ‘reunião de insetos’ a acalmava. Mas ela estava um pouco curiosa sobre o que poderia encontrar em outra pedra.

Insetos


Harumi fecha a mão, rompendo a liberação do chakra. Os insetos atraídos, que não era muito mais que antes, voltaram a sua rotina, dispersando rapidamente. A menina vai para outra pedra, e esta, estava mais perto da floresta.
Ela faz o selo do bode e coloca a mão na superfície da pedra. As linhas de chakra saem de seus dedos, formando a teia de chakra, atraindo os insetos. E desta vez, Harumi ficou maravilhada com o que ela viu.
Lentamente os insetos foram chegando. A maioria vinha por terra ou voando da floresta. Eram insetos que ela nunca tinha visto na vida. De diferentes tamanhos e cores. Harumi ficou ali, observando os insetos chegarem e mantendo o jutsu. Ela até se esqueceu que estava fazendo um jutsu. Depois de três minutos, ela se lembra do gasto de chakra e remove a mão de cima da superfície. A menina fica olhando os insetos voltarem e se dispersarem.

Descanso

Harumi se sente um pouco cansada. Ela anda até o amontoado e senta-se lá. Fica ali observando o céu. Já estava escurecendo. Depois de uns 10 minutos, levanta-se, pega sua mochila e vai embora para casa descansar.

descriptionRe: Campo de Treino - Aburame Harumi

more_horiz
Floresta

Harumi chega ao seu campo andando tranquilamente. Mas desta vez, ela vinha sem sua mochila, e seguia direto para a orla da floresta. A menina estava curiosa para conhecer novos insetos. Ela, também, estava animada, pois seu ultimo treino de Mushi Yose foi bom. Ela vai até o carvalho velho, onde ela treinava Kinobiri. Estava uma manhã ensolarada.
“Vamos descobrir quais insetos existem nesse lugar...”

A procura de um besouro

Harumi faz o selo do bode e coloca a mão em cima da base da árvore. Linhas de chakra saem do seu dedo e se entrelaçam, formando uma teia de chakra. Os insetos mais próximos começam a se ‘hipnotizar’ e a ficarem perto da teia. Logo, alguns insetos chegam voando, ou andando. Harumi observava atentamente. Ela queria ver de novo um inseto específico: um besouro de cor preto-azulado. Era impossível confundi-lo, já que da ultima vez ela tinha ‘fitando-o’ por bastante tempo. Mas ali, aquele inseto não estava. Depois de um minuto e meio, ela rompe as linhas de chakra e os insetos se dispersam.

Sem mais novidades

Harumi adentra a floresta. Ela vê uma árvore com muitas formigas e resolve fazer o Mushi Yose ali. Haru faz o selo do bode e coloca a mão na base da árvore. As linhas de chakra saem e se cruzam formando a teia, atraindo as formigas próximas. Depois de um tempinho outros insetos começaram a chegar. Haru manteve o jutsu por um minuto e meio e, percebendo que o inseto não estava lá, rompeu a liberação de chakra e os insetos voltaram para sua rotina.

Noturno?

Harumi, dessa vez, se infiltra mais ainda na floresta, e parou perto de uma árvore frutífera existente naquele lugar. Haru voltou a fazer o selo do bode e colocou a mão na base da árvore. As linhas de chakra do jutsu começou a sair dos dedos de Haru e a formar a teia. Logo, os insetos mais próximos foram atraídos. Depois de um minuto de jutsu, nada do inseto aparecer. Ela mantém o Mushi Yose por mais um minuto, e o inseto também não aparece.
Haru olha para o céu, dentre as árvores, e vê que o sol estava bem forte. Sua barriga começa a roncar e ela percebe que era quase meio-dia. Então, ela lembra-se.
“Bom, quando eu vi esse inseto, era quase noite... Será que ele é noturno? Antes de afirmar, vou fazer outra tentativa...”

Confirmação

Harumi sai da floresta e anda ate a pedra que ela tinha feito o jutsu e ‘descoberto’ o inseto. A menina faz o símbolo do bode e coloca a mão na superfície da pedra. A teia de chakra se forma e começa a atrair os insetos. Logo tinha um pequeno grupo de insetos parados na base da teia. Harumi manteve o jutsu por três minutos, quando ela sentiu um mal-estar que rompeu o jutsu. Ela tinha mantido o Mushi Yose dessa vez, por um tempo maior, e isso fez com que ela passasse mal. E mesmo mantendo o jutsu por esse tempo, nada do inseto aparecer.
“Desisto... Esse bicho é noturno...”

Corpo pesado

Harumi anda até o amontoado e deita-se na grama. Ela fica deitada por cinco minutos, porque o sol começou a incomodá-la. Ela levantou-se devagar e sentiu como se seu corpo estivesse com uma pedra encima.
“Essa sensação vem quando eu gasto muito o meu chakra...”
Ela saiu andando vagarosamente do campo, indo pra sua casa comer e descansar um pouco (/muito).

descriptionRe: Campo de Treino - Aburame Harumi

more_horiz
Treino

Harumi chega andando no seu campo de treino animada. Ela vinha com dois pacotes de bexiga e um rolo de fio de nylon. Como de
costume, ela anda até o amontoado de pedras, coloca sua mochila em uma pedra e sai andando para a orla da floresta, com os pacotes.

Bexigas

Harumi abre o pacote de bexigas, que continha 50 bexigas e coloca todas no bolso do blusão. Ela abre o rolo de nylon e coloca em outro bolso. Depois de dirige á uma árvore. A Aburame enche uma bexiga com ar, soprando ar para dentro dela. Depois de cheia, ela amarra a ponta para o ar não sair e prende a bexiga em um galho com um pedacinho de fio de nylon.
Depois disso, ela vai repetindo o processo, prendendo todas as 50 bexigas nas arvores, espalhando-as em diferentes alturas. No final, a orla da floresta parecia um salão de aniversário com as bexigas espalhadas.

Pow Pow *bexigas estourando*

Ao terminar, Harumi abre a sua bolsa de armas e pega uma kunai para cada mão. Haru sai correndo pela orla da floresta, tentando
acertar as bexigas. Ela foi e voltou muitas vezes tentando acertar, já que sua mira não era tão boa assim, e por estar correndo, dificultava mais ainda o arremesso. Mas era isso que ela queria treinar, sua mira.
Haru demorou uns quarenta minutos pra acertar as 50 bexigas espalhadas, e reclamava consigo mesma quando errava uma bexiga.
“Concentre-se Harumi... mire antes de jogar... mire bem...”
Harumi jogou, e catou, e jogou, e catou todas as suas kunais umas quatro vezes. Foi muitas kunais jogadas pra poucas bexigas. É, ela ia mesmo ter que melhorar a mira...

Descanso e mais bexigas

Harumi, após acabar com as bexigas andou até uma macieira. Colheu uma maçã e foi comer sentada no amontoado. Enquanto comia, ela pensava sobre a vida... Depois de terminar de comer, Haru levanta-se e volta a
encher o outro pacote de bexigas e prendê-las nas árvores, como tinha feito anteriormente. Terminado de encher e prender todas, ela descansa por mais uns 10 minutos, antes de voltar a treinar.

Acertos

Harumi volta a treinar, jogando as kunais nas bexigas, correndo. Dessa vez ela vai bem melhor que antes. A menina já tinha pegado o jeito da coisa. Ela estava conseguindo mirar bem rápido e acertar. A única coisa que a atrapalhava era a força. A menina ainda não sabia o tanto de força que usava pra acertar. Mas, mesmo assim, ela já acertou bastante na primeira volta.
Ela voltou catando as kunais e voltou a ‘atacar’. E desta vez acertou a grande parte que tinha sobrado. Agora, só faltava as bexigas mais altas. Nessas bexigas, Haru demorou um pouco, mas, enfim, conseguiu acertar todas.

Fim de treino

Haru recolhe todas as suas kunais, que estavam espalhadas ou presas nas árvores. Depois, ela volta tirando os fios de nylon presos nas árvores e recolhendo os pedaços das bexigas estouradas. Ela coloca o ‘lixo’ num saquinho e vai para o amontoado de pedras pegar sua mochila.
“Pelo menos eu vi um avanço...”
Harumi pega a mochila e sai andando do campo com o saquinho de ‘lixo’ pendurado na mochila para ela jogar fora quando ver uma
lixeira e massageando o seu braço direito, que de tanto tacar kunais, estava doendo.

descriptionRe: Campo de Treino - Aburame Harumi

more_horiz
Campo

Harumi chega andando tranquilamente pelo campo. Mas ela parecia um tanto emburrada. Ela vai até o amontoado de pedras, joga sua mochila em cima de uma e sai andando para o meio de seu campo. Lá, ela começa a aquecer seu corpo, fazendo um alongamento de uns dez minutos.
“Bem, vamos lá á chatice...”

Correr não faz mal a ninguém... Só a Harumi...

Harumi começa a correr devagar, dando voltas no seu campo, e desviando-se das pedras. Ela dá umas cinco voltas correndo assim, devagar, que era pra aquecer e preparar os músculos. Então, ela começa a correr, aumentando gradativamente a velocidade. Ela ia respirando controladamente, para não ficar com falta de ar. Fazia algum tempinho que ela não tirava o dia para correr.
“Mas bem que poderia ter uma esteira... assim fica bem mais fácil...”
Sempre aumentando a velocidade, a Aburame dá umas vinte voltas, sem nenhum problema, no seu campo. Até que começa a sentir seus músculos da perna e da batata da perna doer.

Breve Pausa

Harumi corre até o amontoado de pedras e tira da mochila uma garrafinha de água que tinha levado. Ela bebe um pouco de água e desmonta na grama. Sua respiração estava ofegante. Ela espera ali deitada até a respiração voltar ao normal.
“É melhor eu voltar a correr, antes que meus músculos esfriem e eu tenha uma baita dor...”
Ela toma outro gole de água e volta a correr.

Pedras no meio do caminho

Harumi corre numa velocidade acelerada, e desviando das pedras no campo. Para ela não cair, a menina prestava muita atenção no campo, por onde corria. Ela já não gostava de correr, e muito menos de correr por entre as pedras. Em alguns treinos, ela tropeçava em alguma pedra e caia de cara no chão. A menina odiava isso.
Quando chegou a sua velocidade máxima, a menina manteve a velocidade. Ela corria, agora, dentre as pedras maiores. Para desviar destas, ela diminuía um pouco a velocidade, mas logo voltava a aumentá-la.
Depois de algumas voltas, Harumi começa a ficar com dor de cabeça e tontura. Ela corre de volta ao amontoado de pedras.
“Acho que cheguei ao meu limite...”

Embora

Harumi deita na grama. Sua cabeça latejava, seu coração pulsava muito forte e rápido, sua respiração estava acelerada e parecia que tudo girava. Ela fechou os olhos e ficou ali, descansando e esperando tudo no seu corpo normalizar.
Harumi levantou-se, após um bom tempo de descanso, e sentiu seus músculos doendo, já que seu corpo estava esfriando. Ela pega sua mochila e sai andando lentamente e com dificuldades por causa da dor, para sua casa.

descriptionRe: Campo de Treino - Aburame Harumi

more_horiz
Treino

Harumi chega andando ao campo de treino tranqüilamente. Ela levava consigo uma garrafinha de água e algumas frutas, na mochila. Ela segue até o amontoado de pedras, deixando a sua mochila ali, mas pegando a garrafinha de água e a fruta. Depois, menina seguiu até a orla da floresta. O céu estava claro e o sol fraco. Deveria ser três horas da tarde. Haru senta-se na sombra de uma árvore e fica pensando no que fazer.
Então, Haru se lembrou que precisava melhorar seu físico, sua resistência. Por isso ela decidiu treinar sua força.

Abdominais

Haru deixa a garrafinha e a fruta na base da árvore e anda até uma pedra ali perto. A menina tenta levantar a pedra e consegue. Ela percebe que a pedra pesava mais ou menos cinco kilos. Haru leva a pedra até a sombra da árvore, onde as coisas dela estavam.
Depois de deixar a pedra na grama, Haru começa a alongar-se e aquecer-se. Passado 10 minutos de aquecimento, ela imagina que está pronta pra treinar.
Haru deita de costas para o chão e começa a fazer séries de abdominais, com cinco séries de 30 abdominais cada, e pausas de 5 minutos entre as séries. Haru, com algum sacrifício, termina as séries e descansa por 15 minutos ali na sombra.
“Não posso relaxar... Tenho que ficar forte... Vamos, Harumi!!”
A menina levanta-se e pega a pedra.

Levantamento de pedra

A menina começa a levantar a pedra acima da sua cabeça e abaixar. Ela faz 2 séries de 30 levantamentos com pausa de 5 minutos entre uma série e outra.
“Puff... Isso pesa...”
Depois de terminado as sessões, Harumi deita-se no chão, comendo a fruta. Seu corpo parecia que estava pegando fogo, e estava bem dolorido. Ela não gostava de treinar isso. Na verdade, ela gostava era de treinar com os kikais e jutsus.
Harumi descansa por meia hora. Ela prolongaria o descanso, mas seu corpo começou a esfriar e ela decidiu que ainda tinha alguma reserva, e iria dar continuidade ao treino.
Ela levanta-se, espreguiçando-se bem forte, alongando todos SOS músculos e volta a deitar na grama.

Flexões e fadiga

Mas desta vez, ela deitou-se de barriga para baixo e começou a fazer flexões. A menina tinha em mente fazer três séries de 30 flexões cada, com pausas de 5 minutos entre as sessões. No começo estava de boa, seus braços, apesar de doerem, agüentaram as 40 primeiras flexões. Depois seu braço começou a tremer e sua força, que era pouca, diminuir. Mesmo se esforçando pra continuar, seu corpo não agüentava mais.
Harumi deixa-se cair na grama. A respiração estava muito rápida e o coração batendo descompassado. A menina pensa em descansar por um tempo, antes de ir para casa, e acaba dormindo ali, deitada no campo.

Descanso

Harumi acorda, depois de mais ou menos uma hora. Estava um entardecer lindo. A menina tinha sonhado com algumas coisas, relativo aos kikais. Quando ela se levanta, ela percebe que está com dores pelo corpo, mas mesmo assim ela iria colocar seu plano em prática. Ela anda até o amontoado de pedras, e descansa ali por mais meia hora, relembrando-se do sonho...

descriptionRe: Campo de Treino - Aburame Harumi

more_horiz
Sonho em prática

Harumi ainda estava sentada ali, perto do amontoado de pedras. Ela estava formulando uma forma de utilizar mais seus kikais, já que ela tinha poucos jutsus que eles eram usados. Depois de uns meia hora pensando, ela levanta-se, mesmo com dificuldades (apesar de estar um pouco melhor).
“Um chicote, talvez... Isso iria me ajudar, já que quanto mais distante do adversário, melhor...”
Harumi decidiu tentar fazer um chicote com seus kikais, apesar de não ser uma coisa fácil de fazer.

Formulando e criando: Kikkaichuu no Muchi!

Um grupo de kikais sai do corpo de Harumi, pairando acima da cabeça dela. A menina dá comandos para eles formarem um chicote (ela vai instruindo eles). Porém, aquilo estava mais difícil do que ela imaginava. A formação do chicote era complicada, já que os kikais tinham que ficam bem unidos, e formando algo parecido com uma corda.
Depois de 2 tentativas FAIL, Harumi para pra pensar em como seria uma corda com os kikais.
“Kikais reunidos, formando um cilindro... mas um cilindro maleável... Uhm, é isso...!”
Harumi dá comandos para eles formarem um cilindro maciço, como se fosse uma corda. Ele se forma na frente da menina. Ela, feliz por ter dado o comando certo, coloca a mão na ponta da ‘corda’ e segura. “Fazer um movimento de chicote...”
Na hora que ela vai fazer o movimento, os kikais se dispersam, conforme ela mexe a ‘corda’.
“Acho que eu tenho que falar pra eles manterem a posição... mesmo se eu mexer...”
Harumi deixa os kikais se dispersarem, e ‘fazerem o que quisessem’. Quase todos voltam para o corpo da menina.

Pequena pausa

Harumi vai até uma macieira, ainda andando com dificuldades, e colhe uma das poucas maçãs dela. Depois de poli-la no blusão, Harumi anda até uma árvore e senta-se na sombra dela, comendo. Quando termina de comer, Harumi volta vagarosamente para onde estava treinando.

Mais uma vez: o jutsu se concretiza!

Harumi agora, já sabia quais comandos dar, então ficava mais fácil e era mais provável desta vez o jutsu funcionar. A menina deixa um grupo de kikais saírem de seu corpo, e eles ficam pairando na sua frente.
“Bom, acho melhor começar devagar... Se eu tentar com um grupo menor, as chances de funcionar aumentam...”

Chegando a essa conclusão, boa parte dos kikais volta para dentro de seu corpo. Agora, só com aquele pequeno grupo, a menina começa a dar os comandos.
Eram simples os comandos. Eles teriam que se unir, formando mais ou menos algo cilindra, fino, e maciço. Simplificando, uma corda (acho que os kikais já viram uma corda na vida).
Dado esse comando, os insetos já foram se formando em ‘corda’, que media mais ou menos meio metro. Depois
da corda feita, Harumi deu o comando para eles não saírem das posições, mesmo se ela mexesse a ‘corda’, e que eram pra eles se manterem como se fossem em uma corrente, um preso ao outro.
Dado esse comando, Harumi pega na ponta da ‘corda’ para vê se assim funcionava. Quando a menina segurou a corda, e mexeu ela, fazendo um movimento ondulatório, os kikais seguiram certinho, sem sair da posição.
Harumi fica satisfeita por ter conseguido. Era complicado dar os comandos exatos para os kikais, quando se não tem pratica.

Acabada

Harumi começa a se sentir pesada. Na verdade, mais pesada do que já estava.
“Aquela sensação... Acho que agora é meu limite... Mas o meu limite mesmo...”
A menina sentou-se na grama, e ficou ali, descansando. Ela tinha exigido demais das duas forças. Tudo que ela queria agora, era sua cama.
Harumi, depois de meia hora ali, percebe que já estava escurecendo, e que, de qualquer forma, teria que ir para casa. Mesmo estourada do jeito que estava. A menina levanta-se, pega sua mochila, e sai andando com muita dificuldades, para sua casa. “Acho que vou demorar três vezes mais pra chegar em casa... Nesse ritmo que estou andando... E ainda não tem ninguém pra me ajudar quando eu chegar estourada em casa... "

descriptionRe: Campo de Treino - Aburame Harumi

more_horiz
AnáliseEntão Haru, os dois primeiros treinos, que são os que li até agora estão nos conformes. Não deixou a coisa ficar repetitiva ao tentar buscar o besouro... bom !
Recompensa60% do jutsu Mishi Yose.

descriptionRe: Campo de Treino - Aburame Harumi

more_horiz
AnáliseSobre todos os outros treinos. Você vai notar logo a baixo que foi bastante bem em todos os treinos. Encontrei alguns errinhos espalhados por eles, mas nada de tão grave para que eu tirasse pontos. Continue atenta a isto.
Sobre os dois últimos treinos: puxa vida hem ? Você realmente gastou tudo que tinha menina.... hahaha e sobre o jutsu... tente lembrar que este jutsu na maioria das vezes em que acertar algo não vai causar danos somente a esta coisa... pois os kikais também estão tomando o impacto... claro, alguns vão morrer, mas nada que possa lhe fazer falta a curto prazo. ^_^
Recompensa
3 em Habilidade com armas.
3 em velocidade
3 pontos em força
15% do Chicote de Kikais.

descriptionRe: Campo de Treino - Aburame Harumi

more_horiz
Taijutsu

Harumi chega andando tranqüilamente pelo campo, apesar de sua cabeça não estar tranqüila. Ela, hoje, iria tentar aprender um taijutsu, que Víc tinha lhe dado á algum tempo atrás. Mas ela nunca tinha animo para treinar ele. Depois de uma bela noite de sono, e um café da manha reforçado, Harumi decidira tentar aprender o Konoha Dai Shoufuu. Ela estava preparada. Trouxera na sua mochila varias garrafinhas de água e muitas frutas. Como se costume, ela segue até o amontoado de pedras, coloca sua mochila encima de uma, e sai para a floresta, pra procurar um toco de madeira.
Não demora nem dez minutos e ela acha um perfeito para o treino (era parecido com um toco de kawarimi).

Lições de luta

A Aburame volta para perto do amontoado, levando o toco, que seria, naquele caso, seu adversário. Ela lia no pergaminho que teria que atirar o inimigo para o alto, e desferir 4 chutes nele, sendo que o ultimo o atiraria para longe. A menina não era boa em tai (seu forte era ninjutsu), mas ela teria que aprender alguns para poder se defender. Harumi anda até o meio do campo, que era um gramado vazio, sem pedras, e coloca o toco no chão.
“Uhm, atirar o inimigo pra cima... Ta, posso dar um chute de cima pra baixo, e pular com shunshin, e dar os chutes quando ele estiver no ar... É, deve ser isso...”
Depois disso, a menina dá um chute bem forte no toco, um chute que vinha de baixo, para o toco ‘voar’ reto (perpendicular). O toco voa pra cima, mas bem fraco, nem era alto o suficiente.
Quando o toco cai, a menina volta a chutar ele. Era difícil chutar o ‘adversário’ numa altura grande. Depois de mais duas tentativas, ela consegue chutar ele com força para o alto.
“Bem, tem que ser nessa altura...”
Então, ela repete o chute, e quando o toco está lá encima, ela faz pula na direção dele, fazendo shunshin, aparecendo na frente dele. Nisso, rapidamente, Harumi desfere
três chutes no toco, mas no quarto, ela perde altitude, e vai caindo. Ao chegar ao chão, a menina cai de uma maneira que não a machuca,rolando pela grama.
“Isso é mais difícil que eu pensava...”

A dificuldade de um taijutsu

Harumi, pega o toco, que também já havia caído no chão. A menina desfere o chute de novo no toco, e usa shunshin pulando, para alcançar o toco. Quando ela está lá no alto, a menina desfere os quatro chutes no toco, e ela até consegue desferir o quarto, mas foi bem fraco, pois ela estava caindo na hora dele.
A menina cai de novo, rolando pela grama. Ela estava com uma feição bem irritada. Era só um taijutsu. Não deveria ter sido tão difícil de aprender ele. Mas estava. Ela, inicialmente, teve alguma dificuldade pra chutar o toco pra cima, depois, ela estava tendo dificuldade de desferir certo os quatros chutes.
A menina anda até uma árvore frutífera, e colhe uma, polindo-a com o blusão. Depois, ela anda até o amontoado de pedras, e senta ali. Aqueles movimentos haviam cansado a menina, e seus músculos estavam começando a doer muito.
“Por isso eu odeio taijutsus...”
Depois de terminar de comer, ela volta até o local onde estava treinando, e tenta fazer mais uma vez o taijutsu.

A ultima tentativa

Harumi resolve fazer a ultima tentativa do Konoha Dai Shoufuu. Seus músculos estão doendo, e ela só tinha forçar pra fazer mais um. Ela anda até o toco, dá um chute nele, e usa shunshin quando ele está lá no alto, ‘parando’ na frente dele, e desferindo os três chutes no toco. No quarto chute, ela coloca um pouco mais de força, jogando ele pra mais longe. A menina cai no chão, rolando, e fica olhando pra ver onde o toco iria cair. Ele cai a mais ou menos cinco metros do local de onde ela estava.
“Uhm, acho que está bom pra quem nunca fez um taijutsu... Pra uma completa iniciante nisso. Só tenho que melhorar minha queda...”

Cansaço

Harumi anda com um pouco de dificuldades até o amontoado de pedras, e fica ali, olhando o céu e descansando. Seus músculos doem, e ela se sentia moída. “Não sabia que taijutsu exigia tanto esforço físico...”
Agora, ela percebe que não era necessário ser muito boa em ninjutsu e ser fraca em tai, ser uma ‘boneca de porcelana’, sem resistência. Depois de meia hora descansando, ela levanta-se e vai embora andando com dificuldades.

descriptionRe: Campo de Treino - Aburame Harumi

more_horiz
Treino

Harumi chega andando tranqüilamente pelo campo de treino. Ela anda até o amontoado de pedras, deixando sua mochila encima das pedras. A menina anda até a ‘clareira’ de seu campo e se se senta na grama. Um grupo de kikais sai do corpo de Harumi, pairando na frente dela. A menina ‘manda’ os kikais fazerem o clone dela.

- Mushi Bunshin no Jutsu!

Os kikais se reúnem, fazendo um clone exato de Harumi. A menina, como já conseguira fazer o clone, e já conseguira o fazer andar e correr em outros treinos, mas mesmo assim ele estava fraco. Harumi levanta-se e decide treinar a ‘resistência’ de seu clone (ela iria lutar contra ele, tai, e tentar fazer ele mais forte).

Mais uma vez, Taijutsu

Harumi se levanta e entra na posição Aburame, enquanto o clone também entra na posição Aburame. As duas estão a mais ou menos um metro de distancia. A verdadeira Harumi chama:

- Vem me atacar...

As duas começam um combate corpo-a-corpo. Harumi atacava e a outra defendia. Elas estavam fazendo seqüencias de taijutsus. A verdadeira atacava e o clone defendia. Depois de alguns minutos ‘duelando’, Harumi dá uma palmada bem no peito do clone, que, com o impacto cai pra trás, de desfazendo. Logo que ele de desfaz, os kikais se reúnem novamente de refazendo em clone da Harumi.

- Ao ataque, novamente? Ou prefere ficar na defesa, agora?

A verdadeira Harumi decide que era vez do Mushi Bunshin atacar. Elas voltam a fazer as seqüencias de taijutsus, só que desta vez quem ataca era o Mushi Bunshin. Eles ficam mais ou menos cinco minutos ‘duelando’. Depois disso, Harumi recua, e ‘manda’ os kikais voltarem para seu corpo. A menina anda até o amontoado de pedras, e pega uma fruta que tinha levado na mochila.

Descansando os músculos

Harumi deita-se na grama, e fica olhando para o céu. Depois de algum tempo, uns vinte minutos, ela sente que seu braço começa a doer, mas ela iria continuar a fazer ‘lutar’ contra o seu clone. A menina levanta-se e volta para a clareira de seu campo.

MB X Harumi

Harumi faz outro Mushi Bunshin e se prepara pra lutar. As duas, agora, estavam lutando com mais vontade, e num tinha mais aquela de uma defende e a outra ataca. Agora, era uma luta mesmo, ataques e defesas sem programar. Ainda não valia kunais, mas Harumi havia levado uns socos doidos na barriga. Depois de uns dez minutos lutando, Harumi sem querer, dá um soco mais forte na barriga do clone, fazendo ele se desfazer.

-Bom, acho que agora já deu...

Os kikais voltam para o corpo da menina, e ela anda até o amontoado de pedras, com a respiração um pouco pesada. Ela senta-se na grama e fica esperando sua respiração normalizar. Depois, ela levanta-se, pega sua mochila e vai embora pra casa. A menina estava com fome, e queria uma boa tigela de rámen.

descriptionRe: Campo de Treino - Aburame Harumi

more_horiz
Treino

Harumi chega andando tranquilamente pelo campo de treino. Ela vai até o amontoado de pedras, como de costume, e joga sua mochila em uma pedra. Depois, ela segue até a ‘clareira’ de seu campo, e senta-se na grama.
“O que vou treinar hoje? Uhm, acho que seria uma boa o Mushi Bunshin, já que ta chegando o CS...”
Pensando nisso, um grupo de kikais sai do corpo de Harumi e vão formando o clone da menina na frente dela.

Treinando armas

Harumi tira a bolsa de armas da coxa, e coloca ao seu lado, aberta. Ela pega uma kunai.
“Bom, vai ser assim: eu jogo a kunai, você desvia ou bloqueia... Simples!”
Depois ela taca uma kunai na frente do Mushi Bunshin. O clone pega e entra na posição de luta.
Harumi ia jogando as kunais, uma por uma, com espaços de tempo entre elas, pro clone poder ir se acostumando como bloqueio de kunais.
As primeiras tentativas foram péssimas. Ele logo foi acertado, mas foi de raspão, então o clone não se desfez. Depois das 10 primeiras kunais, o clone já estava ‘pegando jeito’ com a defesa.

Tudo ao mesmo tempo agora

Depois de todas as armas terem acabado, Harumi pediu pro clone recolhê-las do chão, e entregarem a ela. Agora, a menina iria tacar com menor intervalo de tempo. Harumi aumentava gradativamente a velocidade dos arremessos. Até que as primeiras o clone defendia e desviava normalmente, mas depois, ele teve que se esforçar pra não
ser pego, mas mesmo assim, algumas armas passaram de raspão. Nas ultimas, o Mushi Bunshin falhou e foi acertado por todas, e acabou de desfazendo.

Pequena pausa

Os kikais voltaram pro corpo de Harumi e ela levanta-se, e anda até o amontoado de pedras, pegando de dentro da mochila, uma fruta. A menina senta-se na grama e começa a comer a fruta, enquanto pensava na vida. Depois de mais ou menos meia hora, ela decide voltar a treinar. Harumi levanta-se e volta pra onde ela estava treinando.

Tai+Armas

Outro grupo de kikais saem do corpo de Harumi, e ela ‘pede’ ao clone que recolha as armas que estavam no chão, e entregue a ela. O clone faz isso, e depois de tudo ‘pronto’, ela ‘fala’ pro Mushi Bunshin como seria o treino dessa vez.
“É o seguinte... Vamos lutar taijutsu... normal, como da outra vez, mas agora, com direito a armas... Nem pense em me machucar...”
Harumi entra em pose Aburame de luta, com uma kunai em cada mão. O clone faz o mesmo. E começam a luta.
Uma tentando dar socos na outra, tentando cortar o braço ou pernas da adversária com as kunais. Mas até que estava equilibrada a luta. Harumi estava com vários cortes pelo corpo, e isso estava deixando a menina estressada.
“Isso porque falei que num era pra machucar...”
Depois de mais ou menos vinte minutos de tai sem parar, Harumi já estava esgotada. Sua respiração estava bem ofegante.

Marcas

Harumi senta-se no chão. Seu corpo doía. O Mushi Bunshin, ainda não tinha desfeito, e foi ajudar a menina a se levantar e ir até o amontoado. Depois de dez minutos descansando no amontoado, Harumi pega a mochila, e sai andando do campo, ‘conversando’ clone, até o inicio do campo. Depois, os kikais voltam para o corpo de Harumi e ela vai andando até sua casa.

descriptionRe: Campo de Treino - Aburame Harumi

more_horiz
Bom Haru, teus treinos...

Bom o Konoha Dai Shoufuu ...Só acho que você se cançou demais em 3 tentativas mesmo que você não tenha muitos pontos em força mas nada muito grave.

Já seus treino de Mushi Bunshin, treinar lutas com ele foi uma ideia legal continua assim.

Vc conseguiu.
Konoha Dai Shoufuu vc aprende com 15% de habilidade.
25% no Mushi Bunshin
1 em força.
1 de Habilidade com armas.

Última edição por [GM] Inuzuka Never em Seg Jan 25, 2010 7:14 pm, editado 1 vez(es)

descriptionRe: Campo de Treino - Aburame Harumi

more_horiz
Treino

Harumi chega andando no campo tranquilamente. Ela observava o céu enquanto pensava sobre o que treinar. A menina joga a mochila encima do amontoado de pedras e sai andando até um lugar no campo, que era perto da floresta, onde tinha sombras.
A menina senta-se na grama, encostada numa árvore e levanta um dos braços. Um grupo de kikais sai e fica pairando sobre sua cabeça. Haru dá um sorrisinho breve para eles.

Levantando Kunais

Harumi tira da bolsa de armas duas kunais e joga para frente. Depois, comanda para que os kikais levantem as kunais e entregam na mão dela, que estava estendida na direção deles. O grupo de kikais se divide em 2 grupos e cada um tenta levantar a kunai. Um dos grupos consegue, mas logo a arma cai no chão. O outro grupo, a arma nem se mexe. Harumi sorria inocentemente e começa a dar instruções para os kikais. Mais ou menos depois de 10 minutos, eles conseguem levantar as kunais e entregá-las na mão de Harumi. O grupo se junta novamente e fica pairando sobre a cabeça da menina.

Kikais

Agora, Harumi tirava a sua Fuuma Shuriken e jogava na grama. Então, ela ‘manda’ os kikais pegarem-na e colocarem ao lado da menina. Nessa arma, os kikais tiveram um pouco de trabalho, pois a arma era maior e mais pesada. Harumi manda um pequeno grupo se juntar ao já existente, pra ajudar. E depois de algum tempo e muitas instruções, a Fuuma Shuriken foi levantada e carregada até a Harumi, e colocada ao lado dela. Harumi levanta o braço e os kikais voltam para seu corpo.
Harumi levanta-se e caminha até uma macieira e colhe duas maçãs. Uma, ela poli e começa a comer, outra ela coloca no chão. Um grupo de kikais sai de seu corpo, depois de um comando, e ela os instrui a levantarem a maçã e carregá-la até a árvore para onde a menina estava indo. Os kikais levantam a maçã até altura do ombro de Harumi. A menina coloca uma mão sua sob a maçã, para caso algum kikai caia. E eles seguem andando até a árvore.
Os kikais não deixam cair a maçã, eles eram teimosos e persistentes que nem a menina, mas ao chegar à árvore, havia uns 30 kikais caídos na mão de Harumi. A menina senta-se no chão, coloca a maçã ‘flutuante’ no chão e manda os kikais de volta para o corpo dela, menos os caídos na sua mão. Ela termina de comer a maçã, quando os kikais na sua mão começam a se mexer.

- Acho que vocês pegaram pesado... Mas ainda bem que nenhum morreu...

Depois de todos os kikais ‘acordaram’, ela concentra um pouquinho de chakra na mão onde os kikais estavam para eles se alimentarem. Harumi ficou ‘cuidando’ deles até perceberem que eles estavam bem. Mandou eles de volta para seu corpo e pegou a outra maçã e começou a comer.

Comunicação –KANJIS-

Terminado de comer, Harumi ‘tira’ um grupo de kikais de seu corpo, e o mesmo fica pairando sobre a cabeça de Harumi. Ela, agora, decide treinar kanjis, para passar o tempo.
Harumi os instrui a formarem a palavra AJUDA. Depois, a formarem a palavra SOCORRO. Isso era bom pra ela, assim, ela aumentava a ‘afinidade’ com os kikais.
Ela treinou por meia hora a fazer esses dois kanjis o mais rápido possível. Depois, ela levantou-se e foi para o amontoado de pedras, com os kikais voando atrás dela.

Para casa


Harumi pega sua mochila, vai andando até a biblioteca da cidade. Ela estava querendo estudar alguns jutsus, e ver se encontrava algo útil pra ela.

descriptionRe: Campo de Treino - Aburame Harumi

more_horiz
Em geral seu treino foi legal e não teve nada de errado então parabéns você ganha 3 pontos em controle de chakra.

descriptionRe: Campo de Treino - Aburame Harumi

more_horiz
Pedras

Harumi chega ao campo andando tranquilamente e sossegada. Ela trazia sua enorme mochila e dentro havia somente 3 garrafinhas de água. Ao chegar ao amontoado, a menina coloca as garrafas encima das pedras e sai andando pelo campo com a mochila vazia, procurando pedras. Ela acha duas pedras de mais ou menos cinco quilos cada e coloca dentro da mochila.
“Bem, let’s go! Mas será que eu agüento?”

Harumi fecha a mochila e coloca na suas costas, e anda até o amontoado de pedras para pegar uma garrafinha de água, e aproveita e acostuma seu corpo com o peso.

Dor


Depois de pegar a garrafinha, ela sai andando em círculos grandes por seu campo. No começo estava complicado andar com aquele peso nas costas, mas depois de mais ou menos cinco voltas, seu corpo já estava acostumado.
Depois de vinte voltas (as voltas não eram grandes), Harumi começa a sentir dor na base das costas, por causa do peso. Ela volta para o amontoado de pedras e joga sua mochila na grama. Ela troca de garrafinha, já que a primeira já estava vazia e anda até perto de uma árvore que estava fazendo sombra, ali perto.

Flexões


Harumi deita-se de costas para cima e começa a fazer flexões. Primeiro, ela fez 3 séries de 20 flexões cada. Depois ela mudou o jeito: flexões usando só o braço esquerdo e flexões usando só o braço direito. A menina fez 3 séries de 5 para cada um dos tipos, com pausas de 5 minutos entre as séries.
“Isso, puff... cansa... puff...”
Terminado as flexões, Harumi anda até o amontoado de pedras e deita-se perto da mochila. Ela fica observando o céu, enquanto normalizava sua respiração e os batimentos cardíacos. Seu corpo estava doendo, mas por estar com ele quente, ela quase não sentia.

Cansaço

Harumi levanta-se e tira as duas pedras da bolsa, e leva-as para o lugar de origem delas, com uma em cada braço.

-Argh... que pesadas...


Ela coloca as pedras no lugar e volta para o amontoado. A menina deita-se na grama e fecha os olhos.
Depois de duas horas, Harumi acorda com o barulho de pássaros. Já estava anoitecendo. Agora o corpo dela doía. Parecia que um rolo gigante tinha passado por cima dela. A garota levanta-se com dificuldade, pega sua mochila vazia e as garrafinhas de água, e depois vai embora andando calmamente e cuidadosamente pra casa, sentindo uma baita dor.

descriptionRe: Campo de Treino - Aburame Harumi

more_horiz
Parabéns Haru vc ganhou 2 de força.

descriptionRe: Campo de Treino - Aburame Harumi

more_horiz
Velocidade!

Harumi chega ao campo disposta a fazer um treino que ela, particularmente, odiava! A menina vai até o amontoado de pedras, tira seu blusão, seus óculos, e sua mochila e coloca em cima das pedras. Ela andou até um lugar que era ótimo para correr, já que tinha poucas pedras e árvores no chão. Enquanto andava, ela ia aquecendo seus músculos, para não forçá-los.

Aquecendo o corpo para a corrida


Ela começa a correr lentamente para pegar o ritmo. A menina ia controlando a respiração para não se cansar rapidamente. Ela deu umas duas voltas no campo correndo assim, para o aquecimento muscular.
“Não adianta começar a correr rápido do nada, assim vou acabar com mais câimbra que o treino passado...”
Depois da leve corridinha pra acostumar seu corpo, a menina começa a correr aumentando gradativamente a velocidade. Ela tinha em mente dar 10 voltas pelo campo todo. Não era uma coisa impossível, mas difícil para ela.


Corrida


Harumi começa a correr mais rapidamente a cada instante. O vento batia nos cabelos dela, fazendo eles ‘voarem’ para trás. A menina estava até que mantendo a velocidade bem, sem cansaço aparente, e nem fraqueza. Cinco voltas: Harumi estava diminuindo a velocidade sem perceber. Suas pernas não agüentavam mais correr tanto.
“Melhor dar uma pausa... eu quero dar as dez voltas pelo campo... mesmo que isso exige uma pausa...”
Harumi para de correr perto de uma árvore frutífera da época. A menina senta-se encostada no tronco da árvore, sem nenhuma firmeza nas pernas, e com a respiração e os batimentos cardíacos a mil.

Pausa pra correr


Harumi tira uma kunai e lança numa fruta que estava ali perto dela. A kunai acerta a fruta, fazendo a mesma cair no chão. Cansada como estava, Harumi pede para alguns kikais pegarem a fruta e a kunai que estava no chão para ela. Depois de entregarem a kunai e a fruta, os kikais voltam para o corpo de Harumi, e ela começa a comer a fruta. Com o corpo esfriando, Harumi começa a sentir dores na batata da perna. Ela termina do comer rapidamente, antes que a dor aumentasse e ela não conseguisse voltar a treinar.

De volta à corrida


Agora Harumi volta a correr, mas lentamente que antes. Ela conseguiu aumentar a velocidade somente um pouco, pois a dor estava aumentando. Após três voltas, ela sentiu que não agüentaria mais, e se forçasse, ela não iria conseguir voltar para casa. Ela corre até o amontoado de pedras, e pega suas coisas. Ela coloca seu blusão e seus óculos. Depois ela coloca sua mochila nas costas e sai andando bem devagar e com dor do campo, pensando num banho bem quente e um prato de rámen, antes de dormir pra ver se a dor melhorava.

descriptionRe: Campo de Treino - Aburame Harumi

more_horiz
Um bom treino Harumi nada de errado para comentar, tô gostando de ver que você ta tentando conseguir pontos nos seus pontos fracos que era força e velocidade.

Você ganha 2 pontos em velocidade.

descriptionRe: Campo de Treino - Aburame Harumi

more_horiz
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum