Naruto Revo Online


 
PortalInícioRegistrar-seConectar-se
Hey... quanto tempo faz que seu personagem não come? Evite as penalidades por desnutrição... visite o Ichiraku com frequência, lá seu personagem pode se recuperar em instantes !
Sempre lembre de remover itens descartáveis de suas fichas quando os mesmos forem usados. Seja honesto consigo mesmo.

Compartilhe | 
 

 Rank D | O Transporte. / Uchiha Suzuki

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
NPC | Setsumaru
Chunnin
Chunnin
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 120

MensagemAssunto: Rank D | O Transporte. / Uchiha Suzuki   Qui Jan 03, 2013 11:55 pm

Título: O Transporte;
Tempo: 24 horas;
Número mínimo de palavras: 500

-

Um comerciante precisou estender o prazo que passaria na vila, mas, tinha entregas à fazer. Decidiu então contratar um ninja. Sua missão está aí. Você terá de seguir uma rota de entrega. Carregará consigo uma carroça com peças de cerâmica.

Cuidado com os bandidos na estrada.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Uchiha Suzuki
Gennin
Gennin
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 0

MensagemAssunto: Re: Rank D | O Transporte. / Uchiha Suzuki   Sex Jan 04, 2013 11:20 pm

Missão


Ela espreguiçou-se vagarosamente sobre a cama, era cerca de seis e meia da manha quando a mesma bocejou lentamente, esfregou os olhos que ainda insistiam em se manterem fechados, o sol leve da primavera tocava gentilmente as costinhas de seu quarto, criando uma iluminação perfeita, a janela estava aberta e a mesma podia sentir uma brisa leve tocar-lhe o rosto e junto a elas algumas flores de cerejeira da arvore ao lado de seu quarto, virou-se lentamente e pôs os pés pequenos sobre o carpete vermelho, e começou a tateá-lo a procura de suas pantufas item que fora difícil de encontrar-me meio aos vários livros que se estendiam por toda a extensão do quarto, ela calmamente se levantou-sentindo as franjas de cabelo cair sobre os olhos, passou a mão sobreo topo da cabeça, tentando calmar os fios volumosos que insistiam a subir, criando um arco engraçado logo ao topo dos cabelos pretos.

Caminhou vagarosamente a procura de sua penteadeira, levando consigo tudo que encontrava pela frente, até que sem perceber batera o dedinho mindinho contra a cabeceira da penteadeira, a dor era incrível, ela gemeu por alguns instantes antes de finalmente conseguir se sentar e fizer o típico ritual de sempre, pentear os cabelos e descer as escadas que dividiam o primeiro do segundo andar, entrar no banheiro sem qualquer cerimonia puxar a roupa de seu corpo e tomar um banho de agua gelada, era a única forma de despertar completamente, escovou os dentes e finalmente saiu dali, fora diretamente para a cozinha de onde percebera que seu pai já estava sentado a mesa, lendo o que sempre lia o jornal de konoha, virou-se em direção a geladeira, pegou o litro de leite que estava sobre a porta e virou sobre os lábios sem qualquer cerimonia, seu pai lhe lançou um olhar desaprovador.


---Tente encontrar um copo da próxima vez--- murmurou ele.

---huhum... -- nasalou ela enquanto termina Nava de engolir o ultimo gole do litro e se sentava a mesa, mordiscando um pedaço de pão com pasta que havia sido cuidadosamente sobreposto em um prato de vidro transparente.

.---Suzuki quais são seus planos para o futuro?---

Uma pergunta inesperada, ela engoliu parte do pão e sentiu o ar lhe faltar, o mesmo entalou sobre a garganta e demorou alguns segundos até que ela corresse em direção à geladeira e pegasse agua na esperança que o mesmo descesse.

---Desculpa eu não entendi... ---

--É apenas uma pergunta—Respondeu ele sem tirar os olhos do jornal.

---Não tenho essas coisas como desejos ou planos, eu quero apenas proteger as coisas que são importantes---.

Um leve sorriso entre seus lábios, ela se levantou havia deixado suas armas ao canto da cozinha para facilitar sua saída, e então se virou para o homem que mantinha seu olhar serio, sorriu.


---Eu estou de viagem, em missão, acho que voltarei hoje ou amanha... ---

---tome cuidado... --- ele levantou a xicara de café e seus olhos se voltaram para ela --- lembre-se que estamos em guerra---

---Tomarei o máximo de cuidado, não pretendo morrer em uma primavera tão bonita---.

Finalmente ela se virou e desceu as escadas do pátio de madeira, respirou fundo sentindo o leve frescor da primavera que se misturava aos raios fracos de sol sobre as suas roupas vermelhas, o laço sobre sua cabeça se ergueu com a ação do vento, e suas mexas castanhas escuras que normalmente insistiam em cair sobre seus olhos agora esvoaçavam uniformem-te sobre seu rosto fino e bochechas rosadas.
Vagarosamente saiu do grande portão que dividia o mundo exterior (vila) do mundo em que os uchihas comumente viviam o bairro Uchiha caminho era de terra batida e macia isso era proveniente por causa da pequena chuva que havia ocorrido na noite passada, quando finalmente chegou ao grande prédio vermelho, o símbolo do fogo imponente sobre o prédio circular, ela correu até finalmente alcançar as escadarias, estava acostumado com aquilo, o prédio do hokage havia se tornado sua segunda casa.


Uma leve batida sobre a porta que se abriu automaticamente o hokage estava sentado como sempre com varias folhas sobre a mesa, seu rosto demonstrava o grande peso que carregava sobre os ombros.

---Sen... Quer dizer Hokage Sama... O senhor me chamou---

Ele olhou para ela e então voltou a mexer nos papeis até finalmente retirar uma folha da qual Suzuki pegou nas mãos o arquivo.

---essa é sua missão... Escoltar vasos para um mercador que terá que ficar em konoha---

--Entendo. ---

---O local onde ira pegar a carroça é na entrada de konoha, ira entrega-la na cidade a vinte quilômetros de distancia, os pontos de compra estão
nesse mapa, lembre-se que estamos em guerra, além disso, a carga é preciosa e pode haver bandidos. ---

Guardou o papel no bolso de sua capa e então fez uma breve menção a todos que estavam ali.

---Muito obrigada pela preocupação Sensei, tomarei cuidado com os jarros—.

Virou-se e saiu pela porta, caminhou despreocupadamente, konoha estava lotada de pessoas, Shinobis com seus trajes verdes caminhando de um lado para o outro, crianças correndo e brincando, assim como gennins que perseguiam cães e gatos que saiam em disparada por entre a multidão, ela riu, apesar de ser gennin já não era chamada para missões assim, apesar de que sentira falta das vezes em que ela conseguia perseguir uma gata e quase amassa-la de tanto abraçar, não podia se fazer nada, ela amava gatos, e só percebia que havia quase comedido homicídio contra o pobre animal quando o mesmo já estava desmaiado.


Não demorou muito para que ela chegasse ao portão principal, pausou de frente a carruagem e retirou o papel a procura da foto do mercador, olhou mais uma vez, até finalmente ver ele encostado perto aos seus preciosos itens, como se estivesse fazendo guarda para qualquer pessoa que chegasse perto, era um mercador gordo, possuía olhos pequenos e tinha estatura mediana, vestia uma roupa estranha que lembrava muito as roupas do pais do vento, possivelmente era uma de suas viagens.

---O senhor é o Mercadante... ---Ela olhou no papel para ler o nome do mesmo. –Ryuzaki... Eu sou a kunoichi que estará fazendo a escolta de seus bens---

Ryuzaki olhou desconfiadamente, pegou o papel das mãos de Suzuki e então sorriu.

---Entendo... Bem o material que esta aqui é muito frágil, como pode ver é porcelana do mais alto nível---.

Levantou um pedaço do pano, Suzuki reconhecera o criador de tais obras, era houzuki um mestre na construção de jarros, ele era amigo intimo da família e se propôs a cuidar de Suzuki quando soube do desaparecimento do pai adotivo de Suzuki, ela mesma a ajudava algumas vezes com seus jutsus katon quando o mesmo precisava criar serviços rápidos e práticos.

---Estou confiando em você--- respondeu o mercador enquanto entregava as rédeas, Suzuki as segurou e começou a guiar o animal a frente, queria concluir aquela missão com cuidado ela começara a mover a carroça, não tinha pressa, e no máximo mesmo que andasse devagar não teria problemas em atrasar com o prazo das vendas.

Ainda era de manha quando a mesma vira konoha desaparecer por entre as varias arvores e morros, sentiu uma euforia imensa sobre seu corpo, era a primeira vez em dias que sairá de konoha e ir para tão longe de sua vila natal.


---Esta animada não é?--- resmungou Ookami.

---Mas é claro que estou, faz tempo que não me dão missão----.

---Isso é um tedio, levar um monte de porcelanas para uma cidade próxima... Torço para que haja ladroes... Ao menos da pra decepar algumas
cabeças... ---

---Você é louca sabia---

---Você é louca, eu sou completamente certa, mato os que tentam me matar, salvo quem tenho que salvar, simples assim--- concluiu Ookami.

---Queria ser um pouco como você, simples assim---.

As duas sorriram enquanto Suzuki continuava a caminhar lentamente, havia poucas coisas para serem feitas, horas se passaram e o sol brilhava forte no céu, a brisa fria da manha agora havia sido trocada por um ar mais quente, e ela sentia o cansaço por caminhar por tanto tempo, procurou uma arvore a beira do caminho, se sentou para recuperar o folego, esperando que o cansaço passasse se sentou na posição de ioga para poder imaginar melhor era uma boa maneira de relaxar os músculos e deixar que o stress e o cansaço fossem embora.

Depois de uma hora descansando ela voltou a caminhar segurando nas rédeas do animal calmamente, seria bem mais simples se ela montasse na carruagem para leva-la, mas não tinha habilidades com animais e tinha medo de que aplicasse muita força e fizesse o animal sair em disparada, por isso continuava calmamente, após cerca de duas horas de caminhada ela sentia a mudança de clima e de ambiente, a floresta tomava agora forma de grandes cogumelos gigantescos, era um lugar bonito, céu levemente amarelado e grama baixa, sendo que a estrada era o único lugar livre da grama.

Suzuki parou, havia algo de errado, sentira uma breve movimentação por de trás dos cogumelos, que simplesmente parou de repente, então ela continuou a passos lentos, até que um homem barbudo, com uma enorme barba que se estendia até o umbigo, seu machado estava sobre as costas.

---Olá menina... Esta viajando sozinha---

Mais três homens cercaram Suzuki pela frente.

---Ladroes... --- Suspirou Ookami.

---Sim são apenas ladroes, por um momento fiquei assustada--- respondeu Suzuki em voz alta.

---Com quem diabos esta conversando?---

---Comigo mesma, apenas me ignore, agora podem me dar licença, tenho muito a caminhar---.

---ei você sabe em que situação se encontra?---

Os olhos de Suzuki estavam vazios, e ela fechou o cenho por alguns instantes, quanto tempo demoraria em acabar com aqueles homens? Cinco minutos ou dez, ela riu ao perceber a forma com que um dos homens segurava a katana, estava com os pés mal colocados, a katana não estava afiada e demonstrava sinais claros de fragilidade e de que não sabia usar a katana, sua única preocupação e o que demoraria mais para vencer era o homem que aparentava ser o líder, ele não demonstrava hesitação.

----Quer que eu acabe com eles?---

--Não Ookami... Você ira acabar matando eles, prefiro leva-los até a vila mais próxima, lá saberão o que fazer com ele---.

---Ei garota você tem problemas?--- disse o terceiro.

Suzuki acalmou o pobre cavalo com uma das mãos, não queria que o animal saísse em disparada ao sentir a hostilidade ao seu redor.

----Eu queria ter... Mas vou ser boazinha, se se renderem de forma pacifica eu prometo não chutar com muita força o traseiros de vocês---.

Ela sorriu gentilmente, não aparentava nem se quer que esteja à frente de três homens fortemente armados e que por regra eram bem maiores do que a pobre garota de capa vermelha sobre o rosto.

---Por isso odeio Shinobis, ficam se achando apenas porque tem algumas habilidades especiais--- esbravejou o segundo.

---Você esta enganado, eu sou assim porque sou uma Uchiha, por isso sou assim---.

O homem então avançou contra ela com a katana em um movimento horizontal, ela puxou uma das katanas das costas com agilidade defendendo do golpe, estava muito perto da carruagem e não podia usar seu jutsu katon ali, não se não quisesse perder sua preciosa carruagem.

---Eu tenho mais força que você---

Ela sorriu e então deixou que a katana caísse fazendo com que o adversário perdesse o equilíbrio fosse para frente, ela puxou a outra katana e com o punho da katana acertou o pescoço do primeiro fazendo o desmaiar no chão.


---Maldita. ---

O segundo se aproximara com uma lança, ela se se distanciou seu Sharingan agora estava ativo, a primeira estocada Suzuki pegou as duas katanas para se defender, bateu com força contra o primeiro golpe, e girou o corpo, rodopiou novamente inclinou seu corpo para traz para desviar das estocadas que provinham em sua direção, ela inclinou o corpo para frente e usou as duas katanas para bloquear o golpe, até que, ela saltou para cima ele puxou a lança a fim de empalar Suzuki quando ela descesse do salto, a mesma usara a primeira katana para empurrar a lamina que provinha em direção a seu estomago desceu em um golpe certeiro com a lamina invertida contra a cabeça dele, que desmaiou instantaneamente.

--- pronto o segundo---

O ladrão com o machado riu, e então puxou dois machados um das costas e outro do lado da cintura.

---Faz tempo que não vejo uma usaria de genjutsu tão nova e tão habilidosa---

Ela sorriu, seus olhos vermelhos se voltaram para o homem, ela avançou com velocidade acertando o com um único golpe, infelizmente o mesmo se desfazer em um tronco, ela se surpreendeu enquanto sentia um forte soco contra seu estomago, jogando a longe.


---Droga... Você sabe ninjutsu?---

---Eu aprendi um pouco de cada coisa--- respondeu o homem.

--Então não preciso me segurar---

Suzuki se levantou e segurou firme as duas katanas, não pretendia matar aqueles ladroes, não haveria sentido em mata-los, na cidade ao lado existia um posto de Shinobis que fariam o certo os prendendo na cadeia que era lugar deles.
Usou sushin no jutsu, seu Sharingan podia ver perfeitamente o momento em que ele se lançava na direção dela com os dois machados em punhos.

---Não subestime os poderes oculares dos uchihas... ----

Ela jogou as dias katanas para cima, puxou a terceira atacando em horizontal, que fora facilmente defendida por ele, só que ele não contava com a grande velocidade com que Suzuki pegara a segunda katana que praticamente flutuava no ar com uma das mãos e acertava a cabeça dele com força, nocauteando.

---Pronto... Ufa isso me fez suar... ---

Demorou um pouco para que Suzuki pudesse desarma-los completamente, retirando suas roupas e os deixando apenas de cuecas para ter certeza de que não carregavam armas extras, os amarrou com as linhas Shinobis que carregavam e finalmente sentou-se até que eles tomassem consciência.


---Ei maldita o que você fez com a gente... Sua... Sua pervertida---

---A já acordaram?---

Ela sorriu e puxou as linhas.

---o que você pretende fazer?---

--- eu pretendo leva-los para a cidade ao lado... Lá serão presos por vários motivos---

O homem mais velho riu.


---Porque esta rindo? Seremos-nos presos--- disse-o segundo enquanto tentava se desamarrar, em vão.

---Não, devemos ser gratos... Se fosse outro shinobi nós estaríamos mortos---

Ela sorriu e então se levantou calmamente.

---Eu peço que tentem não fazer muita coisa, essa linha esta embebida em chakra, um jutsu especial meu, se tentarem se desamarrar vão morrer queimado até os ossos--- mentiu Suzuki.

Finalmente ela pode voltar a caminhar, a mentira que Suzuki contara havia funcionado, nenhum tentou escapar, mesmo assim ela não desativou seu doujutsu até que se sentisse segura.

Foram mais quatro horas de viagem até que finalmente ela viu a cidade portuária de Karin, uma cidade onde vendia os mais variados tipos de itens e equipamentos, ela chegou ao guarda do portão, e entregou os homens, ela sorriu e pediu desculpas por ter mentido sobre o jutsu que não possuía, guardou sua linha shinobi de volta, e adentrou a cidade.

A cidade era grande, havia um tipo de muralha que cobria toda a cidade, o que provavelmente era para proteger de bandidos normais, já que qualquer shinobi podia adentrar ali sem qualquer problema, ficou surpresa com o numero de pessoas que transitava de um lado para o outro, mercadores que vendiam os mais variados tipos de coisas, ela puxou o mapa que havia guardado onde indicava a quem entregar e o quanto deveria receber para devolver ao mercador.

Demorou cerca de uma hora até que as perguntas e respostas a levaram a uma grande loja de jarros e ornamentais, o homem sorriu após ver a carroça estacionada a frente da loja.


---Finalmente chegou---

---O senhor é Hamurabi? O vendedor?---

---mas é claro que sou--- ele apontou para o grande cartaz a frente de sua loja, aa foto também era a dele.

---o senhor pode assinar aqui---

Ela mostrou um papel ele assinou e entregou o dinheiro.

Sorriu e se despediu após mostrar que toda a cerâmica estava intacta.

Na volta o caminho fora bem mais tranquilo do que ela imaginava, e com a preciosa carga entregue ela podia finalmente podia desafiar a sorte e montar na carruagem para que guiar o cavalo, Descansou bastante no caminho e só chegara a konoha de madrugada a ponto de que só fora ver o hokage e dizer que a missão estava concluída, devolveu o dinheiro da venda para o dono dos vasos, com a carta de especificação dizendo que a carga havia chegado a perfeito estado, recebeu o elogio e pode ir embora para treinar.






Voltar ao Topo Ir em baixo
Aburame Rukisu [ADM]
ANBU
ANBU
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 210

MensagemAssunto: Re: Rank D | O Transporte. / Uchiha Suzuki   Ter Fev 26, 2013 10:17 pm

Exp: 750
Ryous: 1.200
Pontos de jutsu: 1
+2 Habilidade com Armas
+1 Velocidade
+1 Habilidade
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Rank D | O Transporte. / Uchiha Suzuki   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Rank D | O Transporte. / Uchiha Suzuki
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Ficha de Itachi Uchiha
» Ficha De Sasuke uchiha
» Ficha de Suzuki
» (Duelo)Dri uchiha VS Rima
» [VIDEO AULA] Sistema de Rank com PHP + Mysql

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto Revo Online :: Vila da Folha :: RPG Zone :: Missões-
Ir para: