Naruto Revo Online


 
PortalInícioRegistrar-seConectar-se
Hey... quanto tempo faz que seu personagem não come? Evite as penalidades por desnutrição... visite o Ichiraku com frequência, lá seu personagem pode se recuperar em instantes !
Sempre lembre de remover itens descartáveis de suas fichas quando os mesmos forem usados. Seja honesto consigo mesmo.

Compartilhe | 
 

 |Rank D| Evento na Academia; / Uchiha Suzuki

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Rangimaru
Gennin
Gennin
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 91

MensagemAssunto: |Rank D| Evento na Academia; / Uchiha Suzuki   Seg Dez 03, 2012 8:47 pm

Título: Evento na Acadêmia Ninja;
Tempo: 24 horas;
Número mínimo de palavras: 500

-

A academia ninja hoje terá um pequeno evento onde ninjas já graduados irão lá dar palestrar e mostrar algumas habilidades para motivar os estudantes, como você estava atoa na vila sua presença foi requisitada. - Sem arrumar confusão é claro -

-
Voltar ao Topo Ir em baixo
Uchiha Suzuki
Gennin
Gennin
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 0

MensagemAssunto: Re: |Rank D| Evento na Academia; / Uchiha Suzuki   Ter Dez 04, 2012 6:07 pm

Osuor escorreu do rosto de Suzuki, sua garganta estava seca e seus lábios rosados e mãos tremiam de forma descontrolada, aquele pesadelo voltava a atormenta-la, noite após noite, era sempre por segundos, como fleches de sua memoria que ela julgava ser impossível, até mesmo Ookami não faria tal coisa com o pai adotivo de Suzuki, seu pai estava bem, socado em algum canto desse mundo, em alguma missão perigosa vivendo e sorrindo com algum bando de companheiros malucos, ou ao menos ela desejava que isso fosse verdade.

A dor em sua cabeça voltara a lhe afligir como sempre, e assim se sucedia por dias afinco, no inicio desses sonhos ela conseguira ficar três dias sem dormir, temia ter que ver novamente a visão de seu pai adotivo explodindo em uma chuva rubra de vísceras e sangue, exausta no quarto dia acabou por desmaiar, uma exigência de um cérebro cansado e atordoado pelos traumas e treinos contínuos do qual Suzuki passava.
Ainda atônita e um pouco perdida ela estendeu a mão para o criado mudo ao lado de sua cama, tomou um gole de agua, deitou-se, e fitou a lua cheia, onde refletia sobre o vitral da janela e fazia uma boa iluminação ao quarto da mesma.


--Ookami... esta acordada?---

---Não tanto quanto eu queria... o que quer em plenas...---

Estranhamente o rosto de Suzuki se virou contra sua vontade para o relógio de madeira que ficava pregado logo ao lado superior de sua cama.

---...cinco e meia da manha?--- resmungou Ookami.

Sabia o motivo da qual fora acordada, ter matado o pai de sua alma gema não fora a ideia mais geniosa que ela havia tido, mas não havia outro jeito, ou era matar ou deixar que Suzuki sofresse uma vergonha e humilhação muito maior do que a própria morte.


---estou com saudades de meu pai...--- respondeu Suzuki após puxar os lençóis para mais perto de seu rosto deixando amostra apenas parcialmente os cabelos negros e olhos castanhos escuros cintilando como dois vagalumes no verão.

--Eu também tenho saudades de meus pais, menina Uchiha... mas agora posso encontrar eles sempre que quero... quer que eu te conte o jutsu para isso?---

Suzuki fechou os olhos deixando que apenas um pequeno filete de luz passasse sobre eles.

---Existe jutsu para isso?---

---Sim o “jutsu durma e sonhe”---

As palavras de Ookami foram desaparecendo aos poucos, ecoando sobre a sua mente como um estranho e desajeitado canto de ninar. O despertar do relógio apenas indicava uma coisa, eram seis e meia da manha, e ele novamente seria lançado para longe se chocando fortemente contra a porta, essa era uma de suas inúmeras manias, acreditar que o relógio sempre lhe daria mais cinco minutos se ela o lançasse longe, abriu os olhos aos e sentiu a vista arder quando as cortinas brancas e esvoaçantes permitiam que vez ou outra os fracos raios de sol iluminassem seu quarto.

Levantou-se, tomando cuidado para não tropeçar, nos vários pergaminhos e livros que se estendia por todo o carpete carmesim, tropeçando ela abriu seu guarda roupa e pegou sua típica roupa vermelha seus laços e seus equipamentos que comumente ficavam guardados ao lado dele.

Ela ainda madornando tropeçou em mais uma pilha de livros antes de finalmente encontrar a porta de seu quarto e sair em ziguezague pelo corredor, até encontrar o banheiro, sua cara estava horrível, seu cabelo apear de liso tinha um estranho costume de se manter levemente arqueado até que ela o penteasse, jogou um pouco de agua no rosto a fim de desperta-lo e finalmente ligou o chuveiro.


--Ter que dar palestra para pirralhos... ---

---Não se incomode Ookami, no final quem dará a palestre sou eu mesma...---

--Mas eu sou obrigada a estar com você... Não sei se será uma boa ideia... --- vociferou Ookami em voz baixa.

---Por quê?—perguntou inocentemente.

---Por quê? Ainda me pergunta? Você não é a melhor palestrante do mundo sabia?---

A resposta de Ookami era coerente, Suzuki tinha um grave problema de hiperativíssimo e somado a suas palestras ela se tornava mais atrapalhada do que normalmente era, em sua ultima missão em que ocorreu isso ela fora obrigada a pagar pela guerra de comida que ocorreu na academia, o motivo e como tanto alimento havia surgido do nada, era um mistério para todos, Ookami só se lembrava de que os gastos com reparos ao prédio e com os alimentos desperdiçados somavam a casa dos trinta mil yens uma quantia que só fora
paga anos depois com a venda de algumas relíquias de sua mãe.

---Não se preocupe... Agora sou experientíssima... ---

---Só me deixou com mais medo ainda... --- respondeu ironicamente.

Finalmente Suzuki saiu do banheiro estava completamente pronta, adiantou-se e pegou um pedaço qualquer de maçã sobre a mesa e mordiscou, Midori estavam sentados ao canto superior lendo um jornal ou algo semelhante, seus olhos apenas se voltaram para Suzuki quando a mesma estava de costas procurando algo que pudesse complementar o café da manha.


---Eu tenho uma palestra para fazer na academia... --- murmurou ela enquanto pegava o litro de leite e tomava em uma golada.--- talvez volte mais tarde---

---Fiquei sabendo que você andou conversando com aquele garoto Oton... ---

---sim ele tinha algumas semelhanças comigo e resolvi tentar investigar mais a fundo... —

Seus olhos se voltaram para o jornal, Suzuki se sentou a mesa e manteve seu olhar na direção dele, os dois realmente se pareciam, apesar de Suzuki ter puxado os cabelos e rosto afilado de sua mãe, ela possuía os mesmos olhos castanhos escuros dele, além da mania de fechar o cenho quanto estava centrado em algo.

Após a breve e silenciosa refeição ela abriu a porta e se surpreendeu ao escutar de forma baixa e silenciosa a voz de Midori.

--Iterashai Suzuki... ---

--itekimasu... --- respondeu ela aturdida.

A primavera em konoha era especialmente linda, o céu azul se estendia infinitamente até desaparecer por entre os rostos dos grandes hokages na montanha, as arvores dançavam ao som melodioso do vento, era a melhor estação para se estiver na vila, crianças corriam e brincavam de Shinobis com kunais e espadas feitas de madeira.

A vila quase que inteiramente era feita de terra batida, a menos é claro pela avenida principal, ladrilhada de pedras ela cortava o centro, caminhou vagarosamente, não tinha pressa, era cedo de mais e provavelmente a academia estaria sendo arrumada, e não queria ser requisitada a ajudar, não queria ouvir Ookami reclamar.

Sentiu um leve toque em suas costas, seguido de um toque no topo de sua cabeça, ela virou-se havia uma mulher de cabelos brancos e longos, usava o típico colete verde, ela sorriu, demorou um pouco para que Suzuki reconhecesse, era sua antiga Sensei, Mizuko sua antiga Sensei.

---este indo para academia?---

---Estava enrolando para chegar lá--- respondeu ela sinceramente.

Mizuko sorriu, conhecia como era Suzuki, hiperativa e honesta, duas coisas marcantes em sua ex-aluna.

--e Então conseguiu um Sensei?---

--Estou por conta própria... ---

--Deve ser difícil... ----

---Menos do que imagina, eu já me habituei a não ter Sensei, era difícil no inicio, mas aos poucos e aprendendo a ver outras pessoas lutarem consegui achar meu próprio caminho ninja—.

O silencio tomou o lugar, Mizuko sabia os problemas que sua aluna passava, aos quatro anos misteriosamente a menina Uchiha havia despertado o Sharingan, fato notável e digno de nota, e que sobre fontes anônimas ela ficara sabendo que o fato havia ocorrido de novo, de uma hora para outra sua pequena aluna havia ganhado o Sharingan com duas esferas, um mistério tanto para os uchihas quanto para o resto de konoha.

Finalmente as duas chegaram à frente da academia, Mizuko fez questão de mostrar a Suzuki à área nova que havia sido construída depois do desabamento, ofereceu uma xicara de café e finalmente após uma longa conversa as duas se dirigiram para o pequeno salão, onde alguns gennins ajudavam na organização das cadeiras, e após um tempo em silencio Suzuki voltou a escutar Ookami reclamar de ser forçada a ajudar e afazeres que não eram dignos da filha de midori.

O local era bem arejado, um salão grande e oval cheio de janelas e saídas um palco ao centro e uma mesa de palestras bem colocada ao centro, também era o local que Suzuki havia ganhado sua bandanas ninja, e sorriu ao se lembrar da euforia e de que pôs a bandanas do lado inverso, o que rendeu aos outros gennins e até mesmo a sua Sensei umas boas risadas.

Após cerca de uma hora começou a aparecer os primeiros estudantes, que formalmente se sentavam em fila, alguns que agora quando já havia adquirido certa experiência conseguia ver com perfeição de quais clãs pertenciam, e em questão de minutos o local estava com cerca de sessenta pessoas, desde gennins até algumas mães e pais que tiveram a oportunidade de acompanhar seus filhos, era uma época difícil, portanto, em konoha, qualquer momento que representasse algo, poderia ser usado para guardar recordações de seus entes queridos, principalmente para Shinobis onde a morte espreita a cada canto.

Primeiro a Sensei se levantou e discursou falando sobre o uso de jutsus e como era a vida de um shinobi suas recompensas e alegrias, e por final falou um poema bonito sobre a amizade, o que deixou Ookami levemente contrariada, para ela no mundo shinobi a única coisa que poderia ser sua amiga era sua arma, nada mais nada menos.

---tanta babaquice--- vociferou Ookami.

---A amizade é um pedestal de um shinobi Ookami, não a nada de mal nisso. ---

---Amigos não te dão poder... Para nós uchihas a única coisa que nos da poder é nosso ódio e sentimentos de desprezo... Amizade é para os fracos... ---


---De fato amizade é para os fracos... Mas será que não é melhor sendo fraco com muitos amigos do que sendo forte sem ninguém ao seu lado?—
Um minuto de silencio, e ela voltou sua atenção para a palestra, sentiu seu rosto ruborizar-se, todos olhavam para ela, não havia prestado atenção que sua voz havia saído tão alto.

---A palestra esta linda não é... Olha... Então acho que vou complementa-la... Eto... Hum... A sim... ---

Ela subiu no palanque com a permissão da Sensei.
Olhou para os gennins e para seus pais, suspirou fundo e abriu um largo sorriso.


---Bem... A muitos tipos de jutsus que quando você for gennin poderá aprender. —

Ela fez um selo com as mãos e um kage bushin se formou.


--Vê? Isso é um kage bushin... —

Os estudantes olhavam surpresos para o clone ao lado de Suzuki que se desfez assim que ela liberou a técnica.

Sacou as duas katanas e se concentrou, deixou que o chakra Elemental fluísse de forma continua sobre suas mãos até chegar as katanas que imediatamente se incendiaram, provocando uma onda de calor, onde após um olhar de reprovação da Sensei controlou o chakra para que as chamas diminuíssem sobre as duas armas.


---Viram... há milhares de jutsus todos os uns mais estranhos e outros muitos práticos... Mas---

Ela desfez a técnica e voltou a guardar as duas espadas sobre as bainhas, tirou de seu bolso uma folha de papel que havia escrito na noite anterior, puxou seus óculos de leitura.

--jutsus são qualquer arte ninja... Feitas não para matar... Mas sim para defender... Olhem ao seu lado, seus pais seus amigos... Cada um deles provavelmente aprendera técnicas próprias, e seguiram caminhos separados... Mas dentro de cada um de vocês, existe um jutsu extremamente poderoso, chamado de a chama de konoha, ela arde em cada um de nós e é um jutsu que não pode ser desfeito... Mesmo que a pessoa que você ama não esteja mais ao seu lado você deve sempre ter esse jutsu dentro do seu coração, e proteger
essa vila, proteger as pessoas que ama. ---

Ela pausou e olhou para as pessoas ao seu lado, ignorando as risadas sádicas de Ookami, um silencio aterrador se manteve no lugar, seguido de uma leve batida de palmas de sua Sensei, que fora acompanhado dos estudantes até que finalmente todos a aplaudiam, ela enxugou as lagrimas do canto dos olhos e sorriu, deu passos leves, sentido se alegre, porem fora por pouco, tropeçou e caiu de cara no chão, todo o momento se desfez em risadas alegres.

--Droga eu deveria prestar mais atenção no caminho. ---

Após aquilo ela fora embora, dali, despediu-se de sua Sensei e dos estudantes que se juntaram para fazer perguntas dos mais variados tipos, estava feliz, e senti pela primeira vez, eu naquela noite, não haveria pesadelos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
[GM] Akemi Haru
Gennin
Gennin
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 190

MensagemAssunto: Re: |Rank D| Evento na Academia; / Uchiha Suzuki   Qua Jan 02, 2013 11:38 pm

Recompensa: 350 XP + 350 Ryus

Very Happy
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: |Rank D| Evento na Academia; / Uchiha Suzuki   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
|Rank D| Evento na Academia; / Uchiha Suzuki
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Elemento Secundário - Mokuton (Madeira)
» Ficha de Itachi Uchiha
» Ficha De Sasuke uchiha
» Ficha de Suzuki
» (Duelo)Dri uchiha VS Rima

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto Revo Online :: Vila da Folha :: RPG Zone :: Missões-
Ir para: