Naruto Revo Online


 
PortalInícioRegistrar-seConectar-se
Hey... quanto tempo faz que seu personagem não come? Evite as penalidades por desnutrição... visite o Ichiraku com frequência, lá seu personagem pode se recuperar em instantes !
Sempre lembre de remover itens descartáveis de suas fichas quando os mesmos forem usados. Seja honesto consigo mesmo.

Compartilhe | 
 

  |Rank D|- Divertindo às crianças; / Otton Touya

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
NPC | Setsumaru
Chunnin
Chunnin
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 120

MensagemAssunto: |Rank D|- Divertindo às crianças; / Otton Touya   Seg Dez 03, 2012 3:06 pm

Título: Divertindo às crianças;
Tempo: 24 horas;
Número mínimo de palavras: 500

-

Uma babá precisaria se ausentar na creche para uma consulta periódica ao médico, os proprietários da creche não conseguiam encontrar ninguém para substituí-la e então decidiram contratar um ninja (isso mesmo que vocês acabaram de ler). Eles procuravam por um ninja que pudesse oferecer algum tipo de diversões aos garotos.
As pessoas responsáveis pelas contratações, decidiram que o Otton faria um bom trabalho - desde que não usasse o seu instrumento para o mal, claro -. Depois de um tempo, decidiram chamar o Otton Touya para ocupar a vaga da babá.

-

Sua função é cuidar de uma turma de 10 crianças, elas tem entre 4 e 5 anos. Terá de passar todo o dia com elas e alimentá-la, haverá uma garota ajudando-a (descreva-a como preferir).


Voltar ao Topo Ir em baixo
Rangimaru
Gennin
Gennin
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 91

MensagemAssunto: Re: |Rank D|- Divertindo às crianças; / Otton Touya   Seg Dez 03, 2012 4:21 pm

A noite havia sido tranquila, novamente havia dormido com Izumo em sua cama, dessa vez sem nenhuma mancha de sangue e nenhuma outra maior preocupação, quando acordou Izumo estava com o pé em seu nariz e o joelho sob seu peito. Izumo estava com sua camisola azul de bolinhas brancas e pela posição que ela estava quando OT acordou ele podia ver as roupas intimas dela, ele desviou ao olhar ao perceber isso e mordeu o dedão do pé de Izumo a fazendo acordar assustada e chutar o seu nariz. Ele foi nocauteado com um só golpe, a força dela era descomunal, o nariz de Touya sangrava e estrelinhas pairavam sob sua cabeça, Izumo montou em cima de OT e começou a curar o seu nariz com as suas mãos esverdeadas indicando o seu jutsu de cura. Ele acordou alguns minutos depois ainda com Izumo montada sob ele, quando ela percebeu que ele acordou suas bochechas ficaram coradas e ela afobadamente tentou se levantar, acabou pisando errado no chão e caiu com o cotovelo acertando o chão e rachando o piso, Batto levantou voo assustado e começou a rodopiar no quarto observando a situação. Ainda com a bochecha avermelhada Izumo foi para o banho sem falar mais nada, Touya levantou-se coçando a nuca, ia até em frente ao grande espelho que tinha no quarto e ficava observando as bandagens em seu olho direito, lentamente ele desenfaixava o seu olho e ficava enfeitiçado pela cicatriz que havia tomado o seu rosto, era uma corte vertical que vinha da sua sobrancelha até o início da sua bochecha.

Enquanto admirava o seu próprio reflexo pode ver ao fundo do quarto, Rangimaru sentado na cama tocando a Lira, era um reflexo estranho para ele, o motivo de Rangimaru estar lá era desconhecido assim como a Lira que ele empunhava em suas mãos, era uma Lira negra com uma cobra vermelha que se enrolava por toda a Lira. Talvez um presságio? Ou seria somente coisa de sua cabeça? Havia perdido a noção do tempo nesse momento “eu me amo”, só retornou a realidade quando ficou hipnotizado por Izumo saindo do banheiro com a toalha enrolada ao redor de seu corpo e seu cabelo molhado sob suas costas, ele ainda não entendia como ela havia ficado tão maravilhosa em tão pouco tempo, quando ela viu que estava sem as bandagens ao redor do olho ela saiu correndo e as enrolou novamente ao redor da cabeça de OT. Ela o abraçou por trás pressionando o seu busto contra as costas dele, – Não me dê outro susto desses... Tome mais cuidado com sua vida... –

Touya não teve nenhuma outra reação a não ser se virar e abraçar Izumo de frente, Batto desceu do voo e também os abraçou.... – Tá esperando o que para ir pro banheiro?? Eu preciso trocar de roupa... – Com um sorriso forçado no rosto (BadPokerFace) o garoto caminhou até o banheiro, acabou esquecendo de pegar as suas roupas limpas que estavam ao da cama e voltou para o quarto, quando ia abrir a porta lembrou-se de que ela provavelmente estaria sem roupa ou de roupa intima, então para evitar outro nocaute na mesma manha pediu para Batto pegar pelo menos a sua cueca, Touya deixou a porta entreaberta e começou a encher a banheira para tomar o seu banho, não queria fracassar novamente no seu treinamento e decidiu treinar um pouco por conta própria. Deixou a banheira encher um pouco mais da metade e mergulhou com as costas em direção ao chão, concentrou chakra em suas cordas vocais e as expeliu com um grito grave e rouco, as ondas sonoras expelidas pela boca do garoto agitaram a água em sua frente fazendo com que ela se deslocasse para os lados e para cima, somente um pequeno jato d’água foi expulso verticalmente enquanto que a grande maioria foi deslocada para os lados formando uma espécie de cone dentro da água, percebendo o seu sucesso em sua primeira tentativa, o garoto foi movendo a cabeça para os lados, lentamente, movendo assim o cone, quando perdeu o fôlego se levantou e respirou como se estivesse se afogado, terminou o banho normalmente, se secou e depois vestiu a sua cueca indo para o quarto com a toalha ao redor de seu pescoço. [ONBA]

Batto não estava mais lá, ao olhar pela janela o viu executando o mesmo treinamento do dia anterior com Izumo, a mesma pista de obstáculos e as mesmas quedas, Batto se mostrava somente um pouco mais habilidoso em seu voo, mas mesmo assim ainda era acertado pelos sacos de areia que balançavam de um lado a outro, Touya ficava com um pequeno sorriso enquanto os observava calmamente. Quando decidiu ir procurar sua sensei viu um bilhete na cozinha dizendo que ela sairia em missão e que era para ele continuar o treinamento do dia anterior, junto do bilhete tinha um sanduíche de atum com aspargos coberto por uma fina camada de plástico para protegê-lo de insetos.

Touya havia decidido que iria passar o dia inteiro treinando o Onba até a sua perfeição máxima, mas o destino havia sorrido para ele naquela manhã, Izumo entrou as pressas na cozinha e engoliu uma maça quase que inteira, chegou a se entalar com as sementes, ela disse que todas as babás reservas estavam ocupadas e que os dois foram solicitados para tomar conta de cerca de 10 crianças numa creche ali por perto, Izumo não deu nem tempo de Touya pensar em aceitar ou recusar e já saiu puxando o braço dele em direção a porta, Batto pousou na cabeça de Touya e começou a cochilar enquanto eles corriam um pouco apressados com o shunshin no jutsu até a creche.

Chegando lá foram recebidos por um casal de idosos que se intitularam como sendo os proprietários do local e pedintes da missão, levaram a dupla de ninjas até uma sala no final de um corredor, desejaram boa sorte e sumiram. OT indagava-se do por que do “boa sorte”, mas mesmo assim abriu a porta e entrou no local, quando colocou a cabeça para dentro da sala quase foi atingido por um estojo, um súbito silêncio tomou conta do local as crianças ficaram um pouco assustadas ao ver dois ninjas entrarem no local, cheio de bandagens pelo corpo, equipamentos ninjas e o OT na versão pirata com seu tapa olho. Uma mistura de fascinação e medo pode ser percebida nos olhos daquelas crianças inocentes, Touya entrou na sala e se sentou na única mesa que ali tinha, Izumo sentou ao seu lado e eles se entreolharam perguntando mentalmente o que deveriam fazer. Uma das crianças sugeriu, – Por que não contam uma história... – , na sala continham alguns livros de contos infantis e após olhar para eles, Touya escolheu um de titulo “As aventuras do pirata Billy Joe” e começou a contar ela para as crianças, combinou com Izumo e eles usaram do Henge no Jutsu para dar mais vida a história, encenaram fielmente as partes mais emocionantes do conto o que fez as crianças prestarem ainda mais atenção neles, vira e mexe os proprietários iam ver o que eles estavam fazendo na sala olhando-os pela janela.

O sinal tocou e uma das crianças disse que estava na hora do almoço, Izumo continuou na sala entretendo as crianças enquanto Touya foi até o refeitório pegar a comida, chegando lá descobriu que uma das cozinheiras havia salgado demais a comida e teria que refazer tudo, Touya vendo o que havia acontecido, pegou uma batata cortou-a no meio e disse para a cozinheira ferventar a batata junto do feijão, enquanto a comida ferventava Touya picou alguns legumes e os amassou com um garfo fazendo uma espécie de purê rico em vitaminas, adicionou um pouco de tempero e colocou nos pratos, havia posto doze pratos em cima de um carrinho e os ia completando e enfeitando de maneira uniforme, procurou fazer um prato bem saudável e cheio de cor para as crianças, na realidade havia feito vários desenhos com as comidas para entreter as crianças. Uma das cozinheiras perguntou se era ele que estava conta da turma da última sala, ele respondeu afirmativamente com a cabeça, para seu espanto ela o olhou de modo espantando e perguntou como ele ainda estava inteiro, explicou para ele que essa era a turma mais bagunceira de toda a creche e que nenhuma babá durava mais do que um dia com eles. Tirando a quase estojada na cara logo que entrou na sala, a turma estava comportada até o momento, Touya voltou a sala com a comida e fez uma pequena rodinha para eles almoçarem, ao destamparem os pratos ele pode ver um sorriso na cara das crianças por causa da comida arrumada em forma de desenhos, elas comeram tudo rapidamente e começaram a querer fechar os olhos com sono, Izumo recolheu a louça suja e as levou de volta a cozinha, Touya pegou sua lira em suas costas e começou a tocar a música abaixo, Batto pulou de sua cabeça, acordando com a música e ficou dançando no meio da rodinha, as crianças haviam se entretido com a música e lentamente elas iam dormindo, uma a uma até que todas estavam deitadas uma por cima da outra, Izumo já havia retornado e estava sentada ao lado de Touya e também acabou adormecendo com a cabeça em sua coxa, OT era o único que havia ficado acordado na sala e aproveitou o momento para continuar admirando a sua própria música.

Algum tempo depois, um bom tempo, as crianças começaram a acordar com vontade de ir no banheiro, como ainda eram muito pequenas precisavam de ajuda e acabou sobrando para a dupla de genins limpar as crianças e as levar até o vaso, o dia havia passado de certa forma rápido e logo os primeiros pais apareceram para buscar as crianças, todas foram embora exceto por um garotinho de cabelos azuis de aparentemente cinco anos, o proprietário explicou que ele era um órfão e que vivia ali na creche, o garoto era fisicamente muito parecido com o garoto, esse foi o garoto que mais havia grudado em Touya durante todo o dia, seu nome era Kyo. Quando Touya disse para ele que iria embora, o garoto grudou em sua perna de tal forma que Touya não conseguia soltar ele de jeito nenhum, o garoto disse que esse tinha sido o melhor dia da vida dele e perguntou se Touya podia ser o Onii-san dele, Touya disse que iria ver o que podia fazer e escreveu uma carta para o seu pai perguntando se ele podia adotar esse garoto, Touya se encarregaria de cuidar do garoto enquanto estivesse na vila, com um sorriso no rosto o garoto acenou para Touya enquanto ele saia da creche e ia para casa ao lado de Izumo, Touya prometeu voltar lá no outro dia para poder brincar com ele novamente. Depois de saírem de lá, OT e Izumo foram para a casa dela enquanto Batto levava a carta para o pai de OT, por um breve momento Izumo pegou na mão direita de Touya enquanto caminhava e encostou a cabeça dela sob seu ombro, durante a noite eles jantaram sem Inori que ainda não havia retornado e depois Touya tocou mais um pouco de Lira para Izumo antes deles irem dormir.



Onba:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
NPC | Setsumaru
Chunnin
Chunnin
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 120

MensagemAssunto: Re: |Rank D|- Divertindo às crianças; / Otton Touya   Seg Dez 03, 2012 5:00 pm

AVALIAÇÃO

Porra! Que primeiro parágrafo,hein? Horas traduzindo hentai lhe deixaram com uma extrema precisão em escrever e criar um clima agradável e quente ao leitor. Não foi só o primeiro parágrafo que foi agradável, o modo como levou a narração, adicionando personagens extras e dando importância à eles foi muito bom.

O que pareceu um tanto quanto fácil foi a facilidade em lidar com as crianças, me pareceu que tua personagem tinha tudo sob controle, preciso de um pouco de falhas. Entende?

Bem, sobre a carta de adoção, enviarei para o Luks os pontos e falarei sobre a carta.

RECOMPENSAS

Batto
2 Velocidade
1 Habilidade

Otton Touya
5% ONBA
+5 Culinária
+250 XP / + 300 Ryus
Voltar ao Topo Ir em baixo
Rangimaru
Gennin
Gennin
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 91

MensagemAssunto: Re: |Rank D|- Divertindo às crianças; / Otton Touya   Seg Dez 03, 2012 5:14 pm

Capiche!

lol!
Voltar ao Topo Ir em baixo
NPC | Setsumaru
Chunnin
Chunnin
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 120

MensagemAssunto: Re: |Rank D|- Divertindo às crianças; / Otton Touya   Seg Dez 03, 2012 5:16 pm

Pode usar esse espaço sempre que queira postar na creche, como missões extras aqui e coisas do gênero. Me responsabilizo pela correção.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Rangimaru
Gennin
Gennin
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 91

MensagemAssunto: Re: |Rank D|- Divertindo às crianças; / Otton Touya   Ter Dez 04, 2012 7:15 pm

Uma noite tranquila, na verdade tranquila até demais, o tratamento que Izumo estava fazendo em seu olho havia diminuído a dor quase que por completo, ela mantinha a parte operada parcialmente sedada, fazendo assim com que a dor não incomodasse. Touya acordou com uma sensação de alivio no corpo, ao olhar para os lados percebeu que ainda estava na sala, sentiu uma sensação de molhado sob sua coxa direita, ao olhar para baixo viu que Izumo havia adormecido sob sua perna enquanto ele tocava a sua Lira para ela na noite passada, a baba escorria lentamente pela boca dela, Touya resolveu limpar a baba dela com o seu dedo, mas ao encostar na lateral da boca dela onde escorria a baba, ela acabou virando o rosto fazendo com que o dedo dele entrasse na boca dela, a língua dela começou a se enroscar pelo seu dedo, uma leve sensação de prazer foi drasticamente transformada em uma dor terrível quando ela acordou e deu uma mordida que quase arrancou o dedo de OT, as marcas do dentes ficaram perfeitamente visíveis em seu dedo e umas gotas de sangue puderam ser vistas, ela levantou assustada e acabou batendo com a nuca no queixo de Touya que com o golpe desmaiou para trás no sofá.

– O que você tava fazendo?? – Disse a garota com os braços cruzados, em pé na frente de Touya. Devido ao golpe a sua visão estava um pouco turva e tremida, aos poucos ele recobrava a consciência, sua cabeça balançava um pouco para os lados ainda desnorteada, ele abriu a boca para tentar se explicar e meio que gaguejando disse: – N..Nem vem... Você ta-tava me babando to-todo... Ai eu fui limpar a sua baba... E você mordeu meu dedo... – A resposta foi rápida – Acho bom ter sido isso mesmo... Hnpf... –

Ainda eram duas crianças, mas a situação havia sido mais cômica do que tensa, Izumo subiu para tomar banho enquanto Touya ia para a pia da cozinha, lavava o seu rosto na água corrente, ao ver o reflexo projetado pelas partes de metal da pia pode ver Rangimaru com a mesma Lira de antes, preta envolvida por uma serpente vermelha, ainda não entendia o que essa visão queria dizer, preferiu se concentrar no café da manhã que preparava do que no reflexo de seu irmão, preparou alguns sanduiches básicos recheados com alface,tomate, maionese, presunto e queijo, cortou os sanduiches no meio e espetou uma azeitona por cima, apenas para enfeitar. Depois foi sua vez de ir ao banheiro enquanto Izumo preparava um suco de acerola com guaraná, tomaram cafés juntos e conversavam um pouco sob o que fazer hoje, Inori-san ainda não havia voltado de sua missão e nem dado nenhum tipo de noticias sob o que era essa missão, mas como ela é uma jounin qualificada e importante ninja médica, eles não temem pelo seu mal.

Resolveram treinar um pouco juntos antes de irem até a creche brincar um pouco com as crianças de lá, principalmente com o Kyo, eles foram até o lado de fora da casa onde havia um pequeno campo de treinamento um tanto quanto bagunçado, Izumo começou a pegar os pesados sacos de areia e a movê-los de um local para outro, Touya tentou a ajudar, firmou os pés no chão de frente para um dos sacos, abraçou-o com os braços e tentou levanta-lo, ele nem sequer se moveu, fez toda a sua força possível e nada, respirou fundo concentrou chakra nos seus braços e puxou o saco para cima, o levantou por cerca de cinco centímetros antes de não aguentar com o peso e soltá-lo no chão, ele não entendia como Izumo conseguia carregar eles com tanta facilidade e nem se atreveu a perguntar, a força dela era algo descomunal. Percebendo que suas tentativas eram inúteis, Touya sentou-se com as pernas cruzadas e sua lira na frente de seu corpo, Batto ficou em sua cabeça como se fosse um chapéu, o gennin fechou seus olhos e se concentrou, seus dedos começaram a brilhar em um tom de azul claro, dedilhava algumas notas sem ritmo expelindo chakra por elas, Batto ao receber essas notas balançou um pouco seu corpo como se estivesse despertando, Touya tentava se concentrar em perguntas simples enquanto dedilhava as notas, estava tentando melhorar a sua comunicação com o Batto, perguntava sob cores e quantidades de utensílios próximos a eles, a resposta era decodificada com bastante dificuldade e nem sempre era decodificada, passou o tempo todo nesse treinamento, concentrava chakra em seus próprios ouvidos para aumentar a sua percepção com as respostas de Batto.

O treinamento havia se mostrado pouco eficiente, as mensagens eram dificilmente decodificadas e algumas nem eram, mas somente o fato de se esforçarem juntos já havia aumentado o vínculo entre eles, Izumo havia terminado o seu treinamento a algum tempo e ficava sentada na frente deles apenas os admirando em se esforçar juntos. Quando Touya abriu os olhos deu um pequeno sorriso ao ver Izumo o admirando, ela se levantou e puxou seu braço indicando que deveriam ir, ele a seguiu tocando a sua Lira, alguns poucos minutos de caminhada e chegaram no destino, apenas queriam ver as crianças novamente, o proprietário disse que a babá precisaria se ausentar nessa tarde também e pediu para que eles tomassem conta das crianças nessa tarde também, devido à cara que o casal de velhinhos fizeram eles acabaram aceitando novamente. Eles foram para a sala depois do almoço das crianças, bem na hora da soneca, Touya tocou a nona sinfonina de Bethoven enquanto as crianças dormiam, Kyo grudou em seu braço e dormiu ali mesmo, algumas crianças estavam mais eufóricas do que o normal e não queriam dormir de jeito nenhum, Izumo então começou a brincar com elas com as bolas de beisebol que tinham na sala, ficavam jogando de mão em mão e quem arremessasse errado deveria ir buscar, as crianças dormiram por cerca de meia hora, quando acordaram elas pediram outra história do mesmo jeito que contaram no dia anterior.

Dessa vez foi uma história que não existiam em livros infantis, acabaram contando uma história mitológica japonesa, eles representaram a história de Amaterasu e Susano com direito a todos os efeitos visuais e sonoros, as crianças prestavam atenção fascinadas, após a história alguma delas diziam que iriam se tornar ninjas assim como Touya e Izumo, os genins deram um sorriso de satisfação duplo com essa reação das crianças. Dividiram a turma em duas equipes e arquitetaram um jogo de queimada, o jogo fora divertido, Touya lezado como sempre foi o primeiro a ser queimado pelas criançinhas e nem sequer conseguiu ‘se salvar’ e voltar ao seu campo, pouco a pouco as crianças foram indo embora, uma a uma, novamente haviam sobrado somente Touya, Izumo e Kyo na sala. Touya explicou a ele que já tinha pedido ao seu pai para iniciar o processo de adoção e que não sabia ao certo quanto tempo demorava, prometeu a ele passar ali sempre que possível para poder brincar com ele, com um sentimento de missão cumprida saiu dá-li e foi para a sua casa, levou Izumo com ele pois não se sentia confortável em deixar ela sozinha em casa enquanto Inori estivesse em missão, ao chegar lá a comida já estava pronta então simplesmente jantaram e foram deitar, enquanto estavam na cama conversavam sobre como seria cuidar de Kyo.


Voltar ao Topo Ir em baixo
NPC | Setsumaru
Chunnin
Chunnin
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 120

MensagemAssunto: Re: |Rank D|- Divertindo às crianças; / Otton Touya   Qua Dez 05, 2012 11:05 pm

AVALIAÇÃO

Novamete, uma ótima missão. Única coisa que tenho que lembrar é o fato de morcegos serem cegos e não enxergarem.

RECOMPENSAS

Batto
3 Habilidade

Otton Touya
+2 CC
+5 Culinária
+250 XP / + 300 Ryus
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: |Rank D|- Divertindo às crianças; / Otton Touya   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
|Rank D|- Divertindo às crianças; / Otton Touya
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» [VIDEO AULA] Sistema de Rank com PHP + Mysql
» Novas imagens de rank.
» Sistema de Rank Online
» Missão de rank C - Aula de Ninjutsu!
» [Missão Rank A] Estranho Dojo (Exclusivo ANBU)

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto Revo Online :: Vila da Folha :: RPG Zone :: Missões-
Ir para: