Naruto Revo Online


 
PortalInícioRegistrar-seConectar-se
Hey... quanto tempo faz que seu personagem não come? Evite as penalidades por desnutrição... visite o Ichiraku com frequência, lá seu personagem pode se recuperar em instantes !
Sempre lembre de remover itens descartáveis de suas fichas quando os mesmos forem usados. Seja honesto consigo mesmo.

Compartilhe | 
 

 Resgate e Vingança - Suzuki, Sayuri e Natsu

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2, 3  Seguinte
AutorMensagem
Dérik Kaguya
Chunnin
Chunnin
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 250

MensagemAssunto: Resgate e Vingança - Suzuki, Sayuri e Natsu   Qui Jun 14, 2012 12:50 pm

Resgate e Vingança

Suzuki e Sayuri são chamadas para a sala dos regentes. Ao chegaram lá um outro ninja aguardava, Natsu já estava a conversar com os regentes sobre algum assunto e assim que as gennins chegam eles param de falar.

Regente: -Muito bem, como já estão todos aqui já irei lhes informar sobre a missão. - Uma pausa - Um grupo de quatro ninjas desapareceu no retorno de sua missão para a vila, a missão de vocês será localizá-los resgatar aqueles que se encontrarem vivos. E aniquilar seus inimigos... Recomendo que vão até a fronteira norte do país para começar a procurar as pistas.

Um outra regente entrega um papel nas mãos de Natsu e em seguida deseja boa sorte a todos. Ali dentro se encontrava um mapa da região onde eles acreditavam estar os aliados.

Citação :
Esta Missão será no formato antigo até que consigam encontrar os aliados ou os inimigos e depois disso a missão passa pro novo formato...
Podem postar na ordem que quiserem na missão, caso isso mude serão informados.
Qual quer duvida pode vir falar comigo ou enviar MP.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Uchiha Suzuki
Gennin
Gennin
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 0

MensagemAssunto: Re: Resgate e Vingança - Suzuki, Sayuri e Natsu   Qui Jun 14, 2012 6:26 pm

Começando a missão parte 1
O sol brilhando intesamente sobre aquela linda manha silvestre, os pássaros cantavam com força sobre a grande copa da arvore de cerejeiras nada melhor do que um dia como aquele para começar uma nova missão, bem distante daqueles uchihas, ela precisava de um tempo para repensar e tomar folego para continuar seguindo em frente com sua vida.

--Vamos la—

Disse ela enquanto dava os primeios passos para a rua de sua casa e caminhava pelas ruas de chão batido, até o grande prédio vermelho com o símbolo do fogo bem a amostra, era la onde conseguiria sua missão e absolveria o máximo que pudesse ter dela para poder aplicar em algum treino maluco.

Saltou para o primeiro degrau e caminhou por entre os os vários ninjas que passavam pelos corredores, olhou por uma porta a outra, já havia estado ali, porem facilmente se perdera já que apesar de parecer ser pequeno do lado de fora, os corredores e as varias portas faziam daquele lugar um perfeito e complexo labirinto.

--Bom dia--- disse ela de forma alegre agitada como sempre, olhou para os regentes e sorriu e falou --- soube que a uma missão para mim.

O regente deu uma leve tossida e olhou seriamente para ela.

--Temos sim, mas devo advertir, é uma missão onde existe certo risco...--- ele a fitou por alguns instantes, estranhando o fato dela continuar a sorrir.

--Eu já estou morta a muito tempo... ---brincou ela.

Ele ergueu os cenhos mas por fim desistiu de entender o que aquela garota maluca pensava.

A missão de vocês sera a seguinte, ele mostrou um mapa e a missão, onde

Suzuki voltou a pensar em como poderia conclui-la com a melhor perfomace possível.

--Entendeu a missão---

---Sim—

Suzuki olhou para a equipe com que viajaria, já conhecia bem a menina que estava ao seu lado, era Sayuri, uma Uchiha que ela conhecera a pouco tempo.

---Olaaa meu nome é Suzuki prazer em conhecer--- disse ela para os dois.—e depois voltou sua atenção para o rapaz que parecia ser bem mais velho que as duas.

--Eu ainda não sei seu nome--- disse ela.

Ela saiu o prédio vermelho até a frente do mesmo acompanhando a equipe.

---Creio que devemos começar essa missão com o máximo de urgência, irei apenas pegar meus equipamentos ninjas e encontrar vocês no portão de

konoha daqui uma hora, tudo bem para vocês?--- disse ela de forma calma enquanto esperava que seus amigos dissessem algo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Natsu
Chunnin
Chunnin
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 16

MensagemAssunto: Re: Resgate e Vingança - Suzuki, Sayuri e Natsu   Qui Jun 14, 2012 8:20 pm

Acordo tranquilo, pois estava de licença e estava preste a fazer uma missão pela vila, não sabia ao certo por que estava fazendo isso, mas ordens são ordens, me levanto lavo o rosto e me equipo, coloco ate minhas proteções no braço e perna (vulgo armadura), depois disso me cobrindo com a capa. Saio andando direto para o prédio do regente, sem enrolação no caminho só vejo que o tempo estava ruim, céu limpo sem nenhum sinal de nuvens, um tempo muito desagradável para um Koori.

Chegando lá comprimento às pessoas que eu já conhecia há um bom tempo e vou direto para a sala dos regentes, assim que entro na sala os cumprimento de forma respeitosa e pergunto.

-Quais são as ordens meus senhores?

Então eles mandam chamar mais duas ninjas e me falaram todos os detalhes da missão e de que elas me acompanhariam eu não mudo minha expressão, mas por dentro já pensava “isso vai ser complicado”, aceito a missão, pego o pergaminho e saio sem falar com elas ainda. Ate que Suzuki começa a falar, fico com meu sorriso habitual e falo:

-Prazer, Natsu.

Faço um sinal com a mão e acabo mostrando minha armadura, vejo pelo olhar delas que elas ainda não haviam percebido, então continuo conversando.

Converso um pouco com elas na frente do prédio dos regentes tentando analisar se elas iriam me atrasar muito, porem não me pareceram tão mau, para não perder muito tempo depois das devidas apresentações eu falo para irmos logo ,pois a viagem seria longa eu gostaria de acabar rápido com esta missão, pensando que não me agradava nem um pouco ser seguido.

Então caminho com elas, converso somente para responder a certas perguntas que as ninjas faziam para mim, antes de podermos ir tivemos que passar na casa de Suzuki para ela se equipar, no tempo que eu esperava lá fora eu enchi meu cantil em algum lugar com agua potável. Depois dela se equipar partimos em direção ao portão principal, eu já sabia a direção que precisávamos ir para chegarmos a fronteira norte, então falo:

-Se preparem que a caminhada vai ser longa.

E faço um sorriso frio. E então partimos para a fronteira norte.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Uchiha Suzuki
Gennin
Gennin
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 0

MensagemAssunto: Re: Resgate e Vingança - Suzuki, Sayuri e Natsu   Sex Jun 15, 2012 8:19 pm

Começo da caminhada



Suzuki cortou o grande corredor de sua casa e entrou em seu quarto, colocou o espelho de deus em um lugar bem escondido e voltou a pegar os seus equipamentos, jogou sua espada para tras das costas e amarrou a fita vermelha por entre os cabelos pretos.

---Estou pronta para a viajem.—

Suzuki saltou pela janela e então correu na direção do portão central, onde os seus aliados de missão iria com ela.

--Me desculpe a demora, estava pegando meus últimos equipamentos.---

Suzuki então começou a caminhar ao lado deles em silencio, até finalmente saírem pela portão principal de onde partiriam, olhou para o rapaz de forma curiosa até que se entediasse e voltasse a olhar para a floresta.

--Você parece ser bem mais velho, quantos anos você tem? Natsu-san?---

Suzuki então deu alguns passos a frente e depois voltou a olhar para ele de forma curiosa e então continuou a segui-lo, ele estava com o mapa e sabia a localização.

--Quanto tempo até começarmos a entrar em zona de perigo?—disse ela com os olhos atentos ao que ele iria dizer.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Natsu
Chunnin
Chunnin
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 16

MensagemAssunto: Re: Resgate e Vingança - Suzuki, Sayuri e Natsu   Sab Jun 16, 2012 10:19 pm

(SK falo que tenho carta branca se preparem)

Então começamos nossa viagem eu e Suzuki, Sayuri acabou não vindo, pois achei que ela não sobreviveria, então a dispensei dessa missão. Depois de resolver este problema saímos de verdade de Konoha, e seguimos estrada. Depois de um tempo andando em silencio em paz, estava ate gostando daquela caminhada, quase todas as missões que eu fazia não podia me dar o luxo de aproveitar uma viagem tranquila, ate que ela começa a falar... e quando mulher começa a falar...

Ela perguntou a minha idade, respondo isso tranquilo:

-Dezenove.

Continuamos andando agora ela estava caminhando do meu lado em silencio, ate que do nada ela da uma corrida e fica na minha frente olhando curiosa e me pergunta quando agente ia entrar em zona de perigo.

E faço a minha expressão mais fria e falo com um sorriso no rosto:

-Você já esta, só que é tola de mais para perceber.

E saio andando com o sorriso no rosto.

Depois disso penso que ela ficaria calada então...

Andamos bastante ate que começou a escurecer, vendo que não valeria a pena continuar a caminhada de noite eu decido montar acampamento. Procuro um lugar sossegado na floresta para poder me deitar, depois de tomar um pouco de minha agua, acho uma arvore alta onde poderia dormir lá no alto, sem ser incomodado por nenhum animal, então falo:

-Suba nessa arvore e fique aqui me esperando. Vou buscar algo para comer.

E deixo-a lá, marco o lugar da arvore e saio para caçar minha janta, e uso disso para minha distração.

Fico um bom tempo procurando algum sinal ou movimento para que eu possa atacar, ate encontrar alguns coelhos que estavam passando entre os arbustos, na corrida deles vejo os se mexendo então pego duas kunais, uma para cada um e espero em silencio sabia que eles estavam ali então era só questão de paciência para pega-los, penso melhor e então jogo uma pedra lá para fazer eles saírem dos arbustos, depois de eu ter tacado a pedra eu acerto um e depois o outro que tentara fugir com as duas kunais,depois desta caçada eu volto para a arvore e assobio para chamar a atenção dela, e falo:

-Bom eu peguei a janta então busque os gravetos para a fogueira.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Uchiha Suzuki
Gennin
Gennin
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 0

MensagemAssunto: Re: Resgate e Vingança - Suzuki, Sayuri e Natsu   Sab Jun 16, 2012 11:06 pm

--Você já esta, mas é tola de mais para perceber---

Suzuki faz uma careta estranha com o rosto, e depois começa a rir e voltou a caminhar do seu lado como se não importasse muito com suas palavras que para ela soram ameaçadoras.

--eu estou em perigo em casa, e nas missões, isso não é surpresa--- continua ela enquanto caminha.

O sol claro e forte dava uma bela vista do nosso caminho, o verde das matas e o cantar dos pássaros, tudo aquilo poderia ser ouvido por causa do silencio ininterrupto dos dois, Suzuki não se sentia desconfortável ao lado de natsu, ele ea um pouco sombrio e seu sarcasmo era algo difícil de não ser percebido, porem, de sarcasmo e gente fria, já existia de montes dentro dos uchihas, por isso talvez ela não se sentisse ameaçada por aquela aurea que emanava de seu companheiro.

O passo dos dois continuaram até o sol desaparecesse por entre as montanhas distantes um lindo por do sol podia ser visto de onde eles estavam, e seus passos foram se tornando cada vez mais distantes das estradas para o meio do matagal.

Ele não precisou falar muita coisa para poder perceber que nós acamparíamos ali.

----Suba nessa arvore e fique aqui me esperando. Vou buscar algo para comer.---

Suzuki levantou o cenho e bateu com o peito orgulhosamente.

--Se quiser posso te ajudar, fui a única do meu grupo na escola a conseguir
passar no teste de sobrevivência iniciante--- disse com sorriso, mas pelo jeito fora ignorada pelo seu superior que simplesmente desapareceu na mata.

--Droga---

Suzuki saltou para a arvore da qual fora indicado, havia tido uma ordem para que ela ficasse ali naquela arvore, mas ninguém realmente disse para que ela não fizesse nada, por isso procurou alguns ninhos de aves onde conseguiu alguns ovos que seriam uma boa fonte de alimento, por sorte era uma arvore grande onde ela facilmente encontrou no topo quatro pequenos ovos.
ela então esperou até que escutou um barulho estranho vindo de uma região, o som de quebrar de galhos, sacou uma kunai e ficou esperando, até que por de tras de uma arvore natsu simplesmente surge.

---Era você...--- disse ela enquanto guardava a kunai de volta no bolso.

----Bom eu peguei a janta então busque os gravetos para a fogueira.---

Nada melhor do que poder sair de cima daquela arvore.

--Encontrei alguns ovo... acho que poderão servir---

Suzuki colocou os ovos que havia encontrado perto da arvore enquanto andava alguns metros ao redor a procura de gravetos secos, o que não fora difícil de encontrar já que aquela parte da floresta parecia ser bem mais antiga que as que ela havia passado o que facilitou i encontro de gravetos, juntou o máximo numero deles, indo e voltando para que ela pudesse se certificar que havia trazido um numero suficiente para uma pequena fogueira.

--Pronto--- Suzuki sorria para ele enquanto fazia um sinal de V com uma das mãos.

Já havia feito uma fogueira em seu treinamento básico na academia e sem ter que esperar uma ordem para isso e nem desejar ser um peso morto para o grupo, ela pegou as varetas e as posicionou perfeitamente para que elas fiquem perfeitamente sobrepostas pegou uma vareta e uma madeira mas grossa e começou a frexionalos até que finalmente começou a ter indicio de que havia dado certo e as chamas começaram a queimar vagarosamente.

---Finalmente.—

Suzuki olhou para o chuunin com seus olhos negros e curiosos voltou a observar o rosto do rapaz, possuía poucas marcas de expressões e seu sorriso era o que Suzuki podia considerar como sendo o mais “estranho” que ela já vira.

---Sera bom se nada de muito ruim tiver acontecido ao grupo não é?---

Citação :
Disse carta branca sobre postar na frente da sayuri õ.õ
Voltar ao Topo Ir em baixo
Natsu
Chunnin
Chunnin
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 16

MensagemAssunto: Re: Resgate e Vingança - Suzuki, Sayuri e Natsu   Dom Jun 17, 2012 1:19 am

Depois de falar para ela ir atrás de gravetos, ela sai sem nem relutar a caça de gravetos, e eu já com os coelhos me sento na base da arvore e fico esperando, e me surge o pensamento “será que a cabeça oca sabe voltar aqui...”, deixo isso pra lá, qualquer coisa eu acabaria encontrando ela mais tarde.

Passado um tempo eu estava atento ao que se passava ao meu redor, por estar começando a ficar a noite, ate que ouço um barulho de algo se aproximando, coloco minha mão sobre a bolsa de armas, ate que ela aparece com os gravetos, deixei que ela se virasse, assim sendo ela fez a fogueira, depois que ela fez a fogueira eu peguei dois gravetos e empalei os coelhos depois os colocando para assar, ela fez algo com os ovos, mas como era ovos de pássaros pequenos deixei para ela, pois não daria para uma criança comer aquilo. Depois de um tempo vendo a fogueira, percebo que os coelhos estavam prontos entrego o dela e como o meu, assim após meu jantar eu combino com ela um esquema de guarda, dividi a noite em dois turnos e que eu começaria, então ela poderia descansar, falo para ela dormir enquanto eu fico de vigia.

Bom então começava meu turno, eu estava atento, mas tranquilo a região que estávamos não era muito habitada, então muito dos barulhos eram de animais, que passavam sem interesse, vendo que estava tranquilo eu decido brincar com minhas seibons, eu começo fazendo as, e fico arremessando na arvore da frente, fico fazendo isso por um bom tempo ate cansar, então decido parar, pois já tinha ficado chato ficar jogando seibons de gelo na parede, e começo a analisar minha armadura, estavam perdendo o corte as partes afiadas e pontiagudas, então decido fazer os reparos nela, me concentro um pouco sem tirar ela, pois seria mais fácil canalizar o chakra de dentro do meu corpo para a armadura toda, assim moldando meu cristal de gelo, faço isso sem nenhum problema, a manutenção foi feita, estava perfeita como no dia que foi feito, então fico de vigia o resto do meu turno, depois de acabar os reparos estava prestes a acabar meu turno, penso que era melhor sumir com as seibons, então as derreto coloco a mão na arvore em que estava as seibons e as derreto.

Acordo a para o turno dela, e então me encosto e coloco o capuz da capa, assim que faço isso eu falo:

-Vou descansar... Não deixa nada me incomodar.

E durmo com uma mão em uma kunai.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Uchiha Suzuki
Gennin
Gennin
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 0

MensagemAssunto: Re: Resgate e Vingança - Suzuki, Sayuri e Natsu   Dom Jun 17, 2012 3:00 am

Deveria ser umas tres horas da manha quando Suzuki alguém lhe chamar, ela estava em cima de uma das arvores e demorou um pouco para ficar realmente desperta, seus olhos negros estavam avoados como sempre e ela coçava os olhos e bocejava.

--È minha hora né, que pena eu estava sonhando com uma montanha de pudim...---

Suzuki bocejou pela ultima vez antes de ouvir o rapaz dizer para ela que ele não queria ser incomodado por qualquer motivo desnecessário, Suzuki suspirou e olhou para a lua no ceu, estava perfeito, por sorte era verão no pais do fogo, uma época maravilhosa para se passar o tempo fora de casa, ouvindo os mais variados tipo de sons da floresta, a cigarra cantando alto sobre as arvores, os sons dos morcegos comendo frutas próximas dali, tudo aquilo era mais do que o suficiente para entreter a cabeça avoada de Suzuki por boas horas, até que finalmente ela teve uma ideia, pegou seus equipamentos e começou a afia-los e a poli-los nada melhor do que uma hora como aquela para verificar se a lamina de sua espada estava boa no corte e com um movimento rápido ela cortou uma folha que descia da arvore.

Orgulhosa ela voltou a guardar a espada, não queria incomodar ele e priva-lo de seu sono, por isso se manteve calada até que finalmente os primeiros raios de sol começou a aparecer, fora quando Suzuki teve aquele breve sentimento estranho dentro de si, algo rápido e passageiro, aquela breve sensação de estar sendo observada, e como já estava raiando o dia ela chamou pelo seu companheiro.

--Ei, Natsu-san, já esta na hora de acordar...---

Aquele sentimento havia passado possivelmente era apenas o seu medo falando alto.

---O sol esta raiando... e já tem uma boa iluminação para continuarmos indo em frente...—

Suzuki guardou seus equipamentos e olhou para ele por alguns instantes, mas decidiu se manter calada sobre aquela breve sensação, não queria fazer alardes sem motivos.

O caminho depois daquilo se manteve extremamente quieto, Suzuki continuava calada até que finalmente ela hesitante falou.

---Hoje de manha... quando te chamei... por um breve momento me senti incomodada...--- ela parou e voltou a falar--- não é como se estivesse alguém por perto, mas senti como se alguém estivesse nos observando... ---

Suzuki voltou a ficar quieta enquanto colocava suas mãos sobre o bolso da camiseta e esperava uma resposta de natsu, se sentia levemente aflita por não ter contado antes.

--Mas provavelmente eu fiquei com medo de suas palavras ontem... você soou bem sombrio quando disse que eu já estava em perigo sabia--- disse ela tentando quebrar um pouco o clima, antes de voltar a caminhar completamente em silencio.

Passou cerca de metade do dia de caminhada em meio a floresta, Suzuki estava completamente perdida e provavelmente se não fosse por estar ao lado de natsu ela provavelmente nunca voltaria para a casa no meio daquela floresta.
Fora quando ela escutou um som vindo na direção deles, um animal talvez mas a cada segundo que se passava se aproximava cada vez mais dos dois.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Natsu
Chunnin
Chunnin
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 16

MensagemAssunto: Re: Resgate e Vingança - Suzuki, Sayuri e Natsu   Dom Jun 17, 2012 11:48 am

Tiro meu cochilo com direito ate sonho, porem era o mesmo sonho de antes uma cabana pegando fogo e gente correndo com uma armadura parecida com a minha só que completa, consegui ver pela primeira vez nítido no sonho o símbolo de lobo feito no cristal, e então sou acordado. Consegui restabelecer minhas forças para caminhar tranquilamente. Ela fala do dia já ter raiado que conseguiríamos caminhar, então eu olho para o céu e vejo umas nuvens de chuva, fico mais contente com o a mudança do tempo, porém percebo que pela voz que ela tinha feito algo ou teria acontecido ou prestes a acontecer, preferi a deixar falar por si própria quando estivesse preparada para contar o que se passava.

Então continuamos nossa caminhada pela floresta, ate que sinto alguma coisa ou algo nos seguindo, pois do nada ficou em silencio a floresta, de começo penso que é um genjutsu, mas não tinha certeza para falar se era ou não então continuo andando, somente faço uns selos por debaixo de minha capa e continuamos andando. Depois de um tempo caminhando ela começa a falar o que afligia ela de manhã, me conta de sentir algo nos observando, “então ela não vai ser tão inútil assim pelo visto”, penso isso depois de ela me contar, logo falo:

-Acho que teremos um imprevisto no caminho.

Fico com meu sorriso, depois que ouço barulho de algo se aproximando, agora já tinha certeza não era um genjutsu, talvez um bando de bandidos ou algo do gênero, e o barulho continua se aproximando, agora conseguia ouvir claramente vinha três de frente da agente, quatro pelas nossas costas, três pela direita e dois pela esquerda, ate que eles aparecem.

Eles já chegam berrando para nos entregarmos as armas e todo o dinheiro que tínhamos, eles estavam dando a opção de nos entregarmos nossas armas ou eles retirarem a forca nossas armas, que de um jeito ou de outro acabaríamos mortos, olho bem para eles e reconheço um da frente, a cabeça dele estava de prêmio, era um bandido, já penso credito extra.

Sem nem pensar duas vezes faço dois clones da sombra jogo para eles uma kunai para cada e mando um para direita e outra para esquerda assim falo para ela:

-Cuide dos que estão nas nossas costas. Não me desaponte.

E corro em direção do líder com os outros dois capangas, então começamos a lutar, eu antes de chegar perto deles tiro duas kunais para a luta, e deixo o primeiro vir, ele estava com uma machete ele veio seco me cortar com um corte vindo do alto para baixo, simplesmente levanto meu braço e paro a espada dele na minha armadura do braço esquerdo, e já lhe enfio uma kunai no pescoço e retiro sem deixar ele cair, e vou para o próximo que estava com aqueles garfos de pegar feno, ele vem querendo enfincar isso em mim, antes de ele conseguir chegar perto eu já havia arremessado as duas kunais, as duas acertaram a garganta dele, e ele cai vindo para cima de mim, e então falo:

-Bom agora é eu e você Fujiwara.

Assim que falo isso meu clone já havia matado os dois da direita, e o que foi pela esquerda conseguiu matar somente um, pois um dos bandidos tinha arco e flecha, então o da direita vê isso e vai atacar os da esquerda, ele corria em meio as arvores para desviar das flechas, então achou a kunai que meu outro clone havia derrubado, ele pega rápido e arremessa uma no outro cara que estava com uma corrente e outra no arqueiro, e continua correndo em direção do arqueiro, o que estava com a corrente morreu com kunai o arqueiro conseguiu desviar, mas estava perdido depois de desviar da kunai, ele havia perdido o alvo, ate que meu clone sai de trás de uma das arvores que ele havia conseguido chegar em sua corrida, o arqueiro não conseguiu ter nenhuma reação pois foi muito rápido para ele sacar uma flecha, então meu clone vai dando socos nele com as laminas da armadura, ate ele morrer. Depois que ele termina com os bandidos ele recupera as kunais e vai ir me ajudar porem eu já havia finalizado Fujiwara, ele possui uma katana bela, ele veio cortar-me, assim que ele consegue eu me transformo em um toco, uso toda minha velocidade para aparecer atrás dele, assim quebro o pescoço dele.

-Como será que a outra esta.

Falo isso enquanto meu clone entregava todas as kunais que eu havia usado, e que eu dera aos clones para mim. Depois que ele me entrega vejo se ela estava precisando de ajuda.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Uchiha Suzuki
Gennin
Gennin
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 0

MensagemAssunto: Re: Resgate e Vingança - Suzuki, Sayuri e Natsu   Dom Jun 17, 2012 2:27 pm

-Acho que teremos um imprevisto no caminho.—

Suzuki já havia ouvido, mas não fizera nenhum sinal de hostilidade, continuou a caminhar normalmente até que os inimigos aparecessem, ao total eram dez, possuíam os mais variados tipos de armas e possivelmente era um grupo já acostumado com roubos.

--ESCUTEM MOLEQUES, AQUI QUEM FALA É FUJIWARA, SE VOCÊS ENTREGAREM SUAS ARMAS E FICAREM QUIETINHOS NÓS ATÉ PODEREMOS DEIXAR VOCÊS IREM...---

Suzuki sorriu gentilmente, talvez aquela fosse sua característica mais peculiar, não importa em que condições ela se encontrava, ou como se encontrava, ela sempre mantinha aquele sorriso nos lábios, quase como se estivesse debochando do adversário, ela permaneceu quieta, até que falou.

---Moleques, me desculpe mais eu sou uma menina...--- Disse Suzuki.

--Pare de zombar comigo e entregue logo as armas, ou sera que você quer morrer aqui mesmo?---

Seu sorriso ainda permanecia no rosto, enquanto ela ouvia seu companheiro dizer que os quatro em suas costas eram dela, uma pena porque ela queria ao menos cinco para ela, mas se sentia feliz, ele estava demonstrando que tinha certa confiança nela, o que já era uma coisa boa para Suzuki.

Ela esperou que ele começasse o primeiro movimento, antes de correr na direção dos quatro a sua frente, eles estavam separados perfeitamente, haviam três logo a frente e um escondido atrás de uma arvore, possivelmente para que o alvo fosse pego em uma armadilha enquanto atacava.

Os olhos vermelhos, e aquela intensão de eliminar o adversário enquanto sorria,
Suzuki sempre fora assim, o primeiro inimigo carregava uma maça gigantesca e ameaçadora nas mãos, ele era gordo e possuía cerca de dois metros e vinte, uma altura extremamente alta para a pequena Suzuki que não possuía se quer um metro e meio, o primeiro movimento fora simples, ele chacoalhou a maça com violência em um golpe vertical, e Suzuki girou o corpo e saltou enquanto sacava a kunai e atingia um dos olhos do adversário, ele urrou de dor e a raiva parece ter subido a cabeça já que seu próximo golpe fora com muita mais intensidade na horinzontal, Suzuki se abaixou e então com a agilidade e destreza que ela possuía e usando o braço do adversário como escada ela saltou para cima e então inficou a kunai sobre o crânio dele atingindo diretamente o seu cérebro.

Aquilo fora suficiente para que o segundo recuasse por uns instantes, enquanto algumas gotas de sangue ainda respingavam sobre o rosto de Suzuki.

---Não... não.... e possível.—

Suzuki sorriu para ele, talvez o medo o havia atingido, pois ficou paralisado e apenas movimentou a espada de uma lado para o outro.

--Não se aproxime, seu monstro...---

Os olhos vermelhos possivelmente foram as duas ultimas coisa que ele viu antes que ela desviasse de sua espada com um movimento ágil ela sacou a espada e se defendeu do golpe, e logo em seguida atravessou o pescoço do mesmo com uma shuriken.

O terceiro já possuía certa habilidade já que também havia sacado uma kunai e se defendido, enquanto o quarto surgia por de tras dele, tentando encontrar uma abertura para atingi-la com uma lança.

--Não existem aberturas para os usuários do sharingan--- pensou Suzuki enquanto a lança passava a poucos milímetros de seu corpo e ela girava sobre a mesma atingindo seu coração com a kunai, o terceiro havia voltado, e agora era um combate de kunais, suzuzki se defendeu o primeiro golpe, a diferença de força entre os dois era enorme, por sorte sua agilidade era incomparável e quando ele levantou o braço ela cortou o com a lamina onde jorrou sangue.

---Não é apenas o coração e o pescoço que são partes passiveis de morte,
lembre-se disso na próxima vida...---

Ela guardou limpou a lamina enquanto via que seu companheiro havia terminado do outro lado, sorrindo e com os olhos voltando a coloração normal ela disse.

--Terminei Natsu-san---

Ela pegou sua kunai devolta e a limpou guardando a na sua bolsa ninja esperando para ver por qual caminho eles percorreriam.

--Por onde era mesmo o caminho... era por ali... ou por aqui... ou por la... ahhh, esse lugar me confundi--- Disse ela enquanto se virava para tras e batia a cara de frente com uma arvore.

--Isso doeu--- disse enquanto massagiava o nariz vermelho.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Resgate e Vingança - Suzuki, Sayuri e Natsu   Dom Jun 17, 2012 4:11 pm

-- Pois é, uma missão. --

A garota chegava no local para encontrar os membros que também iriam, lá na sala do Hokage lá estavam todos eles.

-- Prazer, Sayuri. Podem me chamar de Sa, ou Sasa. --

A garota ficou cautelosamente parada entendendo o que teriam de fazer.

Regente: -Muito bem, como já estão todos aqui já irei lhes informar sobre a missão. - Uma pausa -
Um grupo de quatro ninjas desapareceu no retorno de sua missão para a
vila, a missão de vocês será localizá-los resgatar aqueles que se
encontrarem vivos. E aniquilar seus inimigos... Recomendo que vão até a
fronteira norte do país para começar a procurar as pistas.

O lider por que diabos vai saber o motivo, expulsou a Uchiha da missão, mas inconformada a garota corre em direção a Fronteira Norte do País, onde possívelmente encontraria-os.

-- Tenho que encontra-los. --

O dia estava prestes a terminar, e a garota caminhava já cansada, mas atenta para ver se encontrava ambos.

-- Onde será que se meteram? Creio que logo estarão indo se acolher, devido o dia já estar escurecendo por completo. Portanto tenho que ver as pegadas que haveram pelo caminho, ou, tentar encontra-los antes que ambos se acolham. --

Sayuri desesperada, tentava encontrar ambos que de certo modo, já estariam bem a frente.

Já era de madrugada, a garota já exausta e com muito sono, andava balanciando de um lado para o outro, mas uma esperança surge quando mais esperava.

-- Finalmente! --

Via uma Gennin em finalização de uma luta e se via um Chunnin também em finalização de luta.

-- Finalmente achei-os! Er ... eu sei não deveria estar aqui, mas eu não achei justo me expulsarem da onde fui convocada, cujo fui convocada pelo Hokage. Eu não vou voltar isto tudo que andei sem poder participar, sendo assim quer queiram ou não, irei ficar com vocês e ajudarei encontrar os ninjas desaparecidos. -- - Murmurou a garota, trincando seus punhos e olhando torto para todos.

Sayuri em posição de luta com uma kunai já sacada, aguardava a resposta e se preparava para alguma luta que haveria de ter por ali, seja lá com qual inimigo que aparece-se no local, a fúria da garota já estava contida, nada mais poderia acalma-la a não ser o encontro dos ninjas desaparecidos e talvez, convencer os shinobis de seu grupo, permitirem sua entrada novamente na missão.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Natsu
Chunnin
Chunnin
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 16

MensagemAssunto: Re: Resgate e Vingança - Suzuki, Sayuri e Natsu   Dom Jun 17, 2012 6:25 pm


Assim que meu clone pergunta como a outra estava vejo que estava terminando também, não que isso fosse me surpreender, depois que meu clone me entregou as coisas eu o desfaço, defeito o clone eu pego a katana do inimigo e corto a cabeça de Fujiwara, agora com a cabeça dele eu primeiro congelo ela em um cubo de gelo, depois coloco mais chakra para transformar em cristal, transformado eu enrolo isso em minha capa como se fosse um grande bento, assim vejo a cabeça oca já perdida de não achar a direção, ate que bate de cara na arvore, fazendo eu perder todas as esperanças de me ser útil.

Depois dessa cena somos interrompidos pela Uchiha que eu havia dispensado, ela chega ainda tentando por ordem, na situação, solto uma risada e falo:

-Bom se você conseguiu chegar aqui não vou te mandar em bora, mas se você morrer ou eu te matar não me culpe.

Depois disso jogo a cabeça cristalizada enrolada em minha capa e falo:

-Então faca algo de útil e não perca isso.

Depois de ter desfeito meu clone descobri que tinha um arco com algumas flechas, hora que vou ver ele só tinha as flechas que ele havia usado que elas eram muito vagabundas a ponto de quebrarem depois de arrancada das arvore, então só pego o arco e coloco em minhas costas e já imagino “vou aprender a fazer flechas... coisa nada complicada” então falo:

-Seguiremos viagem, deixe que os mortos enterrem seus mortos.

E continuamos seguindo, eu rezando que ficassem em silencio, porem mulheres são mulheres...

Depois de uma longa caminha com elas tagarelando o dia começou a escurecer, faço o mesmo esquema que da ultima noite, procuro uma arvore grande. Assim que consigo encontrar paramos e eu falo para elas ficarem aqui, que eu ira conseguir o janta, peço a katana da Uchiha e falo:

-Dessa vez vou trazer um javali, não saiam daqui.

Marco o lugar novamente, e saio com a katana, havia visto uma trilha de javali, não demorou muito para ouvir grunhidos do javali, então subo nas arvore com meu kinobiri e começo a me aproximar em silencio. Ate que o vejo, ele não era muito grande mais ira nos alimentar muito bem, de cima das arvore sem ele me ver eu pulo enfincando a katana em suas costas, pelo visto havia acertado a coluna dele, ele ainda estava vivo só que não conseguia se mexer então enfio pela barriga a katana acertando o coração. Depois disso volto com o animal nas costas.

Chegando lá eu falo:

-Bom já sabe o que fazer.

Depois de dizer isso devolvo a katana para ela, checo se meu pacote ainda estava com a Sayuri, estava lá, então eu a mando ir junto também ajudar a Suzuki, sento-me com o pacote do meu lado esperando elas voltarem.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Uchiha Suzuki
Gennin
Gennin
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 0

MensagemAssunto: Re: Resgate e Vingança - Suzuki, Sayuri e Natsu   Dom Jun 17, 2012 7:49 pm

Sayuri havia surgido do nada, o que surpreendeu um pouco Suzuki, não que ela não soubesse que a Uchiha era persistente, só não imaginava que fosse tanto assim, pegou sua espada e limpou novamente enquanto via o jovem cristalizar a cabeça do homem, o que foi o fato mais do que incrível para ela.

---Incrivel... natsu... no verão... já sei onde conseguir minhas raspadinhas de
gelo...----

Era a primeira vez que Suzuki via ele fazendo aquilo, e como só recebera o primeiro nome dele ,não sabia que ele era o koori, foi quando ele jogou a cabeça para Sayuri e sorriu sarcasticamente, ele era um cara realmente sombrio, ou pelo menos era isso que Suzuki imaginara dele.

---Você vai mesmo levar essa coisa por toda a missão?---disse ela apontando para o saco e voltando a se silenciar após ver que estava na mão de Sayuri, por sorte não era em suas mãos, se não provavelmente ela já o teria arremeçado a quilômetros de distancia.

Eles voltaram a caminhar, estranhamente o silencio predominou, Suzuki nunca conseguiu ser cordial com outro Uchiha, talvez fosse porque ela sempre fora maltrada pelos mesmos e quase sempre encontrava apoio com outros clãs mais amigáveis ou com pessoas que ela nunca imaginaria se tornar amiga.

Eles caminharam até que o sol começou a desaparecer por entre as arvores e a floresta se tornava cada vez mais escura, um lugar ideal para o descanso pessoal, próximo a uma arvore grande que nos daria vantagem contra qualquer ataque surpresa, e uma boa vista da área caso houvesse necessidade de procurar por uma vila ou civilização próxima.

--Ei Suzuki me empreste sua katana—

Suzuki olhou para o koori que estava a poucos metros dela, ela tinha um ciúmes tremendo por aquele instrumento de trabalho, fora um presente que ganhou, então, hesitante ela entregou para ele sua arma, foi quando ele disse que iria caçar um javali ou algo assim, desaparecendo do nada no meio da floresta.

--Bem acho que vou fazer o que sempre fiz...---

Ela caminhou até a área próxima e começou a pegar alguns gravetos e madeiras que estavam por ali, não queria conversar com a Uchiha, tinha receio, e de certa forma medo de que ela fosse algum parente de seu avo, e encontrou alguns frutos silvestres, umas mangas e cerejas, seria uma boa para aliviar o
estomago depois de uma boa carne de porco.

----Estou de volta--- disse ela enquanto colocava a lenha de um lado e a juntava para formar uma fogueira usando do mesmo procedimento de antes.

---Ei Natsu-kun a quanto tempo faz que você é chuunin?---

Ela volta a ficar quieta, e esperou que ele responde-se a pergunta, se caso não ela apenas continuaria a fazer o que estava fazendo.

Anoiteceu mais rápido do que Suzuki imaginava, ela iria pegar o primeiro turno da vigília enquanto os outros dois iriam dividir o próximo turno, Suzuki olhou para as estrelas, conhecia pouco sobre constelações, por isso, do topo da arvore ela apenas brincava de que estava criando novas constelações nos céus, até se cansar e voltar a afiar seus instrumentos de corte, olhar para a espada e afiala até que ela se sentisse realmente satisfeita com o resultado, e assim parte da noite se passou.

---Natsu-san, acorde, esta na hora do seu turno--- Falou Suzuki enquanto chamava seu companheiro.

Após chama-lo e ver que ele estava desperto Suzuki deita-se em um dos troncos daquela arvore, um lugar até que aconchegante.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Natsu
Chunnin
Chunnin
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 16

MensagemAssunto: Re: Resgate e Vingança - Suzuki, Sayuri e Natsu   Seg Jun 18, 2012 9:30 am

Depois de eu ter congelado a cabeça do bandido que estava premio Suzuki me pergunta se eu levaria isso pela viagem toda eu respondo:

-Sim... E se isso sumir eu mato vocês duas de forma lenta e dolorosa... Então vocês já sabem.

Depois de responder isso, e a outra aparecer, caminhamos ate a arvore, onde já havíamos chegado há um tempo, eu fizera como da outra vez, e fora caçar nossa comida, depois que eu tinha voltado com o javali eu as mando irem fazer a fogueira, então foram procurar os graveto e eu estava esperando elas voltarem, depois de um tempo esperando Suzuki voltou com os gravetos e assim montou a fogueira. Assim que ela terminou de montar a fogueira eu tirei as partes boas do porco para comer e coloquei para assar em uns espetos improvisados, enquanto comíamos Suzuki me perguntou a quanto tempo que eu era Chunnin, respondo:

-Faz um bom tempo, que eu ate não me lembro.

Depois de dizer isto terminamos nosso jantar, assim que terminamos Suzuki se oferece para ficar primeiro de vigia, eu deixo, estava com vontade de tirar um cochilo depois de comer este javali, então durmo deixando a de guarda.

Depois de um tempo ela me chama para ficar de guardo, me levanto, e tomo o resto da minha agua, eu congelo a humidade do ar dentro do meu cantil para enchê-lo com gelo, fico um pequeno tempo fazendo isso, pois a umidade do ar da floresta é bem alta, então quase que encho meu cantil de gelo, após fazer isso o deixo de lado para descongelar, não estava com cede mesmo, seria bom tomar uma agua gelada mais tarde. Depois de fazer isso começo a pensar em fazer um jutsu para criação de flechas de gelo, o que seria bem útil se eu mantivesse o arco, e fico pensando em como cria-lo ate que eu tenho uma ideia, mas prefiro guarda-la para um treino, assim volto a jogar seibons de gelo na arvore, enquanto não termina meu turno, ate que fico entediado, mas ai já estava chegando a hora de chamar a Sayuri para tomar conta, tomo um pouco do que derreteu do meu cantil, e acordo ela para sua vez de ficar de guarda, assim que acordo ela eu falo:

-Qualquer coisa me acorde... Mas só se for algo importante.

E durmo a deixando de guarda.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Uchiha Suzuki
Gennin
Gennin
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 0

MensagemAssunto: Re: Resgate e Vingança - Suzuki, Sayuri e Natsu   Ter Jun 19, 2012 6:27 pm

Caminhar ao lado de Natsu não era tão ruim quanto as pessoas imaginavam, ele era um cara quieto de olhos fechados e de sorriso amedrontador, ele era o típico homem que não demonstrava muitos sentimentos ou melhor para Suzuki ele parecia uma enorme rocha de gelo com um sorriso estranho no rosto e carregando uma enorme sacola congelada em uma das mãos, saco que na verdade carregava uma cabeça humana, Suzuki voltou a olhar para ele, e de novo para o embrulho congelado.

--Natsu sensei sabia que normalmente as pessoas não saem por ai carregando cabeças de outras pessoas?--- Suzuki voltou a caminhar jogando parte dos seus cabelos negros para tras e batendo de frente com outra arvore.

---Isso é conspiração... como pode uma arvore surgir do nada assim---
Disse Suzuki enquanto voltava a massagear o nariz e a ver o galo criar na cabeça.

Suzuki nunca fora uma pessoa centrada, principalmente quando podia conversar o quanto quisesse, ainda mais quando o seu companheiro não a mandava calar a boca.

--Ei natsu sensei, quanto tempo ainda temos até encontrarmos alguma ação, to me sentindo em um tour pelas fronteiras do pais do fogo.

Suzuki continuou a caminhar e a falar sozinha, e aos poucos o matagal fora se tornando em um campo de arroz.

---Que lindo, ei natsu sensei? A um vilarejo aqui por perto não é?---

Suzuki procurou com os olhos para ver se encontrava o vilarejo a distancia, porem a única coisa que pode ver mais a frente depois de um pequeno matagal um grande acumulo de fumaça.

---Sensei? Aquilo ali não é normal é?--- disse ela enquanto seus olhos via a fumaça negra subir pelo ceu azul.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Natsu
Chunnin
Chunnin
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 16

MensagemAssunto: Re: Resgate e Vingança - Suzuki, Sayuri e Natsu   Qua Jun 20, 2012 10:55 pm

Depois de dormirmos, voltamos a caminhar o tempo estava totalmente nublado, o que me deixava de ótimo humor, tornando minha caminhada mais agradável e motivadora, quando no caminho Suzuki volta a conversar, ela fala sobre a cabeça no saco então respondo:

-Estou com uma mão livre, acho que consigo carregar mais uma cabeça.

E continuo andando de tranquilamente, ate que ela bate de cara em outra arvore, “ela só pode estar de sacanagem”, e volto a caminhar, enquanto ouço-a resmungando, mas relevo por motivos óbvios, então voltamos a andar tranquilamente ate que ela pergunta quanto tempo para encontrarmos mais ação, eu respondo:

-Acho que um tempo, não certo, se continuarmos neste passo um dia de caminhada, provavelmente, então se mantermos este ritmo chegamos à fronteira ainda hoje.

Assim que falo isso estávamos chegando ao topo de uma clareira, quando avistamos o vilarejo antes da fronteira, logo percebo que a fronteira é a próxima vila, vejo os campos de arroz, e logo ao pé da outra montanha a fumaça vindo das minas de carvão, Suzuki para varia se impressiona com pouca coisa, fala dos campos de arroz e fica em silencio por um tempo ate perguntar se aquela fumaça era normal, respondo:

-Sim, são das minas de carvão logo ao pé daquela montanha.

Continuamos caminhando ate chegarmos à vila, chegando lá falo para Sayuri:

-Sayuri, tenho uma missão especial para você.

Ela me olha de um jeito estranho, não sabia se estava desconfiada ou contente, logo já emendo dizendo bem baixinho:

-Preciso que você fique nesse vilarejo, eu sei que você gostaria de continuar com agente, mas se os bandidos que agente vai enfrentar por lá eu não sei se vou aguentar então eu preciso que alguém fique nesse vilarejo.

Dou uma pausa e continuo, continuo.

-Pois eles não podem atravessar a fronteira, eles só têm uma opção correr para o sul, que vai dar nesta vila, eu preciso que alguém de confiança fique por aqui para surpreende-los, por isto te deixo essa tarefa.

Ela concorda, mesmo não querendo, então falo mais algo para encoraja-la.

-Ótimo então espero que você não me decepcione.

Depois dessa pausa no vilarejo sigo viagem para a fronteira com Sayuri, o que não leva muito tempo, mais umas quatro horas de caminhada tranquila sem nada de mais pelo caminho, chegando lá já era umas quatro da tarde mais o menos, viro para ela e digo:

-Bom chegamos, na cidade da fronteira norte, já deve ser umas quatro e pouco acho melhor começar a investigação amanha, se bem que eu gosto de trabalhar de noite.

Dou uma pausa e olho para ela:

-Que tal descansarmos agora para trabalharmos de noite, não gosto de trabalhar com pessoas conseguindo me ver.

E espero a resposta dela para ver o que faríamos mesmo eu já decidido começar assim que anoitecesse.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Resgate e Vingança - Suzuki, Sayuri e Natsu   Qui Jun 21, 2012 12:08 am

Sayuri permanecia séria naquele momento, pois nunca gostou que ninguem ordena-se o que ela deveria ou não fazer. Naquele momento, uma fúria era vinda de seus olhos.

-- Saíba de uma coisa seu Natsu, eu confio em mim e em meu potencial. E vou continuar com vocês, quer queiram ou não. --

A garota naquele momento, fechava seus punhos e gritava bem alto.

-- Quem você pensa que é heim? Por acaso pensa que é meu pai? Eu sou uma Gennin recém de fato, mas isso não interessa para quem tem seus desejos e potencial. Você não poderá mudar minha opinião. Se eu fui convidada à está missão, eu ficarei nela e seguirei junto ao time. --

A garota fincava seus punhos no chão e algumas lágrimas desciam em seu rosto.

-- Você me magoou, mas isto não mudará minha opinião. Irei com vocês! --

O trio segue em frente, havia um rumo à ser tomado. Chega de histórias e de choro, Sayuri apenas queria continuar a missão. Era mais ou menos quatro horas da tarde e o trio chega na fronteira norte do pais.

Quando o líder exclama que deveríamos descansar. Sayuri balança sua cabeça para cima e para baixo, confirmando as palavras de Natsu.

-- Sim, deveríamos. Mas como eu estou menos cansada, peço que vocês dois descansem que eu tomarei conta. -- - Murmurou a garota sacando uma kunai.

Sayuri posicionava na porta para tomar conta do local e também para ver se haveria algo de estranho no local, mas ela deveria ser a segurança deste descanso.

" Agora é só esperar ambos descansarem e anoitecer para prosseguirmos. "


Voltar ao Topo Ir em baixo
Uchiha Suzuki
Gennin
Gennin
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 0

MensagemAssunto: Re: Resgate e Vingança - Suzuki, Sayuri e Natsu   Sex Jun 22, 2012 12:08 am

Suzuki ouvia Sayuri falar com toda a coragem que possuía, não que não conhecesse a garota, só não achasse que fosse tão persistente, além disso,

Suzuki de certa forma sabia que havia grandes riscos de morte naquela missão, e que provavelmente ela estava sendo enganada pelos regentes, teria que resgatar aliados, e ainda por cima eliminar os inimigos, que com certeza possuíam um arsenal de jutsus o suficiente para derrotar outros ninjas, já que os mesmos possivelmente derrotou alguns ninjas.

--Natsu-sensei... vamos leva-la conosco—Suzuki sorriu e olhou para ele. --- deixe que eu tomo conta dela, se alguma coisa acontecer, eu me responsabilizarei---

Suzuki não inspirava certa confiança na boa parte do tempo com que conversava com as pessoas, porem, quando seus olhos negros cortaram a fraca
luz do local podia se ver toda sua confiança.

--De qualquer forma, você pode vencer seus inimigos, mas eu sozinha
possivelmente passarei apuros --- Mentiu Suzuki.

Suzuki então caminhou e olhou para o ceu, esperava que Natsu disse se alguma coisa, porem ele estava concentrado na missão, e parecia não se importar muito se alguma das gennins morressem, no campo de batalha.

--Eu não gosto de trabalhar de dia, que tal dormirmos agora e trabalharmos a noite---

Suzuki olhou para ele e sorriu.

--Bem pode haver certos imprevistos... entramos na vila, mas a essa hora dependendo da ramificação de informações o adversário já pode estar sabendo da gente... bem a noite com certeza é melhor---- disse Suzuki seria enquanto passava a mão sobre o queixo e avaliava novamente a situação.

--A minha ideia é ir averiguar o lugar em que possivelmente eles sumiram, depois disso demarcar os possíveis lugares de onde os inimigos esta, possivelmente dependendo da situação Suzuki fique ao meu lado na hora de um possível combate, tenho a impressão se você ou eu ficar ao lado do Natsu sensei poderemos acabar atrapalhando ele... e não quero que ele leve apenas minha cabeça de volta para casa.--- Disse Suzuki enquanto voltava a olhar para o pacote.

A noite chegou mais rápido do que os dois esperava, Suzuki não permitira que
Sayuri fizesse a ronda , primeiramente porque não adiatava ter membros cansados em uma missão daquela, segundo porque Suzuki estava mais do que descansada, por isso, as duas dividiram o turno, e deixaram com que o mais forte da equipe dormisse sossegadamente, ele sim precisava de toda a força possível.

---Sayuri, o que te fez se tornar uma ninja?--- perguntou Suzuki baixadamente enquanto via a luz da lua invadir o local.

Anoiteceu mais rápido do que se esperava, Suzuki chamou Natsu como era de se esperar, e pediu o mapa emprestado para ele poder ver onde ficaria a localização.

--Bem, o mais certo a se fazer, é vasculhar a vila de forma curta e gastar no máximo uma hora, talvez algum aliado esteja se escondendo aqui, e depois se caso não encontrarmos nada, poderemos nos reunir e vasculhar as áreas ao redor assim como as minas de carvão e lugares onde um shinobi pode se esconder.---

Suzuki ficou em silencio e esperou que os dois falassem algo contra ou a favor de sua ideia.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Natsu
Chunnin
Chunnin
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 16

MensagemAssunto: Re: Resgate e Vingança - Suzuki, Sayuri e Natsu   Sex Jun 22, 2012 1:02 am

Depois de sugerir que ela ficasse, ela faz uma cena falando que era capaz de seguir com agente, e que eu tinha magoado ela, permaneço em silencio ate que Suzuki fala que vai se responsabilizar por ela, falo com desdém:

-Somente sinto pena...

E voltamos a andar ate chegarmos à fronteira, depois de eu “sugerir” o que iramos fazer a ouço falarem algo, mas já estava pensando dor ponde começar minhas buscas, então não presto atenção no que disseram, ate que ouço falarem o meu nome e falarem para eu descansar que elas tomariam conta a noite, fico com um sorriso e pensando já que estarem cem por cento para essa missão, o que me deixa mais animado.

Então vou descansar e deixo as duas tomando conta para me acordar assim que anoitecesse, acho que dormi umas duas ou três horas, assim que acordo a lua estava cheia no céu e era umas sete da noite, assim que me levanto Suzuki pede meu mapa emprestado, eu dou pra ela já não necessitava disto para esta missão, e ela sugeri que era bom ficarmos atentos para caso o inimigo já soubesse que estávamos aqui assim falo:

-Não é do jeito que gosto de trabalhar, mas me poupa o trabalho de achar eles.

Volto a ficar com o sorriso na cara ate que ela fala para irmos averiguar a área do desaparecimento eu penso “obvio não é?”, assim que falo que iramos primeiro lá eu escondo a cabeça no buraco de uma arvore onde ninguém ira verificar e coloco minha capa, já como cabeça estava cristalizada não tinha como derreter então não haveria problema deixar ela por lá, assim que acho a arvore guardo o local dela eu pego a capa e a visto cobrindo agora minha cabeça.

-Então iremos nos mover rápido e em silencio, se alguma de vocês denunciar minha posição, eu vou mostrar que posso ser bem pior que este nossos inimigos, entendido?

Assim sendo saímos em silencio na noite, caminhando pela sombra, para o local onde houve o desaparecimento, se caso não encontremos nada neste local sairíamos pela cidade atrás de pistas. Por nossa própria conta.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Dérik Kaguya
Chunnin
Chunnin
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 250

MensagemAssunto: Re: Resgate e Vingança - Suzuki, Sayuri e Natsu   Sex Jun 22, 2012 1:16 am

O grupo foi seguindo o máximo furtivo que podia procurando sobre alguma pista que poderia indicar sobre o grupo que procuravam.
Chegando mais ou menos onde seria o local, Suzuki encontra um pequeno pedado de pano, que de fato é muito parecido com o tecido das bandanas de konoha.
Mas antes mesmo de que ela possa informar, um barulho vinda de traz de uma arvore, o som é como se fosse de alguém chamando, só que em um tom bem baixo.

Aviso, o som somente que seria de alguém chamando só foi ouvido por Suzuki e Natsu, e assim de fato sem ter um motivo para parar Sayuri continua procurando pistas furtivamente.


O que faram agora?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Resgate e Vingança - Suzuki, Sayuri e Natsu   Sex Jun 22, 2012 1:52 am

Ainda claro, a garota Uchiha pergunta a Sayuri.

--- Sayuri, o que te fez se tornar uma ninja? ---

A garota com um sorriso no canto da boca exclama.

--- O meu desejo e confiar em meu potencial. Isso quer dizer em outras palavras, confiar em mim, no meu clã e na minha família. --- - Murmurou com um sorriso ao canto da boca.

O dia ia escurecendo e o dorminhoco dormia enquanto eu e a Uchiha tomavamos conta. Mas após umas duas ou três horas, ele acordava. O dia já havia escurecido, em vez de sol teríamos uma lua e com rangidos de grilos.

--- Hora de acordar Chunnin. ---

Sayuri um tanto irritada com o jeito do tal Chunnin, exclamava em seus pensamentos.
" Esse cara é um mala sem alça . Murmura mais que um velho com rugas ... "


Suzuki exclama.

--Bem, o mais certo a se fazer, é vasculhar a vila de forma curta e gastar no máximo uma hora, talvez algum aliado esteja se escondendo aqui, e depois se caso não encontrarmos nada, poderemos nos reunir e vasculhar as áreas ao redor assim como as minas de carvão e lugares onde um shinobi pode se esconder.---


Depois que a garota termina de falar, Sayuri responde.

-- Suzuki a forma em que você detalha, é realmente muito construtiva. Eu concordo com você e seguirei seus passos. Eu também concordo com o seu modo de pensar, pois eu já pensava da mesma maneira. Iria exclamar o mesmo ... -- - Dizia a garota séria e atenta.

O trio começava a busca de informação. Sayuri não tinha o que se esconder, então tentava se esconder no mato em volta do vilarejo e também em árvores. Natsu o Chunnin estava totalmente discreto, com sua capa atentadora dos pés à cabeça.

-- Suzuki, Natsu encontraram algo? -- Dizia em um tom baixo.

Mesmo assim, continuava sua busca de informações sendo mais discreta possível para que ninguém a vesse por ali.
" ... Isso está chato ... "
Voltar ao Topo Ir em baixo
Uchiha Suzuki
Gennin
Gennin
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 0

MensagemAssunto: Re: Resgate e Vingança - Suzuki, Sayuri e Natsu   Seg Jun 25, 2012 10:03 pm

Suzuki observou as palavras de Natsu cuidadosamente, de quem ela realmente deveria temer, algum de konoha ou um inimigo, era obvio que natsu
não era só ameaças, ou poderia ser, já que o mesmo estava carregando a cabeça de uma pessoa apenas por negócios, algo um pouco inusitado para ela, e em sua linha de raciocínio ela pensou que talvez aquilo fosse apenas pressão psicológica, nada melhor do que o medo para fazer gennins novatos andarem na linha.

E depois de sua frase final Suzuki mostrou a ponta de língua em uma careta um pouco divertida, não que estivesse tirado sarro ou sendo irônica, apenas demonstrou de sua própria forma que havia compreendido o recado dado, a noite foi aos poucos se passando enquanto furtivamente nós cortávamos a vila até o local em que eles haviam desaparecido.

Sua concentração estava ao máximo e prestava atenção em cada pequeno detalhe que poderia observar com a luz da lua, e mesmo que natsu gostasse de trabalhar a noite, era realmente complicado, principalmente por causa da escuridão que criavam sombras que poderiam tampar a visão de possíveis pistas.

Um sussurro silencioso, Suzuki havia encontrado parte de um pano, que lembrava muito a textura dos mesmo usados pelas bandanas shinobis da vila.
Enquanto isso Sayuri continuava a seguir em frente, Suzuki não poderia permitir que isso acontecesse, sabia que Natsu iria matar as duas se ela não desse um jeito rápido.

Pegou uma pequena pedra, minúscula, mas suficientemente forte para que ela pudesse lança-la em direção as costas da Kunoichi para que ela percebesse que algo estava errado, e se possível recuar.

Ela não tinha se quer receio da retaguarda, Natsu estava al lado dela, e possivelmente ele iria se defender e assim protege-la se caso viesse um ataque inimigo enquanto ela atirava a pedra e fazia um sinal para que ela recuasse e ficasse em silencio, qualquer movimento em falso poderia ser fatal.
Esperou té que natsu se movimentasse para que ela pudesse segui-lo, ele possuía mais experiência no assunto e seria o mais inteligente a se fazer.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Natsu
Chunnin
Chunnin
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 16

MensagemAssunto: Re: Resgate e Vingança - Suzuki, Sayuri e Natsu   Qua Jun 27, 2012 2:18 pm

Depois de passarmos pela cidade, andando pelas sombras, estávamos chegando ao local onde ocorreu o tal desaparecimento, a noite estava bonita a lua estava cheia proporcionando uma boa visão noturna, como a luminosidade estava boa ira ser fácil identificar se houve alguma batalha, algum sinal do que possam ter feito para fazer esses ninjas sumirem, ate que começo a analisar o local, quando sou interrompido por um sussurro me chamando, ela estava me chamando vindo da direção de uma arvore a três metros, não sabia ao certo o que poderia ser, ate que ouço Sayuri perguntando se agente achou algo, eu penso “ela não deve ter percebido isso... ainda”, ate que vejo Suzuki jogando uma pedra nela e fazendo sinal, pelo menos uma havia percebido, eu faço sinal para me esperarem que eu iria averiguar o que era isso.

Faço uns selos por baixo da capa e saco duas kunais , deixando as escondidas sobre minha capa e me distancio um pouco delas , assim me aproximo de onde vinha a voz e falo em tom baixo também:

-Quem esta ai?

Já preparado para qualquer coisa que possa me aparecer.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Dérik Kaguya
Chunnin
Chunnin
avatar


Ficha do personagem
Honra Honra: 250

MensagemAssunto: Re: Resgate e Vingança - Suzuki, Sayuri e Natsu   Qua Jun 27, 2012 10:19 pm

Assim que Natsu se pronuncia fica momentaneamente silencio o local, mais em seguida o som voltava e agora o grupo inteiro conseguia ouvir... era a voz de uma garota, mais ainda estava muito longe e vindo de traz das arvores.
[Voz]-Aju...da.... Aju....da....!
O Koori pode sentir que o ar começa a ficar aquecido e a umidade esta diminuindo.


O que faram agora?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Resgate e Vingança - Suzuki, Sayuri e Natsu   Qui Jun 28, 2012 1:06 am

Sayuri observava tudo que podia, cada detalhe poderia ser uma pista. Só que havia de ter uma certa cautela para que o grupo não seja percebido por ninguém. Sayuri tentava buscar algo que pudesse ajudar o grupo em algum, por exemplo uma pista concreta para isto tudo.
Sem ao menos perceber, um pequeno barulho de pedra faz com que a garota se vire para trás e veja Suzuki alertando-a e chamando-a, como se estivesse avisando que ambos acharam ou ouviram algo.

Sayuri discretamente foi voltando aos poucos ao local do grupo, que de repente pode ouvir um barulho muito estranho...
[Voz]-Aju...da.... Aju....da....!
Era uma voz que clamava por ajuda, mas que quase não tinha forças para chamar à atenção. Mas os belos ouvidos conseguiram ouvir.

Murmurou bem baixo --- Ei, vocês estão ouvindo isto? Se preparem, pode ser uma armadilha. ---

Sayuri ao lado de Suzuki, sacou duas kunais sendo uma em cada mão. Escondendo-as discretamente, aguardava à reação de ambos ou que algo mais motivador faria-os agir.

A garota Uchiha conseguia sentir uma presença, só que não saberia detalhar se seria boa ou ruim, o mínimo que poderia fazer era alertar e aguardar algo mais motivante e mais claro para poderem agir com rapidez.

" Essa voz me parece estranha ... será que realmente é alguém que precisa de ajuda ou é só uma farsa para nós cairmos em uma armadilha? "

Sayuri se perguntava muito está questão em que pensava, por isto, permanecia calada e quieta. Observava tudo para tentar descobrir de onde vinha está voz que clamava algo.
Que diabos faria um barulho tão esquisito. A Uchiha tinha certeza que não podia ser apenas um pedido de ajuda, mas sim uma bela de uma armadilha que os faria de presas ou algo do tipo.

--- Suzuki, algo estranho está por aqui.. eu posso sentir! Não sei se é realmente um pedido de ajuda, mas isto não me cheira nada bem! ---

Murmurou em voz baixa direcionadamente à Suzuki que parecia um pouco tensa naquele momento.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Resgate e Vingança - Suzuki, Sayuri e Natsu   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Resgate e Vingança - Suzuki, Sayuri e Natsu
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 3Ir à página : 1, 2, 3  Seguinte
 Tópicos similares
-
» [Akon/Suzuki e Kazuki] F3 Saga [Vingança no País da Neve] Sarutahiko
» [Fanfic] One Piece Uma história de Vingança
» A Vingança é Um Drinque Que se Bebe Quente! (Crônica Oficial)
» 7º treino [Akon e Suzuki]- Old School
» era pro natsu namorar com a lissana

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto Revo Online :: Vila da Folha :: RPG Zone :: Missões-
Ir para: